advertisement

"Web Série: Controle do Completo Respiratório Bovino" - Prof. Enrico Ortolani - Entenda como as pneumonias ocorrem em bovinos confinados

40 %
60 %
advertisement
Information about "Web Série: Controle do Completo Respiratório Bovino" - Prof. Enrico...
Education

Published on October 10, 2014

Author: BeefPoint

Source: slideshare.net

Description

.
advertisement

1. Web Série Controle do Complexo Respiratório Bovino

2. ENTENDA COMO AS PNEUMONIAS OCORREM EM BOVINOS CONFINADOS ENRICO LIPPI ORTOLANI Prof. Titular do Depto. Clínica Médica da FMVZ-USP Colunista da Revista DBO Consultor Veterinário do Programa Globo Rural ortolani@usp.br

3. MAIORES PROBLEMAS SANITÁRIOS DOS CONFINAMENTOS SEGUNDO CONSULTORES BRASILEIROS MILLEN et al. (2009) • DOENÇAS RESPIRATÓRIAS 56 % • ACIDOSE RUMINAL 36% • LAMINITE 12% • LESÕES POR SODOMIA 8% • METEORISMO 4% • PAPILOMATOSE 4% • OUTROS 4%

4. ANATOMIA DO APARELHO RESPIRATÓRIO REGIÃO ANTERIOR REGIÃO POSTERIOR

5. REGIÃO ANTERIOR CORNETOS NARINAS DEFESAS LOCAIS : MUCO QUE RETÉM PARTÍCULAS MAIORES REFLEXO DA TOSSE FARINGE LARINGE

6. ANATOMIA DO APARELHO RESPIRATÓRIO REGIÃO POSTERIOR TRAQUÉIA PULMÕES

7. DEFESAS DA TRAQUÉIA MOVIMENTO MUCO-CILIAR

8. ANATOMIA DOS PULMÕES E DA ÁRVORE BRÔNQUICA BRÔNQUIOS BRÔNQUIOLOS ALVÉOLOS

9. DEFESAS NOS PULMÕES LOCAIS DO SANGUE MACRÓFAGOS ALVEOLARES NEUTRÓFILOS LINFÓCITOS ANTICORPOS

10. CONCENTRAÇÃO DE MACRÓFAGOS ALVEOLARES NOS PULMÕES

11. ANATOMIA DAS PLEURAS PLEURA VISCERAL PLEURA PARIETAL

12. COMO DENOMINAR ? PNEUMONIA OU COMPLEXO RESPIRATÓRIO BOVINO (CRB)

13. O QUE DEBILITA AS DEFESAS RESPIRATÓRIAS !! POEIRA

14. PENETRAÇÃO DA POEIRA NO APARELHO RESPIRATÓRIO MacVean et al. (1986) 2-3 μM(20 x MENOR QUE UM FIO DE CABELO)

15. ESTUDO FEITO NA POLI–USP MENSURAÇÃO 22.531 GRÃOS DE AREIA 6% TÊM MENOS DE 4 MICROMETROS

16. O QUE DEBILITA AS DEFESAS RESPIRATÓRIAS !! ESTRESSE

17. COMO O ESTRESSE DEBILITA ! CORTISOL MENOR PRODUÇÃO DE ANTICORPOS MENOR CAPACIDADE DE FAGOCITAR

18. AGENTES DE CRB NOS EUA • 60% DOS CASOS VÍRUS PRECEDE BACTÉRIA  DIARRÉIA BOVINA  SINCICIAL RESPIRATÓRIO  PARAINFLUENZA-3  HERPESVÍRUS TIPO 1  RINOTRAQUEÍTE BOVINA  CORONAVÍRUS PRESENÇA EM GADO CONFINADO NO BRASIL ? ++ (+) (+) (+) ?

19. LESÃO NOS ÓRGÃOS RESPIRATÓRIOS & FACILITA AÇÃO DE BACTÉRIAS HERPESVÍRUS 1 COMO OS VÍRUS AGEM ! EPITÉLIO DE TRAQUÉIA ANTES 96 H APÓS ATAQUE

20. PRINCIPAL CAUSADOR DE CRB Mannheimia haemolytica  Bactéria Gram (–)  Oportunista  Encontrada 95% dos bovinos

21. COMO A MANNHEIMIA AGE ! QUEDA DE RESISTÊNCIA 1-ATAQUE E/OU LESÃO NO AP. RESPIRATÓRIO 2- RÁPIDA MULTIPLICAÇÃO NOS PULMÕES

22. 1 DIA APÓS A INOCULAÇÃO DE MANNHEIMIA

23. 3 DIAS APÓS INOCULAÇÃO DE MANNHEIMIA

24. CINCO DIAS APÓS

25. OUTRAS BACTÉRIAS QUE CAUSAM CRB Pasteurella multocida Histophilus somni Mycoplasma bovis

26. OCORRÊNCIA DE CRB NO BRASIL  MAIOR PROBLEMA EM 56% DOS CONFINAMENTOS (Millen et al. 2009) 7% (SILVA et al. , 2010)  OCORRÊNCIA 56 % (Resende, 2010) => POEIRA  VECCHIATO & ORTOLANI (2009) 12 % COM LESÕES NOS PULMÕES

27. ACHADOS DE MATADOURO VECCHIATO & ORTOLANI (2009) 66 % LESÕES PEQUENAS 34 % LESÕES GRANDES 80 g MENOS G.Peso/ Dia 170 g MENOS G.P./Dia 8 DIAS A MAIS 17 DIAS A MAIS

28. BOI LADRÃO

29. PREJUÍZOS CAUSADOS PELO CRB 8% MORTALIDADE NOS ANIMAIS TRATADOS GASTOS COM TRATAMENTO EUA => US$ 57,00 / ANIMAL DOENTE

30. QUANDO OCORRE O CRB SNOWDER et al. (2006) % DOS CASOS DIAS DE CONFINAMENTO

31. INFLUÊNCIA DA POEIRA NO SURGIMENTO DE CRB 0 15 30 CASOS NOVOS DE CRB CONTATO COM MUITA POEIRA MacVean et al. (1986)

32. O QUE AUMENTA A CHANCE DE CRB

33. INFLUÊNCIA DA DISTÂNCIA PERCORRIDA < 250 250-500 500-1000 > 1000 (km) DISTÂNCIA PERCORRIDA PARA O CONFINAMENTO % CRB 15 10 5 (CERNICCHIARO et al., 2012)

34. ORIGEM DOS BOVINOS COMPRADOS INTERMEDIÁRIOS/LEILÕES (STEP et al., 2008) MISTURA DE LOTES MUITO TRANSPORTE MUITA CONTAMINAÇÃO MUITO ESTRESSE

35. INFLUÊNCIA DO TEMPERAMENTO RISCO DE CRB 2,0 VEZES MAIOR BOIS BRAVOS BOIS SUBMISSOS À SODOMIA

36. ACIDOSE RUMINAL x PNEUMONIA RISCO DE CRB 5,3 VEZES VECCHIATO & ORTOLANI, 2009

37. DIAGNÓSTICO CLÍNICO • 40% a 60 % DOS CASOS PASSAM DESPERCEBIDOS (COOPER & BRODERSEN, 2010) VETERINÁRIO EXPERIENTE: DETECÇÃO E TRATAMENTO COM MAIS EFICIÊNCIA

38. QUEM DEVE FAZER O DIAGNÓSTICO E TRATAMENTO ? MÉDICO VETERINÁRIO EXPERIENTE E TREINADO !!! NA CHEGADA DO LOTE NO DIA-A-DIA LEITOR DE SAÚDE

39. REVISTA DBO - ABRIL 2014 P. 106

40. PREVENÇÃO DO CRB  IDEAL => OCORRÊNCIA DE CRB ABAIXO DE 5 %  TRABALHO CONFINADOR CONJUNTO FORNECEDOR DE BOI MAGRO  VETERINÁRIO “LEITOR DE SAÚDE” É ESSENCIAL

41. CUIDADO NA COMPRA DE ANIMAIS EVITE COMPRAR DE INTERMEDIÁRIOS E EM LEILÕES ! PRIVILEGIE FORNECEDORES ÚNICOS

42. DIMINUIÇÃO GERAL DO ESTRESSE NO TRANSPORTE NA LIDA COM O GADO CASTRAÇÃO SÓ 30 DIAS ANTES DO CONFINAMENTO !!

43. DIMINUIÇÃO GERAL DO ESTRESSE PRIVILEGIE BOVINOS MANSOS Mansidão: Alta Herdabilidade GADO BRAVO FICA MAIS CALMO COM 0, 2 PPM CROMO E 0,35 ZINCO ORGÂNICOS , JÁ NO FORNECEDOR SOUZA $ ORTOLANI (2014) CROMO NA DESMAMA MENOS CORTISOL

44. DIETA IDEAL NOS 1os 15 DIAS DE CONFINAMENTO ACIDOSE RUMINAL RISCO DE CRB 5,3 VEZES (VECCHIATO & ORTOLANI, 2009)  MÁXIMO 50% GRÃOS RICOS EM ENERGIA  DIETAS ATÉ 14 % DE PROTEÍNA BRUTA (TAYLOR et al., 2010)

45. CONTROLE DA POEIRA  PAVIMENTAR OS CAMINHOS  CHÃO DO PIQUETE DEVE SER COMPACTADO  CERCA VIVA AO REDOR DO CONFINAMENTO

46. ASPERSORES EM REDE SUSPENSA LINHAS 3 x 3

47. PREVENÇÃO DO CRB POR VACINAS  EUA => FUNCIONA, PORÉM EXISTEM CONTROVÉRSIAS !  BOVINOS MAIS JOVENS TÊM MAIS VIROSES QUE ADULTOS  QUE VÍRUS SÃO MAIS FREQUENTES NO BRASIL ??? VACINAÇÃO FUNCIONA BEM NO FORNECEDOR DE BOI MAGRO E NÃO NA ENTRADA DO CONFINAMENTO !!!!

48. PREVENÇÃO POR MEIO DE ANTIBIÓTICOS METAFILAXIA:META=ALVO ; FILAXIS = PROTEÇÃO USO MASSIVO NO LOTE INGRESSANTE !!!!

49. QUANDO UTILIZAR A METAFILAXIA ! LOTE COM ALTO RISCO DE TER CRB:  HISTÓRICO DE CRB TRATADO SUPERIOR A 10 %  ANIMAIS ESTRESSADOS  COMPRADOS DE INTERMEDIÁRIOS E LEILÕES  EXCESSO DE POEIRA

50. QUE ANTIBIÓTICO UTILIZAR !!!  RÁPIDA REDUÇÃO DE Mannheimia NASO-FARINGEANA  AÇÃO BACTERIOSTÁTICA E DE LONGA AÇÃO  POUCO UTILIZADO NA MEDICINA HUMANA  CUSTO-BENEFÍCIO ADEQUADO  NÃO GERAR RESÍDUOS APÓS 40 DIAS

51. PREVENÇÃO POR MEIO DE ANTIBIÓTICOS TILDIROSINA – ÚNICA DOSE  EFICIENTE CONTRA Mannheimia & Bactérias  BACTERIOSTÁTICO  NÃO UTILIZADO EM MEDICINA HUMANA  NÃO GERA RESÍDUOS APÓS 40 DIAS

52. MUITO OBRIGADO PELA ATENÇÃO BUSQUEM SEMPRE A FELICIDADE !!!!

Add a comment

Related presentations

Related pages

Web série: Controle do complexo respiratório - Palestra ...

... Palestra com Prof. Enrico Ortolani - Entenda como as pneumonias ocorrem em bovinos confinados ... Entenda como as pneumonias ocorrem em bovinos ...
Read more