Teorias Sociológicas

50 %
50 %
Information about Teorias Sociológicas

Published on September 9, 2008

Author: nursemila

Source: slideshare.net

 

Karl Marx 1818-1883 Teoria Crítica: A sociedade é transitória e permeada por antagonismos e contradições. Materialismo Histórico : a socieda-de surgiu da necessidade dos ho-mens de cooperarem para, traba-lhando , produzirem os bens neces-sários á vida ( divisão social do trabalho ). Toda forma de divisão social do trabalho (cooperação) é acompanhada de um tipo de proprie-dade. A separação entre o trabalho manual e o trabalho intelectual per-mitiu o surgimento da desigualdade e da exploração , resultando na luta de classes . A luta de classes é o mo-vimento real que muda a sociedade e faz a história.

Teoria Crítica:

A sociedade é transitória e permeada por antagonismos e contradições.

Materialismo Histórico : a socieda-de surgiu da necessidade dos ho-mens de cooperarem para, traba-lhando , produzirem os bens neces-sários á vida ( divisão social do trabalho ). Toda forma de divisão social do trabalho (cooperação) é acompanhada de um tipo de proprie-dade. A separação entre o trabalho manual e o trabalho intelectual per-mitiu o surgimento da desigualdade e da exploração , resultando na luta de classes . A luta de classes é o mo-vimento real que muda a sociedade e faz a história.

Continuação: Teoria Crítica A sociedade capitalista é resultado do desen-volvimento das forças produtivas e da luta de classes que existem desde o princípio da vida social. É uma sociedade desigual, em que os trabalhadores ( proletariado ) são ex-plorados pelos capitalistas ( burguesia ). Assim os conflitos da vida social se devem à desigualdade e sua superação só poderá ser alcançada políticamente pela luta dos traba-lhadores para fim da exploração capitalista. A teoria marxista deu à sociologia o concei-to de práxis . A teoria práxis é o entendimen-to de que não é possível à ciência e a qual-quer um ser neutro ou compreender a vida social e qualquer outro fenômeno sem inter-ferir no mesmo. O pensar fazer implica no pensar e vice-versa.

A sociedade capitalista é resultado do desen-volvimento das forças produtivas e da luta de classes que existem desde o princípio da vida social. É uma sociedade desigual, em que os trabalhadores ( proletariado ) são ex-plorados pelos capitalistas ( burguesia ).

Assim os conflitos da vida social se devem à desigualdade e sua superação só poderá ser alcançada políticamente pela luta dos traba-lhadores para fim da exploração capitalista.

A teoria marxista deu à sociologia o concei-to de práxis . A teoria práxis é o entendimen-to de que não é possível à ciência e a qual-quer um ser neutro ou compreender a vida social e qualquer outro fenômeno sem inter-ferir no mesmo. O pensar fazer implica no pensar e vice-versa.

Sociologia Positivista Quis estabelecer o objeto e o método de inves-tigação da sociologia. Preocupado com os conflitos e com as idéias socialistas das quais discordava. Acreditava que os problemas sociais são de ordem moral e não econômicos e que ocor-riam devido à fragilidade moral de sua época. Entendia a sociedade como um sistema forma-da pela associação dos indivíduos. A transmis-são da cultura (socialização) inculca no sujeito o valores e crenças sociais. “ As regras morais são sociais na origem, são gerais dentro de uma dada sociedade, e pressu-põe a associação humana, impõem obrigações sociais aos indivíduos, proporcionando um qua-dro de referência externo para o individuo, vin-culam-no fins sociais, e envolve altruísmo .” Émile Durkheim 1858-1917

Quis estabelecer o objeto e o método de inves-tigação da sociologia.

Preocupado com os conflitos e com as idéias socialistas das quais discordava.

Acreditava que os problemas sociais são de ordem moral e não econômicos e que ocor-riam devido à fragilidade moral de sua época.

Entendia a sociedade como um sistema forma-da pela associação dos indivíduos. A transmis-são da cultura (socialização) inculca no sujeito o valores e crenças sociais.

“ As regras morais são sociais na origem, são gerais dentro de uma dada sociedade, e pressu-põe a associação humana, impõem obrigações sociais aos indivíduos, proporcionando um qua-dro de referência externo para o individuo, vin-culam-no fins sociais, e envolve altruísmo .”

Continuação: Sociologia Positivista A sociologia deve estudar os fatos sociais . Fato social é “toda maneira de agir fixa ou não, suscetível de exercer s obre o indivíduo uma coerção exterior, que é geral na extensão de uma sociedade dada, apresentando existência própria, independente das manifestações individuais que possa ter.” Assim as gerações passadas cria-ram o modo de vida e a maneira de agir que coagem os indivíduos. A sociologia deveria assim estudar e criar formas de controle social. O desenvolvimento da divisão do trabalho deveria, por provocar a interdependência , produzir a solidariedade . A ciência deve encontrar soluções para os problema sociais.

A sociologia deve estudar os fatos sociais .

Fato social é “toda maneira de agir fixa ou não, suscetível de exercer s obre o indivíduo uma coerção exterior, que é geral na extensão de uma sociedade dada, apresentando existência própria, independente das manifestações individuais que possa ter.”

Assim as gerações passadas cria-ram o modo de vida e a maneira de agir que coagem os indivíduos.

A sociologia deveria assim estudar e criar formas de controle social.

O desenvolvimento da divisão do trabalho deveria, por provocar a interdependência , produzir a solidariedade .

A ciência deve encontrar soluções para os problema sociais.

Sociologia Compreensiva Max Weber 1864-1920 Conceituação subjetiva da ação social. Objeto da sociologia: Ação social . . Método comparativo: compara socieda- des ocidentais e orientais. . Modelos teórico-metodológicos: tipos ideais. Quis separar conhecimento empírico dos julgamentos de valor. . A finalidade da sociologia é compreender a conduta humana, explicando as causas e conseqüências de sua origem. . Enfoque na Intenção que dá sentido ( sig- nificado à ação social. Desse modo é pos- sível classificar a ação social.

Conceituação subjetiva da ação social.

Objeto da sociologia: Ação social .

.

Método comparativo: compara socieda-

des ocidentais e orientais.

.

Modelos teórico-metodológicos: tipos

ideais.

Quis separar conhecimento empírico dos

julgamentos de valor.

.

A finalidade da sociologia é compreender

a conduta humana, explicando as causas e

conseqüências de sua origem.

.

Enfoque na Intenção que dá sentido ( sig-

nificado à ação social. Desse modo é pos-

sível classificar a ação social.

Continuação: Sociologia Compreensiva As ações reais combinam geral-mente mais de um tipo ideal. A racionalidade é o tipo ideal predominante na moderna socieda- de capitalista, onde se destaca o pa- pel dominante da burocracia. Weber estudou as formas de do- minação e explicou o fenômeno da obediência a partir do conceito de legitimidade ( dominação legítima ). Encara o capitalismo de forma positiva por considerar que o mesmo representa a forma de ra-cionalização do homem moderno A Ação Social para Weber pode ser: Racional, visando a fins; Racional, visando a valores; Afetiva, ou conduta emocional; Tradicional (costume).

As ações reais combinam geral-mente mais de um tipo ideal.

A racionalidade é o tipo ideal

predominante na moderna socieda-

de capitalista, onde se destaca o pa-

pel dominante da burocracia.

Weber estudou as formas de do-

minação e explicou o fenômeno da

obediência a partir do conceito de

legitimidade ( dominação legítima ).

Encara o capitalismo de forma positiva por considerar que o mesmo representa a forma de ra-cionalização do homem moderno

A Ação Social para Weber pode ser:

Racional, visando a fins;

Racional, visando a valores;

Afetiva, ou conduta emocional;

Tradicional (costume).

Sociologia Funcionalista Influenciada por Max Weber toma a Ação Social como objeto da sociologia. Afirma que a sociedade é formada pe-los sistemas culturais, sistemas de per-sonalidade e organismos comportamen-tais, que são definidos como constituin-tes primários. A estrutura social é resultante da insti-tucionalização de idéias, valores e sím-bolos pelos quais zelam as instituições (família, escola, diretito, etc.). Entende a sociedade como um sistema funcional onde as instituições desem-penham papéis funcionais. Talcott Parsons 1902-1979

Influenciada por Max Weber toma a Ação Social como objeto da sociologia.

Afirma que a sociedade é formada pe-los sistemas culturais, sistemas de per-sonalidade e organismos comportamen-tais, que são definidos como constituin-tes primários.

A estrutura social é resultante da insti-tucionalização de idéias, valores e sím-bolos pelos quais zelam as instituições (família, escola, diretito, etc.).

Entende a sociedade como um sistema funcional onde as instituições desem-penham papéis funcionais.

Continuação: Sociologia Funcionalista Para Parsons aos sistemas sociais possuem quatro funções específicas: Estabilidade normativa - envolve valores , aceitação dos mesmos pelo membros da sociedade; Integração : assegura a organização e coordenação entre diferentes unidades do sistema, visando funcionamento do todo; Consecução de fins - corresponde à definição de objetivos a serem atingidos pelas unidades e pelo todo social; Adaptação - Conjunto de meios para atingir os fins desejados; A mudança cria a necessidade de modos funcionais de ajustamento. Além de Parsons outro sociólogo funcionalista importante foi Robert Merton.

Para Parsons aos sistemas sociais possuem quatro funções específicas:

Estabilidade normativa - envolve valores , aceitação dos mesmos pelo membros da sociedade;

Integração : assegura a organização e coordenação entre diferentes unidades do sistema, visando funcionamento do todo;

Consecução de fins - corresponde à definição de objetivos a serem atingidos pelas unidades e pelo todo social;

Adaptação - Conjunto de meios para atingir os fins desejados;

A mudança cria a necessidade de modos funcionais de ajustamento.

Além de Parsons outro sociólogo funcionalista importante foi

Robert Merton.

Sociologia Latino-Americana Influências: sociologia européia e norte-americana, depois, em função do estudo do subdesenvolvimento, influência marxista; Principais problemas e linhas de pesquisa: subdesenvolvimento e dependência, questão agrária, jurídica, educação, aspectos de humanização da vida urbana, controle social, etc.

Influências: sociologia européia e norte-americana, depois, em função do estudo do subdesenvolvimento, influência marxista;

Principais problemas e linhas de pesquisa: subdesenvolvimento e dependência, questão agrária, jurídica, educação, aspectos de humanização da vida urbana, controle social, etc.

Sociologia Brasileira Principais problemas e linhas de pesquisa: Anos 1920 e 30: formação da sociedade brasileira - escravatura, abolição, indíos e negros e deslocamento do eixo de dominação campo-cidade; Anos 1940 e 50: problemas sociais da classe trabalhadora, padrão de vida, salários e estudos de comunidades rurais; Início dos anos 1960: estudou o período desenvolvimentista, questões agrárias, industrialização, inquietações políticas e conflitos sociais. Período da ditadura: preocupação com as crises e conflitos geradas pelo regime militar. A partir de 1980: problemas urbanos, questão da mulher, do menor, posse da terra, da educação, etc. Florestan Fernandes

Principais problemas e linhas de pesquisa:

Anos 1920 e 30: formação da sociedade brasileira - escravatura, abolição, indíos e negros e deslocamento do eixo de dominação campo-cidade;

Anos 1940 e 50: problemas sociais da classe trabalhadora, padrão de vida, salários e estudos de comunidades rurais;

Início dos anos 1960: estudou o período desenvolvimentista, questões agrárias, industrialização, inquietações políticas e conflitos sociais.

Período da ditadura: preocupação com as crises e conflitos geradas pelo regime militar.

A partir de 1980: problemas urbanos, questão da mulher, do menor, posse da terra, da educação, etc.

Add a comment

Related presentations

Related pages

teorias sociologicas carlos garcia 604 - YouTube

teorias sociologicas carlos garcia 604 carlos. Subscribe Subscribed Unsubscribe 2 2. ... Teorias Sociológicas | Folha Dirigida - Duration: 10:03.
Read more

GoConqr - Teórias Sociológicas

Ve este Mapa Mental interactivo sobre Teórias Sociológicas. Mapa Mental online con resumen y conceptos clave de lo que necesitas aprender para el examen.
Read more

Teorias Sociológicas Clássicas - Estado by Stephannie ...

Do you really want to delete this prezi? Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again. Delete Cancel
Read more

TEORIAS SOCIOLÓGICAS II - ISCTE

TEORIAS SOCIOLÓGICAS II Sociologia, 1º ano, 2º semestre Ano lectivo 2007-2008 Docentes : Profª Doutora Teresa Sousa Fernandes (coordenadora)
Read more

As teorias sociológicas clássicas sobre o Estado - YouTube

Fala sobre a teoria de Karl Marx (Teoria Crítica), teoria de Émile Durkheim (Teoria Positivista) e a teoria do Max Weber (Teoria Compreensiva)
Read more

TEORIAS SOCIOLÓGICAS – AS GRANDES ESCOLAS (2012-2013)

TEORIAS SOCIOLÓGICAS – AS GRANDES ESCOLAS (2012-2013) ÍNDICE DOS TEXTOS Introdução Texto 1 : Alexander, Jeffrey C. (1987 / 1996), “The Centrality ...
Read more

Teorias Sociológicas I - Os fundadores e os clássicos ...

Teorias Sociológicas I - Os fundadores e os clássicos - antologia de textos has 10 ratings and 1 review. Sofia said: Li este livro para a ...
Read more

TEORÍAS SOCIOLÓGICAS by Brenda Martinez on Prezi

TEORIAS SOCILOGICAS by Brenda Martinez on 17 March 2011 Tweet. Comments (0) Please log in to add your ... TEORÍAS SOCIOLÓGICAS Y EDUCACIÓN Enfoques
Read more