resumos das apresentacoes

60 %
40 %
Information about resumos das apresentacoes
Entertainment

Published on August 22, 2008

Author: elizabeti

Source: authorstream.com

Leituras efectuadas:  Leituras efectuadas Avaliação de Software Educativo – Reflexões para uma análise criteriosa – Fábia Magáli Santos; Avaliar Software Educativo – Carlos Fino; A importância do Processo de Avaliação – Elisa Boff e Eliseo Reategui; Contributos para um Modelo da Avaliação de Produtos Multimédia Centrado na Participação dos Professores - Fernando Albuquerque Costa; xxxxxx Avaliação de Software Educativo - Reflexões para uma Análise Criteriosa - :  Critérios para uma avaliação de softwares educativos: Professores – devem estar atentos para que utilizem o computador de uma forma responsável e com potencialidades pedagógicas Computador – tem como objectivo promover a aprendizagem: ajudar na construção do conhecimento e desenvolver capacidades. Avaliação de S.E. Avaliar – analisar como um software pode ter um uso educacional: como pode ajudar o aprendente a construir o seu conhecimento e a modificar a sua percepção do mundo, elevando a sua capacidade de participar na sua realidade. É, assim, necessária uma avaliação criteriosa. Avaliação de Software Educativo - Reflexões para uma Análise Criteriosa - Base pedagógica de um S.E. :  Base pedagógica de um S.E. Primeira tarefa do professor na análise de um S.E. – identificar a concepção teórica de aprendizagem que orienta; Numa perspectiva construtivista, a aprendizagem surge quando a informação é processada pelos esquemas mentais e agregada a esses esquemas Um S.E. construtivista deve propiciar ao sujeito a possibilidade de aprender com os seus próprios erros. Tem que permitir a intervenção do professor – este é visto como agente de aprendizagem, desencadeador e construtor de uma prática; o feedback dado ao “erro” do aluno é um ponto fundamental na análise de software educativo; Slide5:  Numa concepção construtivista – um software para ser educativo deve ser um ambiente interactivo que proporcione ao aprendente: - investigar; - levantar hipóteses; - testá-las e aprofundar o seu conhecimento Tipos de software educacional Tutoriais; exercícios e práticas; programação; aplicativos; multimédia e internet; simulação e modelagem; jogos. Avaliar Software educativo:  Avaliar Software educativo O autor faz uma análise comparativa entre a avaliação de manuais escolares por parte dos professores e a avaliação de software educativo; Manuais escolares: O Ministério da Educação fornece critérios de avaliação dos manuais. Aos professores…. Compete ajuizar de acordo com os dados fornecidos e fazer escolhas. Software educativo: Para este tipo de produtos o Ministério da Educação ainda não forneceu critérios de avaliação; Aos professores… Cabe a difícil tarefa de analisarem algo sem conhecimento suficiente para tal. Devem utilizar uma grelha de avaliação? E nesse caso qual?:  Devem utilizar uma grelha de avaliação? E nesse caso qual? Tendo em conta esta realidade, o autor questiona se deverão ser construídas grelhas de observação para o software educativo. porém “Nenhuma realidade por mais simples que se nos afigure cabe no espartilho de uma grelha” Carlos Fino Quanto à utilização de grelhas construídas por terceiros, corre-se sempre o risco de “ficarmos reféns de uma objectividade insanável”, ou seja, cada professor deve construir a sua própria grelha consoante o contexto em que se encontra Devem construir uma grelha de avaliação? E nesse caso como?:  Devem construir uma grelha de avaliação? E nesse caso como? Na sequência do olhar limitado que uma grelha proporciona, devem ser encaradas com essa mesma consciência e por isso usadas meramente como ferramentas de recolha de informação. Podem ajudar a manter o olhar focado. A questão essencial não está no software, mas sim nos propósitos para que é utilizado. Esses deverão ser os principais elementos de análise, desta forma “a responsabilidade pela definição desses critérios pertence, em ambiente escolar, ao professor, que decidirá de acordo com a maneira que interpreta o seu papel”. Slide9:  Processo de desenvolvimento de software educativo: Interdisciplinar Aspectos técnicos Aspectos pedagógicos Aspectos psicológicos e cognitivos do público alvo. Estes aspectos vão definir a qualidade do software educativo: Grau de interactividade; O sucesso, ou alcance, dos objectivos educacionais e sua adequação ao público alvo; Respeito às características do ambiente de aprendizagem escolhido; A importância do processo da avaliação de software educativo Slide10:  Métrica da Avaliação de Software Educativo Seis características: funcionalidade confiabilidade usabilidade eficiência portabilidade manutenibilidade O processo de avaliação no NASE: duas fases: 1ª: aspectos pedagógicos 2ª: aspectos técnicos Slide11:  1ª: aspectos pedagógicos: para suportar uma… aprendizagem comportamentalista construtivista 2ª: aspectos técnicos: interface conteúdo documentação função do professor feedback recursos adaptáveis e adaptativos Slide12:  Contributos para um Modelo da Avaliação de Produtos Multimédia Centrado na Participação dos Professores Projecto Pedactice promover o envolvimento e a formação de professores na avaliação de software educativo; Problemática da avaliação de software educativo - nem sempre a denominação "Software Educativo" corresponde efectivamente a produtos com valor educativo; - a etiqueta e a publicidade, podem induzir em erro o comprador; - escassez de estudos sobre a utilização pedagógica de aplicações multimédia; - evolução tecnológica constante; apoiar e formar professores na utilização dos recursos multimédia com valor educativo; Pedactice visa contribuir para a definição de um modelo de avaliação de software educativo que apresentamos de seguida. Slide13:  Objectos de avaliação - Avaliação e análise criteriosa e específica do software multimédia educativo em contexto de aplicação real, no processo de ensino e aprendizagem. Avaliação centrada nos resultados de aprendizagem É necessário averiguar: - a natureza da aprendizagem; - requisitos da tarefa (objectivos didácticos); - os conhecimentos e capacidades cognitivas dos alunos; - factores contextuais e situacionais; Avaliação centrada na utilização em contexto - a "qualidade na utilização" pretende a melhoria da qualidade da aprendizagem. Avaliação centrada nas características intrínsecas do produto - permite concluir sobre o seu potencial pedagógico; - identificar e tipificar as características importantes para desenvolver a aprendizagem e a utilização como recurso pedagógico para os professores. Slide14:  Para uma avaliação descritiva, compreensiva e formadora - opção pelo construtivismo na aprendizagem - avaliação sobretudo descritiva; - "avaliação compreensiva" tende a orientar os professores no uso do software; - metodologia de avaliação deve contribuir para uma base de dados rica, diversificada, autêntica e útil. - participação dos professores na avaliação em situação real, permite o aumento do conhecimento dos professores sobre os programas em análise. Componentes da avaliação - requisitos técnicos - conteúdo da aplicação e os seus aspectos de carácter pedagógico - interface gráfica, interactividade e ferramentas de exploração - "usabilidade" Instrumentos de avaliação - identificação sumária - Ficha de Identificação e Registo de Software; - descrição de carácter mais detalhado - Ficha de Descrição Detalhada; - Grelhas de Avaliação Especializadas - perfil do produto; - Sínteses Descritivas do Potencial Pedagógico; - Relatos de Utilização e Boas Práticas; - Guias de Exploração - orientar a utilização. Slide15:  Requisitos técnicos do produto em análise - descrição do hardware e software necessário a um bom desempenho da aplicação multimédia. Conteúdo da aplicação - grau de actualização e correcção científica; - adequação pedagógica dos conteúdos. Aspectos pedagógicos que se devem analisar - público-alvo e perfil de utilizador; - objectivos de aprendizagem visados; - contexto curricular; - estratégias de exploração da informação, actividades e situações de formação e aprendizagem; - modalidades e formas de avaliação das aprendizagens proporcionadas e induzidas pelo manipulação e uso da aplicação. - contínua actividade intelectual do aluno como construtor das suas aprendizagens; - aprendizagem significativa, com possibilidade de transferência para outras situações; - desenvolvimento de capacidades metacognitivas e estratégias de aprendizagem dos alunos, devido à reflexão sobre o seu conhecimento Slide16:  Interface gráfica - qualidade de uma aplicação multimédia depende em larga medida da qualidade da concepção da interface; - interface com qualidade permitirá aceder à informação disponível com o mínimo de esforço. Interactividade - quanto mais rico for o ambiente e maior o grau de interactividade, maior será envolvimento do utilizador. Ferramentas de exploração - meios de orientação que orientam o utilizador e diminuem a possibilidade de se “perder”. Usabilidade - avaliação transversal e generalizada - valor do conteúdo da aplicação; - satisfação global - necessidade e utilidade, tendo em conta aspectos referidos anteriormente; - ferramenta de aprendizagem com efectivo valor; - facilidade de aprendizagem e de utilização; - flexibilidade da utilização; - versatilidade.

Add a comment

Related presentations

Related pages

Resumos Apresentações | Departamento de ... - dcr.fct.unl.pt

Departamento de Conservação e Restauro da Faculdade de Ciências e Tecnologia (FCT), uma das nove unidades orgânicas da Universidade Nova de Lisboa (UNL ...
Read more

Resumo das Apresentações - Autoridade Nacional de ...

RESUMOS DAS APRESENTAÇÕES AKIHIRO HONDA Recent measures taken by MIC. BRIAN NISBET RIPE Anti Abuse WG presentation. In 2008 the RIPE Anti-Spam Working ...
Read more

APRESENTAÇÕES E RESUMOS NOTURNO 1 - 4shared.com

APRESENTAÇÕES E RESUMOS NOTURNO 1 - download at 4shared. APRESENTAÇÕES E RESUMOS NOTURNO 1 is hosted at free file sharing service 4shared.
Read more

INFORME / APRESENTAÇÕES DE RESUMOS E PAINÉIS

INFORME / APRESENTAÇÕES DE RESUMOS E PAINÉIS 1. Objetivo do evento Ampliar a discussão sobre a Política de Atenção à Saúde do Servidor ...
Read more

Video Abstracts | AJE | American Journal Experts

Vídeos para Resumos. Nossa equipe de pesquisadores e animadores profissionais utilizará multimídia para ajudá-lo a explicar sua pesquisa para colegas, ...
Read more

CFD OIL 2014

Livro de Resumos Este livro contém os resumos estendidos dos trabalhos apresentados nas sessões plenárias e técnicas do CFD OIL 2010. Download (6 MB)
Read more

Livro de resumos - argom.org

LIVRO DE RESUMOS. Sumário Apresentação Histórico do evento Local do evento Comissão Organizadora Patrocínio Palestras Apresentações orais Painéis ...
Read more

Abstracts Professional Regulation - The Portuguese Case

Abstracts Professional Regulation - The Portuguese Case This communication intends to present the characteristics of the professional regulation ...
Read more

The Palisade Users Conference

The world's most widely used risk analysis tool. Avoid risk by using Monte Carlo simulation to show possible outcomes in your Microsoft Excel spreadsheet.
Read more