advertisement

Resumo cultura segurança com base teoria reason por alexandre roque

25 %
75 %
advertisement
Information about Resumo cultura segurança com base teoria reason por alexandre roque
Education

Published on March 8, 2014

Author: alexandrerroque

Source: slideshare.net

Description

Resumo treinamento de cultura de segurança e teoria de Reason Revisada e curva Bradley
advertisement

Cultura de Segurança e a Teoria de Reason Revisada “Como acontecem os acidentes e como podemos preveni-los” Engenheiro Alexandre Rogerio Roque

Teoria do Queijo de Reason Estudando a teoria do queijo suíço de Reason, ampliado por Giovanni Moraes, realizei uma revisão incluindo as falhas ativas com os estados e desvios/erros críticos que levam aos acidentes, afinal, como sempre digo: “O homem é a última barreira para evitar o acidente, mas o ser humano falha", um olhar amplo de “Como acontecem os acidentes e como podemos preveni-los” Engenheiro Segurança Trabalho - Alexandre Rogério Roque

Teoria de Queijo Suíço - Reason Engenheiro Alexandre Rogerio Roque

Teoria de Queijo Suíço Ampliado por Giovanni Moraes Engenheiro Alexandre Rogerio Roque

Teoria de Queijo Suíço Revisado por Alexandre Rogerio Roque Engenheiro Alexandre Rogerio Roque

As falhas latentes e ativas que são as causas dos acidentes Engenheiro Alexandre Rogerio Roque

O que essas causas têm em comum?  São Desvios dos Padrões aceitáveis de desempenho, normas, procedimentos, bom senso. Definição de um princípio: Todo Acidente foi causado necessariamente por um ou mais desvios de padrões Mas nem todos os desvios de padrões geram acidentes. Engenheiro Alexandre Rogerio Roque

Exemplo de fluxograma de acidente com lesão Desvios de Padrões Perigo/ Riscos Acidente com lesão Evento sem lesão, sem danos materiais ou perda de tempo

Um setor tem o risco de projeção de partículas, onde é obrigatório o uso de Óculos de Segurança Funcionário sem óculos na área Desvios de padrões Projeção de partículas Perigo/ Riscos Não atinge o olho Evento sem acidente com lesão Funcionário sem óculos na área Projeção de partículas Atinge o olho Desvios de padrões Perigo/ Riscos Acidente com lesão

Um setor tem o risco de projeção de partículas, onde é obrigatório o uso de Óculos de Segurança Funcionário sem óculos na área Desvios de padrões Projeção de partículas Perigo/ Riscos Não atinge o olho Evento sem acidente com lesão Funcionário sem óculos na área Projeção de partículas Atinge o olho Desvios de padrões Perigo/ Riscos Acidente com lesão

DESVIOS DE PADRÕES X POSIÇÃO E TEMPO Os desvios dos padrões aceitáveis de desempenho, normas, procedimentos, bom senso, são EVENTOS, podem levar ou não a um ACIDENTE. No exemplo da figura, o tempo e posição do funcionário é que evitou o acidente. O controle da POSIÇÃO e do TEMPO é uma ação de difícil controle em qualquer sistema de gestão de segurança, por isso devemos evitar os desvios de padrões, além dos controles dos riscos através do EPC/ EPI.

DIFÍCIL MAS NÃO IMPOSSÍVEL - POKA -YOKE

O acidente é resultado de uma dinâmica variada e complexa de eventos que se sucedem no tempo, podendo estar relacionados entre si ou não

Os acidentes ocorrem quando um ou mais desvios de padrões, normas, procedimentos ou bom senso que formam o conjunto de barreiras que impedia que o acidente ocorresse, falham e se alinham por “coincidência” no mesmo espaço e no tempo ocasionando o acidente.* * Um ou mais desvios podem estar presentes ou ocorrendo a algum tempo no local do acidente, não necessitam ocorrer simultaneamente, mas é necessário estarem ao mesmo tempo e momento na hora do acidente. Treinamento Procedimento Medidas de Engenharia Treinamento/ Procedimento Lay Out/ Engenharia Motivação Incorreta Motivação Correta Condição Ergonômica

Evolução da Taxa de Frequência x Maturidade Curva de Bradley Engenheiro Alexandre Rogerio Roque

Cultura de Segurança X Disciplina e Flexibilidade Engenheiro Alexandre Rogerio Roque

Cultura de Segurança e teoria do queijo ampliada e revisada Alta Direção, Gerentes e Supervisores: Assumir a Responsabilidade pela Segurança Gestão dos Riscos Gestão Adequada da Manutenção Conhecimento técnico e desenvolver o tácito Delegar Dar Autonomia Dar poder Desenvolver o Hábito Seguro Funcionários: Assumir a Responsabilidade por sua Segurança Participação (Relatos, Melhoria, Recusa Tarefa Risco, etc) Autonomia (Desenvolver a disciplina interna) Assumir a delegação (Participar na elaboração das normas e regras para internalização e comprometimento Poder (Todo adulto, maduro, pode e deve ser trazido para o processo de modificação cultural e ser chamado à responsabilidade pela sua segurança e da equipe) Assumir um Hábito Seguro

Treinamento e Palestras  Alexandre Rogerio Roque  Alexandre.roque@ig.com.br  (12) 99180-9159 Engenheiro Alexandre Rogerio Roque

Add a comment

Related presentations