Qualidade, recuperação, visibilidade e acesso à informação científica

50 %
50 %
Information about Qualidade, recuperação, visibilidade e acesso à informação científica

Published on May 11, 2016

Author: bibliotecacentralufrgs

Source: slideshare.net

1. Especial: Educação em ciências

2. Sumário 0 Qualidade, recuperação, visibilidade e acesso à informação científica 0 Conceitos 0 Ferramentas 0Recuperação: 0 Cobertura das bases de dados 0 Recursos de indexação 0 Implicações na revisão da literatura e na elaboração de artigos 0Visibilidade 0 Acesso aberto 0 Preenchimento correto do Lattes 0 Identificadores digitais para nomes de autores 0 Identificação precisa da afiliação institucional 0 Perfis de autores e redes sociais 0 Indicadores 0 Qualis CAPES

3. Qualidade da informação científica 0 A medida que a publicação contribui para o avanço do conhecimento científico em certo campo de pesquisa 0 Preenche uma lacuna de conhecimento do campo 0 Descobre uma lacuna de conhecimento do campo

4. Qualidade: as contribuições podem ser de naturezas diversas Teórica Técnica Empírica Metodológica

5. 1ª instância de avaliação da qualidade: A avaliação por pares 0 A qualidade de uma publicação está diretamente relacionada com o rigor aplicado na avaliação por pares 0 Editores-chefe competentes e de prestígio 0 Revisores ad-hoc experientes nas temáticas tratadas pela publicação 0 Publicações notórias pelo rigor na avaliação, não apenas da originalidade da contribuição, como da qualidade do texto:

6. J Bohannon Science 2013;342:60-65

7. J Bohannon Science 2013;342:60-65 LIST OF PUBLISHERS Beall’s List: http://scholarlyoa.com/publishers/

8. 2ª instância de avaliação da qualidade: A citação nas publicações subsequentes 0 Premissas: 0 Todo resultado de pesquisa precisa ser comunicado (=publicado) 0 Todavia, “Publish or Perish” is not enough 0 A contribuição relevante não é apenas publicada, mas é lida e utilizada por outros cientistas, é, enfim, citada. http://blogs.bmj.com/bmj-journals-development-blog/category/authors/ http://howtopublishinjournals.com/

9. http://www.wu.ece.ufl.edu/papers/publishORperish /publishORperish.htm

10. Ética científica 0 No momento da submissão do artigos: 0 Autores declaram a responsabilidade intelectual de cada um dos autores

11. A conhecida metáfora do Iceberg para pensar essas três dimensões da produção científica : qualidade, recuperação e visibilidade. #iceberg1

12. Diferentemente de tempos anteriores, na Era Google, pode-se dizer, grosso modo: tudo é recuperável! #iceberg2 Hoje

13. Recuperável, mas, não necessariamente, visível! #iceberg3

14. Qualidade versus visibilidade

15. Qualidade versus visibilidade

16. Milhõooooooes de documentos: Quantas páginas você percorre?

17. Ferramentas de RECUPERAÇÃO da informação científica http://static.guim.co.uk/sys-images/Guardian/Pix/pictures/2012/9/25/1348577593474/Data-Base-sculpture.-Word-008.jpg

18. Alguém já publicou sobre o meu tema de pesquisa ???????????????????????????????????????????????????????????? Quem responde essa pergunta são as bases dados bibliográficas http://www.periodicos.capes.gov.br/

19. Alguns componentes básicos de um sistema de recuperação da informação 0 Cobertura 0 Critério de seleção 0Seletivo 0Exaustivo 0 Abrangência temática 0Multidisciplinar 0Especializada 0 Recursos de indexação 0 Referências 0 Terminologia por controle de vocabulário

20. Duas formas de identificar documentos tematicamente relacionados 0 Adoção de terminologia semelhante 0 Citação de referências comuns

21. Ferramentas de RECUPERAÇÃO Mais importantes Exemplos

22. Um artigo, duas bases de dados: Web of Science 3 ferramentas para localizar artigos semelhantes pelas referências comuns 1 2 3

23. Um artigo, duas bases de dados: Eric 24 termos que representam o assunto

24. Capacitações para conhecer mais sobre as bases de dados

25. Questionamentos obrigatórios sobre a recuperação da informação 0 1º Momento: quando você revisa a literatura 0 Estou olhando a base de dados adequada para os temas e tipos de documentos que procuro? 0 Estou utilizando os termos adequados para expressar meu tópico de pesquisa quando busco a informação? 0 Estou explorando os recursos de recuperação para localizar documentos com referências comuns e citações aos artigos que considero importantes?

26. Questionamentos obrigatórios sobre a recuperação da informação 0 2º Momento: quando você escreve seu artigo 0 Estou escrevendo o título, o resumo e as palavras-chave com os termos mais significativos do meu tema de pesquisa ? 0 Estou contemplando possíveis variações terminológicas para os conceitos tratados? 0 3º Momento: quando você submete seu artigo 0 Estou submetendo meu manuscrito para uma revista coberta pelas bases de dados importantes para a minha área? 0 A revista em questão é lida pela comunidade que pretendo atingir?

27. Ferramentas de VISIBILIDADE da informação científica http://www.onque.com.au/insights/wp-content/uploads/2013/01/facebook-graph-search.jpg

28. Acesso aberto

29. Acesso aberto como ferramenta de visibilidade

30. Opções de acesso aberto Taxa de Acesso Aberto no momento da publicação Política de auto- arquivamento

31. Informações sobre política de auto-arquivamento

32. Os dois lados do acesso aberto: quando você disponibiliza sua pesquisa em acesso aberto Artigos escritos por ou em colaboração com docentes ou técnico-administrativos da UFRGS *************************** Depósito na Biblioteca da respectiva Unidade

33. Os dois lados do acesso aberto: Quando você busca um artigo

34. Evidências do acesso aberto sobre o impacto do artigos MIGUEL, S.; CHINCHILLA-RODRIGUEZ, Z.; DE MOYA-ANEGÓN, F. Open access and Scopus: A new approach to scientific visibility from the standpoint of access. Journal of the American Society for Information Science and Technology, v. 62, n. 6, p. 1130–1145, 11 jun. 2011.

35. Preenchimento correto do seu Lattes

36. Lattes, DOI e Indicadores de produção Preenchimento

37. Identificadores digitais

38. Ferramentas de VISIBILIDADE/Recuperação(1) Ao invés disso, um número: 0000-0001-9723-9576 Variações do nome do autor

39. Identificadores digitais de autores em diferentes bases de dados Integrados com a

40. ORCID (Open Reseacher & Contributor ID) www.orcid.org Vinculado à Scopus e ao Researcher ID Integração com diversas bases de dados Apresenta lista de publicações e classifica por data, tipo e título. Código numérico não proprietário

41. ORCID (perfil) Publicações Dados do autor

42. ORCID (cadastro)

43. Researcher ID www.researcherid.com Vinculado ao ORCID Integração somente com Web of Science e Endnote Acompanha citações e índice H Código numérico proprietário Identifica colaboradores

44. Na linha da precisa identificação: cuidado com seus dados de afiliação

45. Você quer atuar numa instituição que já produziu... ... 9.264 artigos científicos? ... 12.755 artigos científicos? ... 20.605 artigos científicos? ... 33.870 artigos científicos?

46. 33.870 artigos científicos

47. ... quando um pesquisador busca pelo nome de nossa Universidade,

48. Produção científica do Hospital de Clínicas indexada na Scopus, mas não é informada como produção da UFRGS

49. Redes Sociais

50. Ferramentas de VISIBILIDADE/Recuperação(2) E as redes sociais: Research Gate Academia edu Linked In Slideshare Facebook Twitter

51. O Qualis CAPES para “periódico” Avaliação da produção científica na pós-graduação

52. O Qualis CAPES para “periódico” 0 É o conjunto de procedimentos utilizados pela Capes para estratificação da qualidade da produção intelectual dos programas de pós-graduação. 0 O Qualis afere a qualidade [sic] de um artigo pela qualidade [sic] do periódico científico que o publicou. 0 A classificação de periódicos é realizada pelas áreas de avaliação e passa por processo anual de atualização. 0 Os periódicos são enquadrados em estratos indicativos da qualidade [sic] - A1, o mais elevado; A2; B1; B2; B3; B4; B5; C - com peso zero. 0 Um mesmo periódico, ao ser classificado em duas ou mais áreas distintas, pode receber diferentes avaliações. 0 O aplicativo que permite a classificação e consulta ao Qualis é o WebQualis.

53. Informações sobre a avaliação na página da CAPES

54. Qual é o Qualis de um periódico?

55. Critérios e enquadramento em estratos Critérios Qualis Classificação

56. Bases que indexam os periódicos importantes para a área de avaliação “ensino” da CAPES

57. O desafio em termos de indicadores 0 A avaliação capaz de considerar as diferenças existentes entre as várias (sub-)áreas 0 Desenvolvimento de indicadores que valorizem os periódicos de qualidade que tratam de problemas regionais 0 Indicadores econômicos e sociais não estão contemplados por nenhuma dessas fórmulas 0 eles podem estar subjacentes, mas não diretamente medidos

58. Para concluir retomando os pontos anteriores 0 Recuperação 0 Divulgue seus resultados de pesquisa em periódicos indexados em bases de dados internacionais 0 Redija seu texto de forma a ampliar a recuperação de seu trabalho em bases de dados 0 Visibilidade 0 Existem muitas estratégias de visibilidade, utilize-se delas 0 Todavia, nenhuma ferramenta pode superar as deficiências de qualidade de uma contribuição 0 Indicadores 0 Existem muitas fórmulas, existem muitas fontes, nem sempre as agências lidam bem com essa diversidade 0 As citações ao seu trabalho são um indicador de impacto mais importante do que o Fator de Impacto do periódico que você publica

#iceberg2 presentations

Add a comment