Psicologia _ KOGUEN gouveia

50 %
50 %
Information about Psicologia _ KOGUEN gouveia
Education

Published on August 17, 2013

Author: KoguenGouveia

Source: slideshare.net

Description

Escolas da psicologia moderna.

A Era Moderna se estabeleceu com o RENASCIMENTO (séc. 16) : o feudalismo deu lugar ao capitalismo

Do Renascimento, surgiu o humanismo : a civilização europeia estava em transição ENTRE • Valores teocentristas • Valores antropocentristas

Após 1650, a modernidade foi marcada pelo ILUMINISMO ou seja, “A RAZÃO ILUMINA”

Para os iluministas cada um deveria pensar por si próprio, pregavam uma sociedade “livre”, com oportunidades iguais para todos.

• Achavam que da natureza deveriam ser extraídas as riquezas (economia) dos países, e que cada indivíduo deveria procurar lucro próprio, o que geraria um bem-estar na civilização. • Para isso a natureza tinha de ser conhecida e controlada > CIÊNCIA

O MODERNISMO faz a distinção entre: • SUBJETIVO: se refere ao sujeito / consciência do conhecimento, aquele que conhece > subjetividade é a vida interior do sujeito. • OBJETIVO: o que existe independentemente do que se pensa sobre um objeto.

São subjetivas as sensações das coisas (quente, frio, cores), pois são propriedades sujeitas a interpretações do objeto.

Descartes (1596-1650) formulou: “penso, logo existo” : todo conhecimento parte da autopercepção do sujeito; consciência/pensamento. O pensamento leva à verdadeira existência do sujeito e do objeto.

Seu método para adquirir conhecimento NÃO passa pela experiência. ( experimento ou observação de um objeto real ) e SIM, acerca do que se pensa sobre o objeto real.

A partir de Descartes, a ciência: deixou de adequar o pensamento ao objeto real e passou a buscar a coerência nos sistemas, interno e externo (teoria das partes e do todo) . _ A quantificação e o objetivismo passaram a ser ideais da ciência _

W. Wundt publicou “Contribuições para a Teoria da Percepção Sensorial” (1858) e estabeleceu a psicologia moderna, obra na qual: • Define objetos de estudo (percepção, consciência, comportamento etc.) • Delimita seu campo (diferenciado-a da filosofia e da fisiologia) • Formula métodos (de estudo e teorias)

• As primeiras escolas em psicologia se desenvolveram nos EUA : Funcionalismo Estruturalismo Associacionismo

FUNCIONALISMO ( William James _ 1842-1910 ) • Objeto: o funcionamento da consciência • Método: introspeccionismo. • Objetivo: responder, às exigências de uma sociedade, as introspecções : O que fazem os homens ? Por que o fazem ?

ESTRUTURALISMO ( Wundt e Titchner ) • Objeto: estruturas da consciência, tais como o sistema nervoso central e o autônomo. • Método: observação e experimentação; os conhecimentos psicológicos são produzidos em laboratório.

ASSOCIACIONISMO ( Thorndike ) • Objeto: comportamento • Método: observação e experimentação • Teoria pioneira: a aprendizagem ocorre por associação de ideias • Lei do Efeito: todo comportamento tende a se repetir se for recompensado, ou a se repelir se for castigado. Pelo efeito, o organismo associa situações e generaliza a aprendizagem. ( apertar um botão de um rádio = música etc. )

• o Associacionismo • o Estruturalismo • e o Funcionalismo deram lugar às três eminentes escolas do século XX: Behaviorismo, Gestalt e Psicanálise

BEHAVIORISMO ( Watson,1913 _ funcionalista ) • Objeto: comportamento > a unidade básica associacionista Estímulo-Resposta ( S-R ) • Princípio fundamental: objetividade. Estuda o comportamento separando consciência / subjetividade. • Método experimental: o comportamento é observável, mensurável e sob algumas condições previsto e reproduzido.

O Behaviorismo utiliza o método experimental para investigar comportamentos: resposta (R) a um estímulo (S) do meio • O objeto de estudo é a unidade básica associacionista Estímulo-Resposta (S-R) no universo comportamental. • Conclui: a aprendizagem humana advém do Estímulo-Resposta ao longo da vida.

SKINNER (1904 -1990) (nome mais conhecido na Psicologia Experimental) Partiu do conceito de condicionamento respondente e formulou o condicionamento operante.

CONDICIONAMENTO RESPONDENTE são reflexos incondicionados : independem da aprendizagem. Ex. contração da pupila; movimentos peristálticos. PAVLOV pioneiro em experimentos de condicionamento respondente e de reflexos condicionados (utilizou cães)

EXPERIMENTO DE PAVLOV • Estudou o estímulo a uma resposta reflexa: carne > salivação • Associou: salivação > toque de campainha > carne (estímulo) Após repetidas associações o cão associa a campainha a carne e passa a salivar, incondicionalmente. • Reflexo incondicionado: salivar com carne • Reflexo condicionado: salivar com campainha

O condicionamento operante de Skinner surgiu da Lei do Efeito de Thorndike (em que um comportamento tende a se repetir, ou não, conforme a recompensa ou castigo) O comportamento operante abrange qualquer tipo de comportamento humano.

Comportamento operante > interação sujeito-ambiente. Na relação RS há ação e consequência no comportamento que podem ser controlados por reforçamentos. Reforço > consequência que altera a possibilidade futura da resposta.

Experimento de Skinner • um rato é colocado com privação de água numa caixa. Por acaso bate na barra que libera uma gota de água. Finalmente, associa a ação de pressionar a barra com o efeito de conseguir água : R S. • Skinner conclui que o estímulo para as ações advém de consequências: a ação é motivada pelo o que se obtém nos resultados.

Reforço positivo: algo desejável que leva à repetição da ação (água > pressão na barra) Reforço negativo: algo indesejável que leva a repelir a ação (choque > pressão na barra) Ausência de reforços (parar de sair água com a pressão da barra) descondicionamento ou extinção de comportamento

Aprendizagem da generalização associação de estímulos classificados: aprende-se a responder às situações semelhantes > situações teóricas para situações práticas: contas. Aprendizagem da discriminação resultado de condicionamentos: aprende-se a diferenciar situações sociais distintas > regras de conduta de cada situação.

O método behaviorista RS mostra formas de MANIPULAÇÃO de um indivíduo em uma SOCIEDADE .

A Laranja Mecânica Stanley Kubrick (1962), do best-seller de Anthony Burgess. História de Alex: apreciador de Beethoven e Mozart) que pratica roubos, espancamentos, e estupros em Londres. O faz por puro prazer. Preso, Alex é usado num experimento chamado “Ludovico”, destinado a refrear impulsos destrutivos. Volta às ruas, totalmente regenerado, e passa a sofrer com aqueles que antes eram suas vítimas.

GESTALT PSICOLOGIA DA FORMA Objeto de estudo: comportamento Wertheimer,Koffka e Köhler estudaram a percepção das formas (processos psicológicos envolvidos na ilusão de ótica)

Na Gestalt entre o estímulo e a resposta está a percepção : ( a consciência individual que os behavioristas desprezaram por não ser possível seu controle científico ) A Gestalt questiona o Behaviorismo para o qual diz que há relação de causa e efeito entre o estímulo e resposta: sempre que há um determinado estímulo haverá uma resposta correspondente.

Outra crítica da Gestalt ao Behaviorismo: o comportamento perde seu significado se estudado de maneira isolada de uma amplitude maior. O todo está relacionado com as partes: quando apenas uma parte de um objeto me é oferecida à percepção, eu “vejo” o objeto inteiro por causa de uma tendência à restauração ao equilíbrio da forma, segundo um padrão global.

A Gestalt afirma : não se pode conhecer o todo através das partes, e sim, as partes através do todo. ( só através da percepção da totalidade é que o indivíduo pode decodificar e assimilar uma imagem ou um conceito )

Princípios da Gestalt : • uma parte é determinada em função do conjunto; • a organização do todo é determinada pela busca da boa forma no conjunto; • as partes de um todo interrelacionam-se (ex. bolha de sabão).

• A BOA FORMA: é uma combinação de elementos de simetria, estabilidade, simplicidade e equilíbrio suficientes para superar uma ilusão de ótica. Na figura abaixo não ocorre a boa-forma :

• A tendência em buscar a boa-forma leva à percepção da relação figura-fundo. Quanto “mais boa” for a forma mais se percebe a separação entre figura e fundo.

Para a Gestalt, o comportamento é determinado pela percepção e, portanto, pela lei da boa forma. A percepção da boa forma leva a uma realidade subjetiva.

CAMPO PSICOLÓGICO forças psicológicas que levam à procura da boa forma quando a situação não está bem estruturada. Esse processo ocorre segundo os princípios de proximidade, semelhança e fechamento.

Proximidade: Semelhança: Fechamento:

INSIGHT lampejo abrupto de percepção de uma figura-fundo, ou seja, a relação da parte com o todo. Aprendizagem: compreensão do objeto como parte de um todo, onde o insight deve ser buscado > leitura de um logotipo por uma criança que ainda não sabe ler : ela “lê” o todo antes de aprender que esse todo é composto por partes/letras.

ILUSÃO DE ÓTICA

FIGURA FUNDO ILUSÃO DE ÓTICA

FIGURA FUNDO

FIGURA FUNDO

Add a comment

Related presentations

Related pages

Kogen Gouveia | LinkedIn

Koguen Gouveia, pseudônimo ou nome de batismo recebido pela Escola Soto Zen, iniciou os estudos sobre Budismo aos 19 anos no Templo Theravada, RJ.
Read more

Educação do olhar Rubem Alves - Documents

Estudo em Pedagogia ... Close Share Educação do olhar Rubem Alves
Read more