POSTER Cidades e Regiões Bike-friendly

50 %
50 %
Information about POSTER Cidades e Regiões Bike-friendly
Technology

Published on July 10, 2014

Author: ClusterBicicleta

Source: slideshare.net

Description

A Plataforma Tecnológica da Bicicleta e da Mobilidade Suave resulta do crescente interesse que o tema da bicicleta e mobilidade suave tem vindo a ganhar na Universidade de Aveiro enquanto objeto de I&D. Resulta, igualmente, do facto da bicicleta ter uma forte implantação na Região, quer pelo seu uso diário, quer pela sua produção industrial, quer ainda pelo desenvolvimento de projetos municipais inovadores.

competências Planeamento e organização do território e da mobilidade Criação de redes de actividades espacialmente referenciadas (redes) Envolvimento de atores organizados (economia, educação, saúde) e informais (cidadãos e movimentos de cidadãos Conceção de políticas públicas desafios Definição de redes de infra-estruturas cicláveis (local, regional, nacional e europeu) Gestão da mobilidade (modos de transporte) Animação do uso do espaço público para bicicleta (economia) Dinamização do uso da bicicleta (social) Articulação institucional / bicicleta na região de Aveiro A sub-região Baixo-Vouga NUT III é aquela onde, em Portugal, mais pessoas andam regularmente de bicicleta – um valor oito vezes superior à média nacional – 3,9% contra 0,5% (INE, 2011) localizando-se aqui o concelho com maior número de utilizadores em termos relativos, a Murtosa com 17%, e os cinco concelhos com maior valor em termos absolutos, Ílhavo, Aveiro, Estarreja, Ovar e Murtosa, com 2.160, 1.351, 996, 935 e 893 utilizadores da bicicleta, respectivamente. Mais de metade da população da região tem uma bicicleta em casa (535 bicicletas por mil habitantes), valor superior à taxa de motorização média - 502 veículos/1.000 habitantes. Assinala-se ainda o facto de, em média, 29% das pessoas da região admitirem poder utilizar a bicicleta nas suas deslocações quotidianas (valores variam de 7% em Sever do Vouga até 37% e 42% na Murtosa e Ílhavo, respectivamente), estando dependente da melhoria e expansão da rede ciclável (57%), melhoria das condições dos pavimentos (17%), aumento da segurança rodoviária (6%) e redução do tráfego rodoviário (2%) (PIMTRA,2012). Merecem destaque, pelo seu carácter e relevância, um conjunto de infra- estruturas e equipamentos envolvendo a bicicleta e a mobilidade, dos quais se destaca a ciclovia da Ria – Pólis, a Bicicleta Eléctrica de Águeda, o Velódromo de Sangalhos e o Centro de Alto Rendimento de Ciclismo, e as dinâmicas de empreendedorismo e criação de novos produtos e serviços. / Murtosa Ciclável CONCEITO Mobilidade sustentável’ como um desafio para o desenvolvimento local: · valorizando os recursos naturais e o património; apoiando cultura e identidade; promovendo meios de transporte saudável; e, no caminho, explorando oportunidades económicas. MÉTODO · Construir sobre dinâmicas e experiências semelhantes – BioRia; · Inspirados em experiências e redes internacionais; · Envolver parceiros locais, regionais e nacionais (fortalecer o quadro social e institucional de suporte) · Experimentação ‘orientada’ (aprender fazendo, mas com um quadro de referência- NaturRia, Fóruns Murtosa Ciclável Conjunto de investimentos alinhados em torno do tema ciclável (pistas cicláveis ribeirinhas, centro de interpretação, sinalização, Porta da Ria,…) Organização de um conjunto de eventos (7 Fóruns Murtosa Ciclável; Volta à Murtosa em Bicicleta); / bicicleta em Portugal É também na região que está instalado o sector nacional de produção das duas rodas e sediada a sua associação nacional (ABIMOTA). Em 2012 venderam-se, em Portugal, mais bicicletas que automóveis (113.408 automóveis e 350.000 bicicletas), segundo dados da Associação Europeia da Indústria de Bicicletas (COLIBI) e da Associação Industrial Europeia de Duas Rodas e Acessórios (COLIPED) e, em termos europeus, a indústria portuguesa está no TOP 5 da produção de acessórios e componentes de bicicletas e no TOP 7 da produção de bicicletas (European Bicycle Industry & Market Profile 2012), sendo que uma parte significativa dessa produção industrial está na região de Aveiro. O tema da bicicleta e da mobilidade em bicicleta tem vindo a assumir um crescente interesse em termos de política pública nacional, o que pode ser comprovado pela elaboração pelo Governo do Plano de Promoção da Bicicleta e Outros Modos Suaves 2013- 2020, concluído recentemente pelo IMTT, e ainda pelo facto da mobilidade sustentável estar identificada no Acordo de Parceria 2014-2020 como um dos temas estratégicos. / Cicloria · Candidatura ao Programa ‘Valorização do Território’ - Acções Inovadoras para a Acessibilidade e Mobilidade Urbana (POVT) - valorização dos modos suaves numa perspectiva inovadora – promover o uso, animando e qualificando a infra- estrutura; · Articulou três municípios (Murtosa, Estarreja e Ovar) OBJECTIVOS E ACTIVIDADE · Promover a mobilidade ciclável na região e o uso da bicicleta; · Conceber uma rede de percursos cicláveis (175 Km de extensão) e sinalética · Ligar Ambiente, Cultura e Economia (valorizando conhecimento científico) · Articular educação e ambiente/saúde/mobilidade · Combinar ciência & tecnologia com o território · Diversificar a ligação universidade/empresa (empreendedorismo no domínio na mobilidade ciclável e áreas afins) European Bicycle Industry & Market Profile (2012) COLIBI, the Association of the European Bicycle Industry and COLIPED, the Association of the European Two-Wheeler Parts' & Accessories' Industry Mapeamento do valor económico da bicicleta (ABIMOTA e UA, 2014) RECONHECIMENTO MEDIÁTICO E INSTITUCIONAL · Murtosa - Prémio Nacional ‘Mobilidade em Bicicleta’ 2009 · Visita da Presidência da República no Roteiro das Comunidades Inovadoras · Atribuição da organização do IX Congresso Ibérico e da X Semana do Ecoturismo em 2014 (Union Européenne de Cyclotourisme; Reconhecimento da comunidade (identidade). RESULTADOS (SEMENTES) · Importância do lazer ciclável para a economia regional (turismo); · Criação de produtos e eventos (Festival Ciclável da Ria de Aveiro) e apoio ao empreendedorismo; · Trabalho institucional sub-regional; · Organização do conhecimento útil à promoção da mobilidade ciclável de lazer (e TICE);

Add a comment

Related presentations

Presentación que realice en el Evento Nacional de Gobierno Abierto, realizado los ...

In this presentation we will describe our experience developing with a highly dyna...

Presentation to the LITA Forum 7th November 2014 Albuquerque, NM

Un recorrido por los cambios que nos generará el wearabletech en el futuro

Um paralelo entre as novidades & mercado em Wearable Computing e Tecnologias Assis...

Microsoft finally joins the smartwatch and fitness tracker game by introducing the...

Related pages

Plataforma Tecnológica da Bicicleta e Mobilidade Suave ...

ua, campus bike-friendly; sistemas coletivos de bicicletas partilhadas; valor económico da bicicleta; ... cidades e regiões bike-friendly . Competências.
Read more

Cidades de Nova Iorque Pôsters na AllPosters.com.br

Cidades de Nova Iorque Pôsters na AllPosters.com.br. Mais de ... Regiões do mundo. Estados Unidos ... New York City (Empire State Building, Sunset) Art ...
Read more

G1 - 'Cidades de papel', baseado em obra de John Green ...

'Cidades de papel', baseado em obra de John Green, ganha primeiro pôster Do autor de 'A culpa é das estrelas', ... regiões; Acre; Alagoas; Amap ...
Read more

Revolução urbana – Wikipédia, a enciclopédia livre

... história e antropologia do mundo antigo para designar o surgimento das primeiras cidades, ... a revolução urbana também se deu em outras regiões ...
Read more

Viagem Pôsters na AllPosters.com.br

Travel Giant Posters; Viagem - sacolas; Viagem (Baralhos) Viagem (Marcadores de livro) ... Regiões do mundo; África; América Central; América do Sul ...
Read more

Regiões em Port Townsend | Facebook

Descubra Regiões em Port Townsend com a ajuda dos seus ... plus very motorcycle and bike friendly with bike exclusive parking in multiple locations on ...
Read more