Plano de Governo Participativo. Artur Messias 13.

50 %
50 %
Information about Plano de Governo Participativo. Artur Messias 13.

Published on September 24, 2016

Author: banastassakis

Source: slideshare.net

1. MESQUITA ARTUR MESSIAS PREFEITO 13 GOVERNO PARTICIPATIVO VICE TAFFAREL PLANO DE 2016

2. ADEMAR G MELO, ADOLFO CORDEIRO DA SILVA. ADRIANA. ADRIANA CAMARGO. ADRIANO DO NASCIMENTO TAVARES. ADRIANO SAMPAIO. AIRTON DOS SANTOS, ALBEA REGINA. ALBEA SOUZA. ALBERTO DA SILVA COSTA. ALCEBIADES FONSECA, ALESANDRO. ALESSANDRA PINTO. ALEX DE ASSIS OLIVEIRA. ALEX FELIX ALEXANDRE DO NASCIMENTO ALEXANDRE OLIVARES. ALICE PEIXOTO, ALINE CORRSAIS. ALLAN RODRIGUES BELARMINO. ALMIR DE QUEIROZ. ALTAMIR GOMES PINHEIRO. ALVARO ALVIM. ALVARO GOMES PEREIRA. ALVARO MACIEL. ALYNE BARCELOS. AMILTON CORDEIRO. ANA O DA SILVA. ANA CRISTINA. ANA CRISTINA ROCHA CARVALHO. ANA DO CARMO PESSOA. ANA LETÍCIA NOVAES O RAMOS. ANA LUCIA CARDOSO BARRETO. ANA LUCIA RIBEIRO SILVA. ANA LUCIA SOMMA QUARESMA. ANA MARIA. ANA MARIA DE LOURDES ... ANA NERI M. DE SOUZA. ANA PAULA CABRAL. ANA PAULA CARDOSO, ANA PAULA MENDES DA SILVA. ANA PAULA VITORINO DE ANDRADE. ANDERSON CARVALHO CHAVES. ANDERSON ARAUJO, ANDERSON DOS SANTOS. ANDERSON PEREIRA TRINDADE. ANDERSON PONTES NUNES. ANDRE REZENDE. ANDREA OLIVER. ANDREIA. ANGELA COUTINHO PEREIRA. ANTONI DOS SANTOS.ANTONIELI NUNES SEPULVEDA. ANTONIO. ANTONIO CARLOS. ANTONIO CARLOS V. DE MATOS. ANTONIO GONÇALVES COELHO FILHO. ANTONIO OLIVEIRA DE MATOS. ANTONIO PAIXÃO. ANTONIO SOUZA DA SILVA. ANTONIO TOMOAKE KIYUZATO. ARIADNA DE O COSTA. ARLINDO VIZINHO. ARQUIMEDES. ARTUR MESSIAS. AUGUSTO SILVA DE OLIVEIRA. BENÉ ALVES. BENEDITO. BETHANIA. BITTENCOURT. BIANCA OLIVEIRA. BIANCA SOUZA. BINHO FURTADO. BRUNA DO NASCIMENTO. BRUNO ANASTASSAKIS. BRUNO AUGUSTO FERREIRA DE BARROS. BRUNO BENEVIDES. BRUNO DE BARROS, BRUNO DINIZ. BRUNO DO CARMO S. CAMILA CEZÁRIO CABRAL. CARINE AQUINO DIAS. CARINE PEREIRA, RODRIGUES. CARLOS ALBERTO MARTINS. CARLOS ALEXANDRE DA SILVA SANTOS. CARLOS EDUARDO. CARLOS EDUARDO NASCIMENTO. CARLOS HENRIQUE. CARLOS LAURINDO. CARLOS LEONEL. CARLOS RODRIGUES DASILVEIRA, CARLOS SANTOS, CARMELIASOUZA, CARMEM LUCIAMARCIANO, CARMINHAPAIVA, CAROLINE DE SOUZA, CATIAJORDAO, CATIAPAURA, CELIACARDOSO, CESAR DICRÓ, CESAR SEGURANÇA, CHRIS VIDA, CHRISTIANE PEREIRA, CILMARA S. DE ARUJO, CIMAR P ROCHA, CINTHIA SANCHES DE OLIVEIRA, CLARA MARIA DE SOUZA, CLARA SILVA DE SOUZA, CLAUCIO PAÚRA, CLAUDIA BRAGGIO, CLAUDIA MARIA BADARÓ, CLAUDIA REGINA FREITAS, CLAUDIA SANTOS, CLAUDIO ALVES MARQUES, CLAUDIO AURELIO, CLAUDIO DE FREITAS ALMEIDA, CLAUDIO LEITE PAÚRA, CLAUDIO ROBERTO, CLECIO DA SILVA BISPO, CLEITON DA SILVA HENRIQUE, COSME, CRIS FONSECA, CRISLANE KELLY DA SILVA, CRISTIANE B. PEREIRA, CRISTINA SEPÚLVEDA, CYNTHIA MARCELLI DA SILVA. DALVAN MEDEIROS, DANI GUIMARAES, DANIEL ALVES LISBOA, DANIEL FRANÇA VIEIRA DA SILVA, DANIEL GUERRA, DANIELE MENDONÇA DELGADO, DANIELE RAMIRO, DAVI GUIMARAES, DEBORA CORREA, DEBORA GUIMARAES, DEBORA GUSMÃO, DEBORA MARIA GUIMARAES. DEISEMAR LOPES, DELUCIA DE C SILVA, DENISE FATIMA F. PINHEIRO, DENISE SAMPAIO, DEYSE MARA RIBEIRO DA SILVA, DIEGO DA SILVA, DILSON LEONARDO, DINAMARA P SILVA, DINEIA FATIMA... DINEIA MACHADO, DIRACINA NEVES PT, DIVA SANTOS DE FREITAS, DIVILENE D SOUZA, DORA MARIA C M CARDOZO, DOUGLAS COUTINHO, EDILENE SILVA DE JESUS, EDILEUSA P. DA SILVA, EDILMA CORDEIRO, EDILSA BERNARDO, EDMILSON , EDMILSON PEREIRA DE LIMA, EDMILSON SANTOS REIS, EDNA CORDEIRO, EDNA REGINA, EDNALVA PASSOS, EDNEIA M. AVELINO, EDSON AGOSTINHO, EDUARDA C RAMOS DA SILVA, EDUARDO DA CRUZ NEVES, EDUARDO LAGO, ELAINE CRISTINA A. CORREA CUNHA, ELAINE DOS SANTOS, ELIANE CAMILA, ELIANE DA SILVA, ELIANE RISPERI, ELISA FURTADO, ELISABETE MENEZES DOS SANTOS, ELISANE NASCIMENTO, ELISANGELA BERNARDES, ELISANGELA DA SILVA, ELISANGELA DE PAULO DA CRUZ, ELISANGELA TAVARES DE SOUZA, ELISANGELA VENANCIO CORREIA, ELIZABETE DINIZ SOARES, ELIZABETH SILVA DE SOUZA, ELKE FIGUEIREDO PEREIRA, ELZA VALERIA, EMILSON CEZARIO, ERANDO DE OLIVEIRA, ESTER DE OLIVEIRA, EVANDO G. DE OLIVEIRA, EVANILDA NIL DE ALMEIDA, EVERALDO SANTOS FILHO, EVERALDO VIEIRA, FABIANA B. FABIENNE, FABIO BRUNO, FABIO FERNANDO A PEREIRA, FABIO LIMA PEIXOTO, FABIO SOARES, FÁTIMA MONTANO (BABI), FATIMA REGINA COELHO, FELICIANO INACIO DA SILVA, FELIPE DE CARVALHO BUCHBINDER, FELIPE REZENDE DA SILVA,, FERNANDO DINIZ, FIOLA, FLAVIO, FRANCIANE J DE SOUSA MARQUES, FRANCISCA I MARQUES, FRANCISCO SALES ORTIZ SUAREZ, GABRIEL ALMEIDA OLIVEIRA, GABRIEL BISPO NASCIMENTO, GABRIEL DA SILVA CHAVES, GABRIEL SILVA MENDONÇA, GEDREL NASCIMENTO, GENARIO SOARES DE MOURA, GEORGE , GEOVANE DE OLIVEIRA, GERIMARIO M. DE SOUZA, GERSON DOS S MOUZINHO, GERSON E. DE SOUZA, GICELLE RODRIGUE SILVA, GILBERTO MATHEUS, GILMAR SOARES OLIVEIRA, GINA GIFFONI FERNANDES, GIZELI MIGUEL, GLADYS FARIAS, GRAÇAANDRADE, GUIOMAR ALVES, GUSTAVO LEITE, HELENA CRUZ. HELENA DA SILVA, HELENE ANASTASSAKIS, HINDENBERG S. HUGO LEONARDO DE MORAES, ILZA GOMES DE SOUZA, IRANY MIRANDA, IRENE CORDEIRO CABRAL, IRIS CARDOSO, IRLANDA C R PETROVICH. ISABELA DA S L VILELA, ISAIAS OLIVEIRA, ISMAEL CAMPOS DE OLIVEIRA, IVAN MACHADO, IVANETE COSTEMANI C. DE SOUZA, IVANETE DA S. MACHADO, JACIRA GONÇALVES DA COSTA, JAILTON ARAUJO, JAMES COSTA, JAMES NAKAN, JAMIL MALAFAIA, JANAINA, JANG DE OLIVEIRA, JANICE ALVES DE MOURA, JAQUELINE . JAQUELINE OLIVEIRA, JEAN REZENDE, JEFERSON JOSE B DE SOUZA, EFFERSON AMARO DA SILVA, JEFFERSON JACKSON SILVA JR, JENNIFER DOS SANTOS, JESSE DUTRA, JESSICA DOS S N CONCEIÇÃO. JESUS EMANUEL (JUCA), JHONSON DE ALMEIDA, JOACI DE SOUZA JUNIOR, JOANA DE OLIVEIRA, JOANA G. DE OLIVEIRA, JOAO DOMINGOS DOS SANTOS, JOÃO LUIS DA SILVA, JOÃO LUIZ QUINTANILHA, JOÃO NASCIMENTO T DOS SANTOS, JOÃO RICARDO ... JORGE DE OLIVEIRA, JORGE LUIZ BORGES DA SILVA, JORGE LUIZ M. SILVA, JORGE ROBERTO RIBEIRO BRAGA JUNIOR, JOSE, JOSE ANTONIO FRANCISCO, JOSE CARLOS DE ASSIS, JOSE CARLOS MARINHO, JOSE DE A ROCHA, JOSÉ EDUARDO, JOSE FERNANDO DA SILVA, JOSE FERREIRA SANTOS, JOSE I. FERREIRA FILHO, JOSE VICENTE DA SILVA, JOSEFA EDNES DIAS DA SILVA, JOSIAS GOMES DE OLIVEIRA, JOSILENE TOLEDO MARIANO, JOSIMAR SILVA DOS SANTOS, JU AVILA (JUDITE), JUAREZ CABRAL, JUAREZ GASPER, JUCA . JUCIARA COUTINHO, JUCILEA M. R. QUEIROZ, JUCYARA (NENEM), JUDITE DAS GRAÇAS MENDONÇA, JULIANA ROSA OLIVEIRA, JULIANA SOARES, JULIO CESAR, JULIO CESAR CAMARGO, JUPICIARA, JUSCILENE OLIVEIRA, JUVENAL FILHO, KAREN NUNES, KATIA PEROBELLI, KATIA PORTELLA, KATIA ROSA DA SILVA, LACYR FELIX, LAIR VIEIRA DOS SANTOS, LAIS A. SANTOS DO NASCIMENTO, LAIS CABRAL, LANE DA SILVA, LAUANDA ... LAURINDA SOARES, LEANDRO DE ASSIS, LEANDRO RODRIGUES, LEANDRO SOL , LENILSON M DE OLIVEIRA, LENIN FERREIRA CORTEZ, LEONARDO ALPHA, LEONARDO ASSIS (NADO), LEONARDO DOS SANTOS, LEONARDO ROSAS, LEONIDIA SILVA, LIDIANE MENEZES. LIGIA A FICHER. LILIAN DE OLIVEIRA. LILIAN REZENDE DA SILVA. LILISSANDRA DOS PIRROTO. LORENNA. LOUISE FURTADO. LUAN SANTOS NUNES. LUANA GOMES DE OLIVEIRA. LUANA SANTOS NUNES. LUCAS ASSIS. LUCI GONÇALVES. LUCIA CABRAL. LUCIA HELENA FIGUEIREDO. LUCIANA ALVES. LUCIANA C P DE OLIVEIRA. LUCIANO ARREPIA. LUCIANO FERREIRA JOSÉ. ,LUCIENE AUGUSTO DA COSTA. LUCIVANIA S DA C FRANÇA. LUDMILA QUEIROZ. LUIZ ANTONIO. LUIZ ANTONIO PETROVICH. LUIZ CARLOS DA CONCEIÇÃO. LUIZ CARLOS DOS SANTOS. LUIZ CLAUDIO C. XIMENES. LUIZ CLAUDIO DIS. LUIZ CLAUDIO MARTINS TEIXEIRA. LUIZ CLAUDIO S FERREIRA. LUIZ CLAUDIO XIMENES. LUIZ CLEZIO. LUIZ DE PAULA AMORIM. LUIZ FELIPE QUEIROZ. LUIZ HENRIQUE G. CANDEIAS. LUIZ OSWALDO CORREIA. LUIZA HELENA DA S LIMA. MAGAL LOPES. MARA BARCELOS. MARCEL CHAGAS. MARCEL RIBEIRO PENA. MARCELA RISPERI. MARCELA SIQUEIRA EDUARDO. MARCELO. MARCELO CARVALHO. MARCELO DE SOUZA GRADE. MARCELO DOS SANTOS SILVA. MARCELO FOREST. MARCELO ZANELATO. MARCIA CRISTINA ZANELATO. MARCIA INEZ. MARCIA LIAN DE OLIVEIRA. MARCIA REGINA L LIMA. MARCIO ALEXANDRE. MARCIO AREIAS. MARCIO PINHEIRO. MARCIO SANTOS. MARCIO VIEIRA. MARCOS AURÉLIO.MARCOS SARAU. MARCOS VINICIUS M DO ESPIRITO SANTO. MARIA LACERDA. MARIAANTONIA NOGUEIRA DE SANTANA. MARIAAPARECIDA DE SOUZA. MARIA DA L. NASCIMENTO. MARIA DA PENHA FREITAS. MARIA DAS GRAÇAS. MARIA DAS GRAÇAS A M PEREIRA. MARIA DE FATIMA GIL. MARIA DE FATIMA MARTINS. MARIA DE LOURDES. MARIA F DA CONCEIÇÃO. MARIA HELENA L RIBEIRO. MARIA ISABEL. MARIA JOSE DE SOUZA. MARIA LACERDA, MARIA NASCIMENTO. MARIA NASCIMENTO. MARIA P. S. CLAUDIANO. MARIA V. D. DA SILVA. MARIA VALMIRA DANTAS. MARIA VICENCIA CORDEIRO. MARILENE DE SOUZA. MARILENE S. SILVA. MARIO . MARIO DA SILVA QUEIROZ, MARIO JORGE. MARIO LUIZ GOMES. MARISANGELA. MARISE GERALBERTO. MARIZIA GABRIEL ZANELATO. MARLI BARBOSA DA SILVA. MARLON ARAUJO. MARLUCE. MARQUINHO. MARTINS LONTRA. MARVIN MACIEL. MATEUS FERNANDO P. VIEIRA. MATEUS PHELIPPE, MATHEUS DOS SANTOS. MAURO CESAR SIQUEIRA. MAURO FURTADO. MELANDE PEREIRA. MELISSA FIGUEIREDO PEREIRA. MERINHA VALBON. MICHAEL CARNEIRO. MILENA DA SILVA. MIRO CORTEZ. MOISES DA SILVA. NADO (LEONARDO). NAIR. NANCY ROCHA. NATALIA HELEN. NATHALIA DE LIRA. NATHALIA V. S. SANTOS. NATHALIE CRISTINE. NATHALY C FICHER. NEA SENNA. NECI. NEIDE. NEIDE APARECIDA SOUZA. NEIDE CONCEIÇÃO DA SILVA. NILANDIO LEITE. NILCE DE MESQUITA. NILDA AZEREDO. NILSON (TUTU). NILSON DA SILVA FRAGAS. NILSON DANIEL. NIVEA M. G. FELIPE. NORBERTO BAPTISTA. OMAR PHILIPE TORRES. OSWALDO PIRRETO. OTAVIO ANTONIO. PATRICIA BARCELOS FERREIRA. PATRICIA BOTELHO G GUIMARAES. PATRICIA MONTEIRO. PAULA CRISTINA DE C SILVA. PAULA MOREIRA COSTA. PAULA RODRIGUES. PAULINE DA CRUZ DANTAS. PAULO CESAR DE SOUZA. PAULO CEZAR DA ROCHA . PAULO CEZAR S DOS SANTOS. PAULO FERNANDES NASCIMENTO. PAULO JORGE DA CRUZ. PAULO PAIXÃO. PAULO RENATO DE SOUZA. PAULO ROBERTO. PEDRO FERNADES DOS SANTOS. PEDRO H. DANTAS DA SILVA. PEDRO LACERDA. PEDRO ROBERTO DA SILVA. PREVERALDO VIEIRA. PRETAS COSTEMANI. PROCOPIO FARIAS. PROF MICHAEL. RAFAELALBUQUERQUE. RAFAEL SANTOS DA SILVA. RAFAELA DE SOUZA. RAIANE DE SOUZA LIMA. RAIMUNDO OLIVEIRA. RAMON S. OLIVEIRA. RAQUEL LOPES GIRANDA. RAQUEL VIEIRA. REGIMEIRE, REGINA A C SOUZA. REGINA CELIA SILVA. REGINA LUCIA G S GMACH. REGINA MARIA, REGINA VERONEZI. REINALDO DOS SANTOS. RENATA LIMA DA CRUZ. RENATA VICENTE DA SILVA. RENATO SILVA M. DE ANDRADE. RENNAN ANDRADE. RICARDO PASSOS. RICARDO VIEIRA. RITA DE CASSIA CARDOSO. RITA DE CASSIA DE JESUS FEITOSA. ROBERTA AMORIM RODRIGUES. ROBERTO ... ROBERTO DE LIMA. ROBERTO FRANCISCO DA SILVA. ROBERTO VIRGINIO DE LIMA. ROBSON MODESTO DE LIMA . RODRIGO CEZAR PIRES VERA. RODRIGO CLAUDINO DA SILVA. RONALD C E SILVA. RONALDO F DOS SANTOS. RONALDO TORRES BRAGA. RONI XAVIER DA SILVA. ROSA F. NEVES. ROSALINA FREITAS A DE ANDRADE. ROSANA RISPERI. ROSANE DE FREITAS. ROSANE DOS SANTOS. ROSANGELA CABRAL C PEREIRA. ROSANGELA DA SILVA CAMARGO. ROSANGELA SOARES. ROSANGELA VIEIRA DOS SANTOS. ROSELMA PENA VIEIRA. ROSEMAR AQUINO LOPES. ROZANA DE ARAUJO. ROZIVAL T TEVES. SAMARA DA SILVA HIGNEZ. SAMUEL DE MESQUITA. SANDRA ELIANA BARROSO. SANDRA FURTADO. SANDRA HELENA SANTOS. SANDRA NEVES. SANTOS DO PROJETO. SARA ASSIS. SEBASTIÃO COUTO DOS SANTOS, SEBASTIÃO F. ALVES. SEBASTIAO FILHO. SERGIO COIMBRA A LEMOS. SERGIO DA SILVA GONÇALVES. SEVERINA J NEVES BIZITA. SEVERINA P ALVES. SHEILA MARTINS. SILVANO XAVIER AZEVEDO. SILVIA PAIVA. SILVIO COLONIAL. SIMONE FATIMA DE MOURA. SOLANGE WENDY, SONIA ... SONIA MARIA DOS SANTOS. SONIA NEVES. SONIA PROVENÇANO. SONIA RUSEM. SUZI DE OLIVEIRA. TANIA REGINA CABRAL. TATIANE. TEDER DA SILVA G DE OLIVEIRA. TELMA DE C SILVA. TELMA NOGUEIRA. TERESA C. DA SILVA SANTOS. TEREZA SILVA DE OLIVEIRA. TEREZINHA MEDEIROS DANTAS. THALITA C. S. SANTOS. THAMIRES CABRAL. THAYELLE PESSOA. THAYLLA DO E PESSOA. THAYNA ABANARA. THIAGO CRUZ DA SILVA. THINO S DE SOUZA. TIAGO LIMA DA SILVA. TIANA. TOMMIX A. DOS SANTOS. ULISSES A GOMES. ULISSES SAMPAIO. VAGNER MEDEIROS DANTAS. VANDA BEZERRA TOLEDO. VANDER VIDAL. VANDERLEI F DINIZ. VANDERSON CLAUDINO. VANIA ABREU DE SOUZA. VANUSSA DO NASCIMENTO. VASSILIS ANASTASSAKIS. VERONICA MARIA BRANDAO. VICTOR HUGO DOS SANTOS. VILSON MOURA DE OLIVEIRA. VITOR DA SILVA. VIVIANE MENEZES. WAGNER W DE MELLO. WALDEMIR LUIZ. WALDIMIR DOS SANTOS. WALDIR DA CONCEIÇÃO. WALLACE DE OLIVEIRA. WALLACE SANCHES DE OLIVEIRA. WALTAIR DE PAULA. WANDENILZA DE SOUZA. WELLINGTON ALVES. WELLINGTON MARTINS. WENDEL SILVA. WERNECK DOS SANTOS. WESLEY MORAES DE LIRA. WESWLY SOUZA. WILLIAM DE MORAES. WILLIAM FERNANDES GOUVEA. WILLIAN CARNEIRO. WILMA DE O PEREIRA. WILSON ERIC DE ANDRADE. WLADIMIR DOS SANTOS. XIMENES. YAGO R ARMAND BRAGA. ZE CARLOS DO PARQUE CENTRAL. ZECA CARVALHO DO PT. ZIE CUNHA NETO. ZILTON NASCIMENTO. Publicação da Coligação “Reconstruindo Mesquita” (PT/PDT) Artur Messias – Prefeito 13 Taffarel – Vice Prefeito CNPJ Candidato: 09998520/0001-00 Secretaria da Campanha: Avenida Celso Peçanha, 320. Tel.: 3589-3288 Fanpage: www.facebook.com/arturmessiasdasilveira Redação e Coordenação Editorial: Artur Messias, Bianca Oliveira, Altamir Pinheiro, Louise Lopes, Marcelo Zanelato, Denise Pinheiro. Programação Visual: Bruno Anastassakis e Vassilis Anastassakis Fotografias: Acervo Artur Messias Coordenação do Programa de Governo Participativo: Alex Félix, Altamir Pinheiro, Artur Messias, Bianca Oliveira, Bruno Anastassakis, Carlos, Carlos Rodrigues, Daniel Guerra, Fábio Fernando, Feliciano Inácio, Gilmar Soares, Helene Anastassakis, Ismael Campos, James, Jessé Dutra, João Luís, Jorge Luiz, José Antônio, Júlio César Camargo, Kátia Perobelli, Laurinda Delgado, Louise Lopes, Luiz Provençano, Marcelo Zanelato, Nívea Félix, Paulo Renato, Paúra, Reinaldo Santos, Sebastião, Sílvio Omar, Ulisses Sampaio. EXPEDIENTE PARTICIPANTES DO PGP

3. Durante muitos meses, em 28 reuniões, mais de 900 pessoas se encontraram para discutir problemas dos seus bairros e temas de Políticas Públicas visando construir uma proposta pra melhorar a Cidade de Mesquita. Chamamos a isso de Programa de Governo Participativo. Primeiro se traçou um diagnóstico sócio- econômico-administrativo da cidade. Muitos técnicos nos assessoraram nessa tarefa. Foram momentos de aprendizado e reflexão. Posteriormente, auscultamos a população, seus anseios, suas necessidades e suas angústias. Anossa experiência a frente do Governo Municipal por 8 anos nos propiciou instrumentos de análise e entendimento dos complexos problemas que atingem à Administração Pública Municipal de Mesquita. Conhecemos muitos dos problemas que ameaçam nossa Cidade, mas sabemos também como encontrar soluçõesparagrandepartedessas dificuldades. Os debates que fizemos não nos tranquilizaram, mas pelo contrário, nos chamaram a atenção para o grau de complexidade d a s dificuldades q u e enfrentaremos. A c o n t e c e que quando aproximamos nosso ouvido dos clamores dos mesquitenses, nenhuma dificuldade pareceu nos impedir de lutar com todas as forças para entregar cada um dos compromissos que assumimos nesse Programa de Governo Participativo que agora chega as suas mãos. Éisso que nos move. A certeza de que podemos colocar as pessoas no centro da Administração Pública em Mesquita. Essa atenção especial aos mesquitenses começa antes, quando nos comprometemos com seus sonhos, suas esperanças e suas utopias. É isso que nos move. Saber que temos condições de contribuir com uma nova forma de governar, em que a transparência, o respeito ao povo, a probidade e a eficiênciasejamcaminhosseguros para oferecer condições de vida melhor para os habitantes dessa jovem progressista cidade. Ao mesmo tempo, a experiência acumulada em nossos dois mandatos e tudo que conseguimos fazer nos credencia a novamente conduzir a Administração da Cidade, com os pés no chão e com a certeza de que Mesquita pode ser uma Cidade com melhor qualidade de vida para todos. Artur Messias PORQUE ME COMPROMETO COM MESQUITA...

4. Há cerca de 500 anos, a região de Mesquita era habitada pelos índios Jacutingas, apelido este dado aos índios locais pelos colonizadores portugueses. Acredita-se que o nome possivelmente surgiu porque os índios locais se enfeitavam com penas de jacutinga, um tipo de ave parecida com a galinha e muito comum na região naquela época. Adecadência dos Jacutingas começou quando passaram a participar, junto com outras nações indígenas, de um movimento chamado Confederação dos Tamoios. O motivo deste movimento foi a revolta dos silvícolas diante da ação violenta dos portugueses, provocando mortes e escravidão. Na língua tupi, tamuya significa "o avô, o mais velho, o mais antigo". Por isso,essa Confederação de chefes chamou- se "Confederação dos Tamuya", que os portugueses transformaram em "Confederação dos Tamoios". Aguerra entre índios e portugueses, seguida de doenças contraídas pelo contato com o branco, dizimou centenas de índios, que lutaram para resistir à escravidão. O bairro de Jacutinga é o único em toda a Baixada Fluminense que ainda preserva a memória dos indígenas. Fazendo uma viagem de volta ao tempo, descobriremos que as terras já foram verdes, laranjas. Verde doscanaviais,depoisacorquepassou a predominar foi a dos laranjais. Por volta de 1700, um Engenho já funcionava na descida da Serra da Cachoeira, produzindo açúcar e aguardente com mão de obra escrava. Oengenho era situado onde hoje existe o Parque Municipal e seu proprietário era o Capitão Manoel Correa Vasques. As terras de Cachoeirapassaramporváriosdonos, até que foram parar nas mãos de Jerônimo José de Mesquita, o primeiro Barão de Mesquita e, mais tarde, nas mãos de seu herdeiro, Jerônimo Roberto de Mesquita, que viria a ser o segundo Barão de Mesquita. Em 1884, quando a Estrada de Ferro chegou às terras, a parada de trem passou a se chamar "Barão de Mesquita". Nessa época, as fazendas começaram a não dar mais lucros, principalmente por conta do abolicionismo, e a Fazenda da Cachoeira foi vendida e transformada em chácaras de plantio de laranjas. No início do século XX, surgiram as olarias, atraídas pela qualidade do barro e por áreas alagadas da região. Durante muitos anos, a paisagem de Mesquita foi formada por laranjais,olariasepoucasresidências. Por volta de 1940, a população atingia cerca de 9 109 habitantes, mas a decadência na produção de laranjas provocou a venda das chácaras e começaram a surgir os primeiros loteamentos, entre o pé da serra e a ferrovia. Pouco a pouco, as olarias também deram lugar aos loteamentos e, em 1950, a população havia triplicado para 28 835 habitantes. No final da década de 1940 e início dos anos 1950, começaram a se estabelecer, em Mesquita, fábricas que ajudaram a impulsionar a economia da região: a Brasferro, metalúrgica de grande porte; a Ibt, também metalúrgica e a Pumar, indústria de sombrinhas. Começava o período de industrialização, que iria empregar centenas de moradores mesquitenses. Em 1999, após uma batalha judicial que envolveu o Comitê Pró-Emancipação, a Câmara de Vereadores e a Prefeitura de Nova Iguaçu, o Tribunal Regional Eleitoral do Rio de Janeiro e o Supremo Tribunal Federal, este último decidiu pela emancipação de Mesquita do Município de Nova Iguaçu. Em 15 de setembro de 1999, foi votado o Projeto de Lei da Emancipação e, em 25 de setembro de 1999, o então Governador do Estado Anthony Garotinho sancionou a Lei Estadual nº 3.253, que criou o Município de Mesquita. As primeiras eleições da Cidade ocorreram em 2000, saindo-se vitorioso José Montes Paixão. O Município foi instalado em 1º de janeiro de 2001. HISTÓRIADE MESQUITA

5. ÍNDICE BAIRROS DE MESQUITA TEMÁTICAS DO PGP EDSON PASSOS JACUTINGA JUSCELINO ROCHA SOBRINHO SANTO ELIAS SANTA TEREZINHA VILA EMIL VILA NORMA BAIRRO INDUSTRIAL 12 13 14 14 15 16 17/18 19 19 PAG SAÚDE MEIO AMBIENTE CULTURA TRABALHO E DESENOLVIMENTO ECONÔMICO CIÊNCIA E TECNOLOGIA MOBILIDADE URBANA DESENVOLVIMENTO URBANO ASSISTÊNCIA SOCIAL GESTÃO PARTICIPATIVA, RELAÇÕES DE GOVERNO E COMUNICAÇÃO ADMINISTRAÇÃO E SERVIDOR PÚBLICO ECONOMIA SOLIDÁRIA ESPORTE E LAZER SEGURANÇA PÚBLICA E DEFESA CIVIL DIREITOS HUMANOS E INCLUSÃO SOCIAL MULHERES JUVENTUDE 20/21 22/23 24 25 26 27 28 29 30/31 32 33 34 35 36 37 38 39 EDUCAÇÃO ALTO URUGUAI BANCO DE AREIA BNH CENTRO CHATUBA CORÉIA COSMORAMA CRUZEIRO DO SUL 6 7 7 8 9 10 11 12 PAG

6. ALTO URUGUAI Ampliar ou realocar o Posto de Saúde; Realizar serviços de saneamento, drenagem, pavimentação e contenção de encostas, quando necessário, nas ruas Canavial, Arrozal, Jutaí, Tulipa, Jovali, Campestre, Siriema, Pompilho das Fruteiras, Estrada dos Sítios, Travessa Canavial e Quito; Construir espaços para Esporte e Lazer; Promover Cursos Profissionalizantes para o bairro, visando atender principalmente jovens e mulheres; Implantar o transporte alternativo garantindo maior mobilidade dos moradores; Oferecer transporte escolar para as crianças do bairro; Melhorar a Iluminação Pública no bairro; Buscar junto ao Estado (CEDAE), normalização do abastecimento de água, principalmente, na parte mais alta do bairro. 6

7. BANCO DE AREIA BNH Melhorar a acessibilidade e a sinalização viária no bairro; Construir uma Creche no bairro; Implementar o horário integral nas Escolas do Ensino Fundamental; Urbanizar as passagens de pedestres sob a Via Light; Melhorar e ampliar o atendimento no Posto de Saúde; Promover atividades de Esporte e Lazer em Banco de Areia. Viabilizar junto à Concessionária responsável pela Rodovia Presidente Dutra a construção de uma passarela para acesso à Belford Roxo e ao Carrefour; Introduzir o sistema de horário integral na Escola Municipal Presidente Castelo Branco. Instalar para-raio e reformar a Torre Chaminé; Urbanizar as calçadas da Avenida Epitácio Pessoa; 7

8. CENTRO Executar um projeto de arborização para o Centro visando ampliar as áreas de sombra; Estabelecer parcerias público-privadas e criar incentivos para revitalizar o Centro Comercial da cidade; Implementação do IPTU progressivo para os imóveis vazios, fechados ou abandonados do Centro; Criação de um bicicletário no Centro da Cidade; Melhorar a mobilidade urbana, padronizando calçadas, melhorando a sinalização visual do trânsito e principalmente garantindo maior acessibilidade; Implementar linhas circulares com passagem mais acessível entre bairros e Centro, melhorando a mobilidade urbana; Implementar Política Cultural para atrair a população para o Centro, valorizando os artistas municipais; Definir espaço adequado para comercialização de produtos da agricultura familiar e do artesanato local; Ampliar o horário de funcionamento do Posto de Saúde do Centro (Rua Paraná); Criação de um calçadão no Centro; Organizar áreas de estacionamento e paradas de ônibus; Implantar um Terminal Rodoviário; Realizar obras de drenagem para reduzir as enchentes no Centro e adjacências; Construir passagem subterrânea para pedestres na linha férrea interligando os dois lados da cidade. Garantir que o Governo Estadual conclua a construção da sede da RISP – Região Integrada de Segurança Pública, localizada na sede da antiga delegacia; Estabelecer parceria com o Tênis Clube de Mesquita e Mesquita Futebol Clube para implementação de Projetos Municipais, Cultura, Esporte e Lazer; Criar a Casa do Empreendedor no Centro, um espaço que amplie o desenvolvimento econômico reunindo em um só lugar vários serviços para o empreendedor; 8

9. CHATUBA Melhorar o transporte público, com mais oferta e garantindo inclusive o aces- so ao Hospital da Mãe Drenar e limpar as margens do rio Sarapuí; Aumentar o número de vagas nas Creches; Melhorar a infraestrutura com urbanização, conservação e iluminação das Vias Públicas; Criar a Farmácia Municipal da Chatuba; Criar em parceria com o Governo Federal e Estadual, o Parque Municipal Natural de Gericinó; Ampliar e regularizar a Coleta Seletiva no bairro; Criar o Espaço Cultural da Chatuba; Implementar o horário integral nas Escolas do bairro; Criar um Centro Esportivo no bairro; Concluir a construção do CRAS da Chatuba; Realizar os serviços de saneamento, drenagem e pavimentação das ruas Aquidauana (trecho), Plaza e Arizona. Melhorar o transporte público com mais oferta, garantindo inclusive o acesso ao Hospital da Mãe; 9 ESCOLA MUNICIPAL ERNESTO CHE GUEVARA

10. CORÉIA Construir passagem subterrânea para pedestres na linha férrea interligando os dois lados da cidade. Urbanizar o acesso da antiga Gleba Modesto Leal, propiciando o seu uso para caminhadas e passeios ecológicos; Revitalizar o atendimento na Unidade de Saúde da Família da Caixa d’água; Regularizar a coleta de lixo na parte alta do bairro; Concluir a obra de galeria de drenagem da rua Sergipe; Implementar transporte circular, especialmente que ligue o bairro à Edson Passos e ao novo Shopping; Terminar a obra da creche do Espírito Santo; Criar cursos profissionalizantes em parceria com Igrejas e ONGs; Concluir as obras de saneamento básico, drenagem e pavimentação do bairro; 10

11. COSMORAMA Aumentar a fiscalização da Guarda Municipal com relação ao estacionamento irregular de carros; Fiscalizar e orientar o uso da Praça do Cosmorama, especialmente nos fins de semana; Implantar, em parceria com o Governo Estadual, na E. M.Dr. Deoclécio Dias Machado Filho, uma Escola da Rede FAETEC; Melhorar o trânsito, organizar os horários de carga e descarga, encontrando uma solução para desafogar a Avenida Cosmorama; Viabilizar o acesso do bairro à Via Light; Fazer a manutenção dos brinquedos das praças. Melhorar a acessibilidade do bairro, inclusive na passarela de travessia da via férrea; Rever o sistema de esgotamento do bairro; 11

12. CRUZEIRO DO SUL EDSON PASSOS Construir um Posto de Saúde no bairro; Construir uma Creche no bairro; Urbanizar e dragar continuamente o Canal da Rua Natália; Promover a Regularização Fundiária das casas da Comunidade São Francisco de Assis; Ampliar parceria com a Assidef para a oferta de serviços; Consolidar parcerias com o 20º BPM através de atividades esportivas e de lazer para jovens, crianças e idosos. Reconstruir as novas passagens para pedestres sobre o canal da Rua Natália; Fazer uma passagem de veículos próxima à garagem de ônibus entre as ruas Natália e Hercília para evitar “bandalhas” na saída para a Getúlio de Moura; Construir Creche em Edson Passos; Organizar junto aos Correios os CEPs do bairro de Edson Passos. Melhorar atendimento e ampliar o horário de funcionamento do Posto de Saúde; Criar o Horário Escolar Integral para crianças e Curso Profissionalizante para jovens no bairro; 12

13. JACUTINGA Reimplantar o polo de fisioterapia na Jacutinga; Melhorar a mobilidade urbana do bairro e organizar o trânsito da rua Delfina Borges; Ofertar transporte público que ligue Jacutinga a outros bairros de Mesquita; Alargar a ponte sobre o Canal do Prata que dá acesso a Nova Iguaçu; Concluir os serviços de saneamento, drenagem e pavimentação dos rios e travessas que faltam; Realizar obras de dragagem para combater os alagamentos da Rua Delfina Borges, Tamaru e outras; Reativar o CRAS de Jacutinga; Criar uma área para prática de esportes no bairro. Retomar o atendimento pelo CIEP dos alunos entre o 6º e o 9º anos do Ensino Fundamental; 13

14. JUSCELINO ROCHA SOBRINHO Implantar um Posto de Saúde no bairro; Instalar um sinal de trânsito na altura da Climol. Ordenar o estacionamento de veículos, devido a existência de Unidades de Saúde e Comércios de grande movimentação rotativo; Realizar obras de urbanização na localidade do Sebinho para garantir dignas condições de moradia e Equipamentos Públicos de Educação e Saúde; Concluir a construção do Abrigo de Pessoas Adultas, localizado ao lado do Hospital da Mãe; Ampliar a oferta de serviços à população no Centro Administrativo da Dinâmica; Desenvolver projetos ligados aos esportes coletivos e a profissionalização de jovens. 14

15. SANTO ELIAS Reabrir o Colégio Professor Quirino; Construir Creche em Santo Elias; Instalar cobertura nos pontos de ônibus; Revitalizar o Posto da Rua Nestor; Disponibilizar profissionais que acompanhem as atividades físicas nas academias de ginástica da Praça da Liberdade. Manter o Canal do Prata constantemente drenado, em parceria com o Governo do Estado para prevenção de enchentes; Urbanizar a margem do Canal do Prata (Rua Bráulio), criando uma área de lazer; Recuperar o asfalto da maioria das ruas; 15

16. SANTA TEREZINHA Construir uma Creche no bairro; Otimizar espaços para realização de atividades culturais, educativas, esportivas e de lazer em Escolas, Igrejas e Praças; Regularizar os Serviços Sócio Assistenciais, dos Programas e do Atendimento Social no CRAS Santa Terezinha. Organizar e melhorar o transporte alternativo para atender a parte alta, especialmente os idosos e gestantes; Revitalizar a Avenida União, melhorando a iluminação e construindo uma ciclovia; Revitalizar a Praça Sete Anões; Recuperar o asfaltamento das Ruas Aurora, Henrique Lussac e Rua Dois, entre outras; Combater as enchentes da Rua da Serra e Ruas de 1 a 5; Melhorar coleta de lixo na parte alta de Santa Terezinha, inclusive com o recolhimento de carcaças de carro nas calçadas; Recuperar a área onde fica localizada a Cachoeira, que está deteriorada e cheia de lixo; Sanear, drenar e pavimentar o caminho de pedestre que liga a Rua de Pedra à Rua Jurupoca; 16

17. VILA EMIL Suprir a deficiência de Creche após o fechamento da Creche do Padre Daniel ; Ampliar os itinerários das linhas de ônibus de forma a ter uma linha alternativa para os moradores do bairro; Ampliar o atendimento da Unidade de Saúde da Família, alcançando mais famílias na Vila Emil; Implementar maior fiscalização de postura, de modo a assegurar a desobstrução das calçadas; Urbanizar o entorno do Louzadão; Implantar atividades físicas supervisionadas por profissionais nas academias livres das praças; Construir uma ponte permitindo o acesso ao bairro Cosmorama; Melhorar e ampliar Coleta Seletiva no bairro; 17

18. VILA EMIL Implementar politica de arborização no bairro; Limpar permanentemente as Praças, Canais e Rios que cortam o bairro; Realizar obras que acabem com as inundações nas ruas Egídio, Elpídio e Hercília, próximo ao CIEP Nelson Ramos. Dragar o Rio Dona Eugênia na Rua Eternidade; Recapear o asfalto e tapar os buracos das ruas do bairro; Melhorar o trânsito com mais ruas de mão única e melhor sinalização viária; Melhorar acesso à Via Light para pedestre, com melhor iluminação e limpeza constante; Fazer um projeto para a rua que margeia o valão para torná-la mais movimentada; Implantar um semáforo no cruzamento da Rua Ambrósio com Baronesa de Mesquita na Vila Emil; Criar o Polo de Desenvolvimento Econômico da Vila Emil, a ser constituído por Comerciantes e por Órgãos Públicos (Municipal e Estadual); 18

19. VILA NORMA BAIRRO INDUSTRIAL Melhorar o acesso ao Shopping pela Avenida Epitácio Pessoa; Assegurar qualificação dos moradores de Mesquita para ocuparem pontos de trabalho no novo Shopping e no Centro de Distribuição da AMBEV; Desenvolver ações visando a ocupação econômica e produtiva das áreas ainda vazias; Garantir parceria com a Administração do Shopping visando o desenvolvimento de projetos culturais e espaços para artesãos da cidade. Executar, conjuntamente com o Município de São João de Meriti, a obra de duplicação da Ponte sobre o rio Sarapuí; Dar uma finalidade social ao terreno que abriga a desativada estação elevatória da CEDAE; Construir um espaço para realização de atividades relacionadas à Esporte e Lazer; Criação de Programas de Formação Profissional para Jovens e Adultos; Ampliação do Programa de Coleta Seletiva. 19

20. Ampliar, verdadeiramente, a oferta de Educação em Tempo Integral; Reimplantar alimentação saudável, de teor nutritivo, pro- duzida na escola e respeitando as necessidades dos alunos; Priorizar a alfabetização das crianças nos Anos Iniciais do Ensino Fundamental; Garantir o pleno exercicio aos Profissionais da Educação assegurando-lhes autonomia, condições de trabalho e res- peito; Captar e utilizar os recur- sos públicos oferecidos pelo Ministério da Educação e FNDE; Combater a evasão escolar através do Projeto Aluno Presente; Garantir o acesso dos alunos às escolas e normalizar o serviço de itinerância do ônibus da Educação Especial nas Escolas da Rede onde estejam presentes alunos com deficiências; Garantir a distribuição de uniformes, inclusive de frio; Distribuir material escolar com regularidade ; Ampliar a implantação de Creches e Centros de Educação Infantil; Realizar eleição para Direção Escolar; Legitimar os Fóruns como troca permanente entre os Profissionais de Educação, nos seus vários segmentos; Fortalecer a Formação Continuada dos Profissionais de Educação, através de parcerias com a Universidade Pública, MEC e FNDE; Combater a distorção idade- série com a volta das Oficinas de Aprendizagem; Garantir que Perícia Médica atuará no cumprimento da Lei e com respeito ao Servidor; Implementar mecanismos de participação efetiva da Comunidade Escolar, fortalecendo os Conselhos; Garantir o quantitativo máximo e mínimo de alunos por turma, conforme a Portaria de Matrícula; Oferecer atividades diversificadas dentro do Currículo Escolar como Língua Estrangeira, Música, Artes, Dança, Esportes, etc; EDUCAÇÃO MESQUITA A educação foi o setor que mais recebeu atenção nos Governos anteriores de Artur Messias. Por entender que a cidadania não pode prescindir de uma Educação Pública que garanta o aprendizado e o desenvolvimento geral do ser humano. Para Artur, Educação Pública requer envolvimento de Gestores e da Comunidade Escolar no debate sobre a escola que queremos. Em 8 anos, Artur se preocupou em garantir acesso e permanência das crianças nas escolas. Nesse período ampliou de 16 para 33 escolas, criou a Escola Municipal Professor Marcos Gil para alunos com deficiência, criou o transporte escolar, fez o melhor programa de alimentação escolar servindo mais de 30 mil refeições diárias, conquistando o Prêmio Nacional “Eficiência em Alimentação Escolar”. Implantou Educação Integral para 3 mil alunos, instalou 19 bibliotecas/ Cubes de Leitura e 18 Laboratórios de Informática, contratou 1055 professores que conquistaram Plano de Carreira dos Profissionais da Educação e muita formação continuada. 20

21. Ofertar transporte para as atividades diferenciadas como aulas-passeio; Centralizar na E.M. Professor Marcos Gil o Centro de Referência em Educação Especial; Realizar convênio para exame de acuidade visual dos alunos; Ampliar as turmas de Educação de Jovens e Adultos (diurno e noturno), nas Unidades Escolares do Município; Disponibilizar recursos de acessibilidade em todos os Equipamentos Públicos Municipais de Educação; Capacitar em serviço os cuidadores/mediadores e intérpretes de Libras e implantar o Curso de Braille; Reformar e fazer manutenção de todas as Unidades Escolares com regularidade; Climatizar, de forma gradativa, as salas de aula; Reativar os Laboratórios de Informática, Clubes de Leitura e Laboratórios de Ciências nas Unidades Escolares; Garantir o funcionamento de projetos comunitários ligados ao esporte e lazer nas Unidades Escolares nos finais de semana; Garantir vigias e porteiros em todas as Unidades Escolares; Reimplantar um programa efetivo para a Alfabetização de Jovens e Adultos. MESQUITA21

22. Implantar na cidade sete (7) Clínicas de Saúde da Família; Ampliar o horário de funcionamento de algumas Unidades de Saúde para assegurar o atendimento de pessoas que trabalham fora do Município; Aprimorar o acesso aos Serviços de Saúde visando alcançar o tempo adequado no atendimento das necessidades da população; Tornar mais fácil a marcação tanto de consultas, como de exames; Aumentar a oferta de consultas de médicos especialistas e exames que venham dar vazão às demandas reprimidas da população; Modernizar as Unidades de Saúde com a finalidade de melhor atender à população; Resgatar o funcionamen- to da Estratégia de Saúde da Família e o Programa “Melhor em casa”; Recuperar os serviços do SAMU, com a manutenção de suas ambulâncias e implementando um novo sistema de comunicação; Reativar e garantir o abastecimento dos medicamentos integrantes do Componente Básico da Assistência Farmacêutica; Ampliar os pontos de distribuição de medicamentos; Propor ao Ministério da Saúde o aumento do número de cadeiras do Centro de Especialidades Odontológicas; Modernizar e reequipar a Unidade Mário Bento; Reestruturar o apoio logístico, garantindo o retorno da transparência e eficiência nos processos de aquisição de insumos e medicamentos, contratação de serviços e manutenção de equipamentos e Unidades de Saúde; Garantir a atenção à saúde da pessoa idosa estimulando o envelhecimento ativo; Capacitar profissionais para atendimento na área de atenção integral à saúde do idoso; SAÚDE A Saúde requer cuidados e recursos que nem sempre uma Prefeitura dispõe. Para atender as imensas demandas da população, o SUS requer que a instância Municipal esteja alinhada com as Politicas Públicas do Sistema. Quando Prefeito, essa era a preocupação do Artur Messias, inserir Mesquita dentro do maior Sistema Público de Saúde do mundo. Para isso, reformou a Unidade Mário Bento requalificando-a, trouxe a UPA e o Hospital da Mãe , ampliou a rede básica de 6 para 25 unidades, aumentou a Cobertura da Saúde da familia para 28%, ampliou a Farmácia Popular e a Farmácia Municipal para Centro, Santa Terezinha e Jacutinga, trouxe a SAMU, abriu 2 CAPS (Centro de Atendimento Psicosocial), intensificou as ações de combate à dengue, além de atender 239 acamados em sua residência através do PAD MESQUITA 22

23. Implantação de uma Central de Regulação Humanizada com avaliação dos critérios de risco para a priorização quando necessário; Ampliar o quadro de médicos especialistas da Policlínica; Reestruturar a Área Técnica de Saúde Mental, com a qualificação das Unidades existentes; Reduzir os riscos à saúde da população, por meio das ações de promoção e vigilância em saúde; Recuperar, planejar e acompanhar iniciativas no âmbito da Saúde Ambiental; Reduzir o coeficiente de prevalência da hanseníase; Ampliar a cobertura vacinal; Reativar o processo de Educação Permanente para os Profissionais da Saúde; Organizar as vigilâncias para o controle do risco à saúde nos estabelecimentos e empresas sob sua responsabilidade; Incentivar a certificação profissional no âmbito do SUS visando a humanização do setor; Garantir as ações de controle de doenças endêmicas e epidêmicas, como as vinculadas ao aedes aegypti; Recuperar o Programa de Agentes Comunitários de Saúde, priorizando as áreas de maior interesse social; Retomar o processo de organização do Fundo Municipal de Saúde, como forma de fortalecer as bases para planejamento da área de saúde; Fortalecer os Centros Municipais de Saúde, onde ficam os Programas de Saúde (hanseníase, tuberculose, Dst Aids); Ampliar a Saúde Bucal na Estratégia da Saúde da Família; Equipar ônibus da Saúde com estrutura para acompanhamentosnasEscolas Municipais em conjunto com o PSE (Programa Saúde na Escola); Medir eficiência e qualidade nas UBS e ESF. MESQUITA23

24. Arborizar as margens dos rios e canais urbanos; Desenvolver uma Educação Ambiental critica buscando uma sociedade mais sustentável e solidária; Resgatar a Coleta Seletiva Solidária, envolvendo ativamente os moradores, aumentando os pontos de coleta e valorizando os catadores; Orientar empreendedores para um correto licenciamento ambiental; Criar em parceria com a Secretaria de Saúde um Projeto de sensibilização à população para a importância de uma alimentação saudável; Revitalizar o Centro de Educação Ambiental através de ações transversais com outras Secretarias; Realizar campanhas educati- vas para arborização urbana, aumentando a área de sombra, inclusive em áreas privadas; Incentivar criação de hortas domésticas escolares e comu- nitárias; Criar um programa de retirada de entulho através de agendamento; Promover a gestão de partilhas do Parque Estadual do Mendanha; Replantar as árvores nativas removidas sem retirada das já existentes; Resgatar o licenciamento e fiscalização ambiental com transparência e ética (vis a vis com a proposta 4 desenvolvi- mento econômico); Incentivar o turismo de visitação ao Parque Municipal, através de parceria com as Secretarias de Educação, Cultura e Mobilidade Urbana. (vis a vis com a proposta 8 desenvolvimento econômico). O Meio Ambiente é extremamente importante para Mesquita que tem 65% de seu território como área verde. Cuidar do MeioAmbiente é cuidar da vida e especialmente se comprometer com o futuro. Nos 8 anos de Governo Artur Messias, muitas foram as ações de proteção e revitalização ambiental. Foi implantado o Programa de Coleta Seletiva, o Programa Empresário Amigo do Catador. Foram realizadas a limpeza e desassoreamento dos Rios Dona Eugênia, Sarapui e Prata, além de vários canais do Município. Além disso, as feiras foram regularizadas com fornecimento de 615 licenças. Artur também criou o Plano de Educação Ambiental. E durante seu governo foram plantadas 1000 mudas de árvores por ano. MEIO AMBIENTE MESQUITA 24

25. Recriar a Secretaria Municipal de Cultura, com orçamento próprio e gestores capacitados para o desenvolvimento de políticas culturais, inclusive o fomento à produção cultural; Integrar a Política Municipal de Cultura com as políticas dos Governos Federal e Estadual, visando atender às demandas locais; Mapear e apoiar a produção cultural local que contemple a diversidade de expressões do Município; Reativar o Conselho Municipal de Cultura; Recriar a Biblioteca Municipal de Mesquita; Criar a Escola Municipal de Artes, através de Lei Municipal, e com várias habilitações artísticas, como teatro, dança, música, artes visuais, etc.; Destinar 1% do Orçamento Municipal para a Cultura; Fazer parcerias com o MinC, SEC RJ, Sesc, Senac, Sebrae, Fundações Privadas, Universidades e as ONG´s Culturais que atuam no Rio de Janeiro, visando principalmente a ação cultural juvenil; Buscar parcerias com Centros de Formação Artística, como os da FAETEC , UERJ e FAPERJ ; Estimular a criação, capacitar e qualificar os agentes de cultura; Criar um calendário cultural da cidade que agregue e incentive a economia criativa e solidária (feiras de artesanato, eventos etc) e tenha uma data especifica com um grande evento anual com intercâmbios culturais; Oferecer espaços e equipamentos apropriados para que a cultura popular se desenvolva, como Lona Cultural, Salas de Leitura, Aparelhos Culturais; Desenvolver uma política de preservação do patrimônio cultural e natural, difundindo a memória social com programas de recuperação da identidade quilombola, indígena, caiçaras e outros; Criar o circuito itinerante de arte para que todo o Município conheça seus artistas da folia de reis, maculelê, capoeira, blocos de samba, artistas circenses, artistas plásticos, artistas visuais etc. ; Valorizar as manifestações culturais populares através de circuito itinerante de arte, concursos e festivais que incentivem expressões tais como o jongo, samba, choro, folia de reis, maculelê, capoeira, artistas plásticos, quadrilhas juninas, grafite, entre outras; Incluir a História da Cidade no Currículo Escolar; Criar o Museu da Memória Mesquitense ; Divulgar a história dos Patronos e homenageados em Espaços Públicos, como Ruas, Hospitais e Escolas. Cultura penetra todos os aspectos de uma Cidade. De uma certa maneira todos produzem e todos consomem cultura. Mas cabe ao Poder Público fomentar a Produção Cultural e propiciar a todos o acesso. Quando no Governo, Artur Messias reestruturou o Cinema Zelito Viana, criou a Lona Cultural, criou a Banda de Música Municipal, criou os Projetos Nossas Ruas Tem História e Nossa Gente, promoveu o Desfile Cívico e a Festa da Cidade, realizou o Concurso para escolha do Hino da Cidade, organizou os melhores carnavais da Baixada da época, e projetou, captou recursos e iniciou a construção do Centro Cultural Mister Watkins. CULTURA MESQUITA25

26. Incentivar a instalação em Mesquita de Faculdades Públicas e Particulares; Cria o balcão de empregos, buscando oferecer colocação no mercado local através de incentivo às empresas que empreguem tanto o jovem do primeiro emprego quanto o idoso assistidos da Semas; Rever valores tributários do Município e implementar o IPTU progressivo para que os proprietários tornem viáveis a locação de imóveis inutilizados; Reveroscritériosdecobrança da taxa de vigilância sanitária (verificar vis a vis com proposta 12 de meio ambiente); Atrair para a Cidade a instalação de um cinema e um teatro; Fazerasmudanças no Plano Diretor que permitam um maior crescimento, desenvolvimento e modernização do Município de forma sustentável; Criar a Casa do Empreendedor, onde sejam disponibilizados vários serviços no mesmo local (a exemplo do poupa Tempo), como Abertura de Empresas, Qualificação de Funcionários e Gestores, Micro-Créditos, Carteira de Trabalho, Certidões, Nada Consta da Junta Comercial, SEBRAE e Banco do Brasil; Incentivar o turismo em Área de Proteção Ambiental (verificar vis a vis com a proposta 13 do MeioAmbiente). O desenvolvimento econômico da Cidade está diretamente vinculado à qualidade de vida, a geração de trabalho e renda e os novos investimentos privados. O governo desenvolvimentista deve estar atento em criar o ambiente favorável ao desenvolvimento sempre numa perspectiva sócio-ambiental. Em seus 8 anos de Governo à frente de Mesquita, Artur Messias criou a Lei Geral das Micro e Pequenas Empresas, passou a emitir Alvarás pela internet, instalou o Posto da Junta Comercial, criou o Distrito Industrial, criou o Plano Diretor .Além disso, durante seu governo, foram abertas mais de 3 mil novas empresas, Caixa Econômica, Banco do Brasil, Posto de Vistoria do Detran. TRABALHO E DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO MESQUITA 26

27. Criar a Secretaria de Ciência e Tecnologia que dará suporte para que as demais secretarias alimentem os sistemas com dados necessários à informatização e a criação de um Banco de Dados; Adotar e distribuir aplicativo através do qual a sociedade tenha um canal direto com a Prefeitura, onde o poder público seja informado mais rapidamente dos problemas da Cidade; Implementar a Carteira Escolar Eletrônica para combater a evasão escolar, auxiliar na qualidade da merenda, controle e segurança dos alunos; Melhorar o Sistema de Internet para otimizar o desempenho operacional das secretarias; Informatizar e equipar escolas com tecnologia que auxiliem na formação pedagógica; Reativar os sete Telecentros e instalação de mais unidades; Reativar os espaços perdidos de acesso à internet gratuita e ampliar a cobertura com mais áreas; Instalar totens nas praças para carregamento de celulares e que sejam também pontos de acesso à internet gratuita; Retomar ações junto à IFRJ, para viabilizar a construção do prédio do Campus Federal IFRJ Mesquita; Buscar junto ao Ministério Ciência Tecnologia a implantação em Mesquita do Espaço para Popularização das Ciências; Realizar estudos para implantação de energia solar em Unidades da Prefeitura, visando economicidade e utilização de energia limpa; Criar os Centros de Recondicionamento de Computadores (CRCs); Viabilizar o Programa de Implantação de Salas de Recursos Multifuncionais, que tem como meta atender com qualidade alunos da rede de ensino com deficiências, transtornos globais de desenvolvimento e altas habilidades ou superdotação. U ma administração moderna não pode abrir mão da inovação e dos novos instrumentos que a Ciência e aTecnologia oferece ao administrador que prima pela eficiência, pela transparência e economicidade. Essa visão foi trazido para o Setor Público em Mesquita pelo Governo Artur Messias que criou a Coordenadoria de Tecnologia da Informação, ampliou bastante a informatização da Prefeitura, implantando Sistemas Modernos de Gestão. Instalou Telecentros Públicos com acesso gratuito à Internet, criou a Casa Brasil,Implementou o Pregão Eetrônico e o Diário Oficial Eletrônico pela Internet, além de disponibilizar Banda Larga Gratuita (wifi) na Caixa Dágua e na Praça Elizabeth Paixão. Artur legou um Arquivo Público Digitalizado e um Controle de Processos pela Rede. Foi o Governo Artur que trouxe pra Mesquita o IFRJ, mas que posteriormente por não encontrar apoio na cidade, pode não ter mais seu campus construído aqui. CIÊNCIA E TECNOLOGIA MESQUITA27

28. Implementar o Plano Municipal de Mobilidade Urbana; Viabilizar a criação do Transporte Público gratuito de passageiros no âmbito municipal visando o fortalecimento do comércio local; Implantar ciclovias nos principais corredores viários do Município convergindo para o centro; Implantar ciclofaixas nas vias internasdosbairros,interligando o Comércio Local, Escolas Públicas e Privadas, Unidades de Saúde e órgãos de interesse coletivo governamentais e não- governamentais; Implantar bicicletários nas Estações de Mesquita, Juscelino e Edson Passos; Disciplinar o estacionamento de veículos nas ruas e praças da cidade; Preservar o passeio público, garantidos os direitos de pe- destres e passantes, inclusive assegurando acessibilidade; Melhorar a acessibilidade nos transportes públicos; Desenvolver ações permanentes de educação no trânsito em toda cidade, dando prioridade ao pedestre; Revitalizar os principais corredores viários do Município proporcionando uma mobilidade urbana segura, e umaviaurbanaambientalmente sustentável; Desenvolver gestões junto ao DER e 20ºBPM para implantação de acesso à Via Light pela margem direita do canal da Rua Natalia no Bairro Cruzeiro do Sul; Transformar as passarelas atuais sobre a linha do trem em passarelas funcionais e seguras; Criar uma passagem subterrânea para pedestres interligando os dois lados de Mesquita separados pela linha férrea no centro; Criar linhas de ônibus para ligar os bairros ao centro comercial e viabilizar o acesso da população ao Novo Shopping. MOBILIDADE URBANA U ma Cidade é mais habitável e agradável tanto quanto sua mobilidade urbana o permita. O espaço público é o espaço da cidadania. Zelar pela livre circulação, principalmente para crianças, idosos e pessoas com deficiência é dever do Poder Público. Em seus Governos,Artur fez 110 Km de obras de pavimentação. Também criou a Secretaria de Transportes, regulamentou o transporte alternativo, trouxe o Posto de Vistoria do Detran pra Mesquita, fez as primeira obras públicas atendendo requisitos de acessibilidade, foi construído o viaduto Mesquita – Nilopolis MESQUITA 28

29. O desenvolvimento de uma Cidade requer infraestrutura e condições de moradia decente para seus habitantes. Nem sempre os recursos de um Municipio dão conta dos imensos investimentos que esse tipo de obra requer. Por isso, os Governos Artur Messias foram pródigos em captação de recursos junto aos Governos Federal e Estadual. E assim conseguiu pavimentar 194 ruas com rede de esgoto e drenagem, reformou e construiu mais de 30 praças e largos da cidade, reassentou e deu moradia digna para 190 famílias, concedendo aluguel social para as famílias retiradas da Beira do Rio Sarapui. Em seu governo empreendimentos imobiliários vieram pra cidade em Cosmorama, Edson Passos e Rocha Sobrinho. Propor Lei Municipal fornecendo apoio técnico em obras da população de baixa renda; Ampliar o diálogo entre a Ordem Pública, os comerciantes e população em geral, inclusive regulando a colocação de materiais de construção nas calçadas; Regularizar o CEP junto aos Correios tornando melhor o acesso da população aos serviços públicos; Estabelecer politica de aproveitamento e melhor uso dos terrenos baldios; Garantir a construção de cobertura nos pontos de ônibus; Construir banheiros públicos nas Praças da Telemar, Elizabeth Paixão e Edson Passos; Implementar estacionamento com vagas certas em ruas de comércio ; Rever o Plano Diretor para que viabilize maior crescimento, desenvolvimento e modernização do Município de forma sustentável; Desassorear os rios para prevenir as enchentes; Concluir a recuperação da Avenida Celso Peçanha. DESENVOLVIMENTO URBANO MESQUITA29

30. Reestruturar, revitalizar e ampliar os equipamentos da assistência (CRAS e CREAS), reativando os CRAS de Jacutinga, Edson Passos, Chatuba e criando o de Santo Elias; Melhorar o atendimento do Bolsa Familia; Regularizar a situação dos beneficiários do aluguel social; Ampliar e melhorar as oficinas de geração de trabalho e renda nos CRAS; Reativar os casamentos comunitários; Reativar e reestruturar o PAIF (Serviço de Proteção e Assistência Integral a Familia); Reativar os Programas Sociais como Cesta Básica, Renda Melhor, Centro de Referência e Economia Solidária – Cresol, Oficinas de Geração Trabalho e Renda e Compra Direta Local da Agricultura Familiar – Programa de Aquisição de Alimentos – PAA; Viabilizar a oferta de benefícios eventuais como Auxílio Natalidade, Auxílio Funeral e Situações de Vulnerabilidade Temporária / Calamidade Pública Municipal, pequenos reparos em moradias; Implementar o Plano Municipal de Assistência Social 2014-2017 e as propostas das Conferências Municipais de Assistência Social; Terminar as obras não concluídas de equipamentos da Assistência como as do Abrigo de Adultos, CRAS Chatuba e CentroPop; Reestruturar o Banco de Alimentos, a Padaria Escola e a Cozinha Comunitária de modo que propicie uma efetiva prestação de contas; FAMILIA E SOCIEDADE FortaleceraRededeProteção Socioassistencial à Criança e Adolescente, em parceria com a Vara da Infância, Ministério Público, Universidades e Terceiro Setor; Criar a Casa de Acolhimento para Adolescentes; ASSISTÊNCIA SOCIAL O combate a pobreza e a inclusão social numa Cidade com as caracteristica de Mesquita é fundamental. E cuidar das pessoas foi a marca dos governos Artur Messias. Foram criados 6 CRAS (Centros de Referência de Assistência Social), um CREAS (Centro de Referência Especializada da Assistência Social), dois abrigos (para crianças e população adulta), Programas como Criança Cidadã, Renda Melhor, Bolsa Família, Ativa Idade que atendiam milhares de famílias. Outros como Compra Diretas, Cozinha Comunitária, Padaria Escola, Cursos Profissionalizantes, Primeiro Passo, Cresol, Loja do Artesão foram importantes ações de melhoria no campo do trabalho e renda para a população mais vulnerável de Mesquita. MESQUITA 30

31. Reestruturar a Casa de Acolhimento e Cidadania, com cargos e funções específicos contratados via Concurso Público; Implantar o Centro de Convivência para Idosos. Criar Projetos de Cultura e Arte e Passeios Turísticos com trabalhos paralelos de autoestima para os idosos; Promover encontros de especialistas com grupos de idosos para informações sobre as transformações físicas e emocionais da idade, divulgar noções de cuidado no asseio cotidiano, nutrição e alimentação , bem como alertas sobre situações de risco. Implementar cursos com informações básicas de inclusão digital para os idosos; Criar uma Coordenadoria de Políticas Públicas para Idoso, ligada à Secretaria Municipal de Assistência Social de Mesquita; Criar o Programa deAcuidade Visual visando o tratamento de doenças dos olhos da pessoa idosa; CONSELHO TUTELAR Garantir uma sede para o Conselho Tutelar que permita estrutura de trabalho e real proteção à criança e ao adolescente. SEGURANÇA ALIMENTAR Revitalizar o Banco de Alimentos, para que sirva na distribuição do alimento e também na redução do desperdício, através de parcerias com empresas; Criar hortas comunitárias junto aos agricultores locais, em parceria com o sindicato rural, Cooperativa e os CRAS, de modo que os produtos sejam formalmente comprados pela Cozinha Comunitária; Trabalhar junto aos feirantes com conscientização quanto ao desperdício e coletando doações; Fazer parcerias com SESI, SESC, SENAI, Rotary, Lyons Club e outros órgãos similares. MESQUITA31 CASA ABRIGO PARA ADULTOS

32. Cumprir as propostas do PGP, como base inicial de par- ticipação popular; Construir e implantar grada- tivamente o OP – Orçamento Participativo, de acordo com Orçamento Municipal; Valorizar os Conselhos e de- mais órgãos de representação comunitária através da criação da Casa dos Conselhos e da formação e capacitação dos conselheiros e membros da so- ciedade civil; Estimular a participação efe- tiva da Sociedade Civil nos Conselhos, com representa- tividade ampla e diversificada; Zelar para que a composição dos Conselhos seja represen- tativa, abrangente e próxima às instituições e comunidades representadas; Implantar um espaço desti- nado ao apoio e formação dos Conselhos Comunitários; Utilizar ferramentas digitais como aplicativos de smart- phone,interatividade do Portal da Prefeitura,Redes Sociais para aumentar a participação, o controle e acesso da popu- lação a serviços da Prefeitura; Retomar o “Fale com o Pre- feito”; Estimular o aprendizado da Participação Cidadã através de Projetos Educacionais nas Es- colas do Município, como “Ver- eador por um dia” e “Visita das Escolas ao Executivo” ; Mapear em Mesquita todos os movimentos sociais e institu- ições de perfil comunitário, reli- gioso, esportivo e cultural que possam produzir lideranças e formadores de opinião pública; Promover fóruns e debates, virtuais e presenciais, de acor- do com a realidade de cada pú- blico alvo; Ampliar as relações e parce- ria com os movimentos soci- ais (Sindicatos, ONGs, Asso- ciações, outros) e Instituições Religiosas. RELAÇOES DE GOVERNO Retomar os projetos “De Mãos Dadas com a Cidadania” e “Plenária de Bairro com a presença de todo o Governo”; Criar um setor especializado na elaboração de Projetos que possa assessorar os diversos setores da Administração Públi- ca na Captação de Recursos e Prestação de Contas; Revitalizar o Portal da Trans- parência, democratizar o aces- so à Informação e as Publi- cações dos Atos Oficiais; Criar a cultura do atendimen- to ao público, com treinamento do servidor . COMUNICAÇÕES Criar um jornal impresso e digital da Prefeitura que man- tenha a população informada; Divulgar e estimular a partic- ipação da sociedade na ouvi- doria, Conferências e Audiên- cias Públicas ; Criar uma Cartilha de Serviços para informar ao ci- dadão sobre as funções de cada órgão e secretaria. GESTÃO PARTICIPATIVA RELAÇÕES DE GOVERNO COMUNICAÇÃO U m governo comprometido com os anseios da população deve criar canais de participação popular. Uma administração permeável às criticas, reclamações e sugestões dos munícipes terá instrumentos não só de correção de rumos como de Planejamento. Nos seus 8 anos de Governo Artur Messias implantou a Ouvidoria, a Coordenadoria de Gestão Participativa, o Portal Eletrônico, o Portal da Transparência, criou vários Conselhos e uma Coordenadoria Especifica para o assunto, realizou inúmeras Conferências, prestou contas em Audiências Públicas. MESQUITA 32

33. Realizar novos Concursos Públicos para as diversas áreas da administração; Informatizar toda a administração, de forma que o cidadão possa acompanhar o trâmite do processo pelo site da prefeitura; Reimplantar o uso do pregão eletrônico; Consolidar o Diário Oficial na internet; Garantir a presença de Servidores Efetivos no Setor de Licitações; Realizar novos Concursos Públicos para as diversas áreas da administração ; Atualizar os Plano de Cargos e Salários de todas as categorias ; Equipar o Arquivo Público Municipal visando a implantação do Gerenciamento Eletrônico de Documentos facilitando a localização dos processos; Promover a formação continuada do Servidor a fim de humanizar as relações e melhorar o atendimento ao público; Melhorar as instalações das secretarias, oferecendo locais adequados para o Servidor Público poder exercer seu trabalho em condições dignas e para oferecer à população um atendimento de qualidade e eficiente; Criar a Casa de Formação do Servidor Público, onde deverá estar instalada uma estrutura capaz de oferecer condições de treinamento e capacitação do Servidor Público; Criar o Núcleo de Saúde do Servidor, que oferecerá uma ação preventiva, incorporando inclusive a Perícia Médica, como parte de uma política mais ampla de atenção à Saúde do Servidor Público; Realizar auditoriaemtodosos setores, especialmente no que se refere a bens patrimoniais, contratos em vigência, localização de processos e avaliação de recursos disponíveis em almoxarifados e locais de trabalho. ADMINISTRAÇÃO SERVIDOR PÚBLICO U ma Administração Pública precisa ser eficiente, moderna e capaz de oferecer ao Cidadão respostas ageis às suas demandas. Para isso, o Servidor é o elemento mais importante. Ele precisa estar motivado, capacitado e com condições de trabalho. De 2003 a 2012, o Governo Artur Messias teve o mérito de estruturar a Máquina Pública de Mesquita. Artur fez 5 Concursos Públicos, elevando para 84% o quadro de concursados. Criou o Estatuto do Servidor e o Plano de Cargos e Salários de quase todas as categorias, o Mesquitaprev, etc. Capacitou centenas de servidores em cursos internos e em parcerias com a Escola do TCE. Estruturou o Arquivo Público Municipal e o Departamento de Patrimônio. MESQUITA33

34. U ma nova forma de gerar trabalho e renda e produzir riquezas é a economia solidaria. Os governos cada vez mais se preocupam com essa alternativa que cada vez demonstra sua força de enfrentamento aos gargalos econômicos que o sistema financeiro oferece aos pequenos produtores. Há 4 anos atrás, Artur já tomava algumas medidas nesse sentido. Criou o o Centro de Referência de Economia Solidaria, a Loja do Artesão, além de oferecer Cursos Profissionalizantes nos CRAS e fortalecer a produção agrícola local através do Compra Direta. Fomentar a construção do Plano Municipal de Economia Solidária; Apoiar formação de novos profissionais e cidadãos da Sociedade Civil em Economia Solidária; Fortalecer os espaços públicos democráticos e de Controle Social da Política Pública de Economia Solidária, tais como: Fóruns, Conferências e Conselhos; Fomentar a criação de redes de cooperação e cadeia produtiva solidária, apoiando a organização social dos empreendimentos, atores e autores, bem como sua formação; Viabilizar, através da devida regulamentação, que a Prefeitura adquira produtos da Economia Solidária; Recriar o Centro de Referência em Economia Solidária (CRESOL); Aderir ao Sistema Nacional de Comércio Justo e Solidário; Incluir as Politicas Públicas de Economia Solidária nos Planos de Desenvolvimento Municipal e Orçamento Participativo; Definir espaço adequado para comercialização de produtos da agricultura familiar e do artesanato local; Incentivar o comércio local a adquirir produtos da Economia Solidária como brindes, embalagens e uniformes; Incentivar e apoiar o trabalho dos agricultores familiares de Mesquita; Criar a feira orgânica ou da roça. ECONOMIA SOLIDÁRIA MESQUITA 34

35. Implementaroficinadefutebol para as crianças e jovens; Utilização das quadras esportivas das Unidades Escolares nos finais de semana; Promover campeonato de Futebol com os Projetos Comunitários; Criar o Programa Municipal “Bolsa Atleta”; Construir um Centro de Aperfeiçoamento nas “Artes Marciais”; Introduzir o ensino de Capoeira na Rede Municipal de Ensino; Garantir o funcionamento adequado das academias da Terceira Idade existentes nas praças da cidade; Promover com regularidade o campeonato de futebol dos Clubes Municipais; Desenvolver ações e investir na adequação de quadras poliesportivas para o fomento dos diversos esportes coletivos (Handebol, Voleibol, Basquete, Futebol de Salão). O esporte e o lazer são fundamentais na qualidade de vida de uma Cidade. Cabe ao Poder Público estimular a prática de esportes através da oferta de condições apropriadas, como equipamentos e atividades programadas. Por entender assim, os Governos Artur Messias foram responsavéis pela construção da Vila Olímpica, Pista de Atletismos e várias Quadras Poliesportivas. Foram reformadas e construídas mais de 30 praças e largos na Cidade, algumas com Quadras Poliesportivas. No seu governo foram implementados em Mesquita o Programa Esporte e Lazer na Cidade, o Polo de Natação e Hidrog

Add a comment