Objetivos para ensinar número

67 %
33 %
Information about Objetivos para ensinar número
Education

Published on April 27, 2014

Author: LetciaCristina4

Source: slideshare.net

Objetivos para “ensinar” número. • O numero não é ensinado diretamente. • A educação deve desenvolver a autonomia da criança, que é indissociavelmente, social, moral e intelectual. • Autonomia: ato de ser governado por si mesmo.

Autonomia Social, moral e intelectual : Quando o sujeito constrói sua própria aprendizagem, abandonando modelos preestabelecidos de respostas definidas na formação operacional dos objetos. Exemplo de autonomia intelectual foi Copérnico, inventou a teoria heliocêntrica. Autonomia intelectual:

Enquanto todos acreditavam que o sol girasse em torno da terra, Copérnico foi o suficiente autônomo para afirma a verdade da maneira como via.

• Existência do Papai Noel: A criança guia por ela mesma a duvidar da existência do Papai Noel, apesar da pressão materna. Autonomia como finalidade da educação requer que as crianças não seja levadas a dizer coisas nas quais acreditem como sinceridade.

A escola ensina tradicionalmente a obediência e as respostas corretas. A heterônomia e reforçada por recompensa ou sansão.

Quando a autonomia se transforma na meta da educação Os educadores tentarão aumentar a área de interseção.

• Pesquisas feitas por McKinnon e Renner (1971) Schwebel (1975) chegaram a conclusão que a escola desvaloriza o pensamento critico. A pesquisa foi realizada com estudantes das primeiras series dos cursos universitários mostram que só 25 % dos alunos era capazes de aprender um pensamento lógico no nível formal, e a pesquisa realizada por Schwebel (1975) aponta só 20% dos alunos.

AUTONOMIA SOCIAL E MORAL • Para que as crianças desenvolvam a autonomia moral, os adultos devem incentivá-las a construir por si próprias, os seus valores morais. • Exemplo de autonomia no âmbito sociomoral foi de Eliott Richardson, personagem de Watergate, que foi a única pessoa do gabinete do governo Nixon que se recusou a mentir, a pedido do seu superior, pedindo demissão.

QUANTIFICAR E A CONSTRUÇÃO DE NÚMERO • Segundo a autora a construção do numero é o principal objetivo para a aritmética das crianças escolarizadas de 4 a 6 anos, dentro do contexto da autonomia como finalidade ampla da educação. • Há diferença entre a construção do numero e quantificação e a quantificação de objetos.

• No exemplo do quadro cinco a primeira estrutura mental da criança esta em sua cabeça , não sendo observável , a quantificação de objetos por sua vez é parcialmente observável, exemplo quando Andreia tenta pegar xicaras suficientes para todos os de sua mesa, nesse exemplo ela trabalhou com quantificação.

Nesse caso o educador deve encorajar as crianças a pensarem sobre número e quantidades de objetos em situações que sejam significativas para elas, ou seja, as crianças devem pensar sobre quantidade sempre que sentirem necessidade e interesse. O educador deve encorajar a criança a quantificar objetos logicamente e a comparar conjuntos (em vez de encorajá-las a contar). O educador pode, por exemplo, pedir a uma criança que apanhe guardanapos ou copos suficientes para todas as crianças de uma mesa, em vez de dizer-lhe para apanhar uma quantidade definida de objetos. É importante levar a criança a quantificar, porque ajuda a mesma construir o numero se estiver em um estagio elevado para fazer isso. O FOCO DO PROFESSOR DEVE ESTAR LOCALIZADO NO PENSAMENTO QUE SE DESENVOLVE NA CABEÇA DA CRIANÇA QUANDO ELA TENTA CONSEGUIR O NUMERO DE XÍCARAS POSSÍVEIS PARA TODOS.

As pesquisas mostram que o meio ambiente pode retardar ou agilizar o desenvolvimento logico matemático. • Ainda é um mistério o como precisamente a criança constrói o numero , assim como é o processo da linguagem

A representação dos conceitos de número • A criança com sete ou oito anos que já construiu o conhecimento lógico matemático é capaz de representar o numeral com símbolos ou com signos e na teoria de Piaget os símbolos diferem dos signos pois os signos mantém uma semelhança figurativa com os objetos representados das crianças exemplo de símbolo é a bolinha ou o pauzinho. • Os signos ao contrario dos símbolos é um conhecimento social, criados por conversão e não possuem nenhuma semelhança com objeto.

• Segundo a autora a representação com signos é enfatizada no ensino infantil e mesma considera que deve se coloca-la em segundo plano. Uma observação e a critica que a autora faz que os professores ensinam as crianças a contarem , ler , escrever numerais pensando que esta ensinando conceitos numéricos, isso não é ruim , mais deve se considerar o que é importante de verdade, que a criança construa a estrutura mental de numero. Se a criança tiver construído a estrutura mental a partir dos símbolos consequentemente a mesma terá facilidade em assimilar signos a elas.

• Segundo a autora, embora a mesma não queira dar ênfase no ensino de signos, acha necessário ensinar as crianças se as mesmas tiverem interessadas. Pois nessa faze de 4 a 6 anos contar e ‘uma brincadeira prazerosas e muitas se interessam ou seja se a criança quer aprender é bom satisfazer sua curiosidade .

IMPORTANTE: o professor deve conhecer a diferença entre contar de memoria e contar com significado numérico, e isso só pode ser construído proveniente da estrutura lógico matemática construída pela criança em sua cabeça. Compreender esses signos só pode ser decorrência da sua estrutura mental que ela constrói a partir do seu interior, (os signos são superficiais, um conhecimento superficial ) levando em consideração o estagio da criança.

O objetivo para “ensinar” o número é o da construção que a criança faz da estrutura mental, a criança que pensa a sua maneira, incluindo quantidades, constrói o número. o conceito de número não pode ser ensinada diretamente e o professor deve ter ciência disto, encorajando as crianças em seu pensamento espontâneo levando-as a pensar autonomamente em todas as situações, o que é muito difícil, pois a maioria dos professores é condicionados a esperarem as repostas “certas”.

Add a comment

Related presentations

Related pages

3 Formas de Ensinar o Reconhecimento dos Números de 11 a 20

Como Ensinar o Reconhecimento dos Números de 11 a 20. ... Faça o mesmo para cada número e peça para as crianças circularem para identificar as várias ...
Read more

A Arte de Ensinar Matemática

A Arte de Ensinar Matemática. Caros Leitores. ... Objetivos: 1.1 Objetivo Geral: ... Existe algum numero primo para, ...
Read more

A ARTE DA MATEMÁTICA: Livro "A Criança e o Número", de ...

Capitulo 2 – Objetivos para “ensinar” número. ... o objetivo para ensinar o número é o da construção que a criança faz à sua maneira, ...
Read more

Ensinar Matemática de maneira divertiva: Plano de Aulas ...

Ensinar Matemática de ... Função social do numero (Para que serve o ... Objetivos Despertar o pensamento propiciando a troca de ...
Read more

Diversos jeitos de ensinar os números | Matemática ...

Diversos jeitos de ensinar os números Professoras de escolas de São Paulo e de Salvador lançam mão de jogos e situações didáticas que mobilizam o ...
Read more

Profissão Professor: Objetivos específicos: Língua ...

Exemplos de objetivos para os conteúdos dados: ... Gênero e número do adjetivo Sinônimos Antônimos ... Não há regra para ensinar separado.
Read more

Reticências da Larissa...: Caixas para ensinar números e ...

Título: Caixa para ensinar números e numerais Objetivos: Reconhecer números e numerais; Contar de 1 a 9; Identificar e ler números; Perceber ...
Read more

Resenha - a crianca e o numero - Ebah - A rede social para ...

OBJETIVOS PARA “ENSINAR” NÚMERO. Para que se possa extrair implicações pedagógicas dos temas tratados no 1º capítulo é preciso compreender o ...
Read more