O que um Engenheiro de Produção viu na Espanha: O que podemos fazer para melhorar os processos de Doação de Órgãos no Brasil.

100 %
0 %
Information about O que um Engenheiro de Produção viu na Espanha: O que podemos fazer...

Published on November 7, 2016

Author: RafaelPaim2

Source: slideshare.net

1. O que um Engenheiro de Produção viu na Espanha: O que podemos fazer para melhorar os processos de Doação de Órgãos no Brasil. RAFAEL PAIM Vice-presidente Adote Diretor Adote - Rio

2. O que um Engenheiro de Produção viu na Espanha: o que podemos fazer para melhorar o processos de Doação de Órgãos no Brasil. RAFAEL PAIM Vice-presidente Adote Diretor Adote - Rio   A  Cidade  de   Palma,     onde  doadores   de  órgãos   presenteiam   vida  

3. Eu vi: Um Milagre O Espírito de Colaboração que criou o Modelo Espanhol, que ainda tem muito a nos ensinar:

4. Eu vi: Um Milagre, com muito esforço e determinação Coordenação, Comunicação, Treinamento, Continuidade e Melhoria

5. Eu vi: Pedras que Abrem Caminhos Vi elementos sólidos de uma cultura Nacional que valoriza a Vida

6. Eu vi: Dedicação e Condições de Trabalho Profissionais treinados, com recursos para trabalhar

7. Profissionais treinados, com recursos para trabalhar

8. Eu vi: Receptividade Vi portas transparentes e convidativas

9. Eu vi: Receptividade Profissionais treinados, com recursos para trabalhar

10. Eu vi: Uma Boa Infraestrutura, mas muito simples A ONT está localizada no principal centro de saúde de Madrid

11. Profissionais treinados, com recursos para trabalhar

12. Eu vi: Trabalho em Equipe O Coordenador Tem papel central e tem apoio de membros de sua equipe

13. Eu vi: Trabalho em Equipe Profissionais treinados, com recursos para trabalhar

14. Eu vi: Técnica e Compartilhamento Conhecimento sendo compartilhado para melhorar o desempenho: Reflexão, Ação e Melhores Resultados h"p://www.ont.es/publicaciones/Documents/ GUIA_BUENAS_PRACTICAS_DONACION_ORGANOS.pdf  

15. Conhecimento sendo compartilhado para melhorar o desempenho: Reflexão, Ação e Melhores Resultados

16. Eu vi: Técnica e Compartilhamento Conhecimento sendo compartilhado para melhorar o desempenho: Reflexão, Ação e Melhores Resultados

17. Eu vi: Técnica e Compartilhamento Conhecimento sendo compartilhado para melhorar o desempenho: Reflexão, Ação e Melhores Resultados

18. Eu vi: Técnica e Compartilhamento Conhecimento sendo compartilhado para melhorar o desempenho: Reflexão, Ação e Melhores Resultados

19. Eu vi: Um Sistema de Melhorias Há Estratégias e Políticas Nacionais Há Melhorias, com base no TPM, e Há ação, execução, realização

20. Eu vi: Um Sistema de Melhorias Há Estratégias e Políticas Nacionais Há Melhorias, com base no TPM, e Há ação, execução, realização

21. Eu vi: Parcerias impensáveis – a Imprensa Medios  de   comunicación   Prestar  mucha   dedicación  a  los   medios  de   comunicación   “Preste  muita  dedicação  aos  meios  de  comunicação,  e   compreenda  os  momentos  em  que  a  informação  é   tratada  e  idenMfique  a  forma  mais  úMl  para  atender  e  se   relacionar  com  estes  profissionais.  Isto  é  vital  para  que   uma  divulgação  adequada  seja  capaz  de  permiMr   melhorar  o  conhecimento  da  população  sobre  a  doação   e  transplante.   Reuniões  regulares  com  jornalistas,  formação  em   comunicação  para  coordenadores,  bem  como  a  aMtude   rápida  da  gestão  de  situações  de  adversidade  e  crise  têm   sido  pontos  importantes  ao  longo  destes  anos  para  obter   um  clima  posiMvo  para  a  doação  de  órgãos”      

22. Eu vi: O Inimigo Oculto, dito por eles – Os transplantadores Fracionamento de Órgãos, Disputas de Poder e Profissionais: a hiper autonomia danosa.

23. Eu vi: Um processo, em constante melhoria Os processos produzem valor: Vida Os processos quando analisados mostram melhorias, que reduzem perdas

24. Eu vi: Um processo, em constante melhoria Fracionamento de Órgãos, Disputas de Poder e Profissionais: a hiper autonomia danosa.

25. Eu vi: Humanização – Vi gente com calor humano! “A  mí,  desde  luego,  y  aunque   parezca  petulante,  me  gusta   mi  trabajo  y  vengo  contento   a  trabajar”     Eduardo  MarMn  Escobar     Em    “Quien  hay  detras  de  Rafael   Matesanz”?  

26. Eu vi: Humanização – Vi gente com calor humano!

27. Perguntas que queremos ajudar a responder? •  Que é ter visão de processos na Saúde? •  O que são Processos? •  O que são processos da Saúde? •  O que é valor em Saúde? •  O que é valor? •  O que é valor em Saúde? •  O que são desperdícios na Saúde? •  O que importa mais? •  O que são desperdícios e perdas?

28. Stress,   Velocidade  e   Esforço   necessários   dos   funcionários   Qualidade,   Velocidade  e   Segurança  do   trabalho  que   flui  pelos   Processos     Aumento  do  Valor   Criado  pelos   Profissionais  e   Pacientes   O  Que  é  valor  com  uso  de  conceitos  e   ferramentas  Lean  Healthcare? 28   Adaptado de Tapping & Shuker (2003)

29. Perdas e Desperdícios nos Processos da Saúde

30. Perda  Vs  Desperdício Fonte: Kaizen Institute Perda   Desperdício Nas figuras abaixo, qual delas representa perda e qual representa desperdício ?

31. Esperas   Estoque  em  Excesso   ou  em  Falta   Movimentação  de   pessoas   Transporte  de   materiais   Serviços  defeituosos,   com  retrabalho,  não   conformidades   Serviços  de  saúde  a   mais  ou  a  menos   Seu  Trabalho  a  mais   ou  a  menos   Consumo  Excessivo   de  Recursos     Subcompetências  ou   Perda  de  Ideias   “MUDA” em Japonês   7/9 Perdas ou Desperdícios em Saúde Expandido  à  parMr  de  Ohno  (1997),  e  Shingo  (1996)  

32. 32   Desperdício  de   Informação   Variação  no  processo   Cada  um  define  seu  rítmo  de   trabalho  e  prioriza  as  tarefas  de   forma  individual   Invisibilidade   Informação  “escondida”  ou   incompleta   Retrabalho   Ter  que  refazer  algo  que  havia   sido  feiro   “Papelada"   Produzir  qualquer  documento   lsico  ou  formulário   desnecessário   “Re-­‐inserir”   Inserir  novamente   informações  no  sistema   Redundância   Trabalho  duplicado  ou  mesma   informação  guardada  em   lugares  diferentes   Espera   Informação  tem  aguardar  para   ser  aprovada,  entregue,   verificada  ou  completada   Complicação   Informação  complicada  sendo   recebida  ou  enviada   8 Perdas da Informação - VMPS

33. Valor é perdido e desperdiçado ao longo do Fluxo   Fluxo Inseguro, Pouco Confiável Impaciente Fluxo Incompetente Pouco Efetivo Caro Fluxo Demorado, Incapaz Incorreto

34. Como  ser  Lean?  

35. PERSISTÊNCIA  /  ENTREGA  

36. Mensurabilidade  +  Resultado   (Árvore  de  Resultados  Esperados  -­‐  ARE)   Alto    índice  de  normotermia   Menor  permanência  do   bonômio   Redução  do  uso  de   incubadoras   Aumento  da  saúde  do  bebê   Maior  convivência  mãe  -­‐   bebê   Aumento  da  saWsfação  da   paciente   Redução  dos  custos  Aumento  de  giro  de  leito   Redução  do  consumo  de   eletricidade   Redução  do  tempo  de   atendimento  da   enfermagem   Aumento  do  tempo  de  beira   leito  

37. Mudando   conWnuamente  o  que   BOM  quer  dizer   Criar  um  APETITE   insaciável  pela   MELHORIA   Transformar  a  organização  em   uma  comunidade  de   INOVADORES   Desempenhar  melhor   pequenas  tarefas  e  criar   VALOR  pelo  efeito   cumulaWvo  de   pequenas  melhorias   Quem  já  é  o  melhor  pode  fazer   AINDA  MELHOR   Lean  não  é  um  fim,   mas  um  meio.   O que é Lean para a Perinatal?

38. 38   Conceito: As redes de operações e processos (sujeitos e objetos): Ferramentas: VSM e 7/9 perdas Fluxo  do  Paciente   Fluxo  dos  Profissionais  de  Saúde   Fluxo  de  Mat-­‐Med  

39. 39   Fluxo Sincronizado no Virginia Mason Pacientes   Familiares   Fornecedores   Medicamentos   Materiais   Informações   Equipamentos   Normas  e  Protocolos  

40. Valor é fluxo, e o fluxo vem da integração dos processos Valor em Saúde se expressa em atributos estratégicos, escolhidos   Valor é perdido e desperdiçado ao longo do Fluxo   3 mensagens sobre melhorias nos processos

41. REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS LEAN Figueiredo (2006), Wang & Huzzard (s.d), Pinto (2011), Riani (2006), Liker et al. (2005), Pinto (2006), Womack & Jones (1992), Womack & Jones (1994), Womack & Jones (1996), Womack & Jones (2004), Antunes et al. (2008), Citeve (2012), Ohno (1997), Setijomo et al. (2011). LEAN EM SERVIÇOS Arruda & Luna (2006), Fortes (2010), Lima (2007), Seraphin et al. (2010), Heineke & Davis (2007), Giannini (2007). LEAN APLICADO A SAÚDE Araújo (2009), Buzzi & Plytiuk (2011), Graban (2009), Kim et al. (2006), Monteiro (2011), Pestana et al. (2012), Silberstein (2006), Simões (2009), Bohmer (2010), IHI (2005), Manos et al. (2006), Zidel (2006).   SAÚDE Oliveira & Silva (2011), Circu et al. (1012), Sellito (2005), IOM (1999), IOM (2001), Spear (2005), Kouzumi & Araújo (2005), Baalden & Davidoff (s.d), Allway & Corbett (2002), Roza (2005), Araújo (2005), Carter et al. (2009), Chesbrought & Spohrer (2006), Dickson et al. (2009), IOM (1999). GESTÃO À VIDA Bush (2007), Ferro (2009), Souza et al. (2004), Mello et al. (2012), Packer & Suski (2010). Videos em Doação sobre o SNT h"ps://vimeo.com/86111448   h"p://www.rmedica.es/edicion/171/quien-­‐hay-­‐ detras-­‐de-­‐rafael-­‐matesanz    

42. CONTATOS RAFAEL PAIM paimrafael@gmail.com (21) -2215-9629 www.adote.org.br Obrigado!

Add a comment

Related pages

Engenharia – Wikipédia, a enciclopédia livre

O engenheiro é o profissional que exerce a prática de engenharia. Em muitos países, o exercício da profissão de engenheiro obriga, para além da habilitação ...
Read more

O ADMINISTRADOR RURAL NAS SUAS TOMADAS DE DECISõES - Scribd

Podemos observar que os ... de cafés especiais no Brasil e para o ano de 2006 ... pode dar um grande salto na produção de alimentos ...
Read more

Administração, o curso que todo mundo quer fazer - Abecedário

A preocupação é a de que podemos chegar no ponto em que os EUA ... E nunca terá o status de um engenheiro, ... como a Espanha? O que devo fazer para que o meu ...
Read more

O zebu 218 by Revista O Zebu no Brasil - issuu

... associadas com variações no número de cópias. O Zebu no Brasil - Que ... os trabalhos de produção de embriões na ... para o. produtor de corte que quer um ...
Read more

Exercícios de INTERPRETAÇÃO DE TEXTOS - pt.scribd.com

A Filosofia teve origem na tentativa humana de escapar para um mundo em que ... foi o que cogitou na idéia de ... o que não cobre os custos de produção, ...
Read more

Entendendo a falácia da falta de engenheiros no mercado ...

“10 estagiários” para fazer o serviço de 1(um) engenheiro! ... que sair as ruas, os engenheiros no Brasil ... de Engenharia da produção esse semestre na ...
Read more

Jornal On-line Brasil Fashion News de 11 de outubro de 2011

... o Brasil sofre de um apagão de talentos na ... 150 horas seguidas de festas. E para que os homens e ... viu tudo o que a Vigor Mortis pode fazer, ...
Read more

Mises Brasil - Questão de lógica: aumento salarial imposto ...

... na produção. Suponha, por exemplo, que um poderoso ... o propósito de fazer um país em que "os bons ... os requisitos para o Brasil atingir ...
Read more

Apostila de producao perfeita | Tadeu Melo - Academia.edu

Apostila de producao perfeita. 79 Pages. Apostila de producao perfeita. Uploaded by. Tadeu Melo. connect to download. Get pdf. Apostila de producao perfeita. Download.
Read more

Sistemas Agroflorestais: uma alternativa para manter a ...

Assim se deu o que podemos chamar de um processo ... de fazer “roça suja”, pois viu na ... e necessários para os produtores entenderem os processos ...
Read more