advertisement

Introdução a feridas

64 %
36 %
advertisement
Information about Introdução a feridas
Health & Medicine

Published on February 16, 2014

Author: AdrianaDoCarmo1

Source: slideshare.net

Description

Aula de introdução a Feridas
advertisement

Instituto de Educação Jesus Monteiro Introdução a Feridas Professora: Adriana Rodrigues do Carmo Graduada e licenciada em Biologia e Enfermagem

A Pele • Maior órgão do corpo humano É composta pela: Epiderme Derme Tecido subcutâneo

Composição da pele: Epiderme  Camada mais externa  Composta de 4 estratos de epitélio escamoso:  Córneo (mais externo)  Granuloso  Espinhoso (mais espesso)  Basal (mais interno)  Queratinócitos  Espessura (varia com a localização, idade ou sexo)  Período de regeneração: + ou – 4 semanas.

Epiderme (Histologia)

Composição da pele: Derme  Camada Intermediária.  Também conhecida como cório ou pele verdadeira. Composta de 2 estratos:  Papilar (mais próximo a epiderme)  Reticular  Queratinócitos  Espessura (varia com a localização, idade ou sexo)  Período de regeneração: + ou – 4 semanas.

Derme (Histologia)

Composição da pele: Tecido subcutâneo  Compõe-se de fibras de tecidos conjuntivos, que sustentam o tecido adiposo.  É atravessada por vasos sanguíneos mais calibrosos.  Ocorre o metabolismo dos carboidratos e a lipogênese. (Síntese de ácidos graxos e triglicérides, que serão armazenados subsequentemente no fígado e no tecido adiposo.)  É uma camada de ligação e isolante do frio e calor exacerbados.

Tecido subcutâneo (Histologia)

Funções da Pele Manter a integridade do corpo;  Proteger o corpo contra infecções, lesões ou traumas;  Absorver e excretar líquidos;  Manter a temperatura corpórea;  Sintetizar vit D com a exposição aos raios solares  Agir como órgão do sentido;  Exercer papel estético.

Introdução O Tratamento de feridas se refere a proteção de lesões contra a ação de agentes externos físicos, mecânicos ou biológicos, tendo com objetivo reduzir, prevenir e/ou minimizar os riscos de complicações decorrentes. Antes da seleção e aplicação de um curativo, é necessária uma avaliação completa da ferida, do seu grau de contaminação, da maneira como esta ferida foi produzida, dos fatores locais e sistêmicos e da presença de exsudato, como forma de agilizar o processo de cicatrização e proteger a ferida.

FERIDAS E SUAS CLASSIFICAÇÕES

Ferida e Úlcera Ferida: Lesão do tecido em decorrência de trauma mecânico, físico ou térmico ou que se desenvolva a partir de uma condição patológica ou fisiológica, que deve se fechar em até 2 semanas. Úlcera: A Ferida se torna uma úlcera após seis semanas de evolução sem intenção de cicatrizar.

Classificação de Feridas 1. Quanto a causa 2. Quanto a evolução 3. Quanto a presença de infecção 4. Quanto ao comprometimento tecidual

Classificação de Feridas 1. Quanto a causa: Cirúrgicas ou traumáticas Resultante de uma cirurgia ou de um trauma.

Classificação de Feridas 1. Quanto a causa: Patológicas Ocorre como consequência de uma patologia, (úlcera de pressão, neoplasia, úlceras venosas e arteriais).

Classificação de Feridas 1. Quanto a causa: Iatrogênicas Resultantes de procedimentos ou tratamentos (radioterapia).

Ferida Cirúrgica e Ferida traumática

Ferida Patológica

Ferida Iatrogênica

Classificação de Feridas 2. Quanto a evolução: Aguda Feridas de fácil resolução,há ruptura da vascularização e desencadeamento imediato de hemostasia (cortes , escoriações, queimaduras) Crônica Feridas de longa duração (desvio do processo cicatricial fisiológico.)

Aguda Crônica

Classificação de Feridas 3. Quanto a presença de infecção: Limpa Isenta de microrganismos. Limpa Contaminada Lesões com tempo inferior 6h entre o trauma e o atendimento inicial.

Classificação de Feridas 3. Quanto a presença de infecção: Contaminada Infectada Feridas cujo tempo de atendimento foi superior a 6h após o trauma Presença de agente infeccioso local.

Ferida Limpa

Ferida Contaminada

Ferida Infectada

Classificação de Feridas 4. Quanto ao comprometimento tecidual: Estágio I Pele íntegra, com sinais de hiperemia, descoloração ou endurecimento.

Classificação de Feridas 4. Quanto ao comprometimento tecidual: Estágio II A epiderme e a derme estão rompidas, podendo envolver tecido subcutâneo, e com hiperemia , bolhas e cratera rasa.

Classificação de Feridas 4. Quanto ao comprometimento tecidual: Estágio III Perda total do tecido cutâneo, necrose do tecido subcutâneo até a fáscia muscular;

Classificação de Feridas 4. Quanto ao comprometimento tecidual: Estágio IV Grande destruição tecidual, com necrose, atingindo músculos,tendões e ossos

Os quatro estágios (Camadas da pele)

Os quatro estágios (Imagens para diferenciação)

Cirúrgica ou traumática Quanto a causa Patológica Iatrogênicas Aguda Quanto a evolução Crônica Limpa Quanto a presença de infecção Limpa Contaminada Contaminada Estágio I Infectada Estágio II Quanto ao comprometimento tecidual Estágio III Estágio IV

Exercícios 1. Qual é o maior órgão do corpo humano? 2. A pele é composta pela ___________, ______________ e ___________________. 3. Qual é a camada mais externa da pele e ela é composta de que estratos? 4. Qual o período de regeneração da parte mais externa da pele? 5. Qual é a camada intermediária da pele e ela é composta de que estratos? 6. Qual é a camada mais interna da pele e como ele é composto? 7. Onde é realizado o metabolismo dos carboidratos? 8. Diferencie ferida de úlcera.

Exercícios 9. Como podem ser classificadas as feridas? 10. O que são feridas patológicas? 11. O que são feridas iatrogênicas? 12. Diferencie ferida aguda de ferida crônica. 13. O que são feridas limpas, contaminadas e infectadas? 14. Fale de cada um dos 4 estágios das úlceras. 15. Faça um resumo do que aprendeu sem precisar ler a matéria.

Add a comment

Related presentations

Related pages

Manual - Tratamento de feridas by Atlas da Saúde - issuu

Tratamento de feridas 1. Introdução O tratamento de feridas é um processo dinâmico, complexo e que requer uma atenção especial principalmente quando ...
Read more

Curativos - feridas - Enfermagem online - blog da enfermagem

Introdução A pele constitui uma barreira mecânica de proteção ao corpo, além de participar da termorregulação, da excreção de água e ...
Read more

PT Prontosan® Gel para Feridas DE Prontosan® Wundgel

Introdução: As feridas cutâneas crónicas estão frequentemente cobertas por depósitos de fibrina, tecido necrótico e/ou biofilme.
Read more

Cristiano Cesar: Feridas e o processo de cicatrização

Introdução: A pele, maior órgão do corpo, ... As feridas podem ser classificadas quanto à causa em cirúrgicas, traumáticas e ulcerativas; ...
Read more

FERIDAS Trabalhos e monografias 1 - 19

Trabalhos gratuitos em FERIDAS. Utilize os nossos documentos de pesquisas para ajudar no seu aprendizado 1 - 19
Read more

Tratamento de Feridas

Tratamento de Feridas. Avaliação Geral das Feridas - Odor - Cor da Ferida - Secreção - Extensão; ... Introdução ; Barbatimão ; Legislação ...
Read more

PROTOCOLO DE FERIDA - pt.scribd.com

PROTOCOLO DE PREVENÇÃO E TRATAMENTO DE FERIDAS ... INTRODUÇÃO A pele é a principal barreira de proteção do organismo e tem como funções ...
Read more

Feridas e Curativos – Uma Forma simples e Prática de ...

História do Curativo, 1 • Introdução, ... FERIDAS E CURATIVOS: UMA FORMA SIMPLES E PRÁTICA DE TRATAR. Figura 3.1 Corte anatômico da pele.
Read more

44 (r)Tratamento de Feridas - Vania Declair

Introdução Comissão de Curativos, Grupo de Avaliação de Pele, Equipe de Prevenção e Tratamento de Feridas são algumas das denominações da
Read more

1. INTRODUÇÃO - fape-pe.edu.br

FACULDADE PERNAMBUCANA - FAPE CLÍNICA DE ENFERMAGEM Os profissionais dessa equipe devem ser coesos, valorizar a diversidade de papéis em buscada ...
Read more