Importancia dos rios para as primeiras civiliza√ß√Ķes

50 %
50 %
Information about Importancia dos rios para as primeiras civiliza√ß√Ķes

Published on September 24, 2015

Author: ThiagoPetillo

Source: slideshare.net

1. HIST√ďRIAILUSTRADA,VOL.2 HIST√ďRIAILUSTRADA,VOL.2 A IMPORT√āNCIA DOS RIOS PARA AS PRIMEIRAS CIVILIZA√á√ēES POR MARCOS FABER 1¬™ Edi√ß√£o (Agosto 2011) www.historialivre.com

2. AImport√ĘnciadosRiosparaasPrimeirasCiviliza√ß√Ķes √ćNDICE Introdu√ß√£o ......................................................................................................................... 3 A Sedentariza√ß√£o do Homem ........................................................................................... 4 A Forma√ß√£o do Estado .................................................................................................... 8A Forma√ß√£o do Estado .................................................................................................... 8 O Egito e o Rio Nilo ........................................................................................................ 10 A Mesopot√Ęmia e os Rios Tigre e Eufrates ..................................................................... 14 A Palestina e o Rio Jord√£o ............................................................................................... 18 Conclus√£o ....................................................................................................................... 20 Gloss√°rio ........................................................................................................................ 21 Bibliografia ...................................................................................................................... 22

3. AImport√ĘnciadosRiosparaasPrimeirasCiviliza√ß√Ķes INTRODU√á√ÉO Para entendermos como surgiram as primeiras grandes civiliza√ß√Ķes da humanidade, 3 Para entendermos como surgiram as primeiras grandes civiliza√ß√Ķes da humanidade, precisamos compreender como nasceram as primeiras cidades. Tamb√©m sendo importante entender a import√Ęncia que os rios tiveram neste processo. Neste breve estudo, analisaremos em especial a forma√ß√£o das cidades formadas √†s margens dos rios Nilo (Egito), Jord√£o (Israel/Palestina), Tigre e Eufrates (Mesopot√Ęmia, atual Iraque e Kuwait), ou seja, estudaremos somente a regi√£o do Crescente F√©rtil. N√£o ignorando a exist√™ncia de outras civiliza√ß√Ķes nascidas √†s margens de outros importantes rios, tais como os Indo e Ganges (√ćndia) e Amarelo e Azul (China) e tantos outros casos. Estas civiliza√ß√Ķes ser√£o analisadas em trabalhos futuros. Neste momento, a pesquisa ocorrer√° somente em torno do surgimento dos Estados da regi√£o do Crescente F√©rtil.

4. AImport√ĘnciadosRiosparaasPrimeirasCiviliza√ß√Ķes 4 Mapa do Crescente F√©rtil pelo Google Maps (sat√©lite). A imagem acima nos fornece uma vis√£o panor√Ęmica da regi√£o que estudaremos a seguir. A SEDENTARIZA√á√ÉO DO HOMEM Para come√ßar, √© importante entendermos que o surgimento das primeiras cidades do Crescente F√©rtil n√£o ocorreram de forma homog√™nea*, na verdade, em cada regi√£o as cidades nasceram dentro de caracter√≠sticas pr√≥prias.

5. AImport√ĘnciadosRiosparaasPrimeirasCiviliza√ß√Ķes 5 Enquanto n√īmades, os seres humanos dividiam-se em ca√ßadores (homens) e coletores (mulheres). O desenvolvimento da agricultura for√ßou a sedentariza√ß√£o dos homens, que passaram a habitar uma regi√£o fixa. (fotos: Sebasti√£o Salgado) Entretanto, devemos levar em considera√ß√£o que praticamente todas elas surgiram como uma evolu√ß√£o natural das aldeias tribais que haviam nestas regi√Ķes. Aldeias, ali√°s, que se formaram a partir da sedentariza√ß√£o* do homem. Outro fator de aproxima√ß√£o dos homens aos rios, foram os fatores geogr√°ficos, j√° que boa parte do entorno do Crescente F√©rtil √© formado por desertos.

6. AImport√ĘnciadosRiosparaasPrimeirasCiviliza√ß√Ķes 6 Mapas do Crescente F√©rtil, √°rea que abrange as regi√Ķes do Egito, Israel/Palestina e Mesopot√Ęmia. Por√©m, o rio sozinho n√£o foi o respons√°vel pela sedentariza√ß√£o dos seres humanos. Este processo ocorreu como consequ√™ncia direta da necessidade de alimentar toda a popula√ß√£o tribal. Por isso, desde muito cedo, os homens procuraram habitar em regi√Ķes pr√≥ximas aos rios, pois nestas regi√Ķes existia abund√Ęncia* de √°gua pot√°vel para os membros da tribo e para os seus animais.

7. AImport√ĘnciadosRiosparaasPrimeirasCiviliza√ß√Ķes 7 Imagem ao lado: rio Tigre na Mesopot√Ęmia. Acima foto de uma tribo n√īmade atual (foto: Sebasti√£o Salgado). At√© o per√≠odo Neol√≠tico (aproximadamente 5000 a.C.), os seres humanos viviam de forma n√īmade*, ou seja, mudavam constantemente o lugar de habita√ß√£o. N√£o vivendo em uma terra fixa, os homens aproveitavam uma regi√£o at√© que esta estivesse com os recursos naturais esgotados, ent√£o se mudavam para outra √°rea. Para que se tornassem sedent√°rios, foi essencial o desenvolvimento da agricultura, que, por sua vez, exigia terras f√©rteis, e estas eram proporcionadas pelos rios.

8. AImport√ĘnciadosRiosparaasPrimeirasCiviliza√ß√Ķes 8 A fertilidade do solo foi essencial para o desenvolvimento da agricultura. A FORMA√á√ÉO DO ESTADO Com o dom√≠nio da agricultura, o homem buscou se fixar pr√≥ximo √†s margens dos rios, onde teria acesso √† √°gua pot√°vel e √† terras mais f√©rteis. Com isso, a produ√ß√£o de alimentos, que antes era destinada ao consumo imediato, tornou-se muito grande, o que levou os homens a estocarem alimentos. Consequentemente a popula√ß√£o come√ßou a aumentar, pois havia alimentos para todos. Assim, come√ßaram a surgir as primeiras vilas ou aldeias e, depois, as cidades. A vida dos homens come√ßava a deixar de ser simples para se tornar complexa. Tornando-se necess√°ria a organiza√ß√£o da sociedade que surgia.

9. AImport√ĘnciadosRiosparaasPrimeirasCiviliza√ß√Ķes As primeiras cidades foram formadas nas regi√Ķes da Mesopot√Ęmia e do Egito, locais onde os homens passaram a se organizar em sociedade. Nestas cidades surgiu o com√©rcio, que no in√≠cio era feito somente com os excedentes* da produ√ß√£o, mas com o tempo se passou a plantar visando a venda e/ou a troca. 9 Os verdes pastos tamb√©m favorecem a pecu√°ria. e/ou a troca. Nas rec√©m constitu√≠das cidades, os homens passaram a ser classificados de acordo com a fun√ß√£o que exerciam (sacerdotes, ferreiros, agricultores, guerreiros, comerciantes, pescadores, professores, escribas, etc.). As diferentes fun√ß√Ķes criaram diferen√ßas sociais, afinal, uns tinham mais recursos do que os outros. A divis√£o do trabalho tornou necess√°ria a organiza√ß√£o do Estado* e a cria√ß√£o de leis.

10. AImport√ĘnciadosRiosparaasPrimeirasCiviliza√ß√Ķes O EGITO E O RIO NILO O Egito Antigo surgiu e se desenvolveu no entorno do rio Nilo. Conforme afirmou o historiador grego Her√≥doto ‚ÄúO Egito √© uma d√°diva do Nilo‚ÄĚ. Com isso, n√£o √© incorreto afirmar que o Egito Antigo existia gra√ßas ao Nilo. 10 Fotos a√©reas do rio Nilo. Nilo. Como nesta regi√£o a terra era bastante f√©rtil, as comunidades locais logo se tornaram sedent√°rias, desenvolvendo a agricultura. O desenvolvimento da agricultura foi essencial para que as tribos que habitavam a regi√£o passassem a se organizar de forma mais complexa. Afinal, agora era necess√°rio contabilizar a produ√ß√£o agr√≠cola que era produzida de forma coletiva.

11. AImport√ĘnciadosRiosparaasPrimeirasCiviliza√ß√Ķes 11 Fotos de sat√©lite do rio Nilo, Egito. Nas ilustra√ß√Ķes ao lado e acima. observe que a faixa de terra f√©rtil (verde) cobre apenas o contorno do rio Nilo, o restante √© formado pelo deserto. Na foz do rio (topo na imagem) est√° o Delta do Nilo, uma regi√£o pantanosa, mas muito f√©rtil.

12. AImport√ĘnciadosRiosparaasPrimeirasCiviliza√ß√Ķes 12 Pequena faixa de terra f√©rtil √†s margens do Nilo. Observe que ao fundo, o deserto toma conta da paisagem. Ao lado, outra foto a√©rea do Nilo. A primeira forma de organiza√ß√£o eg√≠pcia foram os nomos, esp√©cie de vilarejos independentes, que se organizavam de forma cooperativada. A produ√ß√£o agr√≠cola era comunit√°ria, isto √©, pertencia a todos. A unifica√ß√£o dos diversos nomos resultou na forma√ß√£o do Estado eg√≠pcio.

13. AImport√ĘnciadosRiosparaasPrimeirasCiviliza√ß√Ķes Salve, √≥ Nilo! √ď tu que manifestaste sobre esta terra e vens em paz para dar. Vida ao Egito. Regas a terra em toda a parte, deus dos gr√£os, senhor dos peixes, criador do trigo, produtor da cevada. (...) Ele traz as provis√Ķes deliciosas, cria todas as coisas boas, √© o senhor das nutri√ß√Ķes agrad√°veis e escolhidas. Ele Palavras de Her√≥doto sobre o Egito e o Nilo (Her√≥doto, ‚ÄúHist√≥ria‚ÄĚ, livro II, ‚ÄúEuterpe‚ÄĚ) 13 produz a forragem para os animais, prov√™ os sacrif√≠cios para todos os deuses. Ele se apodera de dois pa√≠ses e os celeiros se enchem, os entrepostos regurgitam, os bens dos pobres se multiplicam; torna feliz cada um conforme seu desejo. (...) N√£o se esculpem pedras nem est√°tuas em tua honra, nem se conhece o lugar onde ele est√°. Entretanto, governas como um rei cujos decretos est√£o estabelecidos pela terra inteira, por quem s√£o bebidas as l√°grimas de todos os olhos e que √© pr√≥digo de tuas bondades. O Egito √© uma d√°diva do Nilo. Busto de Her√≥doto, considerado o pai da Hist√≥ria.

14. AImport√ĘnciadosRiosparaasPrimeirasCiviliza√ß√Ķes 14 Imagem ao lado, rios Tigre e Eufrates na Mesopot√Ęmia. Acima, imagem de sat√©lite da mesma regi√£o (em azul, no sul, est√° o Golfo P√©rsico, rico em petr√≥leo). A MESOPOT√āMIA E OS RIOS TIGRE E EUFRATES Mesopot√Ęmia vem do grego e quer dizer ‚Äúentre rios‚ÄĚ (meso = meio, entre. J√° potamus = rio. Potamus deu origem ao termo que designa a √°gua que √© boa para beber, ou seja, pot√°vel). ‚ÄúEntre Rios‚ÄĚ faz refer√™ncia ao fato da regi√£o ficar entre os rios Tigre e Eufrates.

15. AImport√ĘnciadosRiosparaasPrimeirasCiviliza√ß√Ķes 15 Fotos do rio Eufrates. Observe que a faixa de terra f√©rtil √© bastante estreita, com o deserto muito pr√≥ximo. A localiza√ß√£o privilegiada proporcionou √† Mesopot√Ęmia um solo muito f√©rtil, respons√°vel por duas colheitas anuais. A fertilidade do solo permitiu o desenvolvimento da agricultura e da pecu√°ria na regi√£o. Por√©m essa abund√Ęncia ocasionou numa s√©rie de disputas pelo controle das terras beira rio.

16. AImport√ĘnciadosRiosparaasPrimeirasCiviliza√ß√Ķes 16 A gravura ao lado representa os Jardins Suspensos da Babil√īnia de frente para o rio Eufrates. Abaixo gravura da Babil√īnia antiga. A cidade foi constru√≠da no entorno do rio. Na Mesopot√Ęmia, a forma√ß√£o das primeiras cidades foi muito parecida com a do Egito, mas com uma diferen√ßa muito importante, isto √©, na regi√£o n√£o existiu apenas um Estado centralizado, mas v√°rios reinos que disputavam o controle da √°rea. Destes reinos destacaram-se, em ordem cronol√≥gica, sum√©rios, ac√°dios, babil√īnicos, ass√≠rios e caldeus.

17. AImport√ĘnciadosRiosparaasPrimeirasCiviliza√ß√Ķes 17 Maquete do Portal de Ishtar, o belo portal era a entrada para a cidade de Babil√īnia. Acima detalhe da parede em azulejos com figuras de animais em relevo. A riqueza natural da Mesopot√Ęmia possibilitou o nascimento de uma pr√≥spera sociedade agr√≠cola. A cidade da Babil√īnia (imagens acima) demonstra toda essa riqueza. Por sinal, a prosperidade e a riqueza que atra√≠ram a cobi√ßa de Ciro, rei da P√©rsia, que conquistou a cidade e toda a regi√£o em 550 a.C., pondo fim na independ√™ncia pol√≠tica mesopot√Ęmica.

18. AImport√ĘnciadosRiosparaasPrimeirasCiviliza√ß√Ķes 18 Fotos do rio Jord√£o. O Jord√£o √© um importante ponto tur√≠stico em Israel por ser o local onde Jesus foi batizado por Jo√£o Batista. A PALESTINA E O RIO JORD√ÉO A fertilidade das terras do entorno do rio Jord√£o (e seus afluentes) criou o ambiente para que se formasse, na regi√£o, uma s√©rie de aldeias de povos pastores (em sua maioria de origem semita), que logo desenvolveram a agricultura.

19. AImport√ĘnciadosRiosparaasPrimeirasCiviliza√ß√Ķes O desenvolvimento da agricultura na regi√£o, tornou a Palestina alvo de disputas por seu controle. Foram v√°rios os Estados formados na 19 Mapa atual da localiza√ß√£o do rio Jord√£o e seus afluentes. At√© hoje o Jord√£o √© alvo de disputas pelo controle da √°gua. Foram v√°rios os Estados formados na regi√£o. Dos reinos nascidos no entorno do Jord√£o se destacaram Israel, Jud√°, Fen√≠cia, Filisteia e S√≠ria. Mas a regi√£o tamb√©m sofreu com as invas√Ķes estrangeiras. Egito, Ass√≠ria e Babil√īnia conquistaram e controlaram a regi√£o por breves per√≠odos de tempo.

20. CONCLUS√ÉO AImport√ĘnciadosRiosparaasPrimeirasCiviliza√ß√Ķes 20 Homens tocando o gado. Foto Sebasti√£o Salgado. A Imensid√£o do deserto. Foto Sebasti√£o Salgado. CONCLUS√ÉO Como vimos anteriormente, o acesso √† √°gua pot√°vel foi essencial na forma√ß√£o das primeiras aldeias e, conseq√ľentemente, nas primeiras cidades. A proximidade dos rios permitiu o desenvolvimento e o aprimoramento da agricultura que, por sua vez, possibilitou um aumento consider√°vel da produ√ß√£o de alimentos. O aumento da oferta de comida, permitiu um crescimento vertiginoso da popula√ß√£o. Devido a isso, o excedente de alimentos passou a ser comercializado com outros povos. Nascia assim a figura do Estado e a conseq√ľente divis√£o do trabalho. Com isso, as primeiras civiliza√ß√Ķes criaram diferen√ßas entre a popula√ß√£o, se no per√≠odo n√īmade todos eram iguais e tinham direito igual √† comida, agora era diferente, pois a divis√£o do trabalho criou diferen√ßas entre as novas classes sociais. Assim, a organiza√ß√£o do Estado criou uma elite que n√£o precisava trabalhar para sobreviver, pois vivia da explora√ß√£o do trabalho alheio. Por tudo isso, o surgimento do Estado na Antig√ľidade criou as bases da sociedade como conhecemos hoje.

21. GLOSS√ĀRIO AImport√ĘnciadosRiosparaasPrimeirasCiviliza√ß√Ķes 21 Quente durante o dia, frio durante a noite. Assim √© o deserto. Foto Sebasti√£o Salgado. Rochas do deserto. Foto Sebasti√£o Salgado. GLOSS√ĀRIO * Homog√™neo: Que tem a mesma natureza, ou √© do mesmo g√™nero que outro objeto; id√™ntico no seu todo. * Sedent√°rio: Que tem resid√™ncia ou habitat fixos. * Abund√Ęncia: Fartura, grande quantidade. * N√īmade: Diz-se das tribos humanas que n√£o t√™m sede fixa e vagueiam errantes por diversas regi√Ķes. * Excedente: Que excede ou sobeja. * Estado: Na√ß√£o politicamente organizada por leis pr√≥prias; Terras ou pa√≠ses sujeitos √† mesma autoridade ou jurisdi√ß√£o; Conjunto de poderes pol√≠ticos de uma na√ß√£o; Divis√£o territorial de certos pa√≠ses, como o Brasil, os Estados Unidos.

22. AImport√ĘnciadosRiosparaasPrimeirasCiviliza√ß√Ķes BIBLIOGRAFIA CARDOSO, Ciro Flamarion S. O Egito Antigo. S√£o Paulo: Brasiliense, 1982. CARDOSO, Ciro Flamarion S. Antiguidade Oriental: Politica e Religi√£o. S√£o Paulo: Contexto, 1990. FABER, Marcos Em√≠lio Ekman. A Constitui√ß√£o Geogr√°fica do Egito Antigo. Dispon√≠vel em: <http://www.historialivre.com/antiga/geoegito.htm> Acesso em 14 de jul. 2011. 22 em: <http://www.historialivre.com/antiga/geoegito.htm> Acesso em 14 de jul. 2011. FABER, Marcos Em√≠lio Ekman. A Mesopot√Ęmia. Dispon√≠vel em: <http://www.historialivre.com/antiga/mesopotamia.htm> Acesso em 14 de jul. 2011. FERREIRA, Olavo Leonel. Mesopot√Ęmia. S√£o Paulo: Editora Moderna, 1993. FOTOS SALGADO, Sebasti√£o. Site da Unicef. Dispon√≠vel em: <http://www.unicef.org/salgado> SALGADO, Sebasti√£o. √Ālbum √Āfrica. Dispon√≠vel em: <http://entretenimento.uol.com.br/album/sebastiao_africa_album.jhtm> SALGADO, Sebasti√£o. Terra. S√£o Paulo: Cia das Letras, 1997.

23. AImport√ĘnciadosRiosparaasPrimeirasCiviliza√ß√Ķes OUTROS E-BOOKS (Gr√°tis) Renascimento. Hist√≥ria Ilustrada da Arte, Volume 1. Marcos Em√≠lio Ekman Faber. Dispon√≠vel em: <http://www.historialivre.com/moderna/renascimento2.pdf> Moda. Hist√≥ria Ilustrada da Arte, Volume 2. Marcos Em√≠lio Ekman Faber. Dispon√≠vel em Breve em <http://www.historialivre.com/arte/moda.pdf>. Hist√≥ria Ilustrada do Feudalismo. Hist√≥ria Ilustrada, Volume 1. Marcos Em√≠lio Ekman 23 Hist√≥ria Ilustrada do Feudalismo. Hist√≥ria Ilustrada, Volume 1. Marcos Em√≠lio Ekman Faber. Dispon√≠vel em: <http://www.historialivre.com/medieval/feudalismo.pdf> A Hist√≥ria dos Partidos Pol√≠ticos no Brasil. Marcos Em√≠lio Ekman Faber. Dispon√≠vel em: <http://www.historialivre.com/brasil/partidos_politicos.pdf> A Hist√≥ria dos Partidos Pol√≠ticos na Revolu√ß√£o Francesa. Marcos Em√≠lio Ekman Faber. Dispon√≠vel em: <http://www.historialivre.com/contemporanea/partidos_politicos_franca.pdf> O Imperialismo em Charges. Marcos Em√≠lio Ekman Faber. Dispon√≠vel em: <http://www.historialivre.com/contemporanea/imperialismo.pdf> A Hist√≥ria do Dinheiro no Brasil. Marcos Em√≠lio Ekman Faber. Dispon√≠vel em: <http://www.historialivre.com/brasil/dinheiro_brasil.pdf>

24. AImport√ĘnciadosRiosparaasPrimeirasCiviliza√ß√Ķes 1¬™Edi√ß√£o(Agosto2011) FIMFIM Marcos Faber www.historialivre.com marfaber@hotmail.com Mais materiais gratuitamente no site www.historialivre.com

Add a comment

Related pages

IMPORTANCIA DOS RIOS - historialivre.com

A Import√Ęncia dos Rios para as Primeiras Civiliza√ß√Ķes INTRODU√á√ÉO Para entendermos como surgiram as primeiras grandes civiliza√ß√Ķes da humanidade,
Read more

Hist√≥ria Viva: As primeiras civiliza√ß√Ķes

As primeiras civiliza√ß√Ķes surgiram as ... import√Ęncia para os eg√≠pcios. O rio era utilizado ... civiliza√ß√Ķes surgiram as margens dos rios.
Read more

Agua: O principio da vida e a formação das primeiras ...

As primeiras civiliza√ß√Ķes da humanidade surgiram a ... A Mesopot√Ęmia as margens dos rios TIGRES E ... rios para pescar e via de transporte ...
Read more

Hist√≥ria Antiga - A Import√Ęncia Dos Rios Para as Civiliza√ß√Ķes

... A import√Ęncia dos rios para as ... de Propriedade Nas Primeiras Civiliza√ß√Ķes. ... A Import√Ęncia Dos Rios Para as Civiliza√ß√Ķes. by api ...
Read more

Qual a importancia dos grandes rios para formação das ...

Qual a importancia dos grandes rios para forma√ß√£o das primeiras civiliza√ß√Ķes?
Read more

Hist√≥ria da Humanidade/As Civiliza√ß√Ķes dos Grandes Rios ...

Hist√≥ria da Humanidade/As Civiliza√ß√Ķes dos Grandes Rios. Origem: ... O fator decisivo para que essas tribos pudessem criar ra√≠zes num local, ...
Read more

Blog do Vestibular: A import√Ęncia dos rios para as ...

A import√Ęncia dos rios para as ... Os homens sempre dependeram dos rios. As grandes civiliza√ß√Ķes ... O dom√≠nio dos rios Tigre e Eufrates ...
Read more

Qual a importancia dos rios para as primeiras civilizaçoes?

Qual a importancia dos rios para as primeiras civilizaçoes? ... (O resultado deste leilão será destinado para o Lar dos Velhinhos"; po ...
Read more

A import√Ęncia da √°gua para os povos da antiguidade ...

... especialmente dos rios, para os povos da ... grandes civiliza√ß√Ķes se desenvolveram √†s margens de grandes rios, as primeiras cidades surgiram bem ...
Read more