Havia morte antes do pecado de Adão (Parte II)

67 %
33 %
Information about Havia morte antes do pecado de Adão (Parte II)

Published on July 5, 2016

Author: 392766

Source: slideshare.net

1. HAVIA MORTE ANTES DO PECADO DE ADÃO? (PARTE II) Na parte (I) deste estudo, já chegamos à conclusão de que havia morte antes do pecado de Adão... Havia morte de animais e plantas... Mas, a morte humana só ocorreu após a queda de Adão no pecado... A parte (II) desse estudo irá corroborar as conclusões citadas acima... Em Gênesis 1:20 está escrito - “E disse Deus: Produzam as águas abundantemente répteis de alma vivente; e voem as aves sobre a face da expansão dos céus” (Bíblia de Promessas, Edição Revista e Corrigida, Co - edição (JUERP) Imprensa Bíblica Brasileira, 8ª edição, 2007) A passagem de Gênesis 1:20 em hebraico, encontra-se no texto acima (em amarelo)... Trata-se da criação dos “seres” que vivem na água e daqueles que voam... A expressão utilizada para tais “seres” é “alma vivente”... Em hebraico, “Alma Vivente” é “Néfesh Chayah”... Chayah Néfesh

2.  Néfesh, segundo o “Pequeno Dicionário de Línguas Bíblicas, Edições Vida Nova”, de Larry A. Mitchel, Carlos Osvaldo Cardoso Pinto e Bruce M. Metzger, 2002, tem o significado abaixo: Já de acordo com o “Dicionário Hebraico – Português e Aramaico – Português, Editora Sinodal, Co – editora Vozes Ltda, 8ª edição, 1997”, a palavra Néfesh significa vida, alma, estado de ânimo.  Chayah segundo o “Pequeno Dicionário de Línguas Bíblicas, Edições Vida Nova”, de Larry A. Mitchel, Carlos Osvaldo Cardoso Pinto e Bruce M. Metzger, 2002, tem o significado abaixo: Já de acordo com o “Dicionário Hebraico – Português e Aramaico – Português, Editora Sinodal, Co – editora Vozes Ltda, 8ª edição, 1997”, a palavra Chayah significa vida, avidez. A mesma expressão ocorre em Gênesis 1:24, quando houve a criação dos animais terrestres, que diz – “E disse Deus: Produza a terra alma vivente conforme a sua espécie; gados e répteis, e bestas – feras da terra conforme a sua espécie. E assim foi” (Bíblia de Promessas, Edição Revista e Corrigida, Co -edição (JUERP) Imprensa Bíblica Brasileira, 8ª edição, 2007). Eis a referida passagem, em hebraico:

3. Em outras palavras, os “animais irracionais” foram feitos “almas viventes”... Ou seja: passaram a existir, mas não possuem uma realidade espiritual (e eterna)... No entanto... Quando a Bíblia fala sobre a criação do ser humano, temos o seguinte texto, em Gênesis 2:7 – “E formou o Senhor Deus o homem do pó da terra, e soprou em seus narizes o fôlego da vida; e o homem foi feito alma vivente” (Bíblia de Promessas, Edição Revista e Corrigida, Co -edição (JUERP) Imprensa Bíblica Brasileira, 8ª edição, 2007). Observem que o ser humano tornou-se “alma vivente”, após ter sido soprado nele o “fôlego da vida”... Mas, o que vem a ser o “fôlego da vida”??? Observemos a passagem em hebraico: Nessa passagem bíblica, também ocorre à expressão “Néfesh Chayah” (Alma Vivente)... Mas, concomitantemente, ocorre a expressão “Nishemat Chayym” (Fôlego da Vida)... Nishemat é construto de “Neshamah”. Para efeito de informação, “construto” ou “forma construta” é aquela que pertence à...  Neshamah, segundo o “Pequeno Dicionário de Línguas Bíblicas, Edições Vida Nova”, de Larry A. Mitchel, Carlos Osvaldo Cardoso Pinto e Bruce M. Metzger, 2002, tem o significado abaixo:

4. Já de acordo com o “Dicionário Hebraico – Português e Aramaico – Português, Editora Sinodal, Co – editora Vozes Ltda, 8ª edição, 1997”, a palavra Neshamah significa respiração, resfolgar, fôlego (de vida), sopro, seres (que respiram). O “fôlego de vida” é o espírito humano... É a realidade eterna do ser humano... Outra palavra (muito conhecida no hebraico) e que também significa “espírito” é “Ruach”, conforme exposto abaixo: Observem que “Ruach” também significa “vento”, fazendo referência a “sopro”, como em “Neshamah”... Quando Deus criou o homem, Ele (Deus) deu uma realidade espiritual (eterna) ao ser humano: o fôlego de vida, o espírito... Tal situação não ocorreu com os animais irracionais... E na ocasião de sua criação, o homem tinha acesso à “árvore da vida”, que também lhe garantia vida eterna, fisicamente falando... Os animais irracionais não receberam o “fôlego de vida” (realidade espiritual) da parte de Deus e também não comiam da árvore da vida (que impedia a morte física)... E por isso... Os animais (e as plantas, é claro) morriam antes do pecado de Adão... É uma conclusão óbvia e fácil de ser atingida... A única diferença quanto ao homem, é que a morte humana começou a vigorar somente após o pecado de Adão (Romanos 5:12), ocasião a partir da qual o homem perdeu o acesso a árvore da vida... Espero que tenham gostado de tal estudo... Até mais... BIBLIOGRAFIA UTILIZADA 1 - Bíblia de Promessas, Edição Revista e Corrigida, Co-edição (JUERP) Imprensa Bíblica Brasileira, 8ª edição, 2007. 2 – Bíblia Hebraica.

5. 3 – Novo Testamento (em hebraico). 4 - Dicionário Hebraico – Português e Aramaico – Português, Editora Sinodal, Co – editora Vozes Ltda, 8ª edição, 1997. 5 - Pequeno Dicionário de Línguas Bíblicas, Edições Vida Nova, de Larry A. Mitchel, Carlos Osvaldo Cardoso Pinto e Bruce M. Metzger, 2002.

Add a comment