Forum.maceio biavati

50 %
50 %
Information about Forum.maceio biavati
Health & Medicine

Published on November 27, 2013

Author: biavati

Source: slideshare.net

Description

Palestra apresentada ao IV Fórum Trânsito e Qualidade de Vida, promovido pela Secretaria de Estado da Saúde de Alagoas

map adav iolen cia.o rg.b r

biavati .wordpress .com @biavati

DÉCADA AÇÃO TRÂNSITO SEGURO 2 0 1 1 -­‐ 2 0 2 0

AÇÃO

AÇÃO sustentável

AÇÃO sustentável compromisso  político,   institucional  e   orçamentário  de  longo   prazo

AÇÃO sustentável

AÇÃO sustentável integrada

AÇÃO sustentável integrada articulação  multisetorial  e   multidisciplinar   abrangente

AÇÃO sustentável integrada

AÇÃO sustentável integrada inclusiva

AÇÃO sustentável integrada inclusiva reconhecimento   desigualdades  e  proteção   dos  usuários  vulneráveis

AÇÃO sustentável integrada inclusiva

AÇÃO sustentável integrada inclusiva focada resultados

AÇÃO sustentável integrada inclusiva focada resultados metas  quantitativas   objetivas

AÇÃO sustentável integrada inclusiva focada resultados

Fontes:  MS/SVS/SIM;   OECD/IRTAD  2011 Mortos  por  acidentes  de  transporte.  Brasil.   1990/2011  (por  100.000  hab.) 4,3 22,6 25 mortos  /  100.000  hab. 8,2 3,1 6,1 20 20 22,5 15 17,5 10 1996 5 2011 2000 0 1990 1993 1996 1999 2002 2005 2008 2011

velocidade

Fonte: MS/SVS/SIM 2000 Brasil 2011 + 361% baixa deformação

Fonte:  MS/SVS/SIM Mortos  por  acidentes  de  transporte,  por  apo   de  usuário.  Brasil  (2011) 34% 30% 3% 4% 28% Motociclistas Ocupante  auto Pedestres Ciclistas Outros

INFLAÇÃO ACUMULADA NO PERÍODO, EM PORCENTAGEM INFLAÇÃO ACUMULADA NO PERÍODO, EM PORCENTAGEM ÔNIBUS ônibus ÔNIBUS METRÔ metrô METRÔ MÉDIA DA média  da   MÉDIA DA INFLAÇÃO INFLAÇÃO inflação GASOLINA gasolina GASOLINA CARRO NOVOS carro  nNOVOS CARRO ovo inflação   acumulada   no   periodo         (%) 120 120 111,1 111,1 111,1 100 100 80 80 CARRO carro   CARRO   USADO USADO usado MOTOCICLETA motocicleta MOTOCICLETA IPI INÍCIO redução   DA REDUÇÃO INÍCIO DA REDUÇÃO  (carros) início   PARA CARROS DO IPI DO IPI PARA CARROS 94 94 94 82,9 82,9 82,9 60 60 60 40 40 40 20 20 00 -20 -­‐20 -20 43,9 43,9 43,9 6,3 6,3 6,3 4,3 4,3 4,3 -19,5 -­‐19,5 -19,5 DEZ. DEZ   DEZ. DEZ   DEZ. DEZ. DEZ. DEZ. DEZ. DEZ   DEZ. DEZ. DEZ. DEZ. DEZ. DEZ. DEZ. DEZ. DEZ. DEZ. DEZ. AGO. AGO. DEZ   DEZ   DEZ   DEZ   AGO   DEZ   DEZ. DEZ. DEZ   DEZ   DEZ. DEZ   DEZ. 2002 2003 2004 2005 2006 2005 2006 2007 2008 2007 2008 2009 2010 2009 2010 2011 2012 2011 2012 2013 2013 2002 2003 2004 2002 2003 2004 2005 2006 2007 2008 2009 2010 2011 2012 2013

Fontes:  Censo  2010,   IBGE,  MS/SIM Mortes  por  acidente  de  transporte  por  porte   populacional,  2010    (por  100.000  hab) 26,2 >  501.000 100.001  a  500.000 20.001  a  100.000 <  20.000 13,0 1990 1993 1996 1999 2002 2005 2010

homens 82 % Fonte: MS/SVS/SIM

53 % 15 a 39 anos Fonte: MS/SVS/SIM

Fonte:  MS/SIM Menor  1  ano 1  a  4  anos 5  a  9  anos 10       4  anos 10  aa114  anos Mortes  por  acidentes  de  transporte,   segundo  faixa  etária.  Brasil,  2011  (%) 0,3 0,9 1,2 1,7 4x 3x 8,2 15       9  anos 15  aa119  anos 25,5 20  a  29  anos 19,6 30  a  39  anos 15,7 40  a  49  anos 11,6 50  a  59  anos 7,4 60  a  69  anos 4,7 70  a  79  anos 80  anos  e  mais 2,3

PE NSE

1. alimentação! 1. 2. 3. 4. 5. 6. prevalência de asma! 3. 2. prática de atividade física ! higiene! saúde sexual e reprodutiva! 4. uso de serviço de saúde! cigarro, álcool e outras drogas! 5. saúde mental! 6. trabalho percepção da imagem corporal! saúde bucal! acidentes, violências e segurança

MS / IBGE, PENSE 2012 ir/voltar a pé ou de bicicleta para escola (última semana) Privada Pública 53,7 34,5 38,4 % nenhum dia

baixo gasto! energético

dieta ! hipercalórica

MS / IBGE, PENSE 2012 uso de drogas ilícitas alguma vez 7,3 % maconha maconha! cocaína! crack! cola! loló! ecstasy

MS / IBGE, PENSE 2012 experimentou cigarro alguma vez 19,6 %

MS / IBGE, PENSE 2012 experimentou cigarro alguma vez Masculino Feminino 28,4 28,8 % 20,2 19,0 Brasil Sul

66,6 % MS / IBGE, PENSE 2012 experimentaram bebida alcoólica alguma vez

MS  /  IBGE,  PENSE  2012   experimentaram  bebida   alcoólica  alguma  vez  (%) Masculino Brasil Feminino 64,8 68,3 Norte 57,6 59,3 Nordeste 59,8 59,4 Sudeste Sul Centro-­‐Oeste 64,9 71,3 74,6 79,0 67,2 72,3

Não   44% Sim   56% pretende  ficar  bêbado   quando  vai  para  a  balada UNIFESP/CEBRID  2013

Masculino Feminino 47,0 vodca 37,1 41,0 cerveja uísque UNIFESP/CEBRID  2013 28,0 14,0 11,0 Tipos  de  bebidas  mais  consumidas   na  balada  (em  %)

práaca  de  “binge  drinking"  (5+   doses  em  uma  única  ocasião)  em  % UNIFESP/CEBRID  2013 no  mês no  ano 53,0 47,0 70,0 65,0 Masculino Feminino

Curitiba | 54% Belo H. | 44% 43,2 Sul Norte Brasil 26,7 % 31,7 13  ou  menos idade  em  que   tomou  a   primeira  dose   de  bebida   alcoólica MS  /  IBGE,  PENSE  2012  

UNIFESP/CEBRID  2013 comportamentos  de  risco  durante  ou  após   balada  (úlamo  ano)  em  % 57,0 pegou  carona  com  alguém  embriagado dirigiu  carro  ou  moto 27,0 47,0 manteve  relações  sob  efeito  do  álcool não  ualizou  preservaavo não  se  lembra  do  que  ocorreu  na  noite 20,0 38,0

27,1 % 854.500 jovens direção  de  veículo  motorizado   (úlamos  30  dias) MS  /  IBGE,  PENSE  2012  

MS  /  IBGE,  PENSE  2012   uso  do  cinto  de  segurança  enquanto   passageiro  veículo  (úlamos  30  dias) 43,2 % 1.362.231 jovens sempre

MS  /  IBGE,  PENSE  2012   uso  do  cinto  de  segurança  enquanto   passageiro  veículo  (úlamos  30  dias) 43,2 Sempre Na maioria das vezes % 15,1 Raramente 14,9 Às vezes 13,4 Nunca 13,4

Masculino Feminino 14,5 17,5 % NUNCA  usa  cinto  de   segurança  enquanto   passageiro  veículo MS  /  IBGE,  PENSE  2012  

Add a comment

Related presentations