advertisement

Estética Aplicada ao Design - Aula 3

50 %
50 %
advertisement
Information about Estética Aplicada ao Design - Aula 3

Published on March 10, 2009

Author: piraua

Source: slideshare.net

advertisement

A IDADE DA CRÍTICA José Pirauá

FIM DA ANTIGUIDADE • Em 529 a Academia de Platão é fechada e é fundada a Ordem do Beneditinos • Encerra-se a Antiguidade e inicia-se a Idade Média - A filosofia grega dá lugar à religião católica

IDADE MÉDIA • Santo Agostinho - A beleza é o esplendor da harmonia, e a unidade é a forma de toda beleza - A unidade pode trazer partes feias e belas • São Tomás de Aquino - A beleza é aquilo que agrada a visão e requer: integralidade, harmonia e clareza

FIM DA IDADE MÉDIA • No final do século XVI, inicia-se o Renascimento - No século XVIII “levaria” ao Iluminismo • A Igreja Cristã perde força e é retomada a cultura da Antiguidade • Popularizam-se a bússola, a pólvora e a impressão de livros

PRÉ-KANTIANOS • Kant teve várias influências - Descartes - O intelectualismo germânico (Baumgaten, Leibniz etc) - O sensualimo britânico (Burke, Hume, Home etc)

DESCARTES (1596-1650) • “Penso, logo existo” • Racionalista e pai da geometria analítica

CETICISMO • Ceticismo metodológico - Só existe o que é possível provar • Ceticismo desiludido - O que é o Belo? Ninguém nunca o saberá.

BAUMGARTEN • Em 1750, Baumgarten escreve Aesthetica (alemão) • A estética torna-se um ramo da filosofia - Mesmo patamar da lógica, por exemplo.

LEIBNIZ (1646-1716) • O mundo é uma imagem da nossa percepção • A harmonia é a imanência da lógica no mundo sensível - A harmonia flui de nós para as coisas e das coisas para nós • Só é belo o que causa prazer

SENSUALISMO INGLÊS • Burke - O gosto é o juiz infalível do Belo - A beleza causa prazer e relaxamento e faz nascer o amor • Home - A beleza revela o que é universalmente humano

PRÉ-KANTIANOS • Para os racionalistas, o conhecimento deriva do pensamento humano - Os sentidos nos pregam truques • Para os empiristas, o conhecimento deriva das impressões dos sentidos - Anjos não existem

As áreas A e B tem a mesma cor

KANT • Viveu de 1724 até 1804 • Último grande filósofo do Iluminismo

KANT • Nasceu e viveu quase toda sua vida em Königsberg na Prússia • Foi o primeiro filósofo da era moderna a ser professor numa universidade • Teve na obra de Hume sua grande inspiração

KANT CRITICA O BELO OBJETIVO DA ANTIGUIDADE

BELEZA? • É sensação agradável do sujeito - Satisfação determinada pelo juízo de gosto • Ausente de conceito* - * Representação de um objeto pelo pensamento, por meio de suas características gerais • Exige uma validez universal

SE O JUÍZO ESTÉTICO É SUBJETIVO, POR QUE PEDE VALIDEZ UNIVERSAL?

UNIVERSALIDADE • O ser humano possui faculdades mentais (da alma) comuns - Sensibilidade, entendimento, imaginação • Com a intensidade do sentimento, pressupõe-se o consenso

GOSTO • É um sentimento do juízo • É um conhecimento proveniente do sentimento de prazer ou desprazer • O sentimento estético reside na harmonia do entendimento e da imaginação (livre)

GOSTO & CONHECIMENTO • Juízos de conhecimento tratam de propriedades do objeto - Esta rosa é branca • Juízos de gosto tratam de reações do sujeito - Esta rosa é bela

O JUÍZO ESTÉTICO NÃO DEPENDE DA ATRAÇÃO, DA COMOÇÃO E DA PERFEIÇÃO

DESINTERESSE • O prazer estético é gratuito - Não há necessidade física a satisfazer • A beleza é um prazer desprovido de interesse - É um sentimento puramente contemplativo que não é turvado por nenhum desejo

GRAUS DE BELEZA • Quanto menos interesse houver mais pura e superior será a beleza - Objetos úteis (trem) - Arte figurativa (Caravaggio) - Arte abstrata (Pollock)

HEGEL (1770-1831) • O maior esteta de todos os tempos? • Profetiza a morte da arte

HEGEL • A essência da beleza é a unidade entre a ideia e a aparência • A beleza é a ideia representada através do sensível • A beleza é a exteriorização da verdade

MORTE DA ARTE • A arte está limitada a um conteúdo estreito - A arte é inferior ao pensamento • O objetivo de nossa existência é a busca do conhecimento Absoluto - A arte torna-se obsoleta em comparação com a Filosofia

EXERCÍCIO • Crie um cartaz para uma festa, que seja polêmico quanto à sua beleza, isto é, que cause atração para uns e repulsão para outros

Add a comment

Related pages

Estética Aplicada ao Design - Aula 3 - Documents

1. A IDADE DA CRÍTICAJosé Pirauá 2. FIM DA ANTIGUIDADE • Em 529 a Academia de Platão é fechada e é fundada a Ordem do ...
Read more

Estética Aplicada ao Design - Aula 6 - Technology

... TICAJosé Pirauá 2. O QUE É ANÁLISE? 3. ANÁ LISE • ... Design; More Topics. Search ... Estética Aplicada ao Design - Aula 6 ...
Read more

Estética Aplicada ao Design - Aula 12 - Education

1. ESTÉTICA COMPARADAJosé Pirauá 2. Nous sommes frères; la fleur Par deux arts peut être faite Le poète est…
Read more

Econometria Aplicada Ao Eviews Parte 1 - Documents

Share Econometria Aplicada Ao Eviews Parte 1. ... 3 Comment: 0. 441. ... Aula 1 1. ESTÉTICAAPLICADA AO DESIGN José Pirauá 2.
Read more

PLANEJAMENTO DE TURMAS – CURSO DESIGN GRÁFICO 2º SEMESTRE ...

Estética Aplicada ao Design ... 3ª aula Redação Aplicada ao Design Projeto de ... Mód. 3 SEGUNDA TERÇA QUARTA QUINTA SEXTA SÁBADO/Manhã
Read more

O Desenho Técnico aplicado ao conteúdo da disciplina de ...

O Desenho Técnico aplicado ao conteúdo da disciplina de Design de ... O resultado destas atividades realizadas em sala de aula e da ... 3- Metal a ser ...
Read more