Enunciadodo1teste 131216122425-phpapp01

67 %
33 %
Information about Enunciadodo1teste 131216122425-phpapp01
Education

Published on March 9, 2014

Author: e-for-all

Source: slideshare.net

INSTITUTO SUPERIOR TÉCNICO DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA CIVIL, ARQUITECTURA E GEORRECURSOS SECÇÃO DE HIDRÁULICA E RECURSOS HÍDRICOS E AMBIENTAIS HIDRÁULICA II (1º Semestre 2011/2012) 1ºTeste – 03/11/2011 Duração: 45 m Resolva em folhas separadas os seguintes conjuntos de problemas : (1+2) e (3+4) Identifique todas as folhas com o seu número de aluno e nome Parte Teórica PROBLEMA 1 (1,5 val.) Tendo em consideração a condição geral do regime crítico e a expressão da energia específica determine a expressão que traduz a energia específica crítica num canal de secção rectangular e largura constante, b, em função do caudal. PROBLEMA 2 (3,5 val.) Considere a equação (1,0 val.) a) Mencione as condições em que é válida esta equação. (2,5 val.) b) Deduza o andamento qualitativo da curva de regolfo do tipo F3 (abaixo da altura uniforme num canal de declive forte) com base na equação em causa.

PROBLEMA 3 (2,5 val.) Considere a equação (1,2 val.) a) Indique de forma precisa o significado das variáveis intervenientes. (1,3 val.) b) No caso de se utilizar a referida equação para estudo dos escoamentos em canais colectores, poder-se-á considerar a simplificação i=J. Em que condições de escoamento se aproxima mais da realidade tal simplificação? Justifique a resposta. PROBLEMA 4 (2,5 val.) (1,0 val.) a) Considere um canal de declive constante, fraco para um dado caudal, suficientemente comprido para que nele se estabeleça o regime uniforme, e uma comporta com abertura a e coeficiente de contracção Cc. Sabendo que a altura de escoamento uniforme para o caudal em estudo é hu, e que a respectiva altura conjugada é huconj, indique, utilizando as variáveis acima indicadas, em que condições de abertura da comporta o ressalto a jusante da comporta será livre. (1,5 val.) b) Considerando que, nas condições anteriores, a comporta apresentava uma abertura tal que o ressalto se encontrava na situação limite de início de afogamento, mantendo a abertura da comporta constante e reduzindo o declive do canal, o ressalto passava a ser livre ou afogado? Justifique a resposta.

INSTITUTO SUPERIOR TÉCNICO DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA CIVIL, ARQUITECTURA E GEORRECURSOS SECÇÃO DE HIDRÁULICA E RECURSOS HÍDRICOS E AMBIENTAIS HIDRÁULICA II (1º Semestre 2011/2012) 1ºTeste – 03/11/2011 Duração: 1:15 h Resolva cada problema em folhas separadas (identifique todas as folhas com o seu número de aluno e nome) Parte Prática PROBLEMA 5 (6,0 val.) Considere os trechos de canal AB, de declive forte, e BE, de declive fraco, representados na Figura 1, ambos de secção rectangular e com 5,00 m de largura. Em D está instalada uma comporta cujo coeficiente de contracção é 0,7. Os trechos AB, BD e DE são suficientemente longos para que neles se estabeleça praticamente o regime uniforme. As alturas do escoamento uniforme nos trechos AB e BE são, respectivamente, 0,60 e 2,00 m. A montante, o canal é abastecido por um reservatório de grandes dimensões cujo nível acima da soleira de entrada no canal é Ho = 2,50 m. Considere cos  =1 e =1, sendo  a inclinação do canal. Calcule: (1,0 val.) a) o caudal escoado e a altura crítica no canal; (2,0 val.) b) as alturas conjugadas do ressalto que se verifica a montante da comporta; (1,0 val.) c) a abertura da comporta, se a altura do escoamento a montante é 5,00 m; (0,5 val.) d) identifique que tipo de ressalto ocorre a jusante da comporta. (1,0 val.) e) Desenhe qualitativa e rigorosamente o andamento da superfície livre em todo o canal. (0,5 val.) f) Utilizando a figura que é fornecida em anexo, represente qualitativamente o escoamento nos diagramas H=H(h) e M=M(h), no trecho BE (é necessário entregar a referida figura indicando nome e número).

Figura 1 PROBLEMA 6 (4,0 val.) (2,0 val.) a) Considere um canal de secção rectangular com largura constante de 4,00 m e altura uniforme de 0,80 m entre AB e DE, representado na Figura 2, que transporta o caudal de 12 m 3/s. O canal apresenta uma sobrelevação do fundo de 0,50 m entre BD. Despreze as perdas de carga na transição BD. Determine as alturas de água em B e D. Figura 2 (2,0 val.) b) Admita que entre B e D o canal sofre uma descida de fundo de 0,50 m, um estreitamento de 4,00 m para 2,00 m de largura (Figura 3) e que a altura uniforme no trecho DE é de 1,00 m. Nestas novas condições, determine as alturas de água em B e D.

Figura 3

Formulário Q  K S R 2 / 3 J 1/ 2 dH t  J ds dH iJ ds H h h1 1  h2 2 Re  m R Q2 Ht  2 gS 2  1 8 Fr 1 2 2 UD  hc  3 dh iJ  ds 1  Fr 2 gB M   S hg   '  QU Fr  Q2 2 U 2 h '1  h '2  2 Q  g Sc Dh  4 R 2 q 2 h '2  h1 g h1 h '2 Fr  gh ' h2 h2 S P p U2  z  2g U g Sc bc c gh S b

Nome: __________________________________ Número: __________________ Curvas H=H(h) e M=M(h)

Add a comment

Related presentations

Related pages

Os maias-resumo-detalhado-por-capitulos - claudia ribeiro

Information about Os maias-resumo-detalhado-por-capitulos - claudia ribeiro. Published on March 13, 2014. Author: e-for-all. Source: slideshare.net
Read more