Demarcação apoio do Estado

60 %
40 %
Information about Demarcação apoio do Estado
News & Politics

Published on February 12, 2014

Author: Osarrafo

Source: slideshare.net

Assembleia Legislativa do Estado da Bahia Gabinete da Deputada Estadual Ângela Sousa (PSD) 007/2014 Data: 11.02.14 Deputada volta a cobrar apoio do estado para resolver conflitos no Sul da Bahia A deputada estadual Ângela Sousa (PSD) voltou a cobrar no plenário da Assembleia Legislativa da Bahia, na tarde desta terça-feira (11), o apoio do governo do estado e de entidades para que unam forças e ajudem a resolver o conflito entre pequenos produtores rurais dos municípios de Ilhéus, Una, Buerarema e pessoas que se autodeclaram índios Tupinambá. De acordo com a deputada, a disputa pela demarcação de terras na região, intensificada pelas constantes invasões, transformou o sul da Bahia em um verdadeiro palco de guerras, trazendo insegurança, medo, violência e mortes, além de sérios prejuízos econômicos e sociais para toda a região cacaueira. Ângela Sousa informou que a situação já era de insegurança e de violência, numa guerra que já vinha sendo anunciada há vários anos, mas que foi acirrada ainda mais com a morte do produtor rural Juraci Santana, líder do Assentamento Ipiranga, em Una, assassinado a tiros supostamente por índios Tupinambá. Revoltados com a situação, agricultores e moradores de Buerarema decidiram interditar a BR-101 no trecho de acesso ao município sul baiano em protesto contra a onda de violência na região de conflito. O clima de revolta da população levou os comerciantes a baixarem as portas dos seus estabelecimentos em solidariedade aos produtores rurais. Em seu discurso no plenário da Assembleia Legislativa, a deputada Ângela Sousa reafirmou que essa situação de conflitos, medo e insegurança não pode continuar, sendo necessária uma intervenção maior do Estado para que o problema seja resolvido. Desde 2008 a deputada Ângela Sousa vem alertando sobre o clima de guerra na região, apontando inclusive os prejuízos econômicos e sociais para toda a região. Nesse sentido, a parlamentar vem articulando reuniões nas secretarias de Segurança e de Justiça, solicitando reuniões nas comissões de Agricultura e Direitos Humanos, participado de audiências com o governador Jaques Wagner e até encontros e sessões especiais em Brasília na tentativa de buscar soluções para o conflito, para que pequenos produtores rurais voltem a garantir o sustento de suas famílias. Ângela Sousa fez questão de ressaltar que não é contra a demarcação e que se os descendentes dos índios têm direitos é preciso assegurar as suas terras, mas é necessário estabelecer critérios de como ocorrerá esse processo e o que será feito com mais de 20 mil famílias das regiões de Una, Ilhéus e Buerarema que hoje vivem da agricultura familiar e que podem perder suas propriedades. “São milhares de pequenos agricultores que vivem com suas mãos calejadas do trabalho para sustentar suas famílias. É gente que vive do trabalho e que planta para abastecer a cidade. Para onde irão essas famílias caso ocorra a demarcação?”, questionou a deputada estadual. Ângela Sousa também informou que o Governo Federal possui o programa Brasil Sem Miséria, com uma série de iniciativas como o da Agricultura Familiar e o Programa de

Aquisição de Alimentos, que buscam justamente garantir apoio ao homem do campo e beneficiar os pequenos agricultores, mas ao realizar a demarcação o próprio governo coloca em risco esses programas, retirando as terras de pessoas que estão em suas pequenas propriedades a mais 80 anos. Além disso, Ângela Sousa também cobrou uma ação mais eficaz na segurança dos produtores que tiveram a reintegração de posse das áreas, já que são comuns os casos dos índios que deixam as terras por força da justiça, mas que acabam retornam para as áreas invadidas após a saída da polícia, causando terror e medo na região. Os pequenos produtores reclamam do clima tenso que se instalou na região, transformando o Sul da Bahia num verdadeiro campo de guerra. Somente nos municípios de Ilhéus, Una e Buerarema serão mais de 47 mil hectares de terras que estão entre as áreas a serem demarcadas, passando as propriedades de pequenos produtores, a maioria que vive da agricultura familiar, para descendentes dos índios Tupinambá. O problema, segundo a deputada, é que não se definiu esses critérios, as áreas alvo da demarcação e muito menos o que será feito com os pequenos agricultores que hoje vivem nesses locais. E enquanto não se busca uma solução, a violência se instalou na região, com as constantes invasões de terras, trazendo o medo, a violência e mortes na zona rural. “Essa situação não pode continuar”, alerta a deputada.

Add a comment

Related presentations

Related pages

Moção Pública De Apoio à Demarcação Das Terras ...

Only available in Portuguese. -Ao Ministério da Justiça Exmo. Sr. José Eduardo Cardoso, Ministro da Justiça - À Diretoria de Proteção Territorial da
Read more

Pedem ao INCRA apoio para regularização fundiária no estado

Raupp, Marinha e Confúcio pedem ao INCRA apoio para regularização fundiária no estado
Read more

Governo do Estado do Rio de Janeiro Secretaria de Estado ...

Governo do Estado do Rio de Janeiro Sérgio Cabral Governador Secretaria de Estado do Ambiente Marilene Ramos Secretária Instituto Estadual do Ambiente
Read more

Demarcação de Terra no Estado do AMAZONAS - YouTube

Demarcação de Terra no Estado do AMAZONAS ... 5º Bloco Demarcação de terras indígenas é contestada no Amazonas - Duration: 5:28.
Read more

Governo do Estado de São Paulo e SEESP: Apoio a causa dos ...

EDUCAÇÃO NO ESTADO DE SÃO PAULO O PSDB, no Governo do Estado de São Paulo por longos 20 anos de administração, não investiu adequadamente na ...
Read more

Deputada volta a cobrar apoio do Estado contra a ...

Deputada volta a cobrar apoio do Estado contra a demarcação no Sul da ... que buscam justamente garantir apoio ao homem do campo e beneficiar os ...
Read more

O que é demarcação? | Autodemarcação no Tapajos

A demarcação é parte fundamental ... Diante da negação do estado brasileiro em ... como colaborador e parceiro do Movimento Munduruku, apoio a ...
Read more

Maricultores terão apoio para se transferir para áreas ...

Os maricultores terão apoio da Secretaria de Estado da Agricultura e da Pesca para fazer a migração da produção até as áreas demarcadas.
Read more

Terra Indígena Tupinambá de Olivença: demarcação já!

Vítima de ações violentas cada vez mais intensas, o povo Tupinambá, que vive no estado da Bahia (Brasil), aguarda há nove anos a conclusão do ...
Read more