Dadaísmo e Surrealismo

43 %
57 %
Information about Dadaísmo e Surrealismo
Education

Published on July 6, 2009

Author: dpinotti

Source: slideshare.net

Description

Aula ministrada por Daniela Pinotti e Marcelo Maluf, no espaço cultural Terracota, em junho de 2009.
Mais informções acesse:
www.psicoacao.com
www.labirintosnosotao.com

Francis Picabia, loleil, 1921

“Dada não cheira a nada. Não é nada, nada, nada. É como suas esperanças: nada. Como seus paraísos, nada. Como seus ídolos, nada. Como seus políticos, nada. Como seus heróis, nada. Como seus artistas, nada. Como suas religiões, nada. Vaiem, gritem, esmurrem meus dentes, e daí? Continuarei dizendo que vocês são uns débeis mentais. Daqui a três meses, meus amigos e eu estaremos lhes vendendo seus retratos por uns poucos francos”. Francis Picabia, 1920. “O que é Dada? Uma arte? uma filosofia? uma política? Um seguro contra fogo? Ou: religião estatal? Dada é energia verdadeira? Ou é coisa nenhuma, i.e., tudo?” Raoul Hausmann, 1919.

Para fazer um poema dadaísta Pegue um jornal. Pegue a tesoura. Escolha no jornal um artigo do tamanho que você deseja dar a seu poema. Recorte o artigo. Recorte em seguida com atenção algumas palavras que formam esse artigo e meta-as num saco. Agite suavemente. Tire em seguida cada pedaço um após o outro. Copie conscienciosamente na ordem em que elas são tiradas do saco. O poema se parecerá com você. E ei-lo um escritor infinitamente original e de uma sensibilidade graciosa, ainda que incompreendido do público. (Tristan Tzara)

Tristan Tzara, Coeur à Gaz

Francis Picabia The Child Carburetor (L'Enfant carburateur), 1919.

Francis Picabia Girl Born without a Mother 1917-18

Francis Picabia Here, This Is Stieglitz Here, 1915

Francis Picabia Portrait of Cézanne, 1920.

Francis Picabia, Américane (American Woman), 1917

Francis Picabia Very Rare Picture on the Earth (Très rare tableau sur la terre), 1915.

Kurt Schwitters, Merz Picture 32A (Cherry Picture). 1921

Kurt Schwitters, Merz Pictures, 1921.

Kurt Schiwiters Merz bau 2

Kurt Schwitters, Merzbau, 1924-37

Jean Arp com monóculo dada

(?) Retrato do Dr. R. Dumouchel, 1910.

Marcel Duchamp

Marcel Duchamp, Nu descendo as escadas, 1912.

Duchamp descendo as escadas, Life Magazine, No. 284, Nova York, 1952 Foto de Eliot Elisofon

Marcel Duchamp, Fonte. 1917

Marcel Duchamp, Roda de Bicicleta, 1913

Marcel Duchamp, Belle Haleine, 1921

Marcel Duchamp, Why not sneeze Rose Sélavy, 1921

Marcel Duchamp, Escorredor de garrafas, 1914

Marcel Duchamp, Discos em espiral, 1923

Marcel Duchamp, O grande vidro, 1915

Marcel Duchamp, Etant donnés, 1946-66

Marcel Duchamp, Etant donnés, 1946-66

Marcel Duchamp, L. H. O. O. Q., 1919

Marc Chagall, The Promenade, 1917

Ainda vivemos sob o império da lógica, eis aí, bem entendido, onde eu queria chegar. Mas os procedimentos lógicos, em nossos dias, só se aplicam à resolução de problemas secundários. O racionalismo absoluto que continua em moda não permite considerar senão fatos dependendo estreitamente de nossa experiência. Os fins lógicos, ao contrário, nos escapam. Inútil acrescentar que à própria experiência foram impostos limites. Ela circula num gradeado de onde é cada vez mais difícil faze-la sair. Ela se apóia, também ela, na utilidade imediata, e é guardada pelo bom senso. A pretexto de civilização e de progresso conseguiu-se banir do espírito tudo que se pode tachar, com ou sem razão, de superstição, de quimera; a proscrever todo modo de busca da verdade, não conforme ao uso comum. Ao que parece, foi um puro acaso que recentemente trouxe à luz uma parte do mundo intelectual, a meu ver, a mais importante, e da qual se afetava não querer saber. Agradeça-se a isso às descobertas de Freud.

Com a fé nestas descobertas desenha-se afinal uma corrente de opinião, graças à qual o explorador humano poderá levar mais longe suas investigações, pois que autorizado a não ter só em conta as realidades sumárias. Talvez esteja a imaginação a ponto de retomar seus direitos. Se as profundezas de nosso espírito escondem estranhas forças capazes de aumentar as da superfície, ou contra elas lutar vitoriosamente, há todo interesse em captá-las, capta-las primeiro, para submetê-las depois, se for o caso, ao controle de nossa razão. Os próprios analistas só têm a ganhar com isso. Mas é importante observar que nenhum meio está a priori designado para conduzir este empreendimento, que até segunda ordem pode ser também considerado como sendo da alçada dos poetas, tanto como dos sábios, e o seu sucesso não depende das vias mais ou menos caprichosas a serem seguidas. (Trecho extraído do Manifesto Surrealista de 1924, escrito por André Breton)

Hieronymus Bosch, Hell (circa, 1490)

Marc Chagall, A noiva e a Torre Eiffel, 1938-9.

Marc Chagall, Solidão, 1933-4.

René Magritte, Traição das imagens, 1928-9.

René Magritte, Golconda, 1953.

René Magritte, Os amantes, 1928.

Juan Miró, Carnival-Harlequin, 1925

Juan Miró, Personagem atirando uma Pedra num Pássaro, 1926

Man Ray, O presente, 1921

Man Ray, Objeto para ser destruido, 1923.

Man Ray, Violoncelo de Ingres, 1924

Man Ray, Erótica dissimulada, 1933.

Max Ernst, Celebes, 1921

Max Ernst, A tentação de Santo Antonio, 1945

Max Ernst, La vestizione della sposa, 1939.

Salvador Dalí, O grande masturbador, 1929.

Salvador Dalí, A persistência da memória.

Salvador Dalí

Frida Kahlo, Minha ama e eu, 1937.

Remedios Varo, O alquimista, 1955.

Add a comment

Related presentations

Related pages

dadaismo e surrealismo - YouTube

Vídeo de história da arte Elaborado pela profª Marina Baffini Conteúdo: Dadaísmo e Surrealismo.
Read more

Surrealismo e Dadaísmo - YouTube

Trabalho de Artes Cólegio Diocesano de Caruaru Grupo 4: José Rodrigo Nº24; João Paulo Nº20; João Eduardo Nº21; Allison Nº01. Professora ...
Read more

Dadaísmo - Wikipedia, a enciclopedia libre

Dadaísmo; Surrealismo; Posmodernismo; Pop art; Op art; Minimalismo; Neoconcretismo; ... O Dada ou Dadaísmo foi un movemento artístico xurdido en Europa ...
Read more

Arte. 1900-1945 II . Construtivismo, Dadaísmo, Surrealismo ...

Vários Autores - Arte. 1900-1945 (II). Construtivismo, Dadaísmo, Surrealismo jetzt kaufen. Kundrezensionen und 0.0 Sterne. …
Read more

Surrealismo - Wikipedia, a enciclopedia libre

O surrealismo (do francés: ... O surrealismo tomou do dadaísmo algunhas técnicas de fotografía e cinematografía así como a fabricación de obxectos.
Read more

Dadaísmo e surrealismo by ana paula on Prezi

Make your likes visible on Facebook? Connect your Facebook account to Prezi and let your likes appear on your timeline. You can change this under Settings ...
Read more

Storia dell'Arte: Il Surrealismo - Viaggio Astrale

Storia dell'Arte: Il Surrealismo. ... Il surrealismo è un movimento culturale che nasce in opposizione al Dadaismo.
Read more

Surrealismo - Docs.com

Surrealismo. O que foi? Corrente artística moderna da representação do irracional e do subconsciente A imaginação se manifesta livremente, sem o freio ...
Read more