Crença na Trindade é uma das causas do incendio na Review and Herald

50 %
50 %
Information about Crença na Trindade é uma das causas do incendio na Review and Herald
Spiritual

Published on February 24, 2014

Author: pioneirosadventistas

Source: slideshare.net

Description

O marco inicial da doutrina da trindade na Igreja Adventista está estabelecido no ano de 1892 (Dois anos antes daquela famosa Assembléia da Conferência Geral em Battle Creek que aprovou oficialmente as principais crenças dos adventistas e um ano depois que Ellen White havia partido de mudança para a Austrália).

CRENÇA NA TRINDADE É UMA DAS CAUSAS DO INCENDIO NA REVIEW AND HERALD O marco inicial da doutrina da trindade na Igreja Adventista está estabelecido no ano de 1892 (Dois anos antes daquela famosa Assembléia da Conferência Geral em Battle Creek que aprovou oficialmente as principais crenças dos adventistas e um ano depois que Ellen White havia partido de mudança para a Austrália). Em fevereiro deste ano foi publicado um folheto contendo a transcrição de um artigo escrito para o jornal “New York Independent” em 14 de novembro de 1889, de autoria de um Bispo Episcopal (Episcopal Priest) do Brooklin (Notem! Um Bispo Episcopal!) chamado Samuel T. Spear.

Este Bispo Episcopal tinha conquistado a simpatia da administração adventista ao escrever um livro defendendo a separação da religião do estado intitulado “Religion and the State”; assunto de grande interesse para os adventistas que mantinham uma seção permanente na Review and Herald (Revista Adventista) tratando dele. Este folheto tinha 13 páginas e fazia parte de uma série de folhetos mensais vendidos para os membros da igreja, com um assunto diferente a cada mês. Não se tratava de folhetos distribuídos gratuitamente para evangelização, mas de folhetos vendidos 2 cents de dólar cada um. Apesar do título ser “A Doutrina Bíblica da Trindade”, seu conteúdo apresenta claramente Jesus Cristo como subordinado ao Pai, não sendo desta forma exatamente a doutrina da trindade como ensinada pela igreja católica, mas com um título que apresenta a doutrina da trindade como bíblica. Poderíamos comparar este episódio em nossa igreja no passado, com a recente publicação do livro “Confesions of a Nomad” publicado pela Pacific Press (Editora Adventista), que faz apologia ao domingo. Não sabemos o que levou os administradores naquela época a publicarem tal folheto. Talvez uma forma de demonstrarem gratidão e homenagearem a alguém que havia contribuído de certa forma com a causa

adventista (quando o folheto foi impresso, Samuel Spear já era falecido). Mas também hoje não sabemos o que levou os administradores da Pacific Press a publicarem recentemente um livro que fere nossas convicções de fé (interesses financeiros?).

Obs.: O livro “Trindade” admite este marco inicial, mas esconde o fato de se tratar de pensamentos de um Bispo da igreja Episcopal. Conforme comentários no livro “A Mensageira do Senhor”, Ellen White censurou especificamente as publicações da igreja que traziam doutrinas católicas. As citações abaixo foram extraídas deste livro (pág.364 e 363):

Nos textos que acabamos de ver, comentam-se os problemas havidos na principal editora adventista na década que antecedeu ao incêndio que a destruiu completamente como castigo divino. Traz também a data do incêndio (30/12/1902) e a informação de que Deus os advertira por dez anos: 1902 - 10 = 1892, o ano da publicação do tal folheto sobre a Trindade! Note que no final do segundo parágrafo, há uma referência (nº 16) para o fato de a Sra. White havêlos alertado para “manter a editora dentro de seu propósito pretendido”. Agora, observe o texto abaixo (pág.369) e terá a comprovação de que o incêndio também ocorreu porque eles, entre outras coisas, estavam publicando “livros que divulgam as doutrinas católicas”.

VISITE-NOS http://adventistasleigos.com/arquivoxiasd.html

Add a comment

Related presentations