como fazer palestra espirita

63 %
38 %
Information about como fazer palestra espirita
Education

Published on January 7, 2008

Author: CoolDude26

Source: authorstream.com

Slide1:  COMO FAZER PALESTRA ESPÍRITA Slide2:  O EXPOSITOR E TAREFA A A PESQUISA:  A PESQUISA ALLAN KARDEC O LIVRO DOS ESPÍRITOS O LIVRO DOS MÉDIUNS O EVANGELHO SEGUNDO O ESPIRITISMO O CÉU E O INFERNO A GÊNESE A PESQUISA:  A PESQUISA ALLAN KARDEC O QUE É O ESPIRITISMO VIAGEM ESPÍRITA EM 1862 A OBSESSÃO REVISTA ESPÍRITA – 12 volumes – 1858 a abril/1869 (As traduções) CLÁSSICOS:  CLÁSSICOS LÉON DENIS Depois da morte No invisível Joana D´arc O problema do ser, do destino e da dor O grande enigma Cristianismo e espiritismo O além e a sobrevivência do ser O porquê da vida O gênio céltico e o mundo invisível O espiritismo na arte CLÁSSICOS:  CLÁSSICOS A alma é imortal O espiritismo perante a ciência A evolução anímica O fenômeno espírita A reencarnação GABRIEL DELANNE CLÁSSICOS:  CLÁSSICOS As casas mal assombradas O desconhecido e os problemas psíquicos - 2 vol. Deus na natureza Estela CAMILLE FLAMMARION O fim do mundo A morte e o seu mistério - 3 vol. Narrações do Infinito Urânia CLÁSSICOS:  CLÁSSICOS CÉSAR LOMBROSO Hipnotismo e mediunidade CLÁSSICOS:  CLÁSSICOS ALEXANDRE AKSAKOF Animismo e espiritismo - 2 vol. Um caso de desmaterialização CLÁSSICOS:  CLÁSSICOS ERNESTO BOZZANO Animismo ou espiritismo? A crise da morte Os enigmas da psicometria Fenômenos psíquicos no momento da morte Metapsíquica humana Pensamento e vontade Xenoglossia Os animais têm alma? POR EXTENSÃO::  POR EXTENSÃO: ARTHUR CONAN DOYLE A nova revelação História do espiritismo (espiritualismo) OS MEDIÚNICOS:  OS MEDIÚNICOS Divaldo Pereira Franco 170 obras Francisco Cândido Xavier 400 obras J. Raul Teixeira 26 obras Yvonne Pereira 12 obras INVESTIMENTO CULTURAL:  INVESTIMENTO CULTURAL Dicionário Enciclopédia Bíblia Livros da atualidade OBJETIVO DA PALESTRA PÚBLICA :  OBJETIVO DA PALESTRA PÚBLICA Espíritas! amai-vos, este o primeiro ensinamento; instruí-vos, este o segundo. O evangelho segundo o espiritismo, cap. VI, item 5. Digo-vos que, se eles (os discípulos) se calarem, clamarão as mesmas pedras. Lc, 19:40. Reconhece-se o verdadeiro espírita pela sua transformação moral e pelos esforços que emprega para domar as suas más inclinações. O evangelho segundo o espiritismo, cap. XVII, item 4. AS AFIRMAÇÕES INDEVIDAS:  AS AFIRMAÇÕES INDEVIDAS Não pretender ser mais espírita do que o Codificador anjos – demônios O livro dos espíritos perg. 128 a 131 – Anjos e demônios – perg. 490, 495, 504 – Anjos de guarda O evangelho segundo o espiritismo – cap. XXVIII item 11 (Preces) Aos anjos guardiões e aos Espíritos protetores O céu e o inferno – pt. 1 cap. 8 – Os anjos - cap. 9 - Os demônios - cap. 10 - Intervenção dos demônios nas modernas manifestações AS AFIRMAÇÕES INDEVIDAS:  AS AFIRMAÇÕES INDEVIDAS O livro dos espíritos – perg. 1012 e ss. – Paraíso, inferno e purgatório O céu e o inferno – pt. 1 – cap. 3, 4 céu – inferno AS AFIRMAÇÕES INDEVIDAS:  AS AFIRMAÇÕES INDEVIDAS morte O livro dos espíritos – perg. 149 e ss. – A alma após a morte perg. 197 e ss. - Sorte das crianças depois da morte perg. 320 e ss. - Comemoração dos mortos perg. 941 e ss. -Temor da morte O Céu e o inferno – pt. 1, cap. 2 – Temor da morte IGREJA:  IGREJA Grego enklesía Latim ecclesia assembléia de fiéis assembléia de cidadãos Igreja Católica Apostólica Romana - séc IV NÃO EXTERNAR PRECONCEITOS:  NÃO EXTERNAR PRECONCEITOS O único objetivo de toda música deve ser a glória de Deus e uma recreação agradável. - Bach Bach – 1685 (Alemanha) – 1750 (julho) Para ele, a música era um ato de adoração, como se as notas, depois de saírem do alcance do ouvido humano, continuassem a subir para os céus, num hino de louvor. Peter Farb – A música de Bach falava a Deus Música sacra NÃO EXTERNAR PRECONCEITOS:  NÃO EXTERNAR PRECONCEITOS NÃO EXTERNAR PRECONCEITOS:  NÃO EXTERNAR PRECONCEITOS homossexualismo sexualidade machismo feminismo NÃO PRETENDER FALAR DO QUE NÃO ENTENDEU:  NÃO PRETENDER FALAR DO QUE NÃO ENTENDEU “...o professor não ensina senão o que aprendeu: é um revelador de segunda ordem...” A gênese – cap. I, item 5 ATENDER À FIDELIDADE DO CONTEÚDO DOUTRINÁRIO:  ATENDER À FIDELIDADE DO CONTEÚDO DOUTRINÁRIO Todos os homens são médiuns. Kardec: “Pode, pois, dizer-se que todos são, mais ou menos, médiuns.” O livro dos médiuns, item 159 Preferível repelir 99 verdades do que admitir uma única mentira. :  Preferível repelir 99 verdades do que admitir uma única mentira. Erasto (espírito): Melhor é repelir dez verdades do que admitir uma única falsidade, uma só teoria errônea. O livro dos médiuns, item 230 O mal é ousado, o bem é tímido.:  O mal é ousado, o bem é tímido. Os espíritos: “...Os maus são intrigantes e audaciosos, os bons são tímidos. Quando estes o quiserem, preponderarão.” O livro dos espíritos, perg. 932. Kardec afirmou: Nascer, morrer, renascer ainda e progredir sempre, tal é a lei. :  Kardec afirmou: Nascer, morrer, renascer ainda e progredir sempre, tal é a lei. União Espírita Belga a ofereceu para ser colocada no túmulo (dólmem) em 1870. Todos os homens serão espíritas, um dia.:  Todos os homens serão espíritas, um dia. Kardec: O Espiritismo se tornará crença comum, ou ficará sendo partilhado, como crença, apenas por algumas pessoas? Os espíritos: Certamente que se tornará crença geral e marcará nova era na história da humanidade, porque está na natureza e chegou o tempo em que ocupará lugar entre os conhecimentos humanos....” O livro dos espíritos, perg. 798 Possessão é o mesmo que subjugação. Aliás, não é termo utilizado por Allan Kardec. :  Possessão é o mesmo que subjugação. Aliás, não é termo utilizado por Allan Kardec. Kardec: Na possessão, em vez de agir exteriormente, o Espírito atuante se substitui, por assim dizer, ao Espírito encarnado... ...é sempre temporária e intermitente... Na possessão pode tratar-se de um Espírito bom que queira falar e que, para causar maior impressão nos ouvintes, toma do corpo de um encarnado, que voluntariamente lho empresta... A gênese – cap. 14, itens 47 e 48 Precaver-se de afirmações extremistas: Fez – pagou. Bateu – levou. :  Precaver-se de afirmações extremistas: Fez – pagou. Bateu – levou. Kardec: Disse Jesus: Quem matou com a espada, pela espada perecerá. Estas palavras não consagram a pena de talião e, assim, a morte dada ao assassino não constitui uma aplicação dessa pena? Os espíritos: Tomai cuidado! Muito vos tendes enganado a respeito dessas palavras, como acerca de outras. A pena de talião é a justiça de Deus. É Deus quem a aplica... Mas, não vos disse ele também: Perdoai aos vossos inimigos? E não vos ensinou a pedir a Deus que vos perdoe as ofensas como houverdes vós mesmos perdoado, isto é, na mesma proporção em que houverdes perdoado, compreendei-o bem? O livro dos espíritos – perg. 764 Os pais são sempre culpados pelas faltas de seus filhos.  :  Os pais são sempre culpados pelas faltas de seus filhos.  Os Espíritos: ...os Espíritos dos pais têm por missão desenvolver os de seus filhos pela educação. Constitui-lhes isso uma tarefa. Tornar-se-ão culpados, se vierem a falir no seu desempenho. O livro dos espíritos – perg. 208 Kardec: São responsáveis os pais pelo transviamento de um filho que envereda pelo caminho do mal, apesar dos cuidados que lhe dispensaram?:  Kardec: São responsáveis os pais pelo transviamento de um filho que envereda pelo caminho do mal, apesar dos cuidados que lhe dispensaram? Os Espíritos: Não; ... O livro dos espíritos – perg. 583. AFIRMAÇÕES TOLAS:  AFIRMAÇÕES TOLAS Quando morrer, desejo ir para Nosso lar! Quem me dera ser atendido no Sanatório Esperança! Quem sou eu para merecer o apoio dos bons Espíritos? Imagine!! Kardec: Graças, porém, à proteção e assistência dos bons Espíritos que incessantemente me deram manifestas provas de solicitude, tenho a ventura de reconhecer que nunca senti o menor desfalecimento ou desânimo... :  Kardec: Graças, porém, à proteção e assistência dos bons Espíritos que incessantemente me deram manifestas provas de solicitude, tenho a ventura de reconhecer que nunca senti o menor desfalecimento ou desânimo... Obras Póstumas, Minha missão, 12.6.1856 AFIRMAÇÕES FANTASIOSAS:  AFIRMAÇÕES FANTASIOSAS Fulano é a reencarnação de Beltrano Quem é Camilo ? Quem é André Luiz? AFIRMAÇÕES FANTASIOSAS:  AFIRMAÇÕES FANTASIOSAS Onde estão ....  Paulo de Tarso Simão Pedro Madalena Kardec AS IMAGENS DO EVANGELHO:  AS IMAGENS DO EVANGELHO É mais fácil que um camelo passe pelo buraco de uma agulha, do que entrar um rico no reino dos céus. – Jesus. Marcos X, 25. AS IMAGENS DO EVANGELHO:  AS IMAGENS DO EVANGELHO (após a entrada triunfal em Jerusalém) E Jesus entrou no templo de Deus, e expulsava todos os que vendiam e compravam no templo; e derrubou as mesas dos banqueiros e as cadeiras dos que vendiam pombas; e disse-lhes: Está escrito: A minha casa será chamada casa de oração; mas vós fizestes dela covil de ladrões. Mateus, XXI, 12-13. AS IMAGENS DO EVANGELHO:  AS IMAGENS DO EVANGELHO E, tendo entrado no templo, começou a expulsar os que vendiam e compravam nele, dizendo-lhes: Está escrito: A minha casa é casa de oração, e vós fizestes dela um covil de ladrões. Lucas, XIX, 45,46. AS IMAGENS DO EVANGELHO:  AS IMAGENS DO EVANGELHO (logo após as Bodas de Caná) E tendo feito um como azorrague de cordas, expulsou-os a todos do templo, e as ovelhas e os bois, e deitou por terra o dinheiro dos cambistas e derrubou as mesas. João, 2, 15. Slide40:  As línguas de fogo estão sobre as vossas cabeças. Ide e pregai a palavra divina. Ide e pregai. Slide41:  Convosco estão os Espíritos elevados. Certamente falareis a criaturas que não quererão escutar a voz de Deus, porque essa voz as exorta incessantemente à abnegação. Slide42:  Pregareis o desinteresse aos avaros, a abstinência aos dissolutos, a mansidão aos tiranos domésticos, como aos déspotas! Slide43:  Faz-se mister regueis com os vossos suores o terreno onde tendes de semear, porquanto ele não frutificará e não produzirá senão sob os reiterados golpes da enxada e da charrua evangélicas. Slide44:  Ide e pregai! Homens simples e ignorantes, vossas línguas se soltarão e falareis como nenhum orador fala. Slide45:  Ide e pregai, que as populações atentas recolherão ditosas as vossas palavras de consolação, de fraternidade, de esperança e de paz. Slide46:  Ide, pois, e levai a palavra divina... Slide47:  Arme-se a vossa falange de decisão e coragem! Mãos à obra! o arado está pronto; a terra espera; arai! Slide48:  Ide e agradecei a Deus a gloriosa tarefa que Ele vos confiou... Erasto – O evangelho segundo o espiritismo, cap. XX, item 4.

Add a comment

Related presentations

Related pages

Bibliossíntese - PALESTRA ESPÍRITA, COMO FAZER de Louis ...

Bibliossíntese - PALESTRA ESPÍRITA, COMO FAZER de Louis Neilmoris Fraternidade LuzEspírita. Subscribe Subscribed Unsubscribe 8,342 8K ...
Read more

Loja Virtual - Como fazer palestras Espíritas - YouTube

Loja Virtual - Como fazer palestras ... PALESTRA ESPÍRITA, COMO FAZER de Louis ... Médiuns e Mediunidade - Palestra Espirita com Anete ...
Read more

COMO FAZER - luzespirita.org.br

2 –Louis Neilmoris PALESTRA ESPÍRITA, COMO FAZER Louis Neilmoris Edição revisada em: Agosto, 2011 Publicação digital livremente disponibilizada pelo
Read more

Como fazer Palestras Espíritas - Candeia

Conheça as formas de abordagem e o tipo de linguagem a ser utilizada numa apresentação espírita. Com auxílio de recursos visuais, Antonio Cesar Perri
Read more

COMO FAZER PALESTRA ESPÍRITA O ... - slideplayer.com.br

COMO FAZER PALESTRA ESPÍRITA O EXPOSITOR E TAREFA A. Publicou Amanda Almeida, Alterado 8 Há anos. ... FEDERAÇAO ESPIRITA BRASILEIRA. SILÊNCIO.
Read more

PALESTRA ESPÍRITA - S.E.A.P. - sites.google.com

Como fazer _____ ATENDIMENTO FRATERNO. Clique aqui _____ ATENDIMENTO ESPIRITUAL. Clique aqui _____ ... PALESTRA ESPÍRITA ...
Read more

Espírita Online - Fátima Antunes

Espírita Online - Fátima Antunes ... Saiba como participar no site www.usesp.org.br ... Palestra “A Importância de André Luiz para a Ciência do III ...
Read more

O que É uma Exposição Espírita - espirito.org.br

Indica como fazer. Conjunto de procedimentos peculiares a cada etapa do método, ... COMO PREPARAR BOAS PALESTRAS E APRESENTAÇÕES - Reinaldo Políto .
Read more