COM SOM! Fernando Pessoa

50 %
50 %
Information about COM SOM! Fernando Pessoa

Published on February 19, 2008

Author: naishabr

Source: slideshare.net

FERNANDO PESSOA AUMENTE O SOM!

Ao longe, ao luar, No rio uma vela Serena a passar, Que é que me revela? Não sei, mas meu ser Tornou-se-me estranho, E eu sonho sem ver Os sonhos que tenho. Que angústia me enlaça? Que amor não se explica? É a vela que passa Na noite que fica. 05/08/1921

O meu olhar é nítido como um girassol. Tenho o costume de andar pelas estradas Olhando para a direita e para a esquerda, E de vez em quando olhando para trás... E o que vejo a cada momento É aquilo que nunca antes eu tinha visto, E eu sei dar por isso muito bem... Sei ter o pasmo essencial Que tem uma criança se, ao nascer, Reparasse que nascera deveras... Sinto-me nascido a cada momento Para a eterna novidade do Mundo...

Creio no mundo como num malmequer, Porque o vejo. Mas não penso nele Porque pensar é não compreender... O Mundo não se fez para pensarmos nele (Pensar é estar doente dos olhos) Mas para olharmos para ele e estarmos de acordo... Eu não tenho filosofia; tenho sentidos... Se falo na Natureza não é porque saiba o que ela é, Mas porque a amo, e amo-a por isso Porque quem ama nunca sabe o que ama Nem sabe por que ama, nem o que é amar... Amar é a eterna inocência, E a única inocência não pensar... Alberto Caeiro, em "O Guardador de Rebanhos“ 8-3-1914

Vaga, no azul amplo solta, Vai uma nuvem errando. O meu passado não volta. Não é o que estou chorando. O que choro é diferente. Entra mais na alma da alma. Mas como, no céu sem gente, A nuvem flutua calma. E isto lembra uma tristeza E a lembrança é que entristece, Dou à saudade a riqueza De emoção que a hora tece.

Mas, em verdade, o que chora Na minha amarga ansiedade Mais alto que a nuvem mora, Está para além da saudade. Não sei o que é nem consinto À alma que o saiba bem. Visto da dor com que minto Dor que a minha alma tem. 29-3-1931

Eu tenho idéias e razões, Conheço a cor dos argumentos E nunca chego aos corações. 1932

Por quem foi que me trocaram Quando estava a olhar pra ti? Pousa a tua mão na minha E, sem me olhares, sorri. Sorri do teu pensamento Porque eu só quero pensar Que é de mim que ele está feito É que tens para mo dar. Depois aperta-me a mão E vira os olhos a mim... Por quem foi que me trocaram Quando estás a olhar-me assim?

Eu amo tudo o que foi, Tudo o que já não é, A dor que já me não dói, A antiga e errônea fé, O ontem que dor deixou, O que deixou alegria Só porque foi, e voou E hoje é já outro dia. 1931

Amigos! Agradeço se divulgarem essas poesias de Fernando Pessoa. Divulgar poesias de poetas consagrados é uma forma de espalhar cultura e participar ativa e positivamente da teia mundial de informações e trocas , a “nossa” Internet! Agradeço também por respeitarem os créditos ! Muitas alegrias, conquistas, reconhecimentos e vitórias nesse ano que se inicia! Poesias: Fernando Pessoa Fonte: http://www.insite.com.br/art/pessoa/ Imagens: www.whatatop.com e www.trekearth.com Música: The year of living dangerously Criação: Fátima Graziottin 02/02/2008 Se desejar, continue ouvindo a música até o final

Add a comment

Related presentations

Related pages

Autor:Fernando Pessoa - Wikisource

Fernando António Nogueira Pessoa foi um poeta e escritor modernista português. É considerado, com Camões, como um dos maiores poetas de língua ...
Read more

O Som contínuo - Fernando Pessoa - YouTube

Som da chuva no telhado para você dormir como um bebê ( 20 Minutos de duração ) - Duration: 20:42. Vídeos para relaxar e dormir 531,222 views
Read more

Das Buch der Unruhe des Hilfsbuchhalters Bernardo Soares ...

Meer van Fernando Pessoa . Das Buch der Unruhe des Hilfsbuchhalters Bernardo Soares (Ungekürzt) Fernando Pessoa. € 6,99.
Read more

Casa Fernando Pessoa: Casa Fernando Pessoa

The house where Fernando Pessoa lived for the last 15 years of his life (1920-35), in Campo de Ourique, a charismatic neighborhood in Lisbon, is nowadays a ...
Read more

Mensagem – Wikipedia

Mensagem (Botschaft) ist der Titel eines 1934 erschienenen Gedichtbandes von Fernando Pessoa. Der Band besteht aus drei Teilen. Der erste Teil Brasão ...
Read more

Booking.com: Fernando Pessoa Apartment , Lisboa, Portugal ...

Fernando Pessoa Apartment i Lisboa – Book overnatting til ekstra gode priser! 13 gjesteomtaler og 18 bilder finner du på Booking.com.
Read more

Fernando Pessoa | Free Download Read Books Online

Fernando Pessoa And Co. Author: Fernando Pessoa Publisher: Grove/Atlantic, Inc. Pagecount: 304 Category: Poetry Format Available: PDF, ePub, Mobi, iBooks ...
Read more

[Association Française des amis de Fernando Pessoa]

Avec Fernando Pessoa, Michel Van der Aa, Eric Challier, ... Le Livre de l’intranquillité est considéré comme le chef-d’œuvre de son auteur.
Read more

Fernando Pessoa Das Buch der Unruhe in Berlin - Neukölln ...

Gebrauchter Zustand mit ein paar Flecken und nem Knick hinten. Habe es aber nie gelesen nur...,Fernando Pessoa Das Buch der Unruhe in Berlin - Neukölln
Read more

Fernando Pessoa - Wikiquote

- Poesia‎ - Página 83, Fernando Pessoa, Adolfo Casais Monteiro - AGIR, 1959 - 120 páginas Cada vez mais ponho da essência anímica do meu sangue
Read more