Clipping cnc 10032014 versão de impressão

50 %
50 %
Information about Clipping cnc 10032014 versão de impressão
News & Politics

Published on March 10, 2014

Author: pauloandreck

Source: slideshare.net

Conselho Nacional do Café – CNC SCN Quadra 01, Bl. “C”, Ed. Brasília Trade Center, 11º andar, sala 1.101 - CEP 70711-902 – Brasília (DF) Assessoria de Comunicação: (61) 3226-2269 / 8114-6632 E-mail: imprensa@cncafe.com.br / www.twitter.com/pauloandreck CLIPPING – 10/03/2014 Acesse: www.cncafe.com.br Seca no Brasil vai tirar 120 mil toneladas de café do mercado mundial R7 Notícias 10/03/2014 Fonte: AFP A seca (foto: Emídio Madeira/Canal Rural) vivida pelo Brasil deixará o mercado mundial de café sem ao menos 2 milhões de sacas necessárias para o pleno abastecimento em 2014-2015, declarou nesta sexta-feira (7) a OIC (Organização Internacional do Café). O déficit de produção será "de ao menos 2 milhões de sacas", declarou em uma coletiva de imprensa em Londres o diretor-executivo da OIC, o brasileiro Roberio Oliveira Silva. Como cada saca tem 60 kg, isso significa que o mercado mundial ficará sem 120 mil toneladas do produto. A escassez é atribuída "em grande parte à seca brasileira", declarou o diretor da organização, que reúne os países produtores e que tem sua sede na capital britânica. “Mesmo com o aumento esperado da produção colombiana, não prevemos um mercado equilibrado”. Oliveira Silva informou que está à espera de que as autoridades brasileiras comuniquem as perdas exatas na colheita de café para ter uma ideia mais precisa da escassez. O Brasil é o primeiro produtor e exportador mundial e viveu em janeiro sua pior seca em décadas. O Estado de Minas Gerais, onde a maior parte dos cultivos de café do País se localizam, foi particularmente afetado por esse tempo anormalmente seco, justo em pleno amadurecimento dos frutos, que serão colhidos a partir de abril. A perspectiva de escassez no mercado fez os preços dispararem e a variedade arábica — dois terços da produção brasileira — alcançou nesta semana seus preços mais altos em dois anos. O preço superou os 2 dólares a libra em Nova York, enquanto a variedade robusta, que é cotada em Londres, alcançou 2.136 dólares a tonelada, seu valor mais alto em quase um ano. A escassez coincidirá com um período de expansão da demanda, com um crescimento esperado de 2,4% em 2013, segundo estimativas comunicadas por Mauricio Galindo, chefe de operações da OIC. Setor cafeeiro estima queda de 30% na produção da próxima safra Canal Rural – RuralBR 10/03/2014 Roberta Silveira Cooperativas de café estimam produção 30% menor para a próxima safra. A estiagem prejudicou o desenvolvimento das lavouras. O mercado já reagiu a perspectiva de menor oferta e os preços subiram mais de 50% em um mês. O clima no início de 2014 não foi bom para a produção de café arábica em toda a região Sudeste.

Conselho Nacional do Café – CNC SCN Quadra 01, Bl. “C”, Ed. Brasília Trade Center, 11º andar, sala 1.101 - CEP 70711-902 – Brasília (DF) Assessoria de Comunicação: (61) 3226-2269 / 8114-6632 E-mail: imprensa@cncafe.com.br / www.twitter.com/pauloandreck Em Espírito Santo do Pinhal, no interior paulista, a produção foi de 260 mil sacas de 60 quilos em 2013. Para esta safra, a Cooperativa de Cafeicultores do município (Coopinhal), estima uma perda de 30%. Com relação a produção brasileira, o primeiro levantamento da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) para esta safra trouxe uma expectativa de 48 milhões de sacas. O número, que foi divulgado em janeiro, não contabilizou as perdas com a estiagem. Empresas e consultorias especializadas já realizaram levantamentos e acreditam em uma safra menor do que as previsões iniciais. A exportadora Terra Forte projeta perda de 11%, com uma safra de 47 milhões de sacas. A consultoria Safras&Mercado calcula que a oferta pode reduzir em 15 milhões de sacas, com uma safra próxima a 50 milhões de sacas. A consultoria Pharos revisou para baixo sua estimativa de produção de café arábica, de 54 milhões de sacas de 60 quilos na primeira estimativa para atuais 48,374 milhões de sacas, representando queda de 10,4%. A perspectiva de safra menor já mexeu com os preços. Além do brasil, outros grandes produtores do mundo devem colher menos café em 2014. Em um mês a saca de café arábica de boa qualidade que valia R$ 280, passou para R$ 430 na região da Coopinhal, aumento de mais de 50%. Segundo o gerente geral da Coopinhal, Daniel Gozzoli, quem tinha café estocado aproveitou para vender, mas agora o mercado está parado, com poucos negócios realizados. – Nós já temos café vendido para 2016, estamos falando de três safras pra frente, em torno de R$ 580. Isto são oportunidades de mercado. O produtor não precisa acreditar que vai chegar a R$ 700 ou R$ 1000. Ele tem que ver o custo de produção, ver o que está dando dinheiro para fixar. Em 2015, tem muito café fixado a RS 515. Para safra 2014 já tem café fixado a R$ 480 para o mês de setembro – salienta Gozzoli. No campo, o preço maior não anima muito os produtores. O cafeicultor Miguel Ricci acredita que, no fim das contas, as perdas vão ser maiores que os ganhos. – Quando tava a R$ 250 e R$ 260 a saca, estava com prejuízo grande. Hoje, nós vamos ter metade da produção. Se o café for a R$ 500, o prejuízo vai ser até maior. Se subir, o prejuízo vai ser menor. Vamos ver o que vai acontecer. Só com o tempo e quando chegar a safra que vamos ver o tamanho do prejuízo – lamenta o produtor. Cooparaiso: cooperados autorizam novo modelo de governança e redução de custos Coffee Break 10/03/2014 Paulo H. Delfante Em assembleia geral extraordinária realizada na manhã de sexta-feira (28/02), cooperados da Cooperativa Regional dos Cafeicultores de São Sebastião do Paraíso – Cooparaiso, aprovaram um amplo plano de reestruturação, cuja linha central é uma mudança de modelo com a criação de uma estrutura eficiente e competitiva que visará atender os anseios do cooperado com foco na oferta de melhor prestação de serviços. O modelo da nova governança propõe uma redução no custo operacional da cooperativa em relação ao exercício de 2013, que equivale a uma diminuição significativa de até 38% nas despesas para o ano de 2014.

Conselho Nacional do Café – CNC SCN Quadra 01, Bl. “C”, Ed. Brasília Trade Center, 11º andar, sala 1.101 - CEP 70711-902 – Brasília (DF) Assessoria de Comunicação: (61) 3226-2269 / 8114-6632 E-mail: imprensa@cncafe.com.br / www.twitter.com/pauloandreck O plano de reestruturação, conforme orientações dos Conselhos de Administração e Fiscal da Cooparaíso foi desenvolvido por um grupo de trabalho composto por funcionários da cooperativa, com o suporte das consultorias MB Associados e INEPAD, resultando em um novo modelo de gestão empresarial estratégica orientado para a produtividade, qualidade, competitividade e lucrativi-dade, sempre com foco no associado. O conceito do plano a curto prazo envolve uma racionalização na estrutura, que resultará numa adequação do quadro funcional, bem como num conjunto de ações adequando a estrutura existente neste novo modelo, o que foi bem recebido pela Assembleia, uma vez que o momento do setor de café exige austeridade. Como parte do processo para fortalecer sua saúde financeira e ganhar maior agilidade e musculatura no mercado, produtores ratificaram ainda a autorização de 31 de março de 2005, para que a Cooparaiso busque uma parceria estratégica com a finalidade de se criar a Global, que será uma empresa comercializadora de café, visando atender a demanda do produtor com eficiência na venda de seu produto. “Os produtores associados aprovaram esta mudança de gestão e de concepção da cooperativa, um fato realmente muito forte e necessário. É uma proposta de valor para o cooperado e, por conseqüência, para a cooperativa. Não tem alternativa, é fazer ou fazer para garantir o futuro da cooperativa e a manutenção do conjunto de prestação de serviços aos produtores”, pontuou o presidente Carlos Melles. A assembleia dos cooperados autorizou ainda a Cooparaiso a contratar financiamento de cotas partes e de recebíveis, além de outras linhas para sua capitalização. Outro ponto aprovado diz respeito a alterações no Conselho de Administração, ficando autorizada a reforma do estatuto social da Cooparaiso, relativo ao artigo 36 que modifica a composição do Conselho de Administração, que será composto de 07 membros, sendo um presidente do Conselho, um vice-presidente do Conselho e cinco membros vogais. Foi alterado ainda o Artigo 39 item II, que substitui o número de onze candidatos para sete candidatos a membros efetivos; e o artigo 41 item II, que substitui o numero de quórum para instalação das reuniões do conselho de no mínimo 6 (seis) para 4 (quatro) membros deste conselho. Na avaliação dos produtores presentes na assembleia, no momento em que a Cooparaiso completa 54 anos, a organização discute e aprova democraticamente um plano importante para o fortalecimento da instituição, valorizando o produtor e o setor cooperativista cafeeiro. Etiópia sediará Conferência Mundial do Café Ascom Social do Mapa 10/03/2014 Inez De Podestà A 4ª Conferência Mundial do Café, prevista para março de 2016, será realizada em Adis Abeba, na Etiópia, juntamente com a 116ª sessão do Conselho Internacional do Café, promovida pela Organização Internacional do Café (OIC).

Conselho Nacional do Café – CNC SCN Quadra 01, Bl. “C”, Ed. Brasília Trade Center, 11º andar, sala 1.101 - CEP 70711-902 – Brasília (DF) Assessoria de Comunicação: (61) 3226-2269 / 8114-6632 E-mail: imprensa@cncafe.com.br / www.twitter.com/pauloandreck O secretário-executivo do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), Gerardo Fontelles, que chefiou a delegação brasileira, a qual participou das reuniões ordinárias da OIC no período de 3 a 7 de março, em Londres, informou que o Conselho também aceitou a proposta do Governo da Itália de realizar a 115ª sessão do Conselho Internacional do Café, em Milão, na Itália, em setembro de 2015, por ocasião da ExpoMilão e quando será comemorado o Dia Internacional do Café. Entre os assuntos, foram discutidos temas como a situação do mercado e o seminário para o fornecimento sustentável no mercado de café. De acordo com o secretário Fontelles, um dos principais objetivos da Organização, que reúne cafeicultores, governos, setor privado e agências internacionais, é servir como uma plataforma de consultas e negociações intergovemamentais sobre questões cafeeiras. Integraram a missão brasileira representantes do Conselho Deliberativo da Política do Café (CDPC), da Embrapa e parlamentares, além do diretor do Departamento do Café, da Secretaria de Produção e Agroenergia, Janio Zeferino da Silva. Saiba mais – A Organização Internacional do Café (OIC) é um organismo intergovernamental, criado com o apoio das Nações Unidas para servir à comunidade cafeeira internacional. Criada em 1963, a OIC reúne países produtores e consumidores de café. Com sede em Londres, conta com 72 países- membros, entre eles o Brasil, maior produtor e exportador mundial de café e segundo maior consumidor. A cada quatro ou cinco anos, a OIC realiza uma Conferência Mundial do Café. As três primeiras Conferências foram realizadas em Londres, no Reino Unido (2001); Salvador, no Brasil (2005); e Cidade da Guatemala, na Guatemala (2010). Confira o site da OIC (www.ico.org) Camarões: exportação de café arábica no acumulado da safra cai 85% Agência Estado 10/03/2014 As exportações de café arábica por Camarões no acumulado do ano-safra 2013/14 até dezembro caíram 85% ante igual período de 2012/13, de 605 toneladas para apenas 88 toneladas, revelou o Conselho Nacional de Café e Cacau do país (NCCB, na sigla em inglês). De acordo com a entidade, o clima seco prejudicou as lavouras e, consequentemente, os embarques. Conforme a indústria, na última temporada foram exportadas 2.524 toneladas (+5,5%). O ciclo de arábica em Camarões vai de outubro a setembro. O governo pretende elevar a produção em 25 mil toneladas por ano até 2020, mas não deu detalhes de como deve fazer isso. Robusta – O NCCB informou ainda que as exportações de café robusta no acumulado da safra até dezembro caíram 65% no ano, de 629 toneladas para 236 toneladas. Em 2012/13, o país embarcou 14.724 toneladas do produto. Nos últimos anos, a produção de robusta vem caindo em Camarões, com produtores migrando para outras culturas, como cacau. Até 2020, entretanto, a intenção do governo é elevar a produção nacional para 100 mil toneladas. Fonte: Dow Jones Newswires.

Conselho Nacional do Café – CNC SCN Quadra 01, Bl. “C”, Ed. Brasília Trade Center, 11º andar, sala 1.101 - CEP 70711-902 – Brasília (DF) Assessoria de Comunicação: (61) 3226-2269 / 8114-6632 E-mail: imprensa@cncafe.com.br / www.twitter.com/pauloandreck Colombianos tomaram 1,35 bilhão de xícaras de café em 2013 Agência Safras 10/03/2014 Os colombianos tomaram 1,35 bilhão de xícaras de café em 2013. Do total, 33% preferem o café puro, frente a 14% que preferem cappuccino, de acordo com um estudo da firma Retail Index da Nielsen. Enquanto 13% escolheram café com leite como bebida preferida, 13% escolheram o café gelado e 10% sorvetes de café, sendo que a mesma porcentagem decidiu-se pelos expressos. "Apesar do amargo, o café puro mostrou crescimento entre os jovens, que já o consideram como uma bebida socializadora e que dá certo status", disse a coordenadora do programa Toma Café, Ana María Sierra. Em outro estudo sobre o café na Colômbia, ficou em evidência que seu consumo é uma das perguntas mais frequentes quando se vai ao médico. Isso porque devido à rapidez da vida moderna, o café preto está presente no cotidiano dos colombianos, ao se levantar e depois do almoço. Esse hábito é ainda mais comum entre os maiores de 30 anos, com 90% tomando pelo menos uma vez por semana, começando na adolescência. A partir da pesquisa, deduziu-se que "o café puro é uma das nossas mais arraigadas tradições", enquanto o café com leite é "a bebida nutritiva que nos lembra nossa casa", segundo informação publicada na página oficial do Toma Café. No entanto, o consumo segue sendo baixo comparado com o Brasil, onde está em cerca de 34% de sua produção. Quanto à produção de café, essa segue crescendo. Em fevereiro desse ano, foi de 874.000 sacas frente as 625.000 sacas no mesmo período do ano anterior, de acordo com dados da Federação Nacional de Cafeicultores. Além disso, estima-se que durante todo o ano de 2014 e 2015, fortaleça- se a demanda no país, proveniente dos mercados de outros países, que, por preços e problemas climáticos, buscarão o produto colombiano. A reportagem é do site colombiano Pulzo, divulgada pelo CaféPoint.

Add a comment

Related presentations

Cfbp barometre octobre

Cfbp barometre octobre

November 10, 2014

VITOGAZ vous présente: CFBP baromètre gpl carburant

Ata Escrita da 16ª Sessão Ordinária realizada em 16/10/2014 pela Câmara de Vereado...

Ata Escrita da 10ª Sessão Extraordinária realizada em 16/10/2014 pela Câmara de Ve...

Rx1 nasil kullanilir

Rx1 nasil kullanilir

November 8, 2014

Rx1 zayiflama hapi, kullanimi nasildir, yan etkileri var mi? yan etkiler var ise h...

Esposto del MoVimento 5 Stelle sul Patto del Nazareno

Slide Servizi postali

Slide Servizi postali

November 7, 2014

Slides per i servizi postali presentati in occasione dell'incontro azienda e organ...

Related pages

CNC - Clipping Café de 20/07/2016 - Versão de Impressão

Confira a versão de impressão do . ... Versão de Impressão P1 / Ascom CNC 20/07/2016. Clipping cnc 20072016 versão de impressão de Paulo André ...
Read more

CLIPPING – 14/01/2015 - cncafe.com.br

CLIPPING – 14/01/2015 Acesse: www.cncafe.com.br Produção de café poderá chegar a 46,61 milhões de sacas em 2015 ... divulgação CNC ), ...
Read more