CFM Informa março 2014

44 %
56 %
Information about CFM Informa março 2014
Technology

Published on March 10, 2014

Author: agrocfm

Source: slideshare.net

Description

Para mais detalhes e informações das novidades da CFM acesse www.agrocfm.com.br ou ainda entre contato com a CFM pelo telefone 0800 127 111 ou e-mail faleconosco@agrocfm.com.br

0800-127111Nós preferimos CFM informa Edição nº 87 | Março 2014

0800-127111Nós preferimos Parceria consolidada fortalece a genética CFM em Mato Grosso entrevista O Estado de Mato Grosso possui de longe o maior rebanho bovino do País, com aproximadamente 28,5 milhões de cabeças, segundo dados do Instituto de Defesa Agropecuária de Mato Grosso (Indea). O Estado é responsável por mais de 13% de todo o plantel brasilei- ro, que contabiliza 211 milhões de ca- beças bovinas, de acordo com o Institu- to Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). O mercado de touros da região é um dos mais disputados do Brasil e a pro- cura por reprodutores melhoradores é algo indispensável para o produtor que busca resultados satisfatórios e susten- táveis dentro das porteiras. Levando em consideração que o mer- cado pecuário tem por característica o estabelecimento de fortes laços quan- do se trata de qualidade e confiança, a Laço Forte Pecuária, fazenda localiza- da em Cuiabá (MT), iniciou seu trabalho no ramo pecuário em meados dos anos 2000 e há 14 anos investe forte na ge- nética da parceira Agro-Pecuária CFM. “Nós sempre buscamos um Nelore de produção, um gado funcional, forte e di- O professor José Bento Ferraz, da USP, Francisco Camacho e o gerente da CFM, Luis Adriano Teixeira

0800-127111Nós preferimos entrevista ferenciado. Além de podermos confiar em toda a trajetória e experiência da CFM no mercado brasileiro, a sua his- tória e cultura de trabalho nos impres- sionam bastante”, declara Francisco Camacho, administrador da Laço Forte. A confiança e admiração transforma- ram-se em parceria. Em 2002 a Laço Forte, com sua fazenda em Cuiabá, tor- nou-se um dos principais elos entre os pecuaristas de MT que procuram a ge- nética da CFM para melhorar o plantel. “Mato Grosso é um mercado muito forte para a CFM. Anualmente comercializa- mos uma média de 500 touros para pro- dutores daqui e já chegamos a vender muito mais do que isso, mas varia bas- tante. Para este ano acreditamos conti- nuar com esta boa média nas vendas”, avalia Camacho. De acordo com o administrador, a quali- dade dos animais é indiscutível e, para que o produtor veja claramente os resul- tados finais no rebanho, ele aconselha que seja trocado o maior número de re- produtores possíveis dentro de um plan- tel. “Fica difícil você ver os resultados adquirindo meia dúzia de exemplares, sendo que você possui cerca de 50 tou- ros na fazenda. Mas quando existe uma troca geral no rebanho, fica visível a me- lhora dos animais, o produtor já enxerga a diferença nos bezerros”, ressalta. Ainda de acordo com Camacho, por conta dessa visível melhoria no rebanho das fazendas mato-grossenses, existe um alto índice de retorno dos clientes após o desmame dos animais da primei- ra estação de monta trabalhada com a genética CFM. “O produtor sempre vol- ta, eu costumo dizer que quem compra CFM não muda. Não só pela qualidade genética, mas principalmente pela pa- dronização dos animais e precocidade de ganho de peso”, comenta. A equipe da Laço Forte procura sem- pre orientar a clientela que os procura em feiras agropecuárias e mesmo em visitas a fazendas de quem adquiriu ou pretende adquirir produtos da CFM. “Fazemos orientações técnicas, aju- dando na escolha de reprodutores que irão preencher as lacunas do plantel, selecionando para o pecuarista o ani- mal ideal para o seu rebanho. Assim como também orientamos em toda parte comercial e de logística, desde a montagem dos grupos de compras até o translado”, afirma Camacho. Com mais de 10 anos disseminando o diferencial da genética CFM em terras mato-grossenses, muitos são os exem- plos de sucesso com touros melhorado- res em diversas fazendas da região. O pecuarista Domingos Hata, persona- gem da ‘Palavra do Cliente’ deste mês, que possui fazenda na cidade de Ba- rão do Melgaço, localizada em meio ao pantanal mato-grossense, trocou todos seus touros que possuía por reproduto- res CFM. A troca resultou em animais com qualidade acima do padrão regio- nal, tanto em precocidade das fêmeas, quanto na comercialização dos machos e no peso das vacas de descarte. Outro caso diferenciado foi o da Fazen- da Jardim (Chapada dos Guimarães), de propriedade de Fernando Prates que iniciou os seus trabalhos no ramo pecuário em 2003 e desde então nunca trocou de fornecedor. Hoje, a fazenda possui reconhecidamente um dos me- lhores rebanhos de cria comercial da baixada cuiabana, toda ela com influên- cia da genética CFM. Para Francisco Camacho o sucesso dessa parceria vem do relacionamen- to que possui com toda a equipe da CFM. “Temos um relacionamento mui- to bom, a qualidade da equipe é muito boa, são sempre as mesmas pessoas que nos atendem da melhor forma pos- sível e com a mesma responsabilidade de sempre, isso faz a diferença no dia a dia e dentro das porteiras”, acrescenta Camacho.

0800-127111Nós preferimos Rogério Goulart fala sobre a alta do bezerro e as consequentes oportunidades para os pecuaristas MERCADO O valor do bezerro se aproxima da casa dos R$ 1 mil, batendo re- cordes de preço nos últimos anos. Segundo o pecuarista e editor da Carta Pecuária, Ro- gério Goulart, a alta é expressiva e tende a manter os bons valo- res por um longo período. Goulart também aproveita para recomendar a compra de tourinhos e dá a dica: “Monitorar os custos de produção da cria é importante para o produtor saber como está seu negócio e saber para onde ele vai”. Confira abaixo a entrevista completa com Rogério Goulart. CFM Informa – AO valor a prazo do be- zerro iniciou março em alta, na casa dos R$ 950. Quais os fatores que influen- ciam para termos uma alta assim em plena safra? RG – A dinâmica do bezerro é diferente, a meu ver, do movimento de preços do boi gordo. O bezerro responde a outros fato- res que não fazem parte do dia-a-dia do invernista, como custo de produção da vaca e preço de touros. Aliás, os preços do bezerro começaram a subir bem antes que esse movimento de alta da arroba. Acredi- to que um dos fatores que estão levando à firmeza dos animais de reposição é o aba- te de fêmeas que tivemos no ano passado. CFM – Qual o histórico do valor do bezer- ro nos últimos cinco anos? Há, de fato, uma curva ascendente acentuada ou esta alta atual do bezerro é natural? RG – Há cinco anos, em 2009, o bezer- ro valia R$ 650 por cabeça e hoje vale R$ 1 mil. É uma alta expressiva de mais de 50%. Esta alta está sendo até agora seme- lhante à alta de 2006 a 2008, onde ele saiu de R$ 330 para R$ 750. Nas últimas duas décadas o movimento do bezerro tem sido esse: altas em patamares. Sobe forte du- rante um período, geralmente curto, de- pois fica estável durante outro período um pouco mais longo. CFM – Esta cotação alta tende a se manter a longo prazo? Até quando se mantém? RG – Depende se o criador nesses valo- res está lucrando. Até ano passado com o bezerro ao redor de R$ 800 a conta es- tava empatando. Agora, ao redor de R$ 1 mil, a coisa melhorou. Isso sugere que o criador poderá voltar a investir na cria e, no seu devido tempo, a oferta de bezerros e bezerras tende a aumentar, mas por en- quanto os preços deverão se manter bons nesses patamares elevados, a meu ver. CFM – O que poderia determinar uma queda deste valor? RG – A própria alta do bezerro gera au- mento de oferta. Isso porque o cidadão passa a reter vacas nos pastos e investir novamente na cria. Com o aumento de va- cas no seu devido tempo há aumento de bezerros no mercado. E é o aumento de oferta de bezerros que faz pressão para baixo nos preços. Isso é lento, não consigo enxergar ocorrendo em 2014 ou no curto prazo e tempo, haja vista o movimento de alta no boi gordo. CFM – Quais os principais efeitos desta alta no mercado da pecuária? RG – O principal e imediato efeito é na melhora das margens da operação de cria. Ou seja, o que sobra de dinheiro para o pecuarista depois de ele pagar os custos da fazenda. Se ele levar uma vida relati- vamente modesta, sem exageros de trocar de carro todo ano, os preços atuais na pe- cuária estão muito bons e servem de alívio depois de dois anos mais fracos. CFM – Em sua opinião, este é um bom momento para a compra de touros? O que você recomendaria ao pecuarista neste momento? RG – Acredito que sim. Animal de qualidade tem ágio sobre o bezerro comercial, o que favorece o investimento e atenua as que- das nas cotações, se ocorrerem, além de garantir melhor liquidez na hora da venda. CFM - Alguma outra consideração? RG – Monitorar os custos de produção da cria é importante para o produtor saber como está seu negócio e saber para onde ele vai. Por exemplo, o bezerro hoje custa ao redor de R$ 750 no geral, mas quanto é que custa realmente o bezerro dele? Fica aí a sugestão. Controlar custos não faz o produtor gastar nenhum centavo, apenas tomará dele um pouco do tempo de ficar sentado na mesa com papel e caneta (ou computador), mas, no final, compensa.

0800-127111Nós preferimos Produtor experiente, Domingos Hata hoje compra touro sem sair do sofá de casa PALAVRA DO CLIENTE Pecuarista dos bons, Domingos Hata é cliente CFM de longa data. Tradicional ho- mem do campo, puxa na memória o ano de sua primeira compra com a empresa. “Foi em 92. Faz tempo, não é?”, recorda. Hoje, o Sr. Domingos conta já ter levado cerca de 200 touros CFM para agregar valor à sua boiada na Fazenda Santana, em Santo Antônio do Leverger (MT), no meio do Pantanal. E, se checarmos os re- sultados obtidos por seu rebanho desde a primeira compra com a CFM, vemos que a parceria deu muito certo. Com uma bezerrada forte e pronta para qualquer desafio, os animais têm desma- mado entre sete e oito meses, com im- pressionantes 200 kg, destacando sobre a média da região, que é de 165 kg. “Gra- ças à genética CFM, acabei de vender uma desmama por R$ 1 mil, com média de 210 kg”, enfatiza o orgulhoso produtor. “A qualidade da CFM vem desde o aten- dimento, que oferece um suporte técnico e comercial que impressiona. Somado a isso, tem animais precoces, rústicos e muito produtivos”, destaca. Produtor de gado para corte, Sr Domin- gos proseia e acha graça ao lembrar que chegou até a ser procurado por pecua- ristas vizinhos, interessados em comprar seus reprodutores. “Muitas vezes dá para separar um ou outro macho que apresen- ta qualidade no rebanho e faço alguns ne- gócios com outras fazendas, mas não é o que me interessa. Quero produzir para corte”, admite. Os bons dividendos na Fazenda Santana não se limitam aos machos. As fêmeas também apresentam resultados que cha- mam a atenção. Se antes as novilhas de seu rebanho só conseguiam cruzar aos três anos, hoje são entouradas a partir dos dois. Além disso, até o peso de aba- te das vacas descarte melhorou. Antes as vacas eram descartadas com 11 e 12 arrobas e agora ele consegue colocar 15 arrobas de peso nas fêmeas vazias para descarte. “Recomendo a todos os produtores, se- jam do Pantanal ou de outra região, inves- tirem na genética CFM, que, para mim, é ainda mais lucrativa que a IATF”, afirma o pecuarista, que fez sua última compra no Leilão Virtual CFM, no fim de 2013. “O modo de compra em leilão virtual traz uma comodidade muito interessante. Comprei meus touros sem sair do sofá de casa”, lembra e sorri o experiente Domingos Hata, satisfeito com a escolha do fornece- dor, que mudou para melhor seu rebanho. Domingos Hata em encontro com o gerente de pecuária da CFM, Luis Adriano Teixeira

0800-127111Nós preferimos Vem aí o Leilão Virtual CFM. É em 18 de março, não perca! agenda Está chegando a hora! Não perca esta oportunidade de adquirir os touros da CFM no ultimo evento comercial da safra 2011, o Leilão Virtual CFM 2014. São 150 reprodutores em oferta, todos com CEIP e exame andrológico aprovado. O leilão acontece no dia 18 de março, ao vivo a partir das 20h30, no Canal do Boi. O leilão virtual de touros Nelore CFM possibilita aos compradores facilidades de pagamento, como o parcelamento em 14 vezes (2+2+10) e entrega gratuita em qualquer lugar da malha rodoviária do Brasil para cargas fechadas (16 ou 24 touros) ou qualquer quantidade de touros na rota Aquidauana na Fazenda Lageado (MS), Cuiabá na Fazenda MGM (MT), Goianésia (GO) e Correntina na Fazenda Mombin(BA). “Esta é uma ótima oportunidade para o produtor aproveitar a alta da cotação da Arroba do Boi Gordo para trocar os touros do seu plantel, assim ele aproveita uma melhor receita com o descarte dos touros velhos e pesados e investe nos touros de genética mais nova, melhores e mais produtivos”, ressalta Luis Adriano Teixeira coordenador de pecuária da CFM. O cadastro na leiloeira pode ser feito pelo telefone (18) 3608-0999, diretamente na Central Leilões. Vale lembrar que as vendas diretas continuam na fazenda São Francisco, em Magda (SP). Não deixe de conferir de perto a qualidade CFM dos animais da safra 2011 à disposição. Para obter mais informações da CFM e baixar o catálogo acesse o site www.agrocfm.com.br, ligue para 0800 127 111 ou mande um e-mail para faleconosco@agrocfm. com.br e siga a CFM no Twitter pelo @agrocfm.

Add a comment

Related presentations

Related pages

CFM Informa março 2014 - Technology

Para mais detalhes e informações das novidades da CFM acesse www.agrocfm.com.br ou ainda entre contato com a CFM pelo telefone 0800 127 111 ou e-mail ...
Read more

CFM Informa março 2014 - Technology - docslide.com.br

1. 0800-127111Nós preferimos CFM informa Edição nº 87 | Março 2014 2. 0800-127111Nós preferimos Parceria consolidada fortalece a genética CFM em ...
Read more

Agro CFM

CFM Informa Fev/2014: Recorde exportações 2013 e projeções 2014, Tendência para a @ Boi Gordo, cliente CFM em SP e Leilão Virtual março
Read more

Agro CFM

Leia o CFM Informa de março 2015: ... Leia a edição de setembro 2014 do CFM Informa agosto: Conhecça a participação CFM nas Centrais de sêmen, ...
Read more

DESPACHO SEJUR N.º 155/2014 - portalmedico.org.br

Expediente n.º 1868/2014 Assunto: Informa providências a serem realizadas pelo CFM em face ... CFM, no qual consta ... DF, 07 de março de 2014. Rafael ...
Read more

Até o CFM critica ideia de RB | Angelo Rigon

Expoingá 2014; Expoingá 2016; Expressão; Flagrante; ... (CFM) informa que: ... Um pitaco em “ Até o CFM critica ideia de RB ”
Read more

CFM orienta que médicos peçam exames de hepatites B e C ...

Sobre o CFM. A instituição; Missão, ... Em 2014, esse tipo de ... informa o Ministério. Nos casos mais graves, ...
Read more

PARECER CFM nº 14/15 INTERESSADO: ASSUNTO: RELATOR: EMENTA ...

PARECER CFM nº 14/15 ... Informa que uma breve pesquisa realizada indicou que a radiologia, ... 13 de março de 2015
Read more

Congressos e eventos de odontologia 2015 | Bibliodonto UFMG

Agenda atualizada dia 22 de Outubro 2015 Março 36th International Dental Show Data: 10 a 14 de março de 2015 Local: Alemanha Informações ...
Read more