CAP2 A INSERÇÃO DA AMÉRICA

50 %
50 %
Information about CAP2 A INSERÇÃO DA AMÉRICA
Entertainment

Published on March 10, 2014

Author: washingtonsouza1

Source: authorstream.com

PowerPoint Presentation: #CAP.2 A INSERÇÃO DA AMÉRICA NO CENÁRIO ECONÔMICO MUNDIAL: um estudo comparativo entre Estados Unidos e América Latina Prof. Washington de Souza # HistóriaNaVeia PowerPoint Presentation: “Da mesma forma que o desenvolvimento capitalista firmava uma crescente desigualdade socioeconômica entre as diversas nações, o mesmo reproduzia-se no conjunto americano , respeitando a lógica da crescente concentração capitalista para alguns e de lentidão e dependência para os demais”. HOBSBAWN. Eric. J. A era dos impérios. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1988, p. 32. Considerações iniciais: Considerações iniciais A ordem política e econômica do continente americano no transcorrer do século XIX será caracterizada pela definição de estruturas e de realidades distintas , decorrentes das especialidades históricas de colonização e de ruptura em relação às antigas metrópoles. Os EUA no século XIX: da política de fronteiras ao imperialismo: Os EUA no século XIX: da política de fronteiras ao imperialismo O desenvolvimento da nação norte-americana no transcorrer do século XIX foi influenciado por importantes fenômenos: Expansão territorial; Guerra de Secessão; Processo de industrialização; Formação dos Partidos Republicano e Democrata; Segunda Guerra de Independência. Formulações ideológicas: Formulações ideológicas O nacionalismo norte-americano adotou uma postura isolacionista em relação aos conflitos europeus e intervencionista em relação ao continente americano. Doutrina Monroe : “América para os americanos”; Destino Manifesto : o direito de expansão. A expansão territorial: A expansão territorial O processo de expansão do território estadunidense durante o século XIX foi ideologicamente justificado pelo Destino Manifesto. As estratégias de expansão: Tratados diplomáticos; Anexação por compra; Invasões e aquisições por guerras. A expansão territorial: A expansão territorial DIPLOMACIA Vale de Ohio como dívida de guerra em 1783 (Inglaterra); COMPRA Louisiana por 15 milhões de dólares em 1803 (França); Flórida por 5 milhões de dólares em 1819 (Espanha); Alasca por 7 milhões de dólares em 1867 (Rússia); GUERRAS Texas, Califórnia, Novo México, Arizona, Utah e Nevada em 1848 (México). “Pobre México tão longe de Deus e tão perto dos EUA” A expansão territorial: A expansão territorial A efetiva ocupação dos novos territórios em muito se deveu à decretação da Homestead Act em 1862 por Lincoln. A lei garantia que quem cultivasse 160 acres de terras (640 mil metros quadrados), sem o uso da escravidão, e por cinco anos no mínimo cinco anos teria a posse definitiva (terra). A expansão territorial: A expansão territorial Marcha para o Oeste, motivada pela Homestead. A expansão territorial: A expansão territorial Vale ressaltar que além dos mexicanos que perderam metade do seu território original, os povos indígenas também tiveram seus territórios ocupados pelos “pioneiros” . Os indígenas acabaram sendo confinados em regiões chamadas de Reservas. Essa “saga” (enfrentamento pioneiro x indígena) foi definida como “faroeste”. “Índio bom é índio morto”. PowerPoint Presentation: O progresso americano, 1872. GRANT, John. Mapa A expansão para o Oeste: Mapa A expansão para o Oeste A Guerra de Secessão (1861-1865): A Guerra de Secessão (1861-1865) Podemos dizer que a Guerra de Secessão ocorreu por diferenças econômicas entre o norte e o sul dos Estados Unidos . Estas diferenças começaram a se tornar evidentes desde o processo de colonização, se intensificando após a independência , em 1776 . A Guerra de Secessão: A Guerra de Secessão Características das duas regiões: 1- Norte : clima temperado, economia baseada na indústria e no livre mercado, produção para o mercado interno , trabalho livre , policultura , minifúndio. 2- Sul : clima tropical, economia baseada na agricultura , produção para a exportação , trabalho escravo , monocultura e latifúndio. Plantation A Guerra de Secessão: A Guerra de Secessão A necessidade de ampliar a base de mercados consumidores para a burguesia industrial do país ( região NORTE) esbarrava frontalmente na manutenção da mão de obra escrava adotada desde o período colonial pela aristocracia sulista, dificultando expansão das forças capitalistas do norte. A Guerra de Secessão:  A aristocracia sulista , desprovida de parque manufatureiro, colocava-se, por sua vez, a favor de uma política livre-cambista que permitisse a redução das tarifas alfandegárias. A Guerra de Secessão Livre- cambismo é um modelo de mercado no qual a troca de bens e serviços entre países não é afetada por restrições do E stado. A Guerra de Secessão:  Simultaneamente ao processo de expansão das fronteiras no século XIX, ampliou-se o choque de interesses nas relações norte-sul. Em 1820, por meio do Compromisso de Missouri , se estabelecia que ao sul do paralelo 36º30 seria permitida o uso da mão de obra escrava. A Guerra de Secessão Paralelo 36º30: P aralelo 36º30 Abaixo do Paralelo 36º30, era permitida a escravidão nos EUA. Norte x Sul: escravidão: Norte x Sul: escravidão A Califórnia mesmo abaixo do Paralelo 36º30 não adota a escravidão; O Compromisso Clay permite aos eleitores de Utah e Novo México decidirem sobre a questão da escravidão; Lei Kansas Nebraska garantiram a ampliação da escravidão nesses estados. A Guerra de Secessão:  Em 1854, foi fundado o Partido Republicano , defendendo os interesses industriais e protecionistas do norte e contrário a escravidão nos novos estados que se incorporavam à União. A Guerra de Secessão A Guerra de Secessão:  Abraham Lincoln vence as eleições de 1860, derrotando John Breckinridge (sulista, defensor da escravidão). A vitória de Lincoln foi o estopim para o processo de Secessão. A Carolina do Sul e mais seis estados sulistas , separou-se da União e organizaram os Estados Confederados da América – em seguida elegeram Jeferson Davis como presidente e a cidade de Richmond como capital do “novo país”. A Guerra de Secessão A Guerra de Secessão:  O ataque ao Forte Sunter pelos soldados confederados – primeiro operação militar. A Guerra de Secessão Bombardeio de Fort Sunter A Guerra de Secessão:  A secessão deflagrada pelo sul acabou provocando a inevitável declaração de guerra por Abraham Lincoln em nome da União. A Guerra de Secessão A Guerra de Secessão: Medidas importantes de Lincoln: A Homestead Act , 1862; Abolição do regime escravista, 1863. A Guerra de Secessão A Guerra de Secessão: A superioridade do Norte: Ao final de quatro anos de guerra, a supremacia militar, industrial e naval da União, constituída por 23 estados, com cerca de 22 milhões de habitantes, acabaria superando os Confederados, que eram constituídos por 11 Estados e cerca de 9 milhões de habitantes. A Guerra de Secessão

Add a comment

Related presentations

Related pages

O “regionalismo aberto” da CEPAL e a inserção da ...

O “regionalismo aberto” da CEPAL e a inserção da América Lat. No description by Ana Carolina Bickel on 30 September 2015 Tweet. Comments (0) Please ...
Read more

Em busca de uma nova inserção da América Latina na ...

para a reversão da inserção mundial da América do Sul Romper as diferentes metamorfoses da inserção no comércio mundial
Read more

Altamiro Borges: Inserção do Brasil e da América do Sul

... sobre a inserção internacional do Brasil e da América do Sul na segunda ... de inserção internacional soberana da América do Sul ...
Read more

Globalização e desenvolvimento | Publication | Comissão ...

... apresenta uma proposta de agenda positiva para a América Latina e o Caribe na ... Inserção da América Latina e do Caribe nos circuitos ...
Read more

O "regionalismo aberto" da CEPAL e a inserção da ...

O "regionalismo aberto" da CEPAL e a inserção da América Latina na globalização on ResearchGate, the professional network for scientists.
Read more

Economia da América Latina - a inserção no comércio ...

... a inserção no comércio internacional Iela ufsc. Subscribe Subscribed Unsubscribe 1,353 1K. ... Economia da América Latina ...
Read more

Panorama da inserção internacional da América Latina e ...

Panorama da Inserção Internacional da América Latina e do Caribe; Resumo. Capítulo I: O complexo reordenamento da economia mundial .-- Capítulo II: ...
Read more

Estudos Avançados - In search of a new integration of ...

A necessária liderança brasileira para a reversão da inserção mundial da América do Sul.
Read more