Aula 4 - Microbiota normal do corpo humano

40 %
60 %
Information about Aula 4 - Microbiota normal do corpo humano
Health & Medicine

Published on March 10, 2014

Author: ceciliasoares3998

Source: slideshare.net

Description

Segue aula 4 - Microbiota normal do corpo humano

Microbiota ou Flora NormalMicrobiota ou Flora Normal do Corpo Humanodo Corpo Humano Dra. Maria Cecília Pereira SoaresDra. Maria Cecília Pereira Soares Março, 2014Março, 2014

AgendaAgenda • Aspectos essenciais quanto (ao/à):Aspectos essenciais quanto (ao/à): – Microbiota ou Flora normal do corpo Humano –Microbiota ou Flora normal do corpo Humano – Capítulo 12 (TRABULSI)Capítulo 12 (TRABULSI)

Inicialmente, alguns conceitos… Inicialmente, alguns conceitos…

CONTAMINAÇÃO:CONTAMINAÇÃO: • É a presença passageira de micróbios ,É a presença passageira de micróbios , patogênicos ou não, na pele ou em outraspatogênicos ou não, na pele ou em outras superfícies do corpo humano, sem quesuperfícies do corpo humano, sem que haja qualquer ferida ou invasão doshaja qualquer ferida ou invasão dos tecidos;tecidos;

COLONIZAÇÃO:COLONIZAÇÃO: • É a presença contínua destesÉ a presença contínua destes microrganismos,em geral por semanas,microrganismos,em geral por semanas, meses ou até anos , mais uma vez semmeses ou até anos , mais uma vez sem ferida ou invasão tissular;ferida ou invasão tissular;

INFECÇÃOINFECÇÃO :: • Consiste na invasão e lesão dos tecidosConsiste na invasão e lesão dos tecidos por microrganismos.por microrganismos.

• Os microrganismos que conseguemOs microrganismos que conseguem infectar seres humanos pertencem ainfectar seres humanos pertencem a um dos três grupos abaixo:um dos três grupos abaixo: • 1.1. MICROBIOTA NORMALMICROBIOTA NORMAL ;; • 2.2. PATÓGENOS AGRESSIVOSPATÓGENOS AGRESSIVOS ;; • 3.3. PATÓGENOS OPORTUNISTASPATÓGENOS OPORTUNISTAS ..

Microbiota normalMicrobiota normal - Habita somente as superfícies doHabita somente as superfícies do corpo humano,corpo humano, - superfícies externas (superfícies externas (pelepele,, cabeloscabelos e unhase unhas);); - ou internas (ou internas (as mucosas do tratoas mucosas do trato digestivo , do trato respiratóriodigestivo , do trato respiratório até a laringe, a porção terminalaté a laringe, a porção terminal da uretra e da vagina ).da uretra e da vagina ).

Patógenos agressivosPatógenos agressivos - São os microrganismos queSão os microrganismos que conseguem causar doença emconseguem causar doença em hospedeiros normaishospedeiros normais , ou seja,, ou seja, naqueles com mecanismo de defesanaqueles com mecanismo de defesa normais.normais.

Patógenos oportunistasPatógenos oportunistas - Não causam doença emNão causam doença em hospedeiros normais, mas simhospedeiros normais, mas sim naqueles comnaqueles com defesasdefesas comprometidas.comprometidas.

PATOGENICIDADE,PATOGENICIDADE, VIRULÊNCIA EVIRULÊNCIA E CAPACIDADECAPACIDADE INVASIVAINVASIVA

PatogenicidadePatogenicidade • É aÉ a capacidade de causar doençacapacidade de causar doença .. • Inclui a virulência e as toxinas, os fatoresInclui a virulência e as toxinas, os fatores microbianos que determinam a aderência, amicrobianos que determinam a aderência, a capacidade de invasão do corpo, ou seja, ocapacidade de invasão do corpo, ou seja, o potencial de penetração e disseminação nopotencial de penetração e disseminação no corpo humano, a facilidade e a velocidade dacorpo humano, a facilidade e a velocidade da replicação microbiana e a sua capacidade dereplicação microbiana e a sua capacidade de obstruir as defesas do hospedeiro.obstruir as defesas do hospedeiro.

VirulênciaVirulência • E a soma de características que dão aos agentesE a soma de características que dão aos agentes infecciosos uma vantagem na batalha com seusinfecciosos uma vantagem na batalha com seus hospedeiroshospedeiros • Existem vários níveis de virulênciaExistem vários níveis de virulência • O microrganismo mais virulento não causara doença seO microrganismo mais virulento não causara doença se não tiver acesso a um hospedeiro suscetívelnão tiver acesso a um hospedeiro suscetível • Assim como tambem um microrganismo de baixaAssim como tambem um microrganismo de baixa virulência pode causar doença grave em indivíduovirulência pode causar doença grave em indivíduo imunocomprometidoimunocomprometido

FATORES DE VIRULÊNCIA:FATORES DE VIRULÊNCIA: • Compreendem os fatores microbianosCompreendem os fatores microbianos essenciais para o desenvolvimento daessenciais para o desenvolvimento da infecção e da doença.infecção e da doença.

Fatores de virulência:Fatores de virulência: • toxinastoxinas >> em geral exotoxinas proteicas;>> em geral exotoxinas proteicas; • adesinasadesinas >> determinam a adesividade às>> determinam a adesividade às células (encontradas nas fímbrias).células (encontradas nas fímbrias). Importantes nos estafilococos e nosImportantes nos estafilococos e nos estreptococos.estreptococos. • impedinasimpedinas >> obstruem os mecanismos da>> obstruem os mecanismos da defesa do hospedeiro ( atuam sobredefesa do hospedeiro ( atuam sobre fagocitose e sistema imune)fagocitose e sistema imune)

MICROBIOTA NORMALMICROBIOTA NORMAL DO CORPO HUMANODO CORPO HUMANO

ASSOCIAÇÕES SIMBIÓTICAS:ASSOCIAÇÕES SIMBIÓTICAS: • SIMBIOSE >>associações em que umaSIMBIOSE >>associações em que uma espécie vive no organismo de outras.espécie vive no organismo de outras. • Este termo não apresenta nenhumaEste termo não apresenta nenhuma conotação de benefício ou prejuízo.conotação de benefício ou prejuízo.

Associações simbióticasAssociações simbióticas • Associações simbióticas entre microrganismos eAssociações simbióticas entre microrganismos e eucariotos superiores são extremamente comuns eeucariotos superiores são extremamente comuns e podem ser:podem ser: • MUTUALISTASMUTUALISTAS (benéficas) >> existe benefício(benéficas) >> existe benefício recíproco entre os 2 organismos envolvidos;recíproco entre os 2 organismos envolvidos; • COMENSAISCOMENSAIS (neutras) >> uma espécie de organismo(neutras) >> uma espécie de organismo utiliza o organismo de uma outra espécie como seuutiliza o organismo de uma outra espécie como seu ambiente físico e até para obtenção de seus nutrientes;ambiente físico e até para obtenção de seus nutrientes; • PARASÍTICASPARASÍTICAS ( prejudiciais).( prejudiciais).

MICROBIOTA:MICROBIOTA: • Algumas bactérias quando encontradas noAlgumas bactérias quando encontradas no homem,homem, estão sempre associadas aestão sempre associadas a doenças ( leptospiras por ex.).doenças ( leptospiras por ex.). • Outras, que representam as principaisOutras, que representam as principais espécies patogênicas (bacilo diftérico,espécies patogênicas (bacilo diftérico, Streptococcus pyogenesStreptococcus pyogenes, Shigella... ), embora, Shigella... ), embora frequentemente associadas a doenças,frequentemente associadas a doenças, podempodem ser encontradas numa porcentagemser encontradas numa porcentagem variável e não muito elevada emvariável e não muito elevada em indivíduos normais.indivíduos normais.

MICROBIOTAMICROBIOTA • Um terceiro grupo, constituído por umUm terceiro grupo, constituído por um grande número de espécies, habita agrande número de espécies, habita a pele e as mucosas da maioria oupele e as mucosas da maioria ou totalidade dos indivíduos.totalidade dos indivíduos. • Somente causam doenças em situaçõesSomente causam doenças em situações especiais.especiais. • Este grupo éEste grupo é denominadodenominado MICROBIOTAMICROBIOTA NORMAL do corpo humano ( tambémNORMAL do corpo humano ( também conhecido como FLORA NORMAL).conhecido como FLORA NORMAL).

• Todo ser humano nasceTodo ser humano nasce sem microrganismossem microrganismos .. • A aquisição de uma microbiota bacterianaA aquisição de uma microbiota bacteriana envolve umaenvolve uma transmissão horizontaltransmissão horizontal dede microrganismos.microrganismos. • A colonização das superfícies expostas comoA colonização das superfícies expostas como pele, trato respiratório, sistema genito-urinário epele, trato respiratório, sistema genito-urinário e trato digestivotrato digestivo começam imediatamentecomeçam imediatamente após o nascimento.após o nascimento. • Parto normal ou cesariana, padrões deParto normal ou cesariana, padrões de alimentação, hospitalizaçãoalimentação, hospitalização ee antibioticoterapiasantibioticoterapias são outros fatores quesão outros fatores que afetam a composição da microbiota intestinal emafetam a composição da microbiota intestinal em crianças.crianças.

• OO fator determinante principalfator determinante principal dada composição da microbiota em uma dadacomposição da microbiota em uma dada região do corpo é aregião do corpo é a natureza do ambientenatureza do ambiente locallocal, determinada pela, determinada pela temperatura, pH ,temperatura, pH , níveis de disponibilidade de O2 , águaníveis de disponibilidade de O2 , água e nutrientes.e nutrientes. • Outros fatores comoOutros fatores como atividadeatividade peristálticaperistáltica,, saliva, secreção desaliva, secreção de lisozimalisozima ee IgIg são fatores que controlam asão fatores que controlam a composição da microbiotacomposição da microbiota..

FUNÇÃO DA MICROBIOTA NORMALFUNÇÃO DA MICROBIOTA NORMAL:: • Prevenção da colonização dos patógenosPrevenção da colonização dos patógenos em potencial.em potencial.

- AsAs bactérias da pelebactérias da pele produzem ácidosproduzem ácidos graxos que dificultam a invasão por outrasgraxos que dificultam a invasão por outras espécies;espécies; - AsAs bactéras intestinaisbactéras intestinais liberam umaliberam uma série de fatores com atividadesérie de fatores com atividade antibacteriana e os outros produtos doantibacteriana e os outros produtos do metabolismo, junto com a ausência do O2,metabolismo, junto com a ausência do O2, impedem o estabelecimento de outrasimpedem o estabelecimento de outras espécies;espécies;

- OsOs lactobacilos vaginaislactobacilos vaginais mantém o pHmantém o pH ácido no meio , o que suprime oácido no meio , o que suprime o crescimento de outros organismos;crescimento de outros organismos; - AsAs bactérias intestinaisbactérias intestinais produzemproduzem vitamina B e K em quantidades suficientesvitamina B e K em quantidades suficientes para compensar uma dieta deficiente nestaspara compensar uma dieta deficiente nestas vitaminas.vitaminas.

QUANDO PODEM CAUSARQUANDO PODEM CAUSAR PROBLEMAS:PROBLEMAS: - Se forem removidos de seu ambiente eSe forem removidos de seu ambiente e introduzidos na corrente circulatória ouintroduzidos na corrente circulatória ou tecidos.tecidos. - Ex:Ex: Streptopcoccus viridansStreptopcoccus viridans encontradoencontrado comumente nas vias aéreas superiores, secomumente nas vias aéreas superiores, se um grande número for introduzido naum grande número for introduzido na corrente sanguínea (por extração dentária oucorrente sanguínea (por extração dentária ou amigdalectomia) podem se alojar nasamigdalectomia) podem se alojar nas válvulas cardíacas e produzirválvulas cardíacas e produzir endocardite;endocardite;

QUANDO PODEM CAUSARQUANDO PODEM CAUSAR PROBLEMAS:PROBLEMAS: - ApósApós antibioticoterapia.antibioticoterapia. Ex: ColiteEx: Colite pseudomembranosa por Clostridiumpseudomembranosa por Clostridium dificille;dificille; - Sistema imune deficiente.Sistema imune deficiente. Ex:Ex: portadores vírus HIV;portadores vírus HIV; - Alteração do ambiente local:Alteração do ambiente local: aumentoaumento do pH vaginal e estomacal.do pH vaginal e estomacal.

Microbiota NormalMicrobiota Normal • Quando causam doenças são chamadosQuando causam doenças são chamados OPORTUNISTAS.OPORTUNISTAS.

COMPOSIÇÃO DA MICROBIOTACOMPOSIÇÃO DA MICROBIOTA NORMAL:NORMAL: • PELE:PELE: • Staphylococcus aureus, CorynebacteriumStaphylococcus aureus, Corynebacterium spsp, Propionibacterium acnes e, Propionibacterium acnes e Staphylococcus epidermidisStaphylococcus epidermidis ( 90% da( 90% da microbiota).microbiota).

COMPOSIÇÃO DA MICROBIOTACOMPOSIÇÃO DA MICROBIOTA NORMAL:NORMAL: • CONJUNTIVA:CONJUNTIVA: Corynebacterium,Corynebacterium, Neisseria, MoraxellaNeisseria, Moraxella,, Staphylococcus eStaphylococcus e HaemophylusHaemophylus .. • BOCABOCA: microbiota com mais de 300: microbiota com mais de 300 espécies bacterianas.espécies bacterianas.

COMPOSIÇÃO DA MICROBIOTACOMPOSIÇÃO DA MICROBIOTA NORMAL:NORMAL: • NASOFARINGE:NASOFARINGE: • Staphylococcus, Corynebacterium,Staphylococcus, Corynebacterium, Haemophylus ,Haemophylus , micoplasmas,micoplasmas, pneumococos,pneumococos, Neisseria meningitidis,Neisseria meningitidis, Klebsiella,Klebsiella, Bordetella pertussis eBordetella pertussis e Streptococcus sp.Streptococcus sp.

COMPOSIÇÃO DA MICROBIOTACOMPOSIÇÃO DA MICROBIOTA NORMAL:NORMAL: • ESTÔMAGOESTÔMAGO :: Helicobacter pylori,Helicobacter pylori, Escherichia coli, Proteus, KlebsiellaEscherichia coli, Proteus, Klebsiella ee EnterobacterEnterobacter.. • INTESTINOINTESTINO:: Streptococcus sp,Streptococcus sp, Lactobacillus sp, Bacteroides sp,Lactobacillus sp, Bacteroides sp, Bifidobacterium sp , Eubacterium sp,Bifidobacterium sp , Eubacterium sp, Clostridium sppClostridium spp ee E. coli.E. coli.

COMPOSIÇÃO DA MICROBIOTACOMPOSIÇÃO DA MICROBIOTA NORMAL:NORMAL: • VAGINA E CÉRVIXVAGINA E CÉRVIX :: Lactobacillus spp, L.Lactobacillus spp, L. acidophyllusacidophyllus (bacilos de Doderlein),(bacilos de Doderlein), S.S. epidermidis, Streptococcus sp, E. coli,epidermidis, Streptococcus sp, E. coli, CorynebacteriumCorynebacterium sp,sp, Staphylococcus spp,Staphylococcus spp, Bacteroides spp e S. aureusBacteroides spp e S. aureus.. • TRATO URINÁRIOTRATO URINÁRIO:: S. epidermidis,S. epidermidis, Enterococcus sp, CorynebacteriumEnterococcus sp, Corynebacterium sp, E. coli,sp, E. coli, Proteus sp e NeisseriaProteus sp e Neisseria..

• A MICROBIOTA HUMANAA MICROBIOTA HUMANA CONSTITUI UM DOSCONSTITUI UM DOS MECANISMOS DE DEFESAMECANISMOS DE DEFESA CONTRA A PATOGÊNESECONTRA A PATOGÊNESE BACTERIANABACTERIANA......

““Flora” intestinal e IdadeFlora” intestinal e Idade • Adquire características estáveis em torno dos 2Adquire características estáveis em torno dos 2 anos de idadeanos de idade • Sofre algumas modificações importantes naSofre algumas modificações importantes na velhicevelhice • Crianças amamentadas tem mais estafilococos eCrianças amamentadas tem mais estafilococos e menos clotrídeosmenos clotrídeos • Lactobacilos não alteram sua quantidade nasLactobacilos não alteram sua quantidade nas crianças devido ao leite maternocrianças devido ao leite materno

““Flora” intestinal e IdadeFlora” intestinal e Idade • Crianças amamentadas tem menos antigeno Kl,Crianças amamentadas tem menos antigeno Kl, que causam bacteremias e meningite no recem-que causam bacteremias e meningite no recem- nascidonascido • Microbiota da criança tem origem da flora fecalMicrobiota da criança tem origem da flora fecal materna que contamina o canal do partomaterna que contamina o canal do parto • Mais tarde, a criança adquire bactérias presentesMais tarde, a criança adquire bactérias presentes nos alimentos e no meio ambientenos alimentos e no meio ambiente • Enterobactérias e bactérias anaeróbias aparecemEnterobactérias e bactérias anaeróbias aparecem mais tardiamentemais tardiamente

““Flora” intestinal e IdadeFlora” intestinal e Idade • Condições de higiene determinam microbiotaCondições de higiene determinam microbiota diferenciada (pesquisa com países desenvolvidosdiferenciada (pesquisa com países desenvolvidos e em desenvolvimento)e em desenvolvimento) • Idosos tem maisIdosos tem mais Clostridium perfingensClostridium perfingens (causador(causador de diarréias – toxina), e menos lactobacilos,de diarréias – toxina), e menos lactobacilos, coliformes e enterococos.coliformes e enterococos.

ProbióticosProbióticos • São suplimentos alimentares microbianos vivosSão suplimentos alimentares microbianos vivos que apresentam efeitos benéficos para oque apresentam efeitos benéficos para o hospedeiro, promovendo o equilíbriohospedeiro, promovendo o equilíbrio microbiano intestinal (definição Fuller)microbiano intestinal (definição Fuller) • São comercializados em diferentes formulações,São comercializados em diferentes formulações, e a mais popular é o leite fermentado.e a mais popular é o leite fermentado.

PrébióticosPrébióticos • É aquele não digerível, que pode promover aÉ aquele não digerível, que pode promover a seleção de espécies bacterianas benéficas no homemseleção de espécies bacterianas benéficas no homem • Derivados de carboidratos (oligossacarídeos) queDerivados de carboidratos (oligossacarídeos) que ocorrem no trigo, chicória, cebola, aspargo, alho…ocorrem no trigo, chicória, cebola, aspargo, alho… • Não são digeridas no estômago, atingem o intestinoNão são digeridas no estômago, atingem o intestino grosso, são digeridas pela “flora” intestinalgrosso, são digeridas pela “flora” intestinal • Podem ser incorporadas em biscoitos e leitesPodem ser incorporadas em biscoitos e leites • Estudos: levaria ao desenvolvimento da “flora”Estudos: levaria ao desenvolvimento da “flora” protetoraprotetora

SimbióticosSimbióticos • Mistura de pré e próbióticos, que afetam oMistura de pré e próbióticos, que afetam o hospedeiro de maneira benéficahospedeiro de maneira benéfica • Os prébióticos promovem a implantação eOs prébióticos promovem a implantação e sobrevivência dos probióticos no intestinosobrevivência dos probióticos no intestino grossogrosso • Estão no início do seu desenvolvimentoEstão no início do seu desenvolvimento (estudos)(estudos)

Add a comment

Related presentations

Related pages

Daniel Brandão - Aula de Desenho #4 - Corpo Humano Ideal ...

... mas especificamente sobre as proporções do corpo humano ideal. ... Daniel Brandão - Aula de Desenho #4 - Corpo Humano Ideal Daniel Brandao.
Read more

Human microbiota - Wikipedia, the free encyclopedia

The human microbiota is the aggregate of microorganisms, ... and that under normal circumstances do not cause disease, ... (24.4%), Proteobacteria ...
Read more

Curso de Desenho Aula Corpo Humano - YouTube

Curso de Desenho Aula Corpo Humano ... Aula de Desenho #4 - Corpo Humano Ideal - Duration: ... Desenho do corpo masculino - esquema passo a ...
Read more

Microbiota - Wikipedia, the free encyclopedia

A microbiota is "the ecological community of commensal, ... [4] [5] However, by the ... (they do not cause disease unless they grow abnormally); ...
Read more

Microbiologia Aula 7 Microbiota Normal Do Corpo Humano

Microbiologia Aula 7 Microbiota Normal Do Corpo Humano. ... Cite e explique quais os fatores que influenciam o tratamento bacteriano. 4) ...
Read more

The Normal Bacterial Flora of Humans - Online Textbook of ...

The Normal Bacterial Flora of Humans ... prefer the term "indigenous microbiota". The normal flora of humans consists of a ... (4) Enterococcus ...
Read more

Microbiologia Aula 7 Microbiota Normal Do Corpo Humano ...

PORQUE FICAMOS DOENTES????? Microbiota Normal y O termo microbiota compreende os microrganismos ... Microbiologia Aula 7 Microbiota Normal Do Corpo Humano;
Read more