Aula 2 - Direito Administrativo - História e elementos conceituais

42 %
58 %
Information about Aula 2 - Direito Administrativo - História e elementos conceituais

Published on February 15, 2014

Author: CarlosToledo3

Source: slideshare.net

Prof. Carlos Toledo - USJT AULA 2 – DIREITO ADMINISTRATIVO: HISTÓRIA E ELEMENTOS CONCEITUAIS

2. HISTÓRIA E ELEMENTOS CONCEITUAIS 2.1. Evolução histórica do Direito Administrativo  Nas sociedades antigas, não havia a noção de Estado, como sociedade politicamente organizada.  Os governantes eram considerados senhores, sendo a tarefa de governar considerada análoga a do proprietário que exerce poder sobre os bens de seu patrimônio.  Os “administradores” eram apenas serviçais que zelavam pelo interesse do senhor – da mesma forma que um capataz zela pelo interesse de seu empregador

2. HISTÓRIA E ELEMENTOS CONCEITUAIS 2.1. Evolução histórica do Direito Administrativo  Nas cidades-estado gregas começa a se esboçar a distinção entre a esfera pública e a privada.  Não havia, porém, “administração” como atividade permanente: os cidadãos assumiam os cargos públicos de forma temporária, não-remunerada, em sistema de eleição ou rodízio.  O império romano herda esse sistema, sofisticando-o e baseando-se especialmente na escravidão e na conquista para sustentá-lo.  Porém, no Ocidente, essa organização desaparece com a invasão dos bárbaros e o surgimento da sociedade feudal.

2. HISTÓRIA E ELEMENTOS CONCEITUAIS 2.1. Evolução histórica do Direito Administrativo  No final da Idade Média, surgem as primeiras monarquias de caráter nacional, gerando os primeiros Estados modernos.  Para a afirmação de seu poder, os reis passaram a constituir um corpo de funcionários, para supervisionar os seus “domínios”  Progressivamente, por meio desse corpo de funcionários, o Monarca concentra funções que antes eram dispersas na sociedade feudal: legislação, tributação, justiça, segurança interna e externa.

2. HISTÓRIA E ELEMENTOS CONCEITUAIS   2.1. Evolução histórica do Direito Administrativo O desenvolvimento do Estado-nação moderno, inicialmente sob o governo de monarcas absolutos, propiciou a ampliação dessas estruturas administrativas. Nessa fase, podemos apontar como características da organização política:  Não havia propriamente “Estado” como entidade separada da pessoa do governante (criação dos juristas do século XVI e XVII);  Os poderes estatais estavam reunidos no Monarca, bem como não havia distinção entre seu patrimônio pessoal e o do reino;

2. HISTÓRIA E ELEMENTOS CONCEITUAIS 2.1. Evolução histórica do Direito Administrativo  O Monarca era irresponsável perante os súditos, que não podiam opor direitos a ele e aos que agiam em seu nome (the king do no wrong);  A sociedade se estruturava em “estados”, isto é, em classes juridicamente diferenciadas (nobreza, clero e povo);  Ideologicamente, essa estrutura era suportada por doutrinas de cunho religioso, que justificavam as diferenças de classe e a soberania pessoal do monarca.

2. HISTÓRIA E ELEMENTOS CONCEITUAIS 2.1. Evolução histórica do Direito Administrativo  Ao longo de três séculos (XVI ao XVIII), manifestaramse transformações dessa estrutura político-social:  Concepção da personalidade do Estado, distinta da do soberano – o que se revela por distinções como Monarca X Coroa, Tesouro Real X Fisco, etc.  O crescimento e a especialização da estrutura burocrática acaba por limitar a capacidade de mando dos governantes, a ponto de um deles se definir como o “primeiro servidor do Estado” (Frederico II, 1756).  A crença na racionalidade e na livre circulação das idéias faz com que os assuntos de Estado sejam discutidos amplamente.

2. HISTÓRIA E ELEMENTOS CONCEITUAIS 2.1. Evolução histórica do Direito Administrativo  A idéia de uma sociedade estratificada é questionada pelos pensadores iluministas, que passam a afirmar a igualdade dos homens.  A idéia de soberania se transfere da pessoa do monarca para a nação.  Afirma-se a crença na necessidade de limitação do poder absoluto, por meio da separação de funções estatais e na submissão à legalidade.  A fundamentação teológica das idéias políticas passa a não ser mais importante (secularização)

2. HISTÓRIA E ELEMENTOS CONCEITUAIS 2.1. Evolução histórica do Direito Administrativo  A idéia de uma sociedade estratificada é questionada pelos pensadores iluministas, que passam a afirmar a igualdade dos homens.  A idéia de soberania se transfere da pessoa do monarca para a nação.  Afirma-se a crença na necessidade de limitação do poder absoluto, por meio da separação de funções estatais e na submissão à legalidade.  A fundamentação teológica das idéias políticas passa a não ser mais importante (secularização)

2. HISTÓRIA E ELEMENTOS CONCEITUAIS 2.1. Evolução histórica do Direito Administrativo  Essas concepções triunfaram ao final do século XVIII e início do século XIX, quando ocorreu a queda do Estado Absolutista e a afirmação de um novo modelo de organização estatal - o Estado de Direito, cujas bases são:  Organização estatal pela Constituição  Submissão do Estado à legalidade  Governo de caráter representativo  Separação de poderes/funções

2. HISTÓRIA E ELEMENTOS CONCEITUAIS 2.1. Evolução histórica do Direito Administrativo  Somente com a afirmação da relação entre Estado e cidadão como uma relação jurídico-administrativa é que se torna possível o surgimento do Direito Administrativo como ramo científico e dogmático.  Nos países da tradição da civil law (direito legislado), ressalta-se a importância da contribuição da França, especialmente pela atuação do Conselho de Estado, tribunal supremo em matéria de litígios entre a Administração e os administrados (cidadãos).  A partir da contribuição francesa, consolidou-se a ideia de que a Administração tem um regime jurídico próprio que protege a sua atuação, denominado regime jurídico-administrativo.

2. HISTÓRIA E ELEMENTOS CONCEITUAIS 2.1. Evolução histórica do Direito Administrativo  Nos países da tradição da common law (direito consuetudinário), não houve o desenvolvimento do Direito Administrativo da mesma forma, pois não há o reconhecimento de um regime jurídico próprio para a Administração.  Todavia, nós brasileiros fomos influenciados pelo sistema americano da judicial review (revisão judicial), no qual se reconhece a um Poder Judiciário único e independente a possibilidade de anular os atos inválidos praticados pelos outros Poderes.

2. HISTÓRIA E ELEMENTOS CONCEITUAIS 2.1. Evolução histórica do Direito Administrativo  Ao longo do século XIX e XX, o Direito Administrativo teve de se ampliar para abarcar novos fenômenos e institutos, decorrentes:  dos movimentos de reivindicação social, que vieram a superar o modelo do Estado Liberal por um Estado Social ou Prestador  das crises do capitalismo, que exigiram o surgimento de um Estado Intervencionista, regulando e participando da atividade econômica.

2. HISTÓRIA E ELEMENTOS CONCEITUAIS 2.2. Elementos conceituais  Definição do Direito Administrativo Segundo Odete Medauar, “o direito administrativo é o conjunto de normas e princípios que regem a atuação da Administração Pública.”  Marçal Justen Filho define o direito administrativo como “ o conjunto de normas jurídicas de direito público que disciplinam as atividades administrativas necessárias à satisfação dos direitos fundamentais”

2. HISTÓRIA E ELEMENTOS CONCEITUAIS 2.2. Elementos conceituais  Situação do Direito Administrativo na Ciência Jurídica: O Direito Administrativo é um ramo específico e autônomo do Direito Público e possui intensa relação com o Direito Constitucional, o que é hoje mencionado como “Constitucionalização do Direito Administrativo”. Ele também é a base procedimental de diversos outros ramos do Direito Público, como o Direito Tributário, Ambiental, Econômico, Urbanístico, do Consumidor, etc.

2. HISTÓRIA E ELEMENTOS CONCEITUAIS 2.2. Elementos conceituais  Fontes do Direito Administrativo: a) Fontes primárias:  A Constituição Federal;  As leis administrativas, produzidas em todas os níveis da Federação.

2. HISTÓRIA E ELEMENTOS CONCEITUAIS 2.2. Elementos conceituais  Fontes do Direito Administrativo: b) Fontes secundárias:  Os regulamentos, atos normativos e pareceres produzidos por autoridades administrativas competentes.  A jurisprudência, com destaque para as Súmulas Vinculantes, editadas pelo STF.  A doutrina especializada.  O costume, ressaltando que, para que seja considerado fonte, é necessário que obedeça à moralidade e tenha observância contínua e uniforme.

2. HISTÓRIA E ELEMENTOS CONCEITUAIS Teste seus conhecimentos: Analise se estão certas ou erradas as afirmações: 1. Considerada fonte secundária do direito administrativo, a jurisprudência não tem força cogente de uma norma criada pelo legislador, salvo no caso de súmula vinculante, cujo cumprimento é obrigatório pela administração pública. 2. O sistema adotado, no ordenamento jurídico brasileiro, de controle judicial de legalidade dos atos da Administração Público, é o da chamada jurisdição única. 3. O Direito Administrativo surgiu no contexto do Regime Absolutista, como forma de afirmar a autoridade do Monarca Absoluto sobre seus súditos.

2. HISTÓRIA E ELEMENTOS CONCEITUAIS Leitura recomendada:  Medauar, Odete. Direito Administrativo Moderno, Capítulo 1 – Premissas Político-Institucionais do Estudo do Direito Administrativo  Medauar, Odete. Direito Administrativo Moderno, Capítulo 2 – O Direito Administrativo  Acesse essa aula em: http://pt.slideshare.net/CarlosToledo3

Add a comment

Related presentations

Related pages

Direito Administrativo - Aula 2 - História e elementos ...

1. aula 2 – direito administrativo: histÓria e elementos conceituais prof. carlos toledo - usjt . 2. 2. histÓria e elementos conceituais 2.1.
Read more

AULA 2 - História do Direito Medieval - Documents

Direito Administrativo - Aula 2 - História e elementos conceituais 1. AULA 2 – DIREITO ADMINISTRATIVO: HISTÓRIA E ELEMENTOS CONCEITUAIS Prof. Carlos ...
Read more

Caso Concreto 2 Direito Administrativo i Estacio Grátis ...

Direito Administrativo I – Estácio de Sá ... Plano de Aula: 2 - DIREITO CIVIL I ... O DIREITO NA REPÚBLICA VELHA HISTÓRIA DO DIREITO BRASILEIRO ...
Read more

www. Aula por Aula .com: Psicologia Jurídica - Aula de 11 ...

Aula de hoje: As limitações do Direito sob o ... ao longo de toda a história. Os elementos psíquicos ... (2) Direito Administrativo I ...
Read more

DIREITO AMBIENTAL – PLANO DE AULA ÍNDICE TEMA DA AULA ...

2 DIREITO AMBIENTAL – PLANO DE AULA CONCEITO DE MEIO AMBIENTE CONSIDERAÇÕES ... (PARTE DOS ELEMENTOS ... Curso de Direito Administrativo. Rio de ...
Read more

IED I - Anotações de Aula - Direito 1º Período | Thaís ...

Elementos conceituais a) Sujeito do direito ... Direito Administrativo Realização de ... 2012 Anotações de Aula Thaís Bombassaro – Direito ...
Read more

Resumo 500 Anos De Direito Administrativo Brasileiro ...

... 5 2.2 Direito Administrativo ... CONCEITUAIS E HISTÓRICOS DO DIREITO ... Tecnico Tjdft Aula 07 22432. Direito Administrativo p ...
Read more

AULA 2- O ESTADO, A SOCIEDADE: PÚBLICO E PRIVADO by ...

AULA 2- O ESTADO, A SOCIEDADE ... Discutir os elementos teórico-conceituais que permitam desenvolver "operadores cognitivos" sobre as ... História da ...
Read more