advertisement

Artigo de Fernando Montalvão

50 %
50 %
advertisement
Information about Artigo de Fernando Montalvão
News & Politics

Published on June 26, 2009

Author: DimasRoque

Source: slideshare.net

Description

CÁ COMO LÁ.
Primeiro foi na Câmara dos Deputados. Lá se descobriu a farra das passagens aéreas. Como todo Deputado tem uma cota de passagens aéreas cada um se sentia no direito de distribuí-las a granel beneficiando familiares em viagens ao exterior, namoradas e etc.... quando tal cota deveria beneficiar apenas o Deputado em razão do exercício do seu mandato. Como esposa, filho, parente e aderente não exerce cargo a farra foi traduzida como imoral e lesiva aos cofres públicos. O Presidente da Câmara contratou os serviços de dois publicistas para justificar os desmandos.
advertisement

CÁ COMO LÁ. Primeiro foi na Câmara dos Deputados. Lá se descobriu a farra das passagens aéreas. Como todo Deputado tem uma cota de passagens aéreas cada um se sentia no direito de distribuí-las a granel beneficiando familiares em viagens ao exterior, namoradas e etc.... quando tal cota deveria beneficiar apenas o Deputado em razão do exercício do seu mandato. Como esposa, filho, parente e aderente não exerce cargo a farra foi traduzida como imoral e lesiva aos cofres públicos. O Presidente da Câmara contratou os serviços de dois publicistas para justificar os desmandos. A farra das passagens não ficou restrita a Câmara dos Deputados. Ela se propagou pelo Senado Federal e o Poder Judiciário. Um Ministro do STF quando no STJ fez uso indevido de passagens aéreas. O Senado não ficou só nisso. Era preciso mais e explodiu os chamados atos secretos criando cargos e nomeando e exonerando servidores. O Senado tem de tudo, funcionários, contratados e terceirizados e comissionistas. Na tarde de ontem uma dezena de Senadores ocupou a tribuna do Senado para dizer que não tinham nada com isso. Se de um lado a imprensa generaliza, por outro lado todo mundo passa à condição de inocente e chocado. Enquanto isso os vigilantes do mausoléu de Sarney no Maranhão são remunerados pelos cofres da União. Parlamento que se preza tem que ter sua irregularidade e cá como lá a nossa Câmara Municipal tem das suas. Dimas transcreveu no seu Blog, 20.06.2009, notícia divulgada pelo site de Ozildo Alves sobre a prestação de contas do primeiro quadrimestre de 2009 da Câmara Municipal, dia 17.06, quando os Vereadores tomaram conhecimento de que a ex-vereadora Vanessa de Deus, que fez um bom trabalho na Casa e se retirou da cena política por desencanto, estaria ainda sendo remunerada pelos cofres públicos. Informação extraída da página do TCM – BA indica que a ex-vereadora recebe como ocupante do cargo de Vice-Presidente da Mesa Legislativa que foi por ela exercido até dezembro de 2008. Segundo a mesma fonte, o Presidente da Câmara justificou o pagamento invocando a Lei Federal nº. 11.170 que instituiu a Empresa Cidadã e elasteceu por mais 60 dias a licença maternidade. O cargo de vereador é de natureza política e transitória e seu ocupante percebe a título de remuneração “subsídios”. O exercício do cargo de Vereador, Prefeito ou Secretário, em razão da natureza jurídica, não faz o ocupante ser considerado servidor público (funcionário, empregado ou contratado) não podendo, por isso mesmo, o exercente do cargo de Vereador fazer jus a licença maternidade ou paternidade. Na própria Constituição Federal encontramos que o Prefeito, Vice e Vereadores serão eleitos para um mandato de 04 anos, art. 29, I, o que vale dizer, encerrado o mandato nenhuma quantia é devida pelo Município a qualquer deles. O subsídio do Prefeito, do Vice-Prefeito e dos Secretários Municipais fixado por lei de iniciativa da Câmara Municipal e na legislatura anterior, incisos V e VI do mesmo artigo citado. Não tenho qualquer relação pessoal com a ex-Vereadora Vanessa de Deus e quando acompanhei seu trabalho no exercício do cargo vislumbrei uma pessoa e muito ponderada e por seu voto, em algumas situações, foi até mal compreendida. Em sua formação profissional tem o Curso de Especialização em Gestão Pública. Creio que algum mago convenceu Vanessa de que a remuneração extra-mandato tinha cunho de legalidade e isso não acontece. O vereador é um agente político que ocupa um cargo temporário sem criar vínculo com o Município.

Cá como lá temos que fazer parte da história e logicamente a Câmara Municipal de Paulo Afonso não poderia ficar alheio ao que se passa nos demais Parlamentos e criou o fato Vanessa. Temos em Paulo Afonso bons valores e destaco Vanessa porque no exercício do seu mandato de vereadora não prevaricou e nem maculou sua reputação pessoal e política. Creio que amanhã poderá vir a ser convocada para ocupar qualquer público de natureza política ou não. O melhor é preservar os nossos valores. O racional seria a Mesa de a Câmara reconhecer a ilegalidade que vem cometendo e combinar com Vanessa a restituição de forma parcelada dos valores por ela percebidos antes que seja objeto de ação popular, ação civil pública ou denúncia perante o TCM – BA. NOTAS. Festas juninas. Pela queda da arrecadação dos Municípios as nossas festas juninas ficaram magras. Em Jeremoabo abertura se deu no dia 15 pela manhã e a exibição das bandas entre 20 e 24. Paulo Afonso seguiu a risca encurtando o São João da cidade para em seguida dar prosseguimento com São João do BTN. Já no município de Glória a tradição foi mantida com treze dias de festa de Santo Antonio. Desentendimento entre juízes: Juízes Federais perderam a linha ao discutirem questões salariais na semana passada, em Brasília. Em reunião promovida pela Associação dos Juízes Federais (Ajufe), entre presidentes e membros das suas filiadas regionais e estaduais, dois juízes interromperam os debates ao trocarem agressões verbais e empurrões diante de mais de uma dezena de colegas. O episódio rendeu troca de farpas entre a Ajufe e a Associação dos Juízes Federais do Rio Grande do Sul.. Fonte: Consultor Jurídico. FRASE DA SEMANA. Sed nunc non erat his locus (Mas aí não havia lugar para essas coisas). Paulo Afonso-BA, 26 de junho de 2009. Fernando Montalvão.

Add a comment

Related presentations

Cfbp barometre octobre

Cfbp barometre octobre

November 10, 2014

VITOGAZ vous présente: CFBP baromètre gpl carburant

Ata Escrita da 16ª Sessão Ordinária realizada em 16/10/2014 pela Câmara de Vereado...

Ata Escrita da 10ª Sessão Extraordinária realizada em 16/10/2014 pela Câmara de Ve...

Rx1 nasil kullanilir

Rx1 nasil kullanilir

November 8, 2014

Rx1 zayiflama hapi, kullanimi nasildir, yan etkileri var mi? yan etkiler var ise h...

Esposto del MoVimento 5 Stelle sul Patto del Nazareno

Slide Servizi postali

Slide Servizi postali

November 7, 2014

Slides per i servizi postali presentati in occasione dell'incontro azienda e organ...

Related pages

DEDEMONTALVAO.- JEREMOABOHOJE

Fernando Cavalcanti. ... Igor Matos Montalvão recebendo a carteira da OAB. ... " Em algumas oportunidades esses artigos foram aplicados, ...
Read more

Publicações de Antônio Fernando Dantas Montalvão - Jus ...

Artigos, monografias, notícias, petições, pareceres, jurisprudência etc. PUBLICAÇÕES DE ANTÔNIO FERNANDO DANTAS MONTALVÃO.
Read more

Antonio Fernando Dantas Montalvão - DireitoNet

Antonio Fernando Dantas Montalvão. montalvao@montalvao.adv.br. Montalvao Advogados associados. Rua Santos Dumont, sn, Centro. 48602-500 - Paulo Afonso - BA.
Read more

Montalvão - Advogados Associados

Paulo Afonso – BA, 11.11.2007. Fernando Montalvão. Artigo escrito para o jornal DOMINGO, PAF, edição de 11.11.2007. MONTALVÃO. Antonio Fernando Dantas.
Read more

DEDEMONTALVAO.- JEREMOABOHOJE

O lobista Fernando Falcão Soares, ... João Calixto Montalvão - o1 ano e seis meses. ... " Em algumas oportunidades esses artigos foram aplicados, ...
Read more

Jorge de Mascarenhas – Wikipédia, a enciclopédia livre

Jorge de Mascarenhas, 1º Conde de Castelo Novo e 1º marquês de Montalvão, foi um fidalgo e administrador colonial português. Foi governador de ...
Read more

Montalvão - Advogados Associados

Devo dizer que para mim foi uma surpresa pois no artigo publicado no PAN, sob o título ALGUNS TEMAS, edição de 01.05.2009, ... Fernando Montalvão.
Read more

Artigos - Via JUS

Antonio Fernando Dantas Montalvão - Advogado montalvao@montalvao.adv.br BA 4425. Data: 21/03/2007. PAGAMENTO DO PORTE NA INTERPOSIÇÃO DOS RECURSOS CÍVEIS.
Read more

Artigos - Via JUS

A. Fernando D. Montalvão - advogado montalvao@montalvao.adv.br BA 4425. CONTRATO DO INCISO IX DO ART. 37 DA CF. CONTRATO DO INCISO IX DO ART. 37 DA CF.
Read more