ApresentaçãO Apa Nov 08 Luis Faria

75 %
25 %
Information about ApresentaçãO Apa Nov 08 Luis Faria
Technology

Published on November 23, 2008

Author: livia.tirone

Source: slideshare.net

Serviços de Energia Oportunidades de intervenção no meio edificado 21 de Novembro de 2008

Agenda 1. eco - O Programa de Eficiência Energética da edp 2. Serviços de Energia para empresas 3. Casos reais para edifícios 4. Conclusão Agência Portuguesa do Ambiente, 21 de Novembro de 2008

é um programa integrado de iniciativas que visa mobilizar os consumidores na adopção de comportamentos e tecnologias energeticamente mais eficientes • Disponibilização de conteúdos sobre eficiência energética • Campanhas de comunicação e sensibilização por todo o país • Acções internas • Projectos com escolas e universidades • Projectos para o sector residencial • Projectos para o sector empresarial Passar da consciência à acção para tornar Portugal mais eficiente Orçamento do programa 2007 / 2008 ~ 17 milhões euros Poupanças induzidas nas facturas de electricidade até 2020 ~ 90 milhões euros Agência Portuguesa do Ambiente, 21 de Novembro de 2008

As acções foram efectuadas em conjunto com diversos parceiros Parceiros do programa É um programa que integra acções desenvolvidas no âmbito do PPEC da ERSE É um programa que alcança empresas e particulares Agência Portuguesa do Ambiente, 21 de Novembro de 2008

Agenda 1. eco - O Programa de Eficiência Energética da edp 2. Serviços de Energia para empresas 3. Casos reais para edifícios 4. Conclusão Agência Portuguesa do Ambiente, 21 de Novembro de 2008

Proposta de valor para os clientes empresariais Reduzir os custos de energia e promover a fiabilidade e desempenho energético das instalações Abordagem multi-serviços Soluções chave-na-mão Eficiência Energética Comodidade e Para redução de custos financiamento Produção Descentralizada Qualidade e segurança Para redução de custos e diversificação das fontes de energia operacional Serviços Multitécnicos Acompanhamento do Para maximizar a fiabilidade e a disponibilidade da instalação cliente e seus consumos Agência Portuguesa do Ambiente, 21 de Novembro de 2008

A EDP pode integrar os seus Serviços de Energia em modelos de negócio inovadores Parceiros Técnicos PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS Cliente Financiamento • Garantia de poupança de energia • Venda de água quente e electricidade • Garantia de qualidade do fornecimento Monitorização e Verificação Agência Portuguesa do Ambiente, 21 de Novembro de 2008

A oferta actual é composta por 3 linhas de Serviços de Energia Oferta existente de serviços de energia Soluções orientadas para a redução dos custos energéticos, através da optimização da utilização de energia nas instalações dos clientes • Diagnósticos e auditorias energéticas • Sistema de gestão de consumos Soluções orientadas para a redução • Correcção do factor potência dos custos e diversificação das • Variação electrónica de velocidade fontes de energia, através da • Iluminação eficiente optimização energética das instalações dos clientes • Solar térmico com produção de frio Serviços de • Solar térmico Soluções orientadas para a melhoria • Solar fotovoltaica (i.e. em fase eficiência energética da fiabilidade e redução de custos final de desenvolvimento da dos sistemas e equipamentos oferta) eléctricos, através da optimização das condições técnicas das instalações dos clientes Oferta de • Manutenção de equipamentos serviços de • Soluções para aumento do nível de tensão energia • Projectos e remodelação de Produção instalações Serviços descentralizada • Soluções para a qualidade da multitécnicos energia eléctrica de energia Agência Portuguesa do Ambiente, 21 de Novembro de 2008

Os serviços de eficiência energética visam a redução dos custos de energia, através da optimização da sua utilização Diagnóstico e auditorias Sistema de gestão de Correcção do factor Variação electrónica de Iluminação eficiente energéticas consumos potência velocidade Análise e caracterização Sistema integrado de Instalação de Instalação de Remodelação de detalhada das gestão de informação equipamentos (i.e. equipamentos (i.e. instalações de condições de utilização relativa ao consumo baterias de variadores electrónicos iluminação (i.e. pública da energia nas de energia eléctrica condensadores) para de velocidade) para e privada), através de instalações dos das instalações dos anular o consumo de controlar a velocidade equipamentos clientes (e.g. fontes de clientes… energia reactiva nas dos motores nas energeticamente mais energia utilizadas; instalações dos instalações dos eficientes (e.g. eficiência dos …permitindo obter clientes… clientes… lâmpadas; balastros equipamentos)… informação em tempo electrónicos; real (e.g. consumos; …permitindo reduzir os …permitindo reduzir os luminárias)… …permitindo identificar poupanças), para seus custos custos energéticos oportunidades técnica melhor controlar os energéticos (i.e. associados, e garantir …permitindo reduzir os e economicamente consumos eléctricos pagamento da energia um menor desgaste respectivos custos viáveis, que potenciem das mesmas reactiva) e de dos componentes energéticos (i.e. custos a redução dos custos manutenção mecânicos envolvidos de iluminação) e de energéticos manutenção associados Agência Portuguesa do Ambiente, 21 de Novembro de 2008

A produção descentralizada de energia passa por soluções de solar térmico e outras soluções de energia renovável Solar térmico com produção de frio Outras soluções de energia renovável Utilização da radiação proveniente do sol para Utilização do recurso solar e eólico para geração de aquecimento de água, por intermédio de painéis electricidade, por intermédio de painéis captadores captadores solares, e posterior produção de frio solares e turbinas eólicas… através da utilização de chillers de absorção… …permitindo a redução dos custos energéticos …permitindo a redução dos custos energéticos associados, a diversificação das fontes de energia associados, a diversificação das fontes de energia utilizadas para aquecimento de águas sanitárias, e a utilizadas para aquecimento de águas sanitárias e redução das emissões de CO2 climatização, e a redução das emissões de CO2 Agência Portuguesa do Ambiente, 21 de Novembro de 2008

Os serviços multitécnicos promovem a optimização das condições técnicas das instalações dos clientes, garantindo uma maior fiabilidade das mesmas Projectos e remodelação de Manutenção de Soluções para aumento Soluções para a qualidade instalações equipamentos do nível de tensão da energia eléctrica Execução de projectos de Assistência técnica e Mudança do nível de tensão do Monitorização da qualidade da remodelação de instalações manutenção preventiva dos fornecimento de energia energia eléctrica (i.e. eléctricas, com possibilidade equipamentos presentes nas eléctrica às instalações dos QWebReport), auditoria a de fornecimento e montagem instalações dos clientes (e.g. clientes… instalações e implementação de equipamentos… quadros eléctricos; postos de • De BTE para MT de soluções (e.g. transformação)… • De MT para AT fornecimento de …permitindo melhorar a equipamentos; intervenções adequação das instalações …permitindo reduzir o número de …permitindo melhorar a técnicas)… dos clientes à boa utilização problemas eléctricos, e qualidade do serviço, e energética garantir a assistência técnica reduzir os custos energéticos …permitindo melhorar a em caso destes ocorrerem associados qualidade da energia das instalações dos clientes Agência Portuguesa do Ambiente, 21 de Novembro de 2008

Agenda 1. eco - O Programa de Eficiência Energética da edp 2. Serviços de Energia para empresas 3. Casos reais para edifícios 4. Conclusão Agência Portuguesa do Ambiente, 21 de Novembro de 2008

Serviços de Energia Serviços de Eficiência Energética Soluções orientadas para a redução dos custos energéticos, através da optimização da utilização de energia nas instalações dos clientes Diagnósticos e Sistema de gestão de auditorias energéticas consumos Serviços de eficiência energética Correcção do factor Iluminação eficiente potência Oferta de serviços de energia Produção Serviços descentralizada multitécnicos de energia Agência Portuguesa do Ambiente, 21 de Novembro de 2008

Serviços de Energia Diagnósticos e Auditorias Energéticas Diagnóstico Energético à Iluminação Auditorias no âmbito do SCE Com obrigação legal SCE (DL 78/2006) em vigor p/ todos edifícios a partir de 1 Janeiro 2009: • Edifícios Novos; • Edifícios Existentes; Sem obrigação legal • Diagnóstico Energético (vertente eléctrica); • Auditoria Energética para Pequenos Edifícios* (Área Útil < 1000 m2); Auditorias no âmbito do SGCIE *Grandes edifícios de serviços - todos os edifícios não residenciais, com ou sem sistemas de climatização, que tenham mais de 1000 m2 de área útil de pavimento, excepto centros comerciais, hipermercados, supermercados e piscinas cobertas, que são considerados “Grandes Edifícios” quando a área útil de pavimento for maior que 500 m2. Agência Portuguesa do Ambiente, 21 de Novembro de 2008

Serviços de Energia Diagnósticos e Auditorias Energéticas Vantagens dos serviços para os Clientes •Argumentos de poupança –Identificação de medidas de redução dos consumos de energia e da respectiva facturação. Tipicamente: 5 -30% economias –Possibilidade de financiamento estatal da Auditoria nas Referências: Grupo Jerónimo Martins ( 2 supermercados, 2 instalações (só para SGCIE) hipermercados, 1 cash&Carry e 3 armazéns logísticos) •Argumentos legais Hoteis Altis (2 unidades hoteleiras) Hotel Alif –Resposta à imposição legal instituída SGCIE e SCE Intermarchê (1 armazém logístico) –As coimas pelo incumprimento podem atingir os € 7.000 Saprogal ( 2 unidades fabris ) Grupo Logoplaste (2 unidades fabris) para pessoas colectivas, podendo ainda ser aplicada a Essilor sanção acessória da privação dos direitos a subsídios Sofarimex Inchemical outorgados por entidades públicas. Fromageries Bel Portugal, SA Univeg •Argumentos “patrimoniais”: Caixa Geral de Depósitos (6 sucursais) Banco Santander Totta ( 3 edificios de escritórios) –Valorização do imobilizado da empresa pela valorização Gametal (3 unidades fabris) do preço de mercado de um edifício, em caso de elevado Securitas Hotel Ipanema desempenho energético e da qualidade do ar interior Budelpack - VFX aquando da respectiva certificação. EDP Valor (10 edifícios escritório) Heliotextil – Etiquetas Passamanarias, SA Tesco – Componentes para Automóvel •Argumentos de melhoria das condições físicas de trabalho: Grupo Durit (10 Instalações fabris) Solidal –Melhoria das condições físicas de trabalho, com reflexos Transdev (Portugal) Transportes, Lda. positivos na saúde e, consequentemente, no desempenho Jefar – Indústrias de Calçado, SA dos colaboradores. AJI Indústria de Madeiras, SA Microplásticos, SA Grupo Auchaun (17 instalações) Casa da Moeda (10 instalações) … Agência Portuguesa do Ambiente, 21 de Novembro de 2008

Serviços de Energia Isolamento térmico de edifícios Objectivos • Evitar as perdas de calor e as infiltrações, reduzindo os consumos em sistemas de climatização Para edifícios do sector da indústria, serviços e residencial Medidas a implementar: • Isolamento de paredes, telhados e chão (lã mineral ou poliestireno); • Calafetagem de portas e janelas (fitas de espuma) • Instalação de vidros duplos ou estores exteriores • Pintura e sombreamento Poupanças típicas • Menos 5 a 30% dos consumos de energia HOSPITAL DE SÃO JOÃO (Porto) Inserir fotos PROPOSTA COMERCIAL • Janelas de vidro duplo com corte térmico • Estores exteriores • Pintura. Edifício com custos de energia: 200.000 € / mês Investimento 900.000 € • Tempo de vida útil da solução 10 anos Agência Portuguesa do Ambiente, 21 de Novembro de 2008

Serviços de Energia Correcção do factor potência Objectivos • Eliminar os custos da energia reactiva – Promover a instalação de Baterias de Condensadores Para Empresas do sector da indústria e serviços • Instalações alimentadas em MT ou BTE Baterias de condensadores • Armário, condensadores, relé varimétrico, disjuntor e cabos • Compensação global ou local Períodos de retorno de investimento • Tipicamente até 4 anos PROPOSTA COMERCIAL Empresa com custos de energia reactiva: 200 € / mês Investimento 4500 € Período de retorno 2 anos • Tempo de vida útil da solução 12 anos Agência Portuguesa do Ambiente, 21 de Novembro de 2008

Serviços de Energia Iluminação eficiente Unidade Hoteleira em Vila Nova de Gaia Substituição de lâmpadas e luminárias • Poupança anual de cerca de 32 % da energia em iluminação (2.327€) • Investimento 8.181 € • PRI 3,5 anos Edifício de escritórios em Lisboa Substituição de lâmpadas, luminárias e instalação de sensores de presença • Poupança anual de cerca de 47 % da energia em iluminação (3.819€) • Investimento 16.596 € • PRI 4 anos Pastelaria em Lisboa Substituição de lâmpadas, luminárias e instalação de sensores de presença • Poupança anual de cerca de 40 % da energia em iluminação (1.154€) • Investimento 6.630 € • PRI 6 anos Agência Portuguesa do Ambiente, 21 de Novembro de 2008

Serviços de Energia Sistema de gestão de consumos (electricidade, gás, água, …) …permitindo obter informação em tempo real (e.g. consumos; poupanças), para melhor controlar os consumos eléctricos das mesmas Economias reais de 5 a 15% na factura de energia Análise de consumos vs. custos vs. Detectado consumo em AVAC ao fim de semana: Não se verifica redução (salvo algumas excepções) Agência Portuguesa do Ambiente, 21 de Novembro de 2008

Serviços de Energia Produção Descentralizada de Energia Soluções orientadas para a redução dos Serviços de custos e diversificação eficiência energética das fontes de energia, através da optimização energética das instalações dos clientes. Oferta de •Solar térmico serviços de energia Produção Serviços descentralizada multitécnicos de energia Agência Portuguesa do Ambiente, 21 de Novembro de 2008

Serviços de Energia Solar Térmico Sede da Caixa Geral de Depósitos em Lisboa Fornecimento e Montagem de uma Central Solar Térmica para Águas Quentes Sanitárias (AQS) e Climatização Componentes • Instalação de 1600 m2 de colectores solares térmicos; • Instalação de chiller de absorção para produção de água fria para o sistema de refrigeração; Poupança anual estimada (cerca de 3% do consumo anual do edifício-sede) • 500 MWh/ano na produção de energia térmica para o sistema de AVAC (frio); • 400 MWh/ano na produção de energia térmica para a rede de AQS (calor); • 300 MWh/ano de ganhos de eficiência pela reconversão tecnológica (VEV’s) Investimento > 1 000 000 euros PRI ~10 anos Benefícios adicionais • Poupança anual de 500 ton. de emissões de CO2; • Poupança de electricidade equivalente ao consumo anual de 2000 habitantes Agência Portuguesa do Ambiente, 21 de Novembro de 2008

Serviços de Energia Solar Térmico Hotel em Carcavelos Fornecimento, Montagem e Manutenção de uma Central Solar Térmica para Águas Quentes Sanitárias Regime de funcionamento Consumo de 600 litros/ hora entre as 7.00 e as 22.00 horas, sendo este consumo constante ao longo do ano, produzido com recurso a caldeira. Dados técnicos da instalação existente •Consumo médio diário – 9000 litros 58 ºC •Colectores Solares tipo plano •Rendimento óptico : 76% •Depósitos de acumulação (existentes) 2 x 2800 litros + 5600 litros •Temperatura de acumulação – 58ºC •Apoio energético através de – Gás propano Descrição da Solução •Colectores solares – 134,4 m2 de área activa •Depósitos de acumulação - (2 x 2.800 litros + 5.600 litros) •poupança anual de cerca de 32 % da energia primária (16.750€) •Investimento: 100.000 euros •PRI 6 anos Agência Portuguesa do Ambiente, 21 de Novembro de 2008

Serviços de Energia Monitorização de sistemas de Produção Descentralizada de Energia Água Quente W/m2 kWh ºC V,I,E,P, AC, DC l/m PN ia V sso v DC Ace AC ºC RTU Web Server kWh Alarme enviado via e-mail kWh WWW RTU Versão base Electricidade Base de dados Monitorização da produção EDP Corporate e eficiência dos sistemas Agência Portuguesa do Ambiente, 21 de Novembro de 2008

Serviços de Energia Serviços Multitécnicos Soluções orientadas para a melhoria da fiabilidade e redução de custos dos sistemas e equipamentos eléctricos, através da optimização das condições técnicas das instalações dos clientes. Serviços de eficiência energética Oferta de serviços de energia Produção Serviços descentralizada multitécnicos de energia Agência Portuguesa do Ambiente, 21 de Novembro de 2008

Serviços de Energia Serviços Multitécnicos Manutenção de equipamentos Soluções para aumento do nível de tensão Projectos e remodelação de instalações Soluções para a qualidade da energia eléctrica Agência Portuguesa do Ambiente, 21 de Novembro de 2008

Agenda 1. eco - O Programa de Eficiência Energética da edp 2. Serviços de Energia para empresas 3. Casos reais para edifícios 4. Conclusão Agência Portuguesa do Ambiente, 21 de Novembro de 2008

Conclusão Pretendemos posicionar a EDP como líder na prestação global de Serviços de Energia… …promovendo a satisfação e fidelização dos seus Clientes. Agência Portuguesa do Ambiente, 21 de Novembro de 2008

Add a comment

Related presentations

Related pages

Apresentação de Bernardo Faria - Internet

Apresentação de Bernardo Faria; Download. of 13
Read more

Apresentação ádila faria - Documents

Colóquio- Potencialidades Pedagógicas das TIC do Pré-escolar ao SecundárioO Blogue no Jardim-de-InfânciaÁdila Faria ... Apresentação ádila faria.
Read more

Luís Graça & Camaradas da Guiné: 01-05-2011 - 08-05-2011

A tua apresentação ... P8233: Blogpoesia (147): Senhora Apa... Guiné 63/74 ... Armandino Santos, Armando Costa, Armando Faria, Armando Ferreira ...
Read more

Luís Graça & Camaradas da Guiné: 01-02-2009 - 08-02-2009

Luis Faria _____ Nota ... Quando me apa­nhei cá dentro, ... 4 de Fevereiro de 2009, 16h/18h > Sessão de apresentação do 'site' Guerra Colonial ...
Read more

Reginerio Soares de Faria | Escavador

Reginerio Soares de Faria | Escavador
Read more

M R 003 REUNIÃO ORDINÁRIA DO CONSELHO C P N S B

APA Cairuçu; Karina Duque Rubez ... ficou de mandar as anotações do Luis, pessoa que representou a SerrAcima na reunião. ... obteve 08 votos, ...
Read more