advertisement

Animais em Vias de Extinção

56 %
44 %
advertisement
Information about Animais em Vias de Extinção

Published on March 15, 2008

Author: teclar

Source: slideshare.net

Description

Apresentação do grupo dos "Protectores do Ambiente" sobre animais em vias de extinção, no âmbito do Projecto Teclar. Trabalho realizado por crianças e idosos, no ano lectivo 2007/2008.
advertisement

Colaborando com o mundo OS PROTECTORES DO AMBIENTE Animais em vias de extinção

A degradação ambiental está a delapidar o “capital natural” de que depende a sobrevivência da espécie. A progressiva diminuição da biodiversidade é uma hipoteca que pesa sobre o futuro da vida na terra.

A degradação ambiental está a delapidar o “capital natural” de que depende a sobrevivência da espécie.

A progressiva diminuição da biodiversidade é uma hipoteca que pesa sobre o futuro da vida na terra.

Dentro desta temática o nosso grupo decidiu estudar alguns animais em vias de extinção:

Dentro desta temática o nosso grupo decidiu estudar alguns animais em vias de extinção:

O António escolheu: O Lince

O António escolheu:

O

Lince

O Francisco escolheu: o Falcão

O Francisco escolheu: o

Falcão

O João Miguel escolheu: o urso polar

O João Miguel escolheu: o urso polar

O Francisco escolheu: o Falcão

O Francisco escolheu: o

Falcão

O João Miguel escolheu: o urso polar

O João Miguel escolheu: o urso polar

O João Vítor escolheu: a lontra

O João Vítor escolheu:

a lontra

O Lince

Classe : mamíferos Ordem : carnívoros Família : felídeos Animal parecido com um gato mas de maior porte. Tem pelagem castanho-amarelada com pintas negras.

Classe : mamíferos

Ordem : carnívoros

Família : felídeos

Animal parecido com um gato mas de maior porte.

Tem pelagem castanho-amarelada com pintas negras.

Alimenta-se principalmente de coelhos bravos. Tem como habitats preferenciais os bosques e matagais mediterrânicos.

Alimenta-se principalmente de coelhos bravos.

Tem como habitats preferenciais os bosques e matagais mediterrânicos.

Esta espécie só se encontra na Península Ibérica. Em Portugal está a ficar extinta. Existe em curso um Programa de Repovoamento num dos seus anteriores habitats, a Serra da Malcata , com reprodução em cativeiro.

Esta espécie só se encontra na Península Ibérica.

Em Portugal está a ficar extinta.

Existe em curso um Programa de Repovoamento num dos seus anteriores habitats, a Serra da Malcata , com reprodução em cativeiro.

Causas da sua extinção O Homem é o maior responsável por este desaparecimento, devido à caça. Os fogos e progressiva degradação dos habitats tem contribuído para este facto. A febre hemorrágica que vitimou o coelho -bravo nos últimos 30 anos, base da sua alimentação, é uma das principais causas da sua extinção.

O Homem é o maior responsável por este desaparecimento, devido à caça.

Os fogos e progressiva degradação dos habitats tem contribuído para este facto.

A febre hemorrágica que vitimou o coelho -bravo nos últimos 30 anos, base da sua alimentação, é uma das principais causas da sua extinção.

 

Classe: AVES Ordem: CICONIFORMES Família: FALCONIDEOS FALCÃO

FALCÃO O falcão peregrino é uma ave de rapina diurna de médio porte que se pode encontrar em quase todos os continentes, excepto na Antártida. Prefere habitats em zonas montanhosas ou costeiras mas pode ser encontrado nas cidades.

O falcão peregrino é uma ave de rapina diurna de médio porte que se pode encontrar em quase todos os continentes, excepto na Antártida.

Prefere habitats em zonas montanhosas ou costeiras mas pode ser encontrado nas cidades.

É um caçador solitário que ataca outras aves, em geral pombos ou pássaros que apanha em pleno voo picado.

É um caçador solitário que ataca outras aves, em geral pombos ou pássaros que apanha em pleno voo picado.

Sendo o animal mais rápido do mundo ( chega a atingir a velocidade de 288 km em mergulho) é muito utilizado na arte de falcoaria.

Sendo o animal mais rápido do mundo ( chega a atingir a velocidade de 288 km em mergulho) é muito utilizado na arte de falcoaria.

A introdução massiva de novos insecticidas, em especial o DDT, nas décadas de 1950 e 1960 . Com a proibição de utilizar estes insecticidas a situação tem vindo a ser invertida. CAUSAS DA SUA EXTINÇÃO

A introdução massiva de novos insecticidas, em especial o DDT, nas décadas de 1950 e 1960 .

Com a proibição de utilizar estes insecticidas a situação tem vindo a ser invertida.

URSO POLAR

Os ursos polares passam o Inverno numa toca escavada na neve. Em Janeiro / Fevereiro as crias nascem e aí mamam enquanto a mãe hiberna.

Os ursos polares passam o Inverno numa toca escavada na neve.

Em Janeiro / Fevereiro as crias nascem e aí mamam enquanto a mãe hiberna.

Com cerca de 2 meses, a mãe leva-as para o exterior em busca de alimentos sólidos. Ficam com a mãe cerca de dois anos.

Com cerca de 2 meses, a mãe leva-as para o exterior em busca de alimentos sólidos.

Ficam com a mãe cerca de dois anos.

Durante o Verão caça salmões nas correntes de água doce. É essencialmente caçador dos mares, sendo a sua presa preferida a foca.

Durante o Verão caça salmões nas correntes de água doce.

É essencialmente caçador dos mares, sendo a sua presa preferida a foca.

Aquecimento Global e o degelo. Prevê-se que nos próximos 100 anos a grande maioria seja extinta. CAUSAS DA EXTINÇÃO

Aquecimento Global e o degelo.

Prevê-se que nos próximos 100 anos a grande maioria seja extinta.

 

Habita no litoral ou próximo dos rios onde busca alimento ( peixes, crustáceos e répteis). Existe principalmente na América Central, do Sul e Norte do México. Em Portugal esta espécie é muito rara.

Habita no litoral ou próximo dos rios onde busca alimento ( peixes, crustáceos e répteis).

Existe principalmente na América Central, do Sul e Norte do México. Em Portugal esta espécie é muito rara.

Animal mamífero e carnívoro. Hábitos nocturnos. Dócil e domesticável.

Animal mamífero e carnívoro.

Hábitos nocturnos.

Dócil e domesticável.

CAUSAS DA SUA EXTINÇÃO O alto valor da sua pele. A destruição do seu habitat. Poluição dos rios e problemas ambientais .

CAUSAS DA SUA EXTINÇÃO

O alto valor da sua pele.

A destruição do seu habitat.

Poluição dos rios e problemas ambientais .

Vamos cuidar da natureza e da vida que nela existe!

FIM Trabalho realizado em conjunto pelos “ mais novos” : - António - Francisco Vazão - João Miguel - João Vítor “ e os mais crescidos”: - Elisa - Carlos

Trabalho realizado em conjunto pelos

“ mais novos” :

- António

- Francisco Vazão

- João Miguel

- João Vítor

“ e os mais crescidos”:

- Elisa

- Carlos

Add a comment