Acadm apostila

57 %
43 %
Information about Acadm apostila
Design

Published on March 14, 2014

Author: MarcioParente

Source: slideshare.net

Description

Apostila de Autocad Mechanical 2006. Conteúdo amplo e esclarecedor. Para quem esta iniciando no Mechanical, uma boa pedida.

Apostila de AutoCAD Mechanical 2006 © 2006 Cristiano Nogueira Silva AutoCAD Mechanical é uma Marca Registrada da Autodesk Inc. Baixando este documento você está de acordo com o seguinte: O uso deste material é para fins de informação. Reprodução e divulgação totalmente permitidas pelo autor, desde que sejam mantidas as devidas referências do site de origem, como também a propriedade deste conteúdo. Sendo vedada qualquer forma de modificação deste material, ou plágio deste mesmo conteúdo, bem como comercialização do mesmo, salvo pelo próprio site de origem. http://www.mcadbrasil.com.br

Apostila de AutoCAD Mechanical 2006 Pág. 2/63 © 2006 Cristiano Nogueira Silva - www.mcadbrasil.com.br - cristiano@mcadbrasil.com.br Sumário 1a . Aula: 1. Interface 1.1.Browser 2. Comandos de Desenho 2.1.Rectangle 2.2.Centerlines 2.3.Hatch 2.4.Construction Lines 3. Comandos de Edição 3.1.Offset 3.2.Join 3.3.Fillet 3.4.Chamfer 4. Power Snap 4.1.Configurações 4.2.Acesso rápido 2a . Aula: • Configurações de Layers o Options > Tab AM:Standards > Mostrar Norma, Sistema de Medida, Escala e na direita entrar em Layer/Objects e mostrar a associação dos objetos a Layers. o Mostrar como trocar de Layer rapidamente • Hide Situations o Foreground o Background • Estrutura do ACADM (Browser) o Criar componente o Criar vista do componente o Criar Folder o Inserir componente o Inserir Vista do Componente o Esconder/Mostrar componente o Esconder/Mostrar Vista do componente o Mostrar como fazer isso via ícone e via Browser • Simbologias o Mostrar inserção de símbolos: Acabamento Superficial Tolerância Geométrica Solda Cantos vivos

Apostila de AutoCAD Mechanical 2006 Pág. 3/63 © 2006 Cristiano Nogueira Silva - www.mcadbrasil.com.br - cristiano@mcadbrasil.com.br 3a . Aula: • Barra de Ícones AM:Content (Biblioteca) • Power Commands o Power Edit o Power Erase o Power Copy o Power View o Power Dimensioning o Automatic Dimensioning 4a . Aula: • BOM Database • Ballons o Manual e Automático • Parts List • Configurações do Options – todas as Tabs AM: • Revisão • Prova

Apostila de AutoCAD Mechanical 2006 Pág. 4/63 © 2006 Cristiano Nogueira Silva - www.mcadbrasil.com.br - cristiano@mcadbrasil.com.br Capítulo I – Interface e Comandos Básicos 1. Interface A interface do AutoCAD Mechanical é bastante semelhante a do AutoCAD. O que diferencia é a mudança no nome de alguns Menus Pop-up e também a adição de outros. Alguns ícones são diferentes bem como o arranjo dos mesmos. Além disso, existe o Browser na parte esqueda da tela, que servirá como um navegador do projeto. Teremos um item mais adiante que abordará todas as funções do Browser. Veja a interface do AutoCAD Mechanical com a denominação dos componentes na Figura 1. Figura 1 – Interface do AutoCAD Mechanical 1. Barra de Menus do AutoCAD Mechanical 2. Barra de Ícones Principal 3. Browser 4. Barra de Ícones dos Comandos do AutoCAD Mechanical 5. Área de desenho 6. Linha de Comando 7. Linha de Status

Apostila de AutoCAD Mechanical 2006 Pág. 5/63 © 2006 Cristiano Nogueira Silva - www.mcadbrasil.com.br - cristiano@mcadbrasil.com.br 1.1. Browser O Browser do AutoCAD Mechanical é um navegador do desenhos. Nele aparecem os componentes que são criados no desenho, como podemos observar na Figura 2. Figura 2 – Exemplo de Browser Para ganhar espaço de tela, podemos desligar a visualização do Browser através do ícone Mechanical Browser, mostrado na Figura 3. Figura 3 – Ícone Liga/Desliga do Browser Este mesmo ícone também serve para ligar novamente a visibilidade do Browser. 2. Comandos de Desenho Serão apresentados neste tópico os comandos básicos de desenho 2D do AutoCAD Mechanical. A barra de ícones que usaremos será a Barra de Ícones Draw, que se encontra no primeiro ícone da barra vertical ao lado do Browser, como mostra a Figura 4. Para aparecerem os comandos de desenho, basta clicar sobre o ícone e manter o botão do mouse pressionado.

Apostila de AutoCAD Mechanical 2006 Pág. 6/63 © 2006 Cristiano Nogueira Silva - www.mcadbrasil.com.br - cristiano@mcadbrasil.com.br Figura 4 – Barra de Ícones dos comandos de desenho A maioria destes comandos são comandos cuja forma de utilização é idêntica à do AutoCAD, portanto veremos apenas os comandos que são diferentes e aqueles que existem somente no AutoCAD Mechanical. 2.1. Retângulos O primeiro comando a ser visto será o comando Rectangle. Entre no comando de desenhar retângulos através do ícone e repare na linha de comando do AutoCAD Mechanical que existe a opção Dialog Box. Então damos ENTER para escolher esta opção e entrar no uadro de diálogo do comando Rectangle, que aparece na Figura 5. Figura 5 – Quadro de diálogo do comando Rectangle Observamos neste quadro as diversas formas de criação de retângulos. Em cada imagem vemos um ponto vermelho e cotas em verde. Isso indica as informações que serão pedidas na hora que criarmos o retângulo. Vamos escolher a opção da primeira coluna a esquerda e segunda linha, indicada na Figura 6.

Apostila de AutoCAD Mechanical 2006 Pág. 7/63 © 2006 Cristiano Nogueira Silva - www.mcadbrasil.com.br - cristiano@mcadbrasil.com.br Figura 6 – Comando de criação de retângulos Esta opção cria retângulos especificando um ponto base no canto inferior esquerdo do retângulo e em seguida pede as informações de comprimento e altura do retângulo. Ao escolhermos esta opção, o AutoCAD Mechanical volta para a área de desenho e na linha de comando pede um ponto na tela que será o ponto base do retângulo. Clique em um ponto qualquer na tela. Em seguida na linha de comando é pedido o comprimento do retângulo (Specify Full Base), vamos digitar um valor de 30 mm, bastando apenas digitar 30 e teclar ENTER. Depois é pedida a altura do retângulo (Specify full height). Digite um valor de 120 e dê ENTER. O retângulo é então criado, como mostra a Figura 7. Pode ser que o Zoom atual que esteja sua tela seja muito grande e o retângulo criado fique pequeno. Então, dê um Zoom no retângulo para visualizá-lo melhor na tela. Figura 7 – Retângulo desenhado

Apostila de AutoCAD Mechanical 2006 Pág. 8/63 © 2006 Cristiano Nogueira Silva - www.mcadbrasil.com.br - cristiano@mcadbrasil.com.br Agora como exercício, utilize as demais opções do quadro de criação de retângulos, para criar novos retângulos utilizando as várias formas disponíveis. 2.2. Linhas de Centro O próximo comando que será apresentado será o comando de linhas de centro. Entre no comando Centerlines da barra de ícones de desenho. Aproveite algum retângulo desenhado anteriormente para criar a linha de centro. Especifique um ponto inicial e final para a linha de centro pegando os pontos médios opostos de um retângulo qualquer. Veja a linha de centro criada na Figura 8. Figura 8 – Linha de Centro desenhada num retângulo Agora entre novamente no comando Centerlines e dê ENTER para entrar no quadro de diálogo do comando. Vamos entrar na terceira opção da primeira linha, como mostra a Figura 9.

Apostila de AutoCAD Mechanical 2006 Pág. 9/63 © 2006 Cristiano Nogueira Silva - www.mcadbrasil.com.br - cristiano@mcadbrasil.com.br Figura 9 – Comando de criação de linhas de centro Este comando cria nos cantos de uma geometria fechada, furos e as linhas de centro dos mesmos. Ao entrar nesse comando o AutoCAD Mechanical pede a distância dos furos em relação ao contorno. Entre com um valor de 7. Em seguida temos que selecionar o objeto onde os furos e as linhas de centro serão desenhadas. Clique num retângulo existente e tecle ENTER para confirmar a seleção. Depois o AutoCAD Mechanical pede o lado de inserção dos furos. Clique dentro do retângulo. Então temos que especificar o diâmetro dos furos. Observe na linha de comando que temos a opção de inserir vários furos concêntricos ao mesmo tempo (10|20|30). Onde cada um desses valores será o diâmetro de cada um dos furos concêntricos. Entre com um valor de 5|10. Veja o resultado na Figura 10.

Apostila de AutoCAD Mechanical 2006 Pág. 10/63 © 2006 Cristiano Nogueira Silva - www.mcadbrasil.com.br - cristiano@mcadbrasil.com.br Figura 10 – Furos e linhas de centro inseridos Um outro comando de criação de linhas de centro que mostraremos é o comando que cria furos e também linhas de centro num ponto especificado na tela. Entre novamente no comando Centerlines e escolha a opção indicada na Figura 11. Figura 11 – Comando de criação de furo com linha de centro Quando selecionamos esta opção, o AutoCAD Mechanical volta para a tela de desenho e pede um ponto que será o centro do furo.

Apostila de AutoCAD Mechanical 2006 Pág. 11/63 © 2006 Cristiano Nogueira Silva - www.mcadbrasil.com.br - cristiano@mcadbrasil.com.br Clique num ponto qualquer para inserir o furo. Em seguida temos que informar o diâmetro do furo. Vamos informar um valor de 20|30|55, para criar três furos concêntricos com esses valores de diâmetros. Os furos são inseridos com suas linhas de centro e o comando permanece ativo para a inserção de novos furos. Para sair do comando dê ENTER e o quadro de diálogo é novamente aberto. Clique em Cancel para fechá-lo. Veja o resultado na Figura 12. Figura 12 – Furos inseridos com suas linhas de centro. Crie agora alguns círculos na tela, como mostra a Figura 13. Figura 13 – Círculos criados na área de desenho Volte no comando Centeline e entre no quadro de diálogo teclando ENTER e escolha a opção mostrada na Figura 14.

Apostila de AutoCAD Mechanical 2006 Pág. 12/63 © 2006 Cristiano Nogueira Silva - www.mcadbrasil.com.br - cristiano@mcadbrasil.com.br Figura 14 – Comando de inserção de linhas de centro em furos existentes. Ao selecionar esta opção o AutoCAD Mechanical pede para selecionarmos os objetos onde as linhas de centro serão inseridas. Selecione os círculos existentes e dê ENTER para confirmar a seleção. Veja o resultado na Figura 15. Figura 15 – Linhas de Centro inseridas nos círculos Agora, como exercício, crie novas linhas de centro utilizando as demais opções do quadro de diálogo com a ajuda do instrutor. Exercício 1: Faça o desenho da Firgura 16 usando a opção de furos com linhas de centro.

Apostila de AutoCAD Mechanical 2006 Pág. 13/63 © 2006 Cristiano Nogueira Silva - www.mcadbrasil.com.br - cristiano@mcadbrasil.com.br Figura 16 – Referente ao Exercício 1 2.3. Hachuras Os comandos de hachura que serão mostrados agora são atalhos para inserção de hachuras, previamente definidas, em regiões fechadas. Desenhe algumas regiões fechadas como mostra a Figura 17. Figura 17 – Retângulo dividido ao meio na sua diagonal

Apostila de AutoCAD Mechanical 2006 Pág. 14/63 © 2006 Cristiano Nogueira Silva - www.mcadbrasil.com.br - cristiano@mcadbrasil.com.br Agora vamos entrar no primeiro comando de criação de hachuras da Barra de Ícones de desenho básico. Ao entrar no comando, clique na região interna da parte inferior da área fechada. É inserida então a hachura. Entre a gora no segundo comando de inserção automática de hachura da Barra de Ícones de Desenho e selecione a região interna da parte superior da área fechada. Outra hachura é inserida, porém, com inclinação diferente, como mostra a Figura 18. Figura 18 – Hachura inserida no desenho Para editar qualquer uma dessas hachuras, basta clicar duas vezes sobre a hachura a ser editada. O quadro de hachuras é aberto, como mostra a Figura 19, e podemos assim modificar o ângulo, escala, tipo da hachura etc.

Apostila de AutoCAD Mechanical 2006 Pág. 15/63 © 2006 Cristiano Nogueira Silva - www.mcadbrasil.com.br - cristiano@mcadbrasil.com.br Figura 19 – Quadro de modificação de hachura 2.4. Linhas de Construção Agora apresentaremos o comando Construction Lines que são as chamadas Linhas de Construção. Estes comandos se assemelham aos comandos Ray e Xline do AutoCAD, porém as Construction Lines são colocadas automaticamente num Layer específico para elas. Entre no primeiro comando de Construction Lines da barra de desenho para desenhar linhas de construção horizontais. Clique em diversos pontos na tela para criar as linhas. Em seguida, entre no segundo comando para criar Construction Lines Verticais. Veja o resultado na Figura 20.

Apostila de AutoCAD Mechanical 2006 Pág. 16/63 © 2006 Cristiano Nogueira Silva - www.mcadbrasil.com.br - cristiano@mcadbrasil.com.br Figura 20 – Construction Lines horizontais e verticais Entre agora no último comando de criação de Construction Lines. Este comando abre um quadro de diálogo com várias formas de criação de Linhas de Construção. Veja o quadro na Figura 21. Figura 21 – Quadro de Criação de Construction Lines Tente criar algumas dessas Centerlines, como exercício.

Apostila de AutoCAD Mechanical 2006 Pág. 17/63 © 2006 Cristiano Nogueira Silva - www.mcadbrasil.com.br - cristiano@mcadbrasil.com.br 3. Comandos de Edição Apresentaremos agora os comandos de edição. A maior parte deles são comandos do AutoCAD que tiveram algumas modificações com a finalidade de agilizar a produção de desenhos e projetos. Utilizaremos agora a barra de ícones Modify do AutoCAD Mechanical que pode ser aberta clicando no segundo ícone da barra vertical ao lado do Browser, como mostra a Figura 22. Figura 22 – Barra de Ícones Modify do AutoCAD Mechanical 3.1. Comando Offset O comando Offset sofreu apenas uma modificação, aceitando mais de uma distância para o Offset, entrando no formato d1|d2|d3. Para vermos esta modificação vamos criar uma linha qualquer na tela e entrar no comando Offset. Importante: Devemos entrar no comando Offset da barra de ícones, pois este é o comando Offset do AutoCAD Mechanical. Se entrarmos no comando Offset do AutoCAD, a opção de várias distâncias não estará disponível. Ao entrarmos no comando Offset, informamos as distâncias 10|20|35 e teclamos ENTER. Em seguida selecionamos a linha criada e clicamos no lado que desejamos fazer o Offset. As linhas são então copiadas com as distâncias informadas. Veja o resultado na Figura 23. Figura 23 – Linhas copiadas com Offset com múltiplas distâncias

Apostila de AutoCAD Mechanical 2006 Pág. 18/63 © 2006 Cristiano Nogueira Silva - www.mcadbrasil.com.br - cristiano@mcadbrasil.com.br 3.2. Comando Join Agora veremos como juntar linhas que estão separadas com um único comando, sem a necessidade de usar o recurso de Fillet com raio zero, como vários usuários de AutoCAD trabalham. Desenhe duas linhas como mostra a Figura 24. Figura 24 – Linhas desenhadas para utilizar o comando Join Agora, entre no comando Join e selecione cada uma das linhas. Elas são automaticamente unidas, como mostra a Figura 25. Figura 25 – Linhas unidas com o comando Join

Apostila de AutoCAD Mechanical 2006 Pág. 19/63 © 2006 Cristiano Nogueira Silva - www.mcadbrasil.com.br - cristiano@mcadbrasil.com.br 3.3. Comando Fillet A única modificação no comando Fillet foi a opção de definir o raio do Fillet através de um quadro de diálogo como mostra a Figura 26. Ao entrar no comando Fillet, tecle ENTER para entrar na opção Setup que o quadro aparecerá. Figura 26 – Quadro de diálogo de configuração do raio do Fillet Na esquerda podemos selecionar o raio desejado e clicar em OK para aplicar o Fillet. Caso o raio desejado não exista na lista, basta digitar o valor desejado no campo Input e dar OK. O valor será automaticamente adicionado à lista. O botão Select serve para selecionar na tela arcos ou círculos e o valor do raio dos mesmos é adicionado a lista para a inserção de novos Fillets. A opção Dimension Mode, se estiver marcada, insere o Fillet e ao mesmo tempo coloca uma cota no raio adicinado. A opção Trim Mode, é análoga à do AutoCAD e serve para retirar as rebarbas das linhas onde o Fillet é colocado. 3.4. Comando Chamfer O comando Chamfer, assim como o comando Fillet tem um quadro de diálogo de configuração. Entre no comando Chamfer e tecle ENTER para entrar na configuração. O quadro de diálogo da Figura 27 aparecerá.

Apostila de AutoCAD Mechanical 2006 Pág. 20/63 © 2006 Cristiano Nogueira Silva - www.mcadbrasil.com.br - cristiano@mcadbrasil.com.br Figura 27 – Quadro de Configuração do comando Chamfer Na parte da esquerda informamos a primeira distância do chanfro, na parte da direita a segunda distância. Os botões Select serve para clicarmos em alguma linha e pegar o valor da distância. O campo Input, assim como no comando Fillet, serve para incluirmos uma distância que não existe na lista. A opção Trim Mode serve para apagar as rebarbas das linhas onde entra o chanfro. A opção Dimension Mode serve para que o chanfro saia cotado, se estiver marcada. O botão Input Angle, muda o quadro de diálogo para o quadro da Figura 28. Figura 28 – Quadro de configuração do comando Chamfer

Apostila de AutoCAD Mechanical 2006 Pág. 21/63 © 2006 Cristiano Nogueira Silva - www.mcadbrasil.com.br - cristiano@mcadbrasil.com.br A única diferença é que neste quadro informamos uma distância e o ângulo do chanfro. Para retornar ao quadro anterior, basta clicar no botão Input Distances. 4. Power Snap O comando Power Snap é o OSNAP do AutoCAD. A única diferença é que podemos armazenar até quatro configurações do OSNAP e alterná-las de forma rápida. 4.1. Configurações Para configurar o Power SNAP entramos no quadro de configurações que fica no ícone da barra de comandos superior, mostrado na Figura 29. Figura 29 – Ícone do Comando Power Snap Ao entrar no comando aparece o quadro de diálogo da Figura 30. Figura 30 – Quadro de Configurações do comando Power Snap Podemos em cada Tab (Settings 1 a 4) configurar quatro tipos de configurações para o OSNAP.

Apostila de AutoCAD Mechanical 2006 Pág. 22/63 © 2006 Cristiano Nogueira Silva - www.mcadbrasil.com.br - cristiano@mcadbrasil.com.br 4.2. Acesso Rápido Para ativar rapidamente qualquer uma das setagens do OSNAP, basta clicar no ícone de configuração do Power Snap e mantê-lo pressionado e soltar o botão do mouse sobre a configuração que você deseja tornar ativa, como mostra a Figura 31. Figura 31 – Ativando uma configuração do Power SNAP

Apostila de AutoCAD Mechanical 2006 Pág. 23/63 © 2006 Cristiano Nogueira Silva - www.mcadbrasil.com.br - cristiano@mcadbrasil.com.br Capítulo II 1. Layers 1.1. Configurações Veremos neste tópico como criar e configurar os Layers do AutoCAD Mechanical. Vamos entrar no quadro de Opções do AutoCAD Mechanical. No Menu Assist, entramos na última opção, Options. O quadro de opções do AutoCAD é aberto. Vamos ativar a guia AM:Standards que está para o lado direito do quadro. O quadro de Options com a guia AM:Standards é mostrado na Figura 32. Figura 32 – Quadro do AM:Standards Vejamos as opções deste quadro: Standard: Neste campo especificamos a norma que será utilizada para o detalhamento mecânico de nossos desenhos e projetos. Measurement: Sistema de medidas das unidades de desenho. Podemos escolher Metric para o sistema métrico ou English para o sistema inglês, usando pés e polegadas. Model Scale: Controla a escala do desenho no Model Space. Recomenda-se usar sempre a escala de 1:1. Use 1:1 Scale in Layout: Usa escala 1:1 no Paper Space

Apostila de AutoCAD Mechanical 2006 Pág. 24/63 © 2006 Cristiano Nogueira Silva - www.mcadbrasil.com.br - cristiano@mcadbrasil.com.br Use Selected Scale in Layout: Marque esta opção para usar a escala selecionada no Paper Space. Standard change updates Layers: Marque esta opção para atualizar os Layers quando a norma do desenho for alterada. Na parte da direita temos diversas configurações que serão vistas mais detalhadamente em capítulos posteriores. Veremos, por enquanto, a primeira opção, chamada Layer/Objects. Clicamos com o botão direito sobre essa opção e entramos em Properties, ou damos um clique duplo sobre esta opção. O quadro Layer Objects é então mostrado, como observamos na Figura 33. Figura 33 – Quadro de Configuração Layer/Objects Na guia Layer, temos todos os Layers do AutoCAD Mechanical. Vamos criar um novo Layer. Para criar um novo Layer, clicamos com o botão direito do mouse sobre a área branca da janela e escolhemos a opção New, como mostra a Figura 34.

Apostila de AutoCAD Mechanical 2006 Pág. 25/63 © 2006 Cristiano Nogueira Silva - www.mcadbrasil.com.br - cristiano@mcadbrasil.com.br Figura 34 – Criando um novo Layer Um novo Layer é então criado. Damos o nome desse Layer de Linha de Centro. Mudamos sua cor para vermelho e seu tipo de linha para Center. Nós utilizaremos este Layer para as linhas de centro criadas pelo AutoCAD Mechanical. Agora vamos ativar a guia Objects. Na guia Objects temos a associação que o AutoCAD Mechanical faz entre seus objetos de desenhos com os Layers. Veja o quadro na Figura 35. Figura 35 - Quadro Layer/Objects com a guia Objects ativa Agora vamos encontrar o objeto Centerline e selecioná-lo. Em seguida na sua linha, na coluna Layer, modificamos o Layer dos objetos Centerlines para o Layer que criamos chamado Linha de Centro. Reparamos que automaticamente a cor e o tipo de linha são assumidos pelo objeto.

Apostila de AutoCAD Mechanical 2006 Pág. 26/63 © 2006 Cristiano Nogueira Silva - www.mcadbrasil.com.br - cristiano@mcadbrasil.com.br Com isso, especificamos que toda Linha de Centro desenhada com o comando Centerline do AutoCAD Mechanical sairá no Layer Linha de Centro que criamos. Para verificar isso, saia dos quadros de diálogo com ENTER e desenhe uma linha de centro com o comando do AutoCAD Mechanical. Desta forma, podemos criar nossa padronização de Layers para linhas, cotas, contornos, hachuras e associar nossos Layers com os objetos do AutoCAD Mechanical. Como exercício, crie alguns Layers usando a padronização de sua empresa e associe com os objetos do AutoCAD Mechanical. 1.2. Mudando rapidamente o Layer Corrente. Veremos agora como mudar rapidamente o Layer corrente para desenhar no AutoCAD Mechanical. Na barra de ícones superior temos o ícone Basic Layer, mostrado na Figura 36. Figura 36 – Comando Basic Layer Se clicarmos e mantivermos o botão do mouse pressionado, aparecerão a maioria dos Layers básicos do AutoCAD Mechanical. Conforme passamos o mouse por sobre cada um deles, o seu nome aparece dizendo a que tipo de objeto aquele Layer está associado. Se colocamos como corrente o Layer Centerline Wide como corrente, observamos que o Layer que fica corrente é o Layer Linha de Centro que criamos. Veja a Figura 37. Figura 37 – Ativando o Layer de linha de centro

Apostila de AutoCAD Mechanical 2006 Pág. 27/63 © 2006 Cristiano Nogueira Silva - www.mcadbrasil.com.br - cristiano@mcadbrasil.com.br 2. Associative Hide A opção Associative Hide serve para especificarmos quais objetos estarão na frente de outros e também para escolher como será a representação dos objetos que estarão escondidos. Para vermos melhor esta opção, primeiramente vamos desenhar na tela dois retângulos sobrepostos, como mostra a Figura 38. Figura 38 – Retângulos desenhados para usar com o comando Associative Hide Após desenharmos estes retângulos, entramos no comando Associative Hide, como mostra a Figura 39. Figura 39 – Comando Associative Hide Ao entrar no comando, o AutoCAD Mechanical pede para selecionarmos os objetos que estarão na frente (Foreground Objects). Vamos selecionar o retângulo de baixo e teclamos ENTER para confirmar.

Apostila de AutoCAD Mechanical 2006 Pág. 28/63 © 2006 Cristiano Nogueira Silva - www.mcadbrasil.com.br - cristiano@mcadbrasil.com.br Se movermos o quadro de diálogo que aparece, podemos ver que consequentemente o retângulo de cima será o que vai ficar por trás. Com isso, automaticamente a parte deste que ficar por trás do retângulo de baixo, como mostra a Figura 40. Figura 40 – Associative Hide ligado Se clicarmos no botão Hide Style, a parte que está por trás com linha tracejada rosa, some, ou seja, o que ficar por trás não aparecerá. Veja na Figura 41. Figura 41 – Outro tipo de Associative Hide Podemos sair do comando clicando em OK, deixando qualquer Hide Style ativo.

Apostila de AutoCAD Mechanical 2006 Pág. 29/63 © 2006 Cristiano Nogueira Silva - www.mcadbrasil.com.br - cristiano@mcadbrasil.com.br Em seguida experimente movimentar um dos dois retângulos de forma que a parte que está escondida aumente. O AutoCAD Mechanical detecta automaticamente a parte que está por trás e esconde a parte do retângulo que está por trás. Veja na Figura 42. Figura 42 – Retângulos movimentados Para editar um Associative Hide, podemos entrar no comando de edição que fica dentro do comando Associative Hide na barra vertical dos ícones, e fazer qualquer modificação no Hyde Style, por exemplo. Também podemos entrar no comando de edição, indo ao Browser e expandindo o sinal de + ao lado de Drawing 1 até aparecer a pasta Hide. Clique sobre ela e escolha a opção Edit, como mostra a Figura 43. Figura 43 – Entrando no comando de edição do Associative Hide através do Browser Repare que existe a opção Delete para apagarmos o Associative Hide desejado.

Apostila de AutoCAD Mechanical 2006 Pág. 30/63 © 2006 Cristiano Nogueira Silva - www.mcadbrasil.com.br - cristiano@mcadbrasil.com.br 3. Estrutura do AutoCAD Mechanical Agora veremos neste tópico como trabalhar com a estrutura do AutoCAD Mechanical. Faremos agora um pequeno Tutorial. Começamos criando um retângulo de 20 x 120 mm. Em seguida, clicamos com o botão direito sobre a área branca do Browser e escolhemos a opção New > Component, como mostra a Figura 44. Figura 44 – Criando um novo componente através do Browser Quando entramos no comando o AutoCAD Mechanical pede o nome do componente. Vamos dar o nome de Chapa e teclamos ENTER. Em seguida damos o nome da vista. Entramos com o nome Lateral e teclamos ENTER. Depois temos que selecionar os Objetos que farão parte do componente. Selecionamos o retângulo e confirmamos com o ENTER. E, finalmente, temos que especificar um ponto base de inserção deste componente. Clique no vértice inferior esquerdo do retângulo. O componente é então criado. Observamos o Browser com o componente criado na Figura 45.

Apostila de AutoCAD Mechanical 2006 Pág. 31/63 © 2006 Cristiano Nogueira Silva - www.mcadbrasil.com.br - cristiano@mcadbrasil.com.br Figura 45 – Browser com o componente criado Agora vamos copiar este retângulo para o lado. Entre no comando Copy do AutoCAD e selecione o retângulo abrindo uma janela envolvendo totalmente o retângulo. Confirme com ENTER. Então, marque como ponto base para a cópia o vértice inferior esquerdo e o ponto de destino o vértice inferior direito. Confirme com o ENTER. Aparecerá o quadro de diálogo da Figura 46. Figura 46 – Quadro de cópia de componente No campo New, se a opção New estiver acionada, a cópia será um novo componente. Mude esta opção para Existing, como mostra a Figura 47. Figura 47 – Mudando a opção da cópia do componente

Apostila de AutoCAD Mechanical 2006 Pág. 32/63 © 2006 Cristiano Nogueira Silva - www.mcadbrasil.com.br - cristiano@mcadbrasil.com.br Desta forma teremos um mesmo componente com duas vistas laterais. Clique em OK e oberve o Browser com duas vistas criadas do novo componente. Agora vamos criar a vista superior dessas chapas. Entre no comando Rectangle e com a opção OTRACK ligada, pegue a projeção dos pontos extremos da vista lateral da chapa e desenhe o retângulo conforme mostrado na Figura 48, com um tamanho qualquer para a largura. Figura 48 – Retângulo da direita criado Agora vamos no Browser, clicamos sobre o componente Chapa com o botão direito, escolhemos a opção New > Component View, como mostra a Figura 49. Figura 49 – Comando de criação de nova vista do componente Quando entramos no comando, o AutoCAD Mechanical pede o nome da nova vista. Vamos dar o nome de vista Superior. Selecionamos o retângulo criado, confirmamos com o ENTER e em seguida especificamos o vértice inferior esquerdo como o ponto de inserção.

Apostila de AutoCAD Mechanical 2006 Pág. 33/63 © 2006 Cristiano Nogueira Silva - www.mcadbrasil.com.br - cristiano@mcadbrasil.com.br É criada então mais uma vista no Browser para este componente. Veja o resultado na Figura 50. Figura 50 – Nova vista criada Tente agora ver algumas opções clicando com o botão direito sobre os componente e sobre as vistas criadas. Consulte seus instrutor em caso de dúvida. Exercício: Vamos criar um novo componente que será a vista superior de um cilindro e em seguida, criar a vista lateral deste cilindro, como mostra a Figura 51. Figura 51 – Criar o componente e suas vistas 4. Simbologias Veremos agora como criar simbologias mecânicas no AutoCAD Mechanical. A forma de inserção dessas simbologias é idêntica, mudando apenas o quadro de diálogo das mesmas.

Apostila de AutoCAD Mechanical 2006 Pág. 34/63 © 2006 Cristiano Nogueira Silva - www.mcadbrasil.com.br - cristiano@mcadbrasil.com.br 4.1. Acabamento Superficial O ícone do comando de inserção de simbologia de acabamento superficial (Surface Texture) é mostrado na Figura 52. Figura 52 – Comando Surface Texture Quando entramos num comando de inserção de simbologias, temos que selecionar o objeto onde a simbologia será amarrada. Selecione uma aresta de uma peça qualquer. Em seguida, podemos clicar num ponto inicial para puxar eum Leader e em seguida clicar em outro ponto afastado da peça para posicionar o Leader e então tecle ENTER. Caso não exista a necessidade de colocar o Leader, apenas tecle ENTER e a simbologia ficará amarrada no ponto onde foi clicado na aresta da peça. Depois de teclar ENTER, aparecerá o quadro relativo a inserção da simbologia. Neste primeiro caso, aparecerá o quadro da simbologia de acabamento superficial, como mostra a Figura 53. Figura 53 – Simbologia de Acabamento Superficial Preencha os campos de acordo com a norma relativa da simbologia. Cada modificação feita no quadro, é instantaneamente mostrada na tela. Após especificar a simbologia, clique em OK.

Apostila de AutoCAD Mechanical 2006 Pág. 35/63 © 2006 Cristiano Nogueira Silva - www.mcadbrasil.com.br - cristiano@mcadbrasil.com.br Repita o mesmo procedimento para as simbologias a seguir. 4.2. Tolerância Geométrica Figura 54 – Simbologia de tolerância geométrica 4.3. Solda Figura 55 – Simbologia de Solda

Apostila de AutoCAD Mechanical 2006 Pág. 36/63 © 2006 Cristiano Nogueira Silva - www.mcadbrasil.com.br - cristiano@mcadbrasil.com.br 4.4. Cordão de Solda Figura 56 – Simbologia de Cordão de Solda

Apostila de AutoCAD Mechanical 2006 Pág. 37/63 © 2006 Cristiano Nogueira Silva - www.mcadbrasil.com.br - cristiano@mcadbrasil.com.br Capítulo III 1. Biblioteca de peças Veremos neste tópico a inserção de elementos de máquinas da biblioteca do AutoCAD Mechanical. A Barra de Ícones da biblioteca é a chamada AM:Content e é mostrada na Figura 57. Figura 57 – Barra de Ícones da Biblioteca 1.1. Screw Connections As Screw Connections são juntas roscadas com todo o conjunto de Parafusos, Porcas, Furos e Arruelas. Para inserir uma junda roscada, vamos desenhar dois retângulos de 20 x 120 mm representando a vista lateral de duas chapas, como mostra a Figura 58. Figura 58 – Dois retângulos criados Em seguida vamos entrar no primeiro ícone da barra da biblioteca, chamado Screws. Ao entrar no comando o quadro da Figura 59 aparece na tela.

Apostila de AutoCAD Mechanical 2006 Pág. 38/63 © 2006 Cristiano Nogueira Silva - www.mcadbrasil.com.br - cristiano@mcadbrasil.com.br Figura 59 – Quadro do Screw Connections Neste comando temos toda a seqüência de elementos para fazer a junta roscada. Vamos começar definindo um parafuso, clicando no ícone Screws. Ao clicar neste ícone aparece o quadro da Figura 60. Figura 60 – Quadro de tipos de parafusos Neste quadro temos que escolher o tipo de parafuso. Vamos escolher o tipo de cabeça sextavada (Hex Head Type). Quando clicamos nesta opção, aparece o quadro da Figura 61.

Apostila de AutoCAD Mechanical 2006 Pág. 39/63 © 2006 Cristiano Nogueira Silva - www.mcadbrasil.com.br - cristiano@mcadbrasil.com.br Figura 61 – Norma do parafuso Agora temos que escolher a norma do parafuso. Vamos selecionar o parafuso DIN 933 que está mais abaixo na lista. Quando selecionamos a norma do parafuso, aparece o quadro da Figura 62. Figura 62 – Escolhendo a vista do parafuso Repare que na parte da esquerda do quadro a árvore com as opções escolhidas vai sendo desdobrada. A qualquer instante que você quiser retornar e selecionar uma opção diferente, basta selecionarmos na árvore a esquerda. Agora temos que selecionar qual a vista que será inserida do parafuso. Selecione a vista frontal (Front View).

Apostila de AutoCAD Mechanical 2006 Pág. 40/63 © 2006 Cristiano Nogueira Silva - www.mcadbrasil.com.br - cristiano@mcadbrasil.com.br Em seguida o quadro volta para a opção inicial com o parafuso já definido. Temos apenas que escolher o diâmetro do parafuso na parte da direita do quadro. Escolha um diâmetro M16, como mostra a Figura 63 Figura 63 – Definido o diâmetro do parafuso Agora vamos definir uma arruela. Clique no botão Washers. Quando clicamos neste botão aparece o quadro da Figura 64. Figura 64 – Escolhendo o tipo de arruela

Apostila de AutoCAD Mechanical 2006 Pág. 41/63 © 2006 Cristiano Nogueira Silva - www.mcadbrasil.com.br - cristiano@mcadbrasil.com.br Nesta tela temos que escolher o tipo de arruela. Vamos escolher uma arruela plana (Plain). Figura 65 – Escolhendo a norma da arruela Agora temos que escolher a norma da arruela. Escolha a ISO 8738. Em seguida o quadro inicial retona. O diâmetro da arruela será o mesmo definido para o parafuso. Repare que podemos definir ainda uma segunda arruela antes do furo. Mas vamos deixar apenas uma. Vamos agora especificar os furos dessa junta roscada. Clique na opção Holes. Aparece o quadro da Figura 66. Figura 66 – Escolhendo o furo

Apostila de AutoCAD Mechanical 2006 Pág. 42/63 © 2006 Cristiano Nogueira Silva - www.mcadbrasil.com.br - cristiano@mcadbrasil.com.br Selecionamos a opção Throught Cyindrical. Aparece o quadro da Figura 67. Figura 67 – Escolhendo o tipo de furo Vamos escolher agora o tipo de furo. Clique na opção normal Metric para um furo passante, sem rosca. O quadro inicial retorna. Repita esses passos para definir o segundo furo que será idêntico ao primeiro. Então vamos definir uma segunda arruela depois do furo. Clique na opção Washer. Vamos agora selecionar uma arruela de pressão. Selecione a opção Split Wahers. O quadro da Figura 68 aparece. Figura 68 – Escolhendo a norma da arruela de pressão

Apostila de AutoCAD Mechanical 2006 Pág. 43/63 © 2006 Cristiano Nogueira Silva - www.mcadbrasil.com.br - cristiano@mcadbrasil.com.br Vamos selecionar a DIN 128. Por último, vamos definir uma porca. Clique em Nuts. Aparece o quadro da Figura 69. Figura 69 – Escolhendo o tipo de porca. Vamos escolher o tipo de porca. Selecione a opção Hex Nuts para porcas sextavadas. Aparecerá o quadro da Figura 70. Figura 70 – Escolhendo a norma da porca Temos que selecionar a norma da porca. Vamos selecionar a DIN 934. Aparecerá o quadro da Figura 71.

Apostila de AutoCAD Mechanical 2006 Pág. 44/63 © 2006 Cristiano Nogueira Silva - www.mcadbrasil.com.br - cristiano@mcadbrasil.com.br Figura 71 – Escolhendo a vista da porca Temos que selecionar a vista desejada para a porca. Clique na opção Front View para vista frontal. O quadro inicial retorna. Temos agora nossa junta roscada totalmente definida. Temos que definir o ponto de inserção da junta. No quadro inicial clique em Next. Quando clicamos em Next a área de desenho é novamente mostrada. Na linha de comando é pedido o ponto de inserção do primeiro furo. Selecione o ponto médio da primeira chapa. Em seguida, na linha de comando é pedido o ponto final do primeiro furo. Selecione o ponto médio da linha comum as duas chapas. O AutoCAD Mechanical já assume o primeiro ponto do segundo furo como sendo o mesmo do segundo ponto do primeiro furo e pede o segundo ponto do segundo furo. Selecione o ponto médio da linha a direita da segunda chapa. Depois que selecionamos os pontos de inserção, aparece o quadro da Figura 72.

Apostila de AutoCAD Mechanical 2006 Pág. 45/63 © 2006 Cristiano Nogueira Silva - www.mcadbrasil.com.br - cristiano@mcadbrasil.com.br Figura 72 – Informações da junta roscada Neste quadro temos algumas informações sobre a junta roscada, como o ponto de inserção, espessura das chapas, gap existente entre elas etc. Vamos clicar em Next. Figura 73 – Escolhendo a representação da junta roscada Nesta janela temos que escolher a representação da junta roscada. Escolha a opção Normal e clique em Finish. A junta roscada é então inserida no desenho, como mostra a Figura 74.

Apostila de AutoCAD Mechanical 2006 Pág. 46/63 © 2006 Cristiano Nogueira Silva - www.mcadbrasil.com.br - cristiano@mcadbrasil.com.br Figura 74 – Junta Roscada inserida Você também pode inserir isoladamente parafusos, porcas e arruelas através dos comandos contidos na barra de Screws, como mostra a Figura 75. Figura 75 – Barra de ícones Screws Exercício: Faça a seguinte junta roscada da Figura 76.

Apostila de AutoCAD Mechanical 2006 Pág. 47/63 © 2006 Cristiano Nogueira Silva - www.mcadbrasil.com.br - cristiano@mcadbrasil.com.br Figura 76 – Exerício de junta roscada

Apostila de AutoCAD Mechanical 2006 Pág. 48/63 © 2006 Cristiano Nogueira Silva - www.mcadbrasil.com.br - cristiano@mcadbrasil.com.br 1.2. Furos Para a inserção de furos sem ser pelo comando Screw Connections, use a barra Holes que está logo abaixo da barra Screws, como mostra a Figura 77. Figura 77 – Barra de ícones Holes A forma de inserção de furos é bastante semenlhante a dos elementos de máquinas. Experimente inserir alguns furos no seu desenho para testar. Repare que existem diversos tipos de furos e a nomenclatura deles é a seguinte: Throught: Passante Tapped: Roscado External Threads: Rosca Externa Blind: Cego Counterbore: Com rebaixo Countersink: Com escareado Taper: Cônico Slots: Oblongos 2. Power Commands Vamos agora ver os Power Commands que são comandos de edição com funcionalidades específicas para os objetos de desenho do AutoCAD Mechanical. Na Figura 78 temos a barra de ícones dos Power Commands. Figura 78 – Power Commands 2.1. Power Edit O comando Power Edit é o primeiro ícone da barra dos Power Commands. Este comando serve para alterar qualquer objeto do AutoCAD Mechanical, como Elementos de Biblioteca. Este comando nada mais é do que você clicar duas vezes sobre qualquer objeto do AutoCAD Mechanical. Este comando ainda existe pois em versões anteriores do AutoCAD Mechanical não existia a funcionalidade de clique duplo para a edição de objetos. Experimente clicar duas vezes sobre um objeto do AutoCAD Mechanical e você verá que dá o mesmo resultado que entrar no comando Power Edit e selecionar o objeto para ser editado.

Apostila de AutoCAD Mechanical 2006 Pág. 49/63 © 2006 Cristiano Nogueira Silva - www.mcadbrasil.com.br - cristiano@mcadbrasil.com.br 2.2. Power Copy O comando Power Copy é o comando do AutoCAD Mechanical para copiar objetos do AutoCAD Mechanical. Este é o terceiro comando da barra de ícones. 2.3. Power Dimensioning O comando Power Dimensioning é o quarto comando da barra de ícones. Ele serve para criar cotas com algumas opções adicionais em relação aos comandos de cotas do AutoCAD comum. Para testar este comando, vamos desenhar a gemetria da Figura 79. Figura 79 – Geometria para usar o comando Power Dimensioning Uma vez desenhada essa geometria, vamos entrar no comando Power Dimensioning. Ao entrar no comando, temos que selecionar dois pontos para colocação da cota. Vamos selecionar os dois pontos extremos da linha de baixo. Em seguida, a cota é amarrada no cursor do mouse. Clicamos num lugar da tela para posicionar a cota e o quadro de diálogo da Figura 80 aparece.

Apostila de AutoCAD Mechanical 2006 Pág. 50/63 © 2006 Cristiano Nogueira Silva - www.mcadbrasil.com.br - cristiano@mcadbrasil.com.br Figura 80 – Quadro do comando Power Dimensioning Neste quadro podemos fazer diversas modificações na cota, incluindo as Geometrias da cota, se clicarmos na guia Geometry. Figura 81 – Guia Geometry do comando Power Dimensioning Ainda temos a guia Units. Onde podemos fazer modificações no valor da cota, como arredondamento, escala e quantidade de casas decimais.

Apostila de AutoCAD Mechanical 2006 Pág. 51/63 © 2006 Cristiano Nogueira Silva - www.mcadbrasil.com.br - cristiano@mcadbrasil.com.br Figura 82 – Guia Units Após fazer as modificações clique em OK para inserir as cotas. 2.3. Automatic Dimensioning O comando Automatic Dimensioning faz o dimensionamento automático dos desenhos. Para testar o comando Automatic Dimensioning, crie a geometria da Figura 83. Figura 83 – Geometria para usar o Automatic Dimensioning

Apostila de AutoCAD Mechanical 2006 Pág. 52/63 © 2006 Cristiano Nogueira Silva - www.mcadbrasil.com.br - cristiano@mcadbrasil.com.br O cmando Automatic Dimensioning fica dentro do comando Power Dimensioning. Clique no comando Power Dimenioning e mantenha o mouse pressionado. Quando entramos no comando no comando Automatic Dimenioning o quadro da Figura 84 aparece. Figura 84 – Quadro do comando Automatic Dimensioning No campo Type temos as opções Baseline e Chain para mudar o tipo de cotagem a ser colocada. Marque o botão Both Axis para dimensionar seu desenho nas direções vertical e horizontal. Em seguida, clique em OK Na tela de desenho selecione toda a geometria desenhada e confirme com ENTER. Em seguida temos que definir a origem da primeira linha de extensão das cotas. Clique no vértice inferior direito da geometria e confirme com ENTER. As cotas são amarradas no cursor do mouse. Clique na direita para colocá-las. Em seguida confirme com ENTER para colocar as cotas na outra direção e posicione as cotas para cima. E dê ENTER para confirmar. Seu desenho deverá estar igual ao da Figura 85.

Apostila de AutoCAD Mechanical 2006 Pág. 53/63 © 2006 Cristiano Nogueira Silva - www.mcadbrasil.com.br - cristiano@mcadbrasil.com.br Figura 85 – Resultado do Dimensionamento Automático Utilize as demais opções de cotagem automática na mesma geometria. 2.4. Power Erase O Power Erase serve para apagar os objetos do AutoCAD Mechanical. Experimente, por exemplo, num caso semelhante ao da Figura anterior, Figura 85, apagar uma cota que esteja entre outras duas com os comandos Erase do AutoCAD e Power Erase do AutoCAD Mechanical. Vc notará a diferença. 2.5. Power View O comando Power View serve para fazer o rebatimento de vistas de componentes do AutoCAD Mechanical. Vamos fazer o rebatimento da vista roscada mostrada na Figura 86.

Apostila de AutoCAD Mechanical 2006 Pág. 54/63 © 2006 Cristiano Nogueira Silva - www.mcadbrasil.com.br - cristiano@mcadbrasil.com.br Figura 86 – Junta roscada que será rebatida O comando Power View encontra-se dentro do comando Power Copy. Clique no ícone do Power Copy e segure o botão do mouse. Ao entrar no comando temos que selecionar os componentes que desejamos rebater. Selecione a junta roscada. Aparece então um quadro perguntando qual vista queremos criar. Selecione a vista Top. Em seguida temos que definir o ponto de inserção do rebatimento da vista. Use o ONTRACK para pegar a projeção da linha de centro da junta roscada e do ponto médio da linha da base do retângulo. Clique e a vista é rebatida. Experimente agora alterar a junta roscada na vista lateral, e você verá que o rebatimento também se altera.

Apostila de AutoCAD Mechanical 2006 Pág. 55/63 © 2006 Cristiano Nogueira Silva - www.mcadbrasil.com.br - cristiano@mcadbrasil.com.br Capítulo IV 1. BOM Database A sigla BOM significa Bill of Materials, que é o banco de dados dos componentes do desenho do AutoCAD Mechanical. O comando BOM Database é o primeiro comando da barra de ícones da Figura 87. Figura 87 – Barra de Ícones do BOM Database Ao entrar no comando BOM Database, teclamos ENTER para criar um banco de dados principal, e então aparece o quadro de diálogo da Figura 88. Figura 88 – Quadro do comando BOM Database Neste quadro podemos fazer diversas configurações em relação ao banco de dados dos componentes do AutoCAD Mechanical. Também podemos alterar quaisquer informações relativas aos componentes da lista do quadro. Basta clicar dentro da célula e alterar. Vamos clicar no botão Properties para configurar as propriedades do banco de dados. Ao clicar neste botão, aparece o quadro de diálogo da Figura 89.

Apostila de AutoCAD Mechanical 2006 Pág. 56/63 © 2006 Cristiano Nogueira Silva - www.mcadbrasil.com.br - cristiano@mcadbrasil.com.br Figura 89 – Quadro de propriedades do BOM Database A primeira coluna (1) é a coluna que define se determinado campo da peça estará disponível para utilização na Lista de Peças. A coluna Column que está em vermelho, não podemos alterar. A coluna Caption é o título da coluna que sairá na Lista de Peças no desenho. Podemos alterá-la traduzindo os títulos. A coluna Width altera a largura da coluna da Lista de Peças que é inserida no desenho. As demais configurações tem a ver com alinhamento de texto. Altere as configurações desejadas e clique em OK. Voltando para o quadro anterior, também feche-o clicando em OK. 2. Balloons Os balões são os itens de montagem que servem para identificar as peças, relacionando o número de item delas com a lista de material. O comando Balloon é o segundo ícone da barra de ícones do BOM Database. 2.1. Balloon Manual

Apostila de AutoCAD Mechanical 2006 Pág. 57/63 © 2006 Cristiano Nogueira Silva - www.mcadbrasil.com.br - cristiano@mcadbrasil.com.br Ao entrarmos no comando Balloon e podemos selecionar o objeto que desejamos adicionar o balão, confirmar a seleção com o ENTER, clicar num ponto afastado para puxar o balão e em sedguinda confirmar com o ENTER para o balão ser colocado. Podemos repetir este processo manualmente para cada um dos componentes, ou podemos inserir os balões de forma automática. 2.2. Balões Automáticos Para inserir os balões automáticos entramos no comando Balloon e em seguida digitamos T no teclado e confirmamos com o ENTER para entrar na opção Auto. Em seguida abra uma janela em volta dos componentes que você deseja inserir o balão e confirme com o ENTER. Os balões são amarrados automaticamente no cursor do mouse. Repare que os balões vêm na horizontal. Se vc desejar incluir os balões da vertival, digite V e confirme com o ENTER. Escolha o melhor posicionamento dos balões no seu desenho e clique na posição desejada. Veja resultado na Figura 90. Figura 90 – Balões adicionados

Apostila de AutoCAD Mechanical 2006 Pág. 58/63 © 2006 Cristiano Nogueira Silva - www.mcadbrasil.com.br - cristiano@mcadbrasil.com.br Para alterar a posição do balão, clique sobre ele e altere através dos seus grips. Para alterar as configurações do balão, clique duas vezes sobre ele. 3. Lista de Peças A Lista de Peças é conhecida como Parts List no AutoCAD Mechanical. E é o quarto comando da barra de ícones do BOM Database. Ao entrar no comando, temos que confirmar com o ENTER para criar a lista de material principal no desenho. Em seguida, o quadro da Figura 91 aparece. Figura 91 – Quadro do comando Parts List Neste quadro podemos dar o nome da Lista de Peças, escolher a orientação da mesma, se ela terá um título, alterar as informações dos campos da lista. Faça as alterações que você julgar necessária. Em seguida, clique no botão Properties para configurar a Lista de Peças. E o quadro da Figura 92 aparece.

Apostila de AutoCAD Mechanical 2006 Pág. 59/63 © 2006 Cristiano Nogueira Silva - www.mcadbrasil.com.br - cristiano@mcadbrasil.com.br Figura 92 - Quadro de Configuração da Lista de Peças Aqui também podemos configurar se a lista terá cabeçalhos e título, alinhamento, alturas de texto do cabeçalho e das informações, espaçamento entre linhas. Faça as configurações que julgar necessárias e dê OK. No quadro principal também feche a janela com OK. Em seguida, a lista de peças é amarrada no cursor do mouse. Clicamos num ponto na tela para inserir a lista de peças. Veja o resultado na Figura 93. Figura 93 – Lista de Peças inserida no desenho

Apostila de AutoCAD Mechanical 2006 Pág. 60/63 © 2006 Cristiano Nogueira Silva - www.mcadbrasil.com.br - cristiano@mcadbrasil.com.br Para voltar a configurar a lista de peças, clique duas vezes sobre ela. 4. Configurações Para entrar no quadro de opções de configuração do AutoCAD Mechanical, vá no Menu Assist > Options. As guias de configuração do AutoCAD Mechanical são as que começam com AM. As demais são do AutoCAD. Seu instrutor chamará atenção para as opções que deverão ser alteradas no trabalho com o AutoCAD Mechanical. Veja nas figuras a seguir as janelas de configuração. Figura 94 – Guia AM:Standards

Apostila de AutoCAD Mechanical 2006 Pág. 61/63 © 2006 Cristiano Nogueira Silva - www.mcadbrasil.com.br - cristiano@mcadbrasil.com.br Figura 95 – Guia AM:Structure Figura 96 – Guia AM:Drawing

Apostila de AutoCAD Mechanical 2006 Pág. 62/63 © 2006 Cristiano Nogueira Silva - www.mcadbrasil.com.br - cristiano@mcadbrasil.com.br Figura 97 – Guia AM:Standard Parts Figura 98 – Guia AM:Shaft

Apostila de AutoCAD Mechanical 2006 Pág. 63/63 © 2006 Cristiano Nogueira Silva - www.mcadbrasil.com.br - cristiano@mcadbrasil.com.br Figura 99 – Guia AM:Calculation Figura 100 – Guia AM:Preferences

Add a comment

Related presentations

Related pages

Microsoft Virtual Academy – Free IT Training, Online ...

Microsoft Virtual Academy provides free, online training to help Developers, IT and Data Professionals, and students learn the latest technology, ...
Read more

Black Swan Download Full Movie The Swan Princess 2 Movie

Apostila concurso bb. Apple iphone pc suite software; ... acadm gene, acetylcholine, adrenal cancer, affective disorders research, angioneurotic,
Read more

Boney M Ma Baker Download Free Boney M Mp3 Songs

Download apostila gratis inss 2012; Ragdoll masters version 3.1 ; abdominal surgery, acadm gene, acetylcholine, adrenal cancer,
Read more

Apostila de AutoCAD Mechanical 2006 - MCABrasil.com.br

Apostila de AutoCAD Mechanical 2006 © 2006 Cristiano Nogueira Silva ... ACADM_Apostila Author: Cristiano Created Date: 8/13/2011 5:50:07 PM
Read more

AutoCAD Mechanical

FilesAcadm 6acadmTutorialTest device. Seleccione o desenho Test device.dwg; do lado direito, poderá pré-visualizar o desenho. Agora,
Read more

Todas as Apostilas de AUTOCAD até 2008 - Apostila AutoCAD ...

Sobre: Apostila AutoCAD 2D 2006 Apostila AutoCAD 2D & 3D Apostila AutoCAD 3D ... Program Files Acadm 6. Seleccione o tipo de instalação Typical ...
Read more