A doxologia de 1 Timóteo 3:16

45 %
55 %
Information about A doxologia de 1 Timóteo 3:16
Spiritual

Published on March 12, 2014

Author: pastorhanderson

Source: slideshare.net

Description

Pregação com base em 1 Timóteo 3:16

A doxologia de 1 Timóteo 3:16 Um hino de adoração a Cristo Introdução - O tempo na Vinacc: - Pregações profundamente ortodoxas, bíblicas, inteligentes, belas e apaixonantes. - Isto me lembrou o que aprenderam com os pentecostais em 2 Co 3:6. - Eles defendiam que não podíamos estudar a Bíblia, mas depender do Espírito, baseados neste texto. - Assim, colocamos a Bíblia em segundo plano em favor de uma religiosidade experimental. - No mundo pós-moderno somos ensinados a evitar a discussão e o conflito de ideias (Aceite a opinião do outro, não discuta, não discorde). - Consequência: esta enxurrada de lixos heréticos. Uma legião de ignorantes que se acham sábios e ensinam qualquer baboseira como se fosse a Palavra de Deus, mas não é. - É uma tristeza, uma lástima, uma angústia ouvir músicas das estrelas gospel. - Assistir pregadores na televisão, nem pensar. Só alguém que nunca teve a oportunidade de ler a Bíblia pode realmente acreditar que Edir Macedo é um sincero homem de Deus. Que o Valdomiro realmente ama a as ovelhas e não tem interesses financeiros. - Quando assisto o canal da Sara a Nossa Terra fico esperando chegar a hora do Rodovalho cantar. Ele não canta bem. Canta muito mal. Péssimo. Mas quando canta ele não fala da Bíblia. E ele falando da Bíblia é pior do que mil de suas canções. - E o R. R. Soares? Cria da Universal. Ele está certo em chamar seu programa de Show da Fé, porque não há culto a Deus sendo prestado num lugar onde a Palavra não é pregada de maneira correta. - Enfim, são poucos exemplos, mas significativos . Deixam os que amam a Palavra de Deus profundamente entristecidos. - Quero voltar nossos olhos para uma poesia, uma música profundamente bíblica. I. Quem era Timóteo. A. Sua vida. 1. Filho de pai grego e mãe judia (At 6:1 e 2Tm 1:5). 2. Tinha bom testemunho (At 16:2). 3. Aprendeu as Escrituras com sua mãe Eunice e sua avó Loide (2Tm 3:14). 4. Provavelmente um convertido da primeira viagem de Paulo à cidade de Listra. 5. Foi companheiro de Paulo por cerca de 15 anos até ser enviado à Éfeso para ali desenvolver o ministério. 6. É citado em várias epístolas paulinas (Rm, 1 e 2 Co, Fp, Cl, 1 e 2 Ts e Fl) e em Hb. B. Sua pessoa. 1. Tímido (1Co 16:10). 2. Jovem (1Tm 4:12). 3. Doente (1Tm 5:23). 4. Sensível (2Tm 1:4). C. Suas qualificações. 1. Chamado por Paulo de cooperador (Rm16:21). 2. Amado e fiel (1Co 4:17). 3. Servo (1Co 16:10). 4. Abnegado (Fp2:20).

5. Tem caráter aprovado (Fp2:22). 6. Ministro do evangelho (1Ts 3:2). 7. Sincero na fé (2Tm 1:5). 8. Conhecedor das Escrituras (2Tm 3:15). 9. De boa reputação (At 16:2). II. A epístola de 1 Timóteo. A. Sua escrita. 1. Por volta de 64 d. C. 2. Entre o primeiro e o segundo aprisionamento de Paulo em Roma. 3. Nesta época Timóteo esta em Éfeso. 4. Compõe o que chamamos de “epístolas pastorais”. B. A cidade de Éfeso. 1. Uma grande cidade e centro de comércio da Ásia (Turquia). 2. Praticavam a idolatria e o culto à fertilidade. 3. Idolatravam Diana. C. Os objetivos da epístola. 1. Exortar ao jovem Timóteo. 2. Orientações para a vida espiritual de Timóteo. 3. Orientações para a organização da igreja em Éfeso. 4. Alertar contra os falsos mestres e as heresias. III. A doxologia de 1Tm 3:16. A. O grande mistério da devoção (piedade). 1. Paulo reconhece a grandeza de Cristo. 2. É um mistério por duas razões: a. Se Cristo não se tivesse revelado, não o teríamos conhecido. b. Ultrapassa a compreensão humana. 3. É conhecendo a Cristo que podemos ter uma vida santa e piedosa. B. Uma cântico para Jesus. 1. Escrito de maneira poética usando o paralelismo quiásmico. 2. Há uma gradação, que sai de um ponto e vai crescendo. 3. Da “carne” até a “glória”. 4. Ou Paulo está citando um conhecido cântico da igreja primitiva ou ele mesmo está criando o cântico. C. Os versos da adoração: 1. Jesus foi manifestado na carne. a. Encontramos a doutrina da encarnação. b. Jesus, eterno, fez-se carne. c. Alguns teólogos usam a expressão: “Deus se ocultou em Jesus”. d. Experimentou todas as dores e limitações da nossa natureza amaldiçoada. 2. Jesus foi justificado em Espírito. a. Apesar de ter sido desprezado, era justo. b. O Espírito lhe concedeu o poder de realizar grandes milagres. c. Viveu sem pecado. Obedeceu ao Pai em tudo. d.O que Ele fazia através do Espírito testificava sobre quem Ele era.

3. Jesus foi contemplado por anjos. a. Encontramos uma referência à ressurreição. b.Os anjos sempre estiveram bem presentes na vida de Jesus. c. Mas foram os primeiros à testemunhas a ressurreição. d.Hb 1:6: “E, novamente, ao introduzir o Primogênito no mundo, diz:E todos os anjos de Deus o adorem. 4. Jesus foi pregado entre os gentios. a. Aquele que foi desprezado e crucificado tornou-se o salvador de todos os homens. b. É o centro do chamado de Deus para a salvação. c. Desde a descida do Espírito Santo em Atos 2 até hoje, a mensagem da Igreja tem sido a mesma: arrependei-vos e crede no evangelho. d. Nem antes de Sua morte e nem mesmo após Sua morte, alguém pode ser salvo sem Jesus. e. Não o messias apenas dos judeus, mas de todas as nações (Is 42:6). 5. Jesus foi crido no mundo. a. É o resultado da pregação do Evangelho. b.Ele veio para salvar o mundo. O mundo o rejeitou. c. Alguns, no entanto, creram na mensagem do Evangelho. d. Sua vida, sua obra e suas Palavras são proclamadas e cridas no mundo. 6. Jesus foi recebido na glória. a. O homem rejeitado, crucificado, ressurreto, proclamado entre as nações, é recebido na glória. b. 3 doxologias em Apocalipse 5 nos remetem a este texto. Conclusão. Gostaria de concluir fazendo algumas observações muito importantes. 1. Estamos falando de uma poesia. - Temos ouvido que doutrina e teologia esfriam a alma ou se dirigem apenas ao intelecto. - Isto não é verdade. No ensino da doutrina encontramos alimento, vida, sentido, mudança e beleza. Dá até pra fazer música. - Realmente existe uma doutrina que esfria a espiritualidade: é a doutrina errada, que não tem fundamento na Palavra de Deus. 2. É uma poesia simples. - Foi escrita sobre os fundamentos da fé. Vai direto ao ponto. - É fácil de decorar e fácil de lembrar. - É uma declaração de fé cantada. - Isto significa dizer que se você tem alguma dificuldade de entender algo desta doxologia, tem dificuldades de entender o que é mais importante na fé cristã. 3. Não é exaustiva. - Não é um compêndio de teologia sistemática nem um resumo de todas as doutrinas da Bíblia. - Faz sentido se for cantada por quem conhece os conteúdos. - Não ensina doutrina, mas lembra da doutrina que foi ensinada. - Será que realmente conhecemos o que cantamos?

4. Tudo deve nos conduzir à Jesus. - Não veja o tudo como “qualquer coisa”. Tudo o que é correto, bíblico e doutrinariamente verdadeiro. - A nossa devoção a Deus deve ser marcada pela Verdade da Palavra de Deus. - A Bíblia deve ser o critério para orientar nossa espiritualidade. - O prejuízo de um ensino incorreto não se resume a um culto de domingo ou sala de instituto bíblico. Ela traz prejuízo à nossa eternidade. - Qual era a responsabilidade fundamental de Timóteo? Ensinar, exortar, admoestar e corrigir pela Palavra de Deus.

Add a comment

Related presentations

Related pages

1 TIMÓTEO - es.scribd.com

1 TIMÓTEO. Introdução Esboço Capítulo 1 Capítulo 2 ... Os alegados sinais de falta de autenticidade ou de falsificação são quatro: 1) ...
Read more

COMENTÁRIO BÍBLICO MOODY

1 Timóteo (Comentário Bíblico Moody) 5 sobre o desafio que Paulo faz a Timóteo. Então se segue a doxologia, que dá um peso solene à parte final do ...
Read more

1Timoteo - Moody by Herbert de Carvalho (page 6) - issuu

COMENTÁRIO BÍBLICO MOODY | Issuu is a digital publishing platform that makes it simple to publish magazines, catalogs, newspapers, books, and more online.
Read more

COMENTÁRIO ESPERANÇA - 1 Timóteo by Alan Machado (page 84 ...

... 1 Timóteo. issuu company logo Explore Publisher Plans See Plans. Sign Up Sign In. Sign In. User profile menu Publisher Home Feed Explore ...
Read more

PALAVRA VIVA E EFICAZ: Uma Doxologia em Números

Uma Doxologia em Números ... (Na 1.7; Mt 19.17). Ele continua o mesmo: “Porque eu, o SENHOR, não mudo; ... (2 Timóteo 3.16).
Read more

UMA CONVERSA COM O IRMÃO BAZIMAR Parte 1 - YouTube

2 Timóteo 3:16,17 ... santos de Deus falaram inspirados pelo Espírito Santo. 2 Pedro 1:21 ... é uma saudação, mas uma doxologia.
Read more

15. I Timóteo (Moody) - ebah.com.br

... (1:3-16) e uma palavra de conclusão mais resumida (1:18-20). ... Paulo então incentiva Timóteo com um testemunho e doxologia soberbas, ...
Read more

Comentário biblico pentecostal – 1 e 2 timóteo by Deusdete ...

I TIMÓTEO Deborah Menken G ill 2.2.1. Dar Preferência ao Adorno Espiritual (2.9,10) 2.2.2. A Ordem de Ensinar às Mulheres. rSBOÇO ...
Read more

UMA CONVERSA COM O IRMÃO BASIMAR Parte 5 - YouTube

2 Timóteo 3:16,17 ... que não é uma saudação, mas uma doxologia. ... Confira isso nos pontos de doutrina 1 e 2 nos hinários 4 e 5 e ...
Read more

QG DA CORUJA: CARTAS PASTORAIS (1 TIMÓTEO)

É consenso entre os biblistas que naquilo se denominou “Corpus Paulino” os textos de 1 e 2 Timóteo e ... a Doxologia [12]. Esta doxologia ... (3,16 ...
Read more