advertisement

9º balanço do PAC - Quadro Macroeconômico

43 %
57 %
advertisement
Information about 9º balanço do PAC - Quadro Macroeconômico
News & Politics

Published on February 18, 2014

Author: BlogDoPlanalto

Source: slideshare.net

Description

Apresentação feita pelo ministro da Fazenda, Guido Mantega, durante balanço de 3 anos da segunda fase do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC 2), realizado em 18/02/2014.
advertisement

9º Balanço do PAC: Quadro Macroeconômico Ministro Guido Mantega Brasília, 18 de fevereiro de 2014 1

Recuperação gradual e desequilibrada da economia mundial Crescimento do PIB em 2013*, em % a.a. * Projeções do FMI (atualização WEO de janeiro de 2014) Fonte: FMI Elaboração: Ministério da Fazenda 2

2014 será melhor? Projeção de crescimento do FMI Crescimento do PIB em 2014*, em % a.a. * Projeções do FMI (atualização WEO de janeiro de 2014) Fonte: FMI Elaboração: Ministério da Fazenda 3

Economias mundiais se recuperam, mas ainda sob ambiente de incerteza • Estados Unidos começam a se recuperar. • Sinais contraditórios na China: PMI (Índice de Gerentes de Compras) caiu para 49,5 pontos em janeiro, de 50,5. Exportações subiram 10,6%, ante janeiro de 2013. • Área do Euro começa a dar sinais de recuperação. • Japão fecha 2013 com crescimento de 1,6%, mas crescendo abaixo das expectativas de mercado no 4º trimestre (0,3%). • A produção industrial da Rússia caiu 18,8% em janeiro, ante dezembro 4

A turbulência da transição: retirada de estímulos nos EUA e volatilidade das economias emergentes Yield das Treasuries de 10 anos, em % ao ano Incertezas em torno da retirada dos estímulos do FED Instabilidade no mercado de capitais Turbulência cambial e financeira PIB, trimestre/trimestre anterior, em % Instabilidade nos mercados financeiros Queda de bolsas Fonte: Bloomberg Elaboração: Ministério da Fazenda 5

O Brasil está preparado para a transição: Reservas Internacionais elevadas Em US$ bilhões * Janeiro 2014. ** Novembro 2013. *** Outubro 2013. **** Setembro 2013. Fonte: Bloomberg, FMI e Banco Central do Brasil Elaboração: Ministério da Fazenda 6

Dívida Externa de Curto Prazo Dívida Externa de Curto Prazo sobre Dívida Externa Total, em %, no 3º trimestre de 2013 * Dados do 2º trimestre de 2013. Fonte: FMI Elaboração: Ministério da Fazenda 7

Brasil entre os emergentes com sólidos fundamentos Saldo em transações correntes 2013, em % do PIB Fonte: FMI Elaboração: Ministério da Fazenda 8

INVESTIMENTO DIRETO ESTRANGEIRO Brasil com fluxos elevados Investimento direto estrangeiro, em US$ bilhões PIB, trimestre/trimestre anterior, em % Fonte: UNCTAD Elaboração: Ministério da Fazenda 9

Confiança no Brasil Participação do IED do Brasil no IED total, em % 6,0% 4,8% 5,0% 4,4% 4,0% 4,0% 3,4% 3,0% 2,5% 2,1% 1,7% 2,0% 1,3% 1,0% 0,0% 2006 * Dados preliminares 2007 2008 2009 2010 2011 2012 2013* Fonte: UNCTAD Elaboração: Ministério da Fazenda 10

Apesar das turbulências, real manteve-se estável nos últimos 6 meses Moeda Rupia Indonésia Lira turca Rublo russo Rand sul-africano Dólar canadense Peso chileno Iene Coroa norueguesa Dólar de Taiwan Dólar australiano Peso mexicano Dólar de Hong Kong Coroa sueca Variação em 6 meses -11,10 -10,18 -6,40 -5,91 -5,71 -5,45 -4,78 -2,53 -1,05 -0,90 -0,88 -0,01 0,22 Real 0,75 Renminbi chinês Rúpia indiana Coroa dinamarquesa Euro Dólar neozelandês Franco suíço Won sul-coreano Zloty polonês Libra esterlina 0,91 1,46 2,94 2,99 3,01 3,85 4,69 5,51 6,62 Fonte: Bloomberg 11

Brasil entre os emergentes: sólidos fundamentos Indicadores selecionados de países emergentes Saldo em Conta Corrente (% do PIB) Dívida externa bruta (% do PIB) Reservas internacionais (% do PIB) Dívida externa líquida (% do PIB) 1997 2007 2013* 1997 2007 2013* 1997 2007 2013* 1997 2007 2013* África do Sul -1,5 -7,0 -6,1 20,2 24,2 35,5 4,0 11,5 11,8 16,2 12,7 23,7 Brasil -3,5 0,1 -3,7 22,9 14,2 13,9 6,0 13,2 16,8 16,9 1,0 -2,9 Índia -1,3 -1,3 -4,4 22,4 16,5 21,7 6,7 22,3 16,1 15,7 -5,8 5,6 Indonésia -1,8 1,6 -3,4 63,2 34,2 29,6 8,1 13,2 11,3 55,1 21,0 18,3 Turquia -1,0 -5,8 -7,4 44,6 39,9 47,2 10,4 11,8 14,2 34,2 28,1 33,0 Chile -4,3 4,1 -4,6 32,3 34,0 43,9 21,9 9,7 15,4 10,4 24,3 28,5 Hungria -4,4 -7,3 2,2 52,5 128,2 123,0 18,1 17,7 34,4 34,4 110,5 88,6 Polônia -3,7 -6,2 -3,0 25,9 48,4 72,6 13,2 15,5 22,2 12,7 32,9 50,4 Média -2,7 -2,7 -3,8 35,5 42,5 48,4 11,1 14,4 17,8 24,5 28,1 30,6 Mediana -2,7 -3,6 -4,0 29,1 34,1 39,7 9,3 13,2 15,8 16,6 22,6 26,1 * Dados Preliminares Fonte: FMI, Banco Mundial e outras, em LCA Elaboração: Ministério da Fazenda 12

Fundamentos sólidos: inflação sob controle IPCA, em % a.a. * Acumulado em 12 meses. Fonte: IBGE e Banco Central do Brasil Elaboração: Ministério da Fazenda 13

Inflação de alimentos tem sido superior ao IPCA, mas tem desacelerado Variação % acumulada em 12 meses Fonte: IBGE e SPE/Ministério da Fazenda Elaboração: Ministério da Fazenda 14

Inflação de alimentos tem sido superior ao IPCA, mas tem desacelerado Variação % acumulada em 12 meses Abril 2013 = 15,71% Fonte: IBGE Elaboração: Ministério da Fazenda 15

Solidez fiscal: resultado primário Resultado primário do setor público consolidado*, em % do PIB * Para valores anteriores a 2002, a série histórica do Setor Público Consolidado inclui Petrobras e Eletrobras. Fonte: Banco Central do Brasil Elaboração: Ministério da Fazenda 16

Dívidas bruta e líquida caíram em 2013 Dívida Líquida do Setor Público e Dívida Bruta do Governo Geral, em % do PIB * Dezembro de 2013. Fonte: Banco Central do Brasil Elaboração: Ministério da Fazenda 17

Recuperação do investimento Formação Bruta de Capital Fixo (FBKF), variação em relação ao mesmo trimestre do ano anterior, em % 8,6 7,5 3,0 -2,4 -4,4 -3,8 -5,3 Fonte: IBGE Elaboração: Ministério da Fazenda 18

Grande Programa de Concessões em Infraestrutura Em R$ bilhões Fonte: EPL, EPE e MME Elaboração: Ministério da Fazenda 19

Investimento do setor público: PAC e MCMV Em % do PIB 4,7 4,2 3,7 2,6 2,6 3,0 2,6 2,9 PIB, trimestre/trimestre anterior, em % 4,4 4,1 4,4 União Estados e Municípios (Rec. Próprios) Estados e Municípios (Transf. União) Estatais Federais * Dados preliminares Fonte : Ministério da Fazenda Elaboração: Ministério da Fazenda 20

9º Balanço do PAC: Quadro Macroeconômico Brasília, 18 de fevereiro de 2014 21

Add a comment

Related presentations

Cfbp barometre octobre

Cfbp barometre octobre

November 10, 2014

VITOGAZ vous présente: CFBP baromètre gpl carburant

Ata Escrita da 16ª Sessão Ordinária realizada em 16/10/2014 pela Câmara de Vereado...

Ata Escrita da 10ª Sessão Extraordinária realizada em 16/10/2014 pela Câmara de Ve...

Rx1 nasil kullanilir

Rx1 nasil kullanilir

November 8, 2014

Rx1 zayiflama hapi, kullanimi nasildir, yan etkileri var mi? yan etkiler var ise h...

Esposto del MoVimento 5 Stelle sul Patto del Nazareno

Slide Servizi postali

Slide Servizi postali

November 7, 2014

Slides per i servizi postali presentati in occasione dell'incontro azienda e organ...

Related pages

9º Balanço do PAC: Quadro Macroeconômico - fazenda.gov.br

1 9º Balanço do PAC: Quadro Macroeconômico Ministro Guido Mantega Brasília, 18 de fevereiro de 2014
Read more

9º balanço do PAC - Quadro Macroeconômico - News & Politics

Apresentação feita pelo ministro da Fazenda, Guido Mantega, durante balanço de 3 anos da segunda fase do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC 2 ...
Read more

PAC 2: 82% de obras concluídas — Conversa Afiada

... Quadro Macroeconômico from Palácio do ... O Programa de Aceleração do Crescimento (PAC ... O resultado é 19,4% maior que o obtido no balanço ...
Read more

Plano de Aceleração do crescimento (PAC) - pucsp.br

Parte I – Apresentação, quadro macroeconômico, medidas institucionais, ... gestão do PAC e investimentos em ... 9º Balanço Parte I ...
Read more

Apresentação Ministra Miriam Belchior - 9º Balanço do PAC ...

RESULTADOS ATÉ DEZEMBRO/2013 EXECUÇÃO GLOBAL R$ 773,4 bilhões 76,1% do previsto até 2014 AÇÕES CONCLUÍDAS R$ 583 bilhões 82,3% do previsto até ...
Read more

Brasil, frágil e vulnerável: o Fed errou?

... Ver a apresentação “9º Balanço do PAC: Quadro Macroeconômico”, Ministro Gudio Mantega, 18 de fevereiro de 2014, disponível em http://bit.ly ...
Read more