advertisement

5a aula EBD do Ministério Shalom

50 %
50 %
advertisement
Information about 5a aula EBD do Ministério Shalom
Spiritual

Published on March 9, 2014

Author: rlgodnim

Source: slideshare.net

Description

O problema do Perdão, 5a. aula da EBD do Ministério Shalom
advertisement

5ª. Aula EBD

Tendo sido, pois, justificados pela fé, temos paz com Deus, por nosso Senhor Jesus Cristo, por meio de quem obtivemos acesso pela fé a esta graça na qual agora estamos firmes; e nos gloriamos na esperança da glória de Deus. Não só isso, mas também nos gloriamos nas tribulações, porque sabemos que a tribulação produz perseverança; a perseverança, um caráter aprovado; e o caráter aprovado, esperança. E a esperança não nos decepciona, porque Deus derramou seu amor em nossos corações, por meio do Espírito Santo que ele nos concedeu. De fato, no devido tempo, quando ainda éramos fracos, Cristo morreu pelos ímpios. Dificilmente haverá alguém que morra por um justo; pelo homem bom talvez alguém tenha coragem de morrer. Mas Deus demonstra seu amor por nós: Cristo morreu em nosso favor quando ainda éramos pecadores. Como agora fomos justificados por seu sangue, muito mais ainda seremos salvos da ira de Deus por meio dele! Se quando éramos inimigos de Deus fomos reconciliados com ele mediante a morte de seu Filho, quanto mais agora, tendo sido reconciliados, seremos salvos por sua vida! Não apenas isso, mas também nos gloriamos em Deus, por meio de nosso Senhor Jesus Cristo, mediante quem recebemos agora a reconciliação. Romanos 5:1-11

Ele foi entregue à morte por nossos pecados e ressuscitado para nossa justificação. Romanos 4:25 Tendo sido, pois, justificados pela fé, temos paz com Deus, por nosso Senhor Jesus Cristo, por meio de quem obtivemos acesso pela fé a esta graça na qual agora estamos firmes; e nos gloriamos na esperança da glória de Deus. Não só isso, mas também nos gloriamos nas tribulações, porque sabemos que a tribulação produz perseverança; a perseverança, um caráter aprovado; e o caráter aprovado, esperança. E a esperança não nos decepciona, porque Deus derramou seu amor em nossos corações, por meio do Espírito Santo que ele nos concedeu. SHALOM - Paz e Prosperidade de Tudo para todos

07965 ‫שלום‬shalowm ou ‫ ׂשלם‬shalom procedente de 7999, grego 4539 σαλωμη; DITAT - 2401a; n m 1) completo, saúde, bem estar, paz 1a) totalidade (em número) 1b) segurança, saúde (no corpo) 1c) bem estar, saúde, prosperidade paz, sossego, tranqüilidade, contentamento 1d) 1e) paz, amizade 1e1) referindo-se às relações humanas 1e2) com Deus especialmente no relacionamento proveniente da aliança 1f) paz (referindo-se a guerra) 1g) paz (como adjetivo)

De fato, no devido tempo, quando ainda éramos fracos, Cristo morreu pelos ímpios. Dificilmente haverá alguém que morra por um justo; pelo homem bom talvez alguém tenha coragem de morrer. Mas Deus demonstra seu amor por nós: Cristo A cruz de Cristo é o único fundamento sobre o qual Deus perdoa pecados morreu em nosso favor quando ainda éramos pecadores. Como agora fomos justificados por seu sangue, muito mais ainda seremos salvos da ira de Deus por meio dele! Se quando éramos inimigos de Deus fomos reconciliados com ele mediante a morte de seu Filho, quanto mais agora, tendo sido reconciliados, seremos salvos por sua vida! Não apenas isso, mas também nos gloriamos em Deus, por meio de nosso Senhor Jesus Cristo, mediante quem recebemos agora a reconciliação.

Portanto, da mesma forma como o pecado entrou no mundo por um homem, e pelo pecado a morte, assim também a morte veio a todos os homens, porque todos pecaram; 13 pois antes de ser dada a lei, o pecado já estava no mundo. Mas o pecado não é levado em conta quando não existe lei. 14 Todavia, a morte reinou desde o tempo de Adão até o de Moisés, mesmo sobre aqueles que não cometeram pecado semelhante à transgressão de Adão, o qual era um tipo daquele que haveria de vir. 12 Adão = Pecado = Morte Dos tempos de Adão até os da lei mosaica, o pecado estava no mundo. Estava presente nos atos dos homens e na sua natureza (isto é, no princípio da rebeldia que se encontrava neles). Adão foi acusado do seu pecado, porque ele quebrou uma ordem dada por Deus. Os homens, de Adão até Moisés, sem tais leis explícitas, não poderiam ser acusados do pecado na forma em que Adão foi. Mas esses homens participaram dos efeitos do pecado de Adão, porque a morte reinou de Adão a Moisés,

Entretanto, não há comparação entre a dádiva e a transgressão . Pois se muitos morreram por causa da transgressão de um só, muito mais a graça de Deus, isto é, a dádiva pela graça de um só homem, Jesus Cristo, transbordou para muitos! 16 Não se pode comparar a dádiva de Deus com a conseqüência do pecado de um só homem: por um pecado veio o julgamento que trouxe 15 condenação, mas a dádiva decorreu de muitas transgressões e trouxe justificação. Se pela transgressão de um só a morte reinou por meio dele, muito mais aqueles que recebem de Deus a imensa provisão da graça e a dádiva da justiça reinarão em vida por meio de um único homem, Jesus Cristo. 18 Conseqüentemente, assim como uma só transgressão resultou na condenação de todos os homens, assim também um só ato de justiça 17 resultou na justificação que traz vida a todos os homens. Logo, assim como por meio da desobediência de um só homem muitos foram feitos pecadores, assim também, por meio da obediência de um único homem muitos serão feitos justos. 20 A lei foi introduzida para que a transgressão fosse ressaltada. Mas onde aumentou o pecado, transbordou a graça, 21 a fim de que, assim como o pecado reinou na morte, também a graça reine pela justiça para conceder vida eterna, mediante Jesus Cristo, nosso Senhor. 19

0817 ‫‟אשם‬asham procedente de 816; DITAT - 180b; n m 1) culpa, ofensa, pecado, culpabilidade 1a) ofensa, pecado, transgressão, falta 1b) culpa, culpabilidade 1c) compensacão (pela ofensa) 1d) oferta pelo pecado ou transgressão

02398 ‫חטא‬ chata‟ uma raiz primitva; DITAT - 638; v pecar, falhar, perder o rumo, errar, incorrer em culpa, perder o direito, purificar da impureza 1) 1a) (Qal) 1a1) errar 1a2) pecar, errar do dever o alvo ou o caminho do correto e 1a3) incorrer em culpa, sofrer penalidade pelo pecado, perder o direito 1b) (Piel) 1b1) sofrer a perda 1b2) fazer uma oferta pelo pecado 1b3) purificar do pecado 1b4) purificar da impureza 1c) (Hifil) 1c1) errar a marca 1c2) induzir ao pecado, fazer pecar 1c3) trazer à culpa ou condenação ou punição 1d) (Hitpael)

"Todas as coisas me foram entregues por meu Pai. Ninguém conhece o Filho a não ser o Pai, e ninguém conhece o Pai a não ser o Filho e aqueles a quem o Filho o quiser revelar. "Venham a mim, todos os que estão cansados e sobrecarregados, e eu lhes darei descanso. Tomem sobre vocês o meu jugo e aprendam de mim, pois sou manso e humilde de coração, e vocês encontrarão descanso para as suas almas. Pois o meu jugo é suave e o meu fardo é leve". Mateus 11:27-30

A fala de Jesus acontece no contexto das escolas rabínicas de sua época Os rabinos são intérpretes da Lei. Sua ocupação é discernir como viver a vontade de Deus expressa na Lei. Por esta razão têm autoridade para proibir e permitir, dizer o que pode e deve ser feito para que a Lei seja cumprida e que não pode e não deve ser feito para que a Lei seja abolida. O conjunto de permissões e proibições de um rabino consistia no “jugo do rabino”. Todo rabino tem um jugo, que seus discípulos assumem como a melhor maneira de cumprir a Lei. Os rabinos viviam de: • Discutir a lei • Interpretar a lei • Oferecer recomendações práticas sobre como guardar a lei As recomendações de um rabino eram chamdas de “jugo do rabino”

A fala de Jesus acontece no contexto das escolas rabínicas de sua época Os rabinos são intérpretes da Lei. Sua ocupação é discernir como viver a vontade de Deus expressa na Lei. Por esta razão têm autoridade para proibir e permitir, dizer o que pode e deve ser feito para que a Lei seja cumprida e que não pode e não deve ser feito para que a Lei seja abolida. O conjunto de permissões e proibições de um rabino consistia no “jugo do rabino”. Todo rabino tem um jugo, que seus discípulos assumem como a melhor maneira de cumprir a Lei. Os rabinos viviam de: • Discutir a lei • Interpretar a lei • Oferecer recomendações práticas sobre como guardar a lei As recomendações de um rabino eram chamdas de “jugo do rabino”

Jugo Barra carregada nos ombros da pessoa, com fardos suspensos em ambas as pontas (veja Is 9:4), ou canga de madeira colocada no pescoço de dois animais de tração (usualmente bovinos) para puxar implementos agrícolas ou uma carroça. Termos nos Idiomas Originais. Os termos gregos (zy·gós, zeú·gos) que transmitem a idéia de jugo derivam da palavra zeú·gny·mi, que significa “jungir; parelhar; juntar; amarrar; unir”. Usualmente jungiam-se dois animais, de modo que a palavra gregazeú·gos pode denotar um “par” ou uma “junta” de animais, tal como “um par de bois”.

O termo hebraico tsé·medh corresponde mais ou menos à palavra grega zeú·gos e pode designar uma “parelha”, uma “junta”, ou uma “jeira”, medida de terra que uma junta de bois podia lavrar num dia. No entanto, uma palavra hebraica inteiramente diferente (ʽol ou ʽohl) refere-se ao instrumento usado para jungir ou unir coisas. Outro termo hebraico (moh·táh, pau de jugo) é associado com jugos, e em refere-se aos varais usados para carregar a Arca.

Exemplo de discussão rabínica – COMO PODEMOS GUARDAR O SÁBADO ? Um rabino diria • Sábado é dia de descanso, não se pode trabalhar no sábado. • Mas o que é trabalhar no sábado? Um rabino diria: • Trabalhar no sábado é caminhar mais que 5 km Outro rabino diria: • Trabalhar no sábado é caminhar mais que 8 km Outro rabino diria: • Trabalhar no sábado é caminhar mais que 8 km sem sacola, com sacola só pode caminhar até 5km, senão é trabalhar.

Exemplo de discussão rabínica – SE MINHA CASA PEGAR FOGO NO SÁBADO? Um rabino diria • Sábado é dia de descanso, não se pode trabalhar no sábado. • Mas o que é trabalhar no sábado? Um rabino diria: • Voce só pode tirar de sua casa aquilo que puder carregar no seu corpo, voce pode vestir uma tunica, duas, tres ou quatro túnicas, mas não pode fazer uma sacola com todas as suas túnicas para tirar de sua casa, pois carregar uma sacola no sábado é trabalhar. Outro rabino diria: • Voce pode tirar tudo aquilo que puder carregar no seu corpo, vestir 9 tunicas, mas não carregar uma sacola delas. As discussões eram as mais variadas possíveis para a observação da lei.

Exemplo de discussão rabínica na bíblia – Mateus 19 O caso do divórcio Alguns fariseus aproximaram-se dele para pô-lo à prova. E perguntaram-lhe: "É permitido ao homem divorciar-se de sua mulher por qualquer motivo? " Ele respondeu: "Vocês não leram que, no princípio, o Criador „os fez homem e mulher‟ e disse: „Por essa razão, o homem deixará pai e mãe e se unirá à sua mulher, e os dois se tornarão uma só carne‟? Assim, eles já não são dois, mas sim uma só carne. Portanto, o que Deus uniu, ninguém o separe". Perguntaram eles: "Então, por que Moisés mandou dar uma certidão de divórcio à mulher e mandá-la embora? " Jesus respondeu: "Moisés lhes permitiu divorciar-se de suas mulheres por causa da dureza de coração de vocês. Mas não foi assim desde o princípio. Eu lhes digo que todo aquele que se divorciar de sua mulher, exceto por imoralidade sexual, e se casar com outra mulher, estará cometendo adultério". Mateus 19:3-9

A questão não era se Jesus era a favor ou contra o divórcio. Alguns fariseus aproximaram-se dele para pô-lo à prova. E perguntaramlhe: "É permitido ao homem divorciar-se de sua mulher por qualquer motivo? " A pergunta era, O senhor é a favor por qualquer motivo ? Por trás dessa pergunta há um debate em sua época, entre duas escolas rabínicas. • • A escola do Rabino Hilel (que era mais liberal) que era a favor do divórcio – dizia por exemplo – Se sua mulher cozinhar e voce não gostar da comida pode se divorciar dela. A escola do Rabino Xamai (que era mais consevador) que era contra o divórcio – dizia por exemplo – Não é bem assim, apenas em caso de adultério (pornéia), apenas na violação daquela unidade de uma só carne.

A pergunta é: Jesus de que escola rabínica o senhor é? - Eu sou da escola do Xamai. Em outras palavras De qual jugo, ou qual Rabino o senhor aprova? O jugo de Hilel ou o jugo de Xamai? Jesus diz: O jugo de Xamai. A questão de se ter um jugo era próprio dos rabinos da época. As pessoas que seguiam determinados rabinos eram as pessoas que se colocavam “debaixo do jugo” do rabino. • Xamai tinha o seu jugo e os seus discípulos (seguidores) • Hilel tinha o seu jugo e os seus discípulos (seguidores)

Jesus diz: Tomem o meu jugo, nem o de Hilel, nem o de Xamai, mas tomem o meu jugo. Em outras palavras: • Os rabinos tem as suas interpretações da lei. • Eu tambem tenho as minhas interpretações da lei. E por ter um sério problema com o jugo dos fariseus, Jesus oferece um jugo leve e suave. Eles atam fardos pesados e os colocam sobre os ombros dos homens, mas eles mesmos não estão dispostos a levantar um só dedo para movê-los. "Tudo o que fazem é para serem vistos pelos homens. Eles fazem seus filactérios bem largos e as franjas de suas vestes bem longas; gostam do lugar de honra nos banquetes e dos assentos mais importantes nas sinagogas, de serem saudados nas praças e de serem chamados „rabis‟. Mateus 23:4-7

Jesus não foi reconhecido como um rabino oficial, embora fosse chamado Rabi (Mestre). "Mas vocês não devem ser chamados „rabis‟; um só é o mestre de vocês, e todos vocês são irmãos. A ninguém na terra chamem „pai‟, porque vocês só têm um Pai, aquele que está nos céus. Tampouco vocês devem ser chamados „chefes‟, porquanto vocês têm um só Chefe, o Cristo. Mateus 23:8-10

Na época de Jesus, em Israel, os meninos iram para a escola aos seis anos de idade. Toda criança judia era ensinada com base na sagrada escritura. • • O primeiro estágio na preparação de uma criança judia era chamado de Beit Sefer. Aos dez anos de idade os meninos há haviam decorado a Torah (Gênesis, Êxodo, Levítico, Números e Deuteronômio), quando completavam essa tarefa, alguns voltavam para casa, outros seguiam os estudos. O segundo estágio na preparação de uma criança judia ia dos 10 aos 14 anos, era chamado Beit Talmud. Onde os meninos aprendiam os Livros Históricos, Poéticos e Proféticos. Ao final, começavam a discutir um pouco da tradição oral de Israel. Por isso a passagem de Jesus no templo discutindo com os mestres. Depois de três dias o encontraram no templo, sentado entre os mestres, ouvindo-os e fazendo-lhes perguntas. Todos os que o ouviam ficavam maravilhados com o seu entendimento e com as suas respostas. Lucas 2:46-47

Essa passagem não é impressionante em si, porque na Israel daquele tempo era mais do que natural meninos daquela idade debaterem com os rabinos, o impressionante era o nível de debate e conhecimento de Jesus, Todos os que o ouviam ficavam maravilhados com o seu entendimento e com as suas respostas. Estranhamente Jesus não foi chamado para continuar os seus estudos,. Os melhores alunos eram chamados ou selecionados por um Rabino para que participasse da escola daquele Rabino. Os demais alunos, voltavam para casa para aprender o ofício do pai. E Jesus na idade adulta é identificado como o filho do carpinteiro. Chegando à sua cidade, começou a ensinar o povo na sinagoga. Todos ficaram admirados e perguntavam: "De onde lhe vêm esta sabedoria e estes poderes miraculosos? Não é este o filho do carpinteiro? O nome de sua mãe não é Maria, e não são seus irmãos Tiago, José, Simão e Judas? Não estão conosco todas as suas irmãs? De onde, pois, ele obteve todas essas coisas? “ Mateus 13:54-56

Os Rabinos eram selecionados criteriosamente o os seus discípulos (seguidores) também. Quando aparecia um rabino oferecendo interpretações da Lei de Moisés, os rabinos: • Se reuniam • Faziam investigações • Questionavam (sabatinavam) os investigados Até que eles aprovassem aquele rabino e autorizassem ele a ter o seu jugo e os seus discípulos Quando um novo rabino tinha sido aprovado por no mínimo (3) três outros rabinos era autorizado a ter o seu próprio jugo e discípulos – dizia então – que o rabino tinha recebido “as chaves do Reino” e era autorizado a ligar ou desligar, proibir ou permitir.

Exemplo de discussão rabínica – Existem três rabinos, Hilel, Xamai e Isac Alguem vem caminhando na rua, num sábado carregando uma sacola e um rabino pergunta: • Ei voce da sacola, você está quebrando a lei de Moisés, não se pode trabalhar, nem carregar uma sacola no sábado. A pessoa responde: • Não tô não, Eu só andei 3km com a minha sacola e o meu rabino Isac disse que eu posso andar 3km com a minha sacola. Quem é esse seu rabino Isac? Depois os demais rabino iriam verificar quem era esse rabino Isac e se ele estava autorizado a ter o seu jugo e seus discípulos.

Jesus não era um desses rabinos. Os discípulos de um rabino eram chamados de: Talmid (no singular) Talmidim (no plural) Jesus tem os seus talmidim. E as pessoas começam a perceber que Jesus faz coisas que os outros rabino não fazem, que ele faz coisas que nenhum outro rabino autoriza fazer.

Ele como sem lavar as mãos Ele trabalha no sábado Ele cura no sábado Ele conversa com mulheres a beira do tanque Ele se dá com estrangeiros Ele toca leprosos Ele cura leprosos Ele come com pecadores Ele se deixa tocar por mulheres de reputação duvidosa • Ele cura cegos de nascença • Ele se assenta com publicanos • • • • • • • • •

As pessoas começam a pensar, eu vou pro jugo desse rabino ai. Esse jugo é suave e esse fardo é leve. Mas uma pessoa mais atenta, que ouve esse rabino, vai percebendo que o jugo de Jesus é mais pesado que o jugo dos fariseus. Não é bem assim. Existe um nível de comprometimento de seus talmidim muito difícil de atingir.

Exemplo: "Vocês ouviram o que foi dito aos seus antepassados: „Não matarás‟, e „quem matar estará sujeito a julgamento‟. Mas eu lhes digo que qualquer que se irar contra seu irmão estará sujeito a julgamento. Também, qualquer que disser a seu irmão: „Racá‟, será levado ao tribunal. E qualquer que disser: „Louco! ‟, corre o risco de ir para o fogo do inferno. "Portanto, se você estiver apresentando sua oferta diante do altar e ali se lembrar de que seu irmão tem algo contra você, deixe sua oferta ali, diante do altar, e vá primeiro reconciliar-se com seu irmão; depois volte e apresente sua oferta. Mateus 5:21-24 Eu digo que te perdoo mas não quero mais saber de você, você pra mim morreu. Eu não matei aquela pessoa fisicamente, mas matei ela no meu coração

Exemplo: "Vocês ouviram o que foi dito: „Não adulterarás‟. Mas eu lhes digo: qualquer que olhar para uma mulher para desejá-la, já cometeu adultério com ela no seu coração. Mateus 5:27-28 Nem internet pode, não posso nem olhar ? Eu não me deitei com ela, só olhei umas fotinhos.

Exemplo: "Vocês ouviram o que foi dito: „Olho por olho e dente por dente‟. Mas eu lhes digo: Não resistam ao perverso. Se alguém o ferir na face direita, ofereça-lhe também a outra. E se alguém quiser processá-lo e tirar-lhe a túnica, deixe que leve também a capa. Se alguém o forçar a caminhar com ele uma milha, vá com ele duas. Dê a quem lhe pede, e não volte as costas àquele que deseja pedir-lhe algo emprestado". Mateus 5:38-42

"Vocês ouviram o que foi dito: „Ame o seu próximo e odeie o seu inimigo‟. Mas eu lhes digo: Amem os seus inimigos e orem por aqueles que os perseguem, para que vocês venham a ser filhos de seu Pai que está nos céus. Porque ele faz raiar o seu sol sobre maus e bons e derrama chuva sobre justos e injustos. Se vocês amarem aqueles que os amam, que recompensa receberão? Até os publicanos fazem isso! E se vocês saudarem apenas os seus irmãos, o que estarão fazendo de mais? Até os pagãos fazem isso! Portanto, sejam perfeitos como perfeito é o Pai celestial de vocês". Mateus 5:43-48

Era melhor eu ficar com o jugo do fariseu. • • • • É só não matar ninguem. É só não ir pra cama com ninguém. É só lavar as mãos antes de comer. É só não falar com estrangeiros e mulheres de reputação duvidosa. Esse jugo desse rabino ai é pesado demais. Antigamente eu estava sujeito a tocar, esbarrar, pegar, fazer ou deixar de fazer. Ai vem esse rabino e diz que a questão não é fazer ou deixar de fazer mas ser. A questão está na subjetividade, na intimidade, na interioridade e na motivação. Que o pecado habita em mim, nas entranhas da minha alma e não apenas nas pontas dos meu dedos.

Quem vê Jesus tocando um leproso ou deixando-se tocar por uma mulher de reputação duvidosa diz: • Esse cara aí é um liberal? Mas quem ouve Jesus vai dizer: • Esse Jesus é conservador demais. Mas a questão é: Jesus diz que o seu jugo é suave e o fardo leve.

O que Jesus parece que está dizendo é: • Jesus dá a impressão que o seu horizonte de possibilidades é maior do que o dos fariseus. • Mas Jesus resignifica a Lei de Moisés de tal forma que nos coloca diante de um horizonte de impossibilidades. Frase Dehan Aceitar Jesus não custa nada, servir Jesus custa alguma coisa, mas seguir a Jesus, custa tudo o que voce tem. Outro teólogo disse. Alguém já disse que a vida como Cristo é difícil. Eu digo, a vida como Cristo não é difícil, a vida como Cristo é impossível.

• O projeto dos fariseus é um projeto de exterioridade • O projeto de Jesus é um projeto de interioridade. Por isso Jesus condena os fariseus: "Ai de vocês, mestres da lei e fariseus, hipócritas! Vocês são como sepulcros caiados: bonitos por fora, mas por dentro estão cheios de ossos e de todo tipo de imundície. Mateus 23:27 • O projeto dos fariseus é um projeto de exterioridade em conformação com dogmas, ritos e códigos comportamentais. • O projeto de Jesus é um projeto de interioridade, de extremo compromisso com o discipulado.

No ritualismo , no legalismo e no cerimonialismo dos fariseus: Aquela mulher que leva os pés de Jesus com as sua lágrimas e os enxuga com os cabelo é uma mulher impura. Mas para Jesus é uma mulher que muito ama e uma mulher a quem muito foi perdoado. No ritualismo , no legalismo e no cerimonialismo dos fariseus: Comer sem que suas mãos sejam lavadas pela água é impuro. Mas Jesus diz: Não é o que entra mas o que sai pela boca que contamina, que é impuro. Porque o que sai é fruto da podridão de seu coração e não adianta lavar as mãos

"Venham a mim, todos os que estão cansados e sobrecarregados, e eu lhes darei descanso. Tomem sobre vocês o meu jugo e aprendam de mim, pois sou manso e humilde de coração , e vocês encontrarão descanso para as suas almas. Pois o meu jugo é suave e o meu fardo é leve". Mateus 11:28-30

Aprendam de mim é fundamental, Porque sem mim, nada podeis fazer. A • • • • • questão de Jesus não é: O fazer Que tipo de comportamento eu tenho Que tipo de interpretação da lei eu faço Que tipo de ritos eu cumpro Que tipo de jugo eu me submeto Jesus não pergunta: Sob que tipo de jugo voce está? • • • • Que tipo der ser humano eu sou? O que habita dento de mim? Qual é o pendor do meu coração? Qual é a inclinação de minha alma? Meu prazer é na lei do Senhor e nela medito de dia e de noite?

• Falar de perdão é falar de Deus, é falar da graça, é falar da capacidade de oferecer aos outros uma memória apagada, sem registros, sem mágoas e sem as tatuagens do ressentimento. • Perdoar é deixar o outro nascer de novo na nossa história, sem as memórias que fizeram dele uma desagradável lembrança. • Falar de perdão é falar de um alto padrão, é falar de algo que o mundo não ensina, é falar daquilo que a natureza caída do cosmos não criou, nem por seleção natural, nem por geração espontânea, porque não se aprende as leis do perdão na natureza.

• Falar de perdão é falar de vida, de saúde, de paz e da verdadeira humanidade individual que se transforma na semelhança de Deus, pois quem não perdoa, adoece e se deforma como gente. • Falar de perdão é falar do sentimento essencial para se viver com o coração descoberto neste mundo de agressões e de facas afiadas. • Falar de perdão é falar de Jesus e dos homens que com Ele almejam ficar parecidos. Falar de perdão é falar da repetição da vida de Jesus na nossa pobre, frágil e caída humanidade individual. Falar de perdão é falar de Deus na minha e na sua vida.

Add a comment

Related presentations

How to do Voodoo

How to do Voodoo

November 11, 2014

How to do Voodoo Are you working too hard and not getting the results?? Well,...

LA VERDAD SOBRE LA MUERTE

LA VERDAD SOBRE LA MUERTE

October 24, 2014

Donde van las personas despues de muerto?

Son simples cuestiones que, aunque puedan resultar a priori inocentes, albergan in...

"The souls of the just are in the hand of God, and no torment shall touch them. " ...

Boletín de 02/11/2014

Boletín de 02/11/2014

November 1, 2014

Boletín de 02/11/2014

Omms News 10-07-2014

Omms News 10-07-2014

November 4, 2014

Omms News 10-07-2014

Related pages

Teologia Fácil

... a partir da análise do texto de Hebreus capítulos 5 a 7 na perspectiva do Sacerdócio ... Aula 6 da EBD do Ministério Shalom com o tema "Cristo o ...
Read more

Pr.Wilsonei Mattos - Ministério de Evangelista EBD. - YouTube

... Ministério de Evangelista EBD. ... Pré-aula_Lição 8: O Ministério de Evangelista - Duration: ... o maior líder do cristianismo ...
Read more

Escola Bíblica Dominical - Preparando a Aula

O professor da EBD, ... Tal não se preparou para a aula e vai ... aos comentários deverão conter a identificação do autor do ...
Read more

Aqui eu Aprendi!: Os Dez mandamentos do Professor da E.B.D

Participação do aluno na aula EBD ; ... Shalom Adonai. Blog "Aqui eu Aprendi!" ... Ministério de louvor ...
Read more

ESCOLA BÍBLICA DOMINICAL - EBD: Pré-aula_Lição 6: O ...

Pré-aula_Lição 6: O ministério de Apóstolo Por: Ailton da Silva - Ano VI (desde 2009) ... Lema do Professor de EBD. Pesquise neste blog!
Read more

♥Algo Tão Doce Educação♥: Aula EBD Infantil - Os 10 ...

Aula EBD Infantil - Os 10 mandamentos ♥ A aula é grande possui 117 slides , ... Aula EBD - Parábola do tesouro escondido; Aula EBD -A MÃO MISTERIOSA;
Read more

LIÇÃO 5 [ADULTOS] -Apostasia, Fidelidade e Diligência ...

... -Caim era do maligno-Escola Dominical EBD - Duration: 46:15. ... Pré-aula _Lição 5 ... Fidelidade e Diligência no Ministério EBD ...
Read more

tia teté: E.B.D. INFANTIL

“Os preceitos do Senhor são mais ... estaremos presentes na EBD. ... ACHEI ESTE LIVRINHO MUITO LINDO POR ISSO COPIEI DO BLOG " EU AMO MINISTÉRIO ...
Read more